Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 4 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Treino e dieta para fodidos na vida
#41
(08-07-2019, 08:49 AM)Patrulheiro Escreveu: Quando jogo é nos dias de sparring (mano a mano), você acha que essa é abordagem correta ou por ter flexões e abs eu deveria jogar carbo depois?

Citação:Obrigado pelas palavras Pat. Esse tipo de feed que me motiva ... continue firme.

Eu não sei se entendi bem a sua dúvida. poderia reformular? desculpe Yaoming

Você acha melhor eu jogar carboidratos na refeição pré-boxe (para dar energia para o treino) ou pós-boxe (porque tem bastante flexões e abdominais e ajudaria na recuperação)?
Responda-o
#42
Eu sou da opinião de deixar a maior parte dos carb DEPOIS do treino (mesmo que não seja "musculação"). Se não está com problemas de energia para treinar, acho que não tem a necessidade de jogar antes. Mas talvez seria interessante fazer um ajuste de um alimento e uma quantidade que seja boa (te dê energia sem te deixar com preguiça) para você poder usar em dias muito difíceis ou em competições. Os treinos servem para esse tipo de "descoberta" também ... esse uso do carb como "ferramenta ou truque que disponibiliza mais energia" foi um dos segredos do Lebon James naquela final épica ao qual ele simplesmente era imparável e eles levaram o título com os CAVS. Permanecer na cetogênica mas saber exatamente qual seria esse ajuste de carb para dias muito difíceis pode te colocar num outro patamar
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#43
Eu simplesmente ADORO esses tópicos que falam da parte PRÁTICA.
Como já sabem aqui sou VELHO. E o que a gente aprende com o tempo é que o que conta é o que FUNCIONA NA PRÁTICA.
O resto é conversa de fracassado, na maior parte.
Falam, falam e falam de "desenvolvimento pessoal, isso, desenvolvimento pessoal aquilo, blábláblá".
E na minha opinião, BOA PARTE do desenvolvimento pessoal para um HOMEM é ter um corpo BOM.
Cada um acredita no que quiser acreditar, mas só vai se autoenganar.
E pra ter um corpo legal, precisa de DETERMINAÇÃO e direcionamento. E as informações para o direcionamento correto encontra aqui mesmo se quiser. Boa parte de forma bem humorada (para os menos afetados) tá aí nesse texto do confrade. E o que faltar, já deu pra perceber que é só perguntar.

Como provavelmente escreveria o autor do texto: "Só falta vergonha na cara e um chute no rabo. Chute no rabo já dei, o resto e com você"
Responda-o
#44
Artigo rico em informações que importam: baseadas em tentativa e erro. Atualmente estou utilizando o Jejum e aeróbicos para me ver "mais próximo de um humano", porém este artigo foi de extrema utilidade para mim, pois tinha comigo os conceitos de "encher o rabo de proteína no pré e pós treino", entre outras crenças furadas, mas a lógica de seu argumento é inegável. 
No mais, parabéns pelo trabalho, esforço e paciência para aturar os tr00zão de internet.
Conheço e leio os artigos do Fórum já a bastante tempo, porém dessa vez me vi obrigado a me registrar para agradecer e parabenizar.

Vou deixar abaixo meu relato sobre o Jejum/Treino pesado, e algumas coisas a mais:

Comecei com o Jejum 3 anos atrás, após tentativas frustradas de acompanhamento com nutricionista e resultados risíveis ao custo de toneladas de dinheiro, achei que era a hora de radicalizar e por meu corpo pra sofrer as consequências de tantos anos de sedentarismo e comendo feito um bodybuilder de 130kg, só que sem os músculos.

No começo era árduo, até demais, porém ao fim da primeira semana (alternando jejuns de 24hrs seguidos de uma refeição low carb) vi os resultados de 1 mês com o nutricionista caro sendo DOBRADO em uma semana de jejum. Foi a solução para minha luta contra a obesidade.
Fui de 138kg para 106kg (sendo 88kg de peso magro, se é que dá pra confiar nas avaliações físicas mal feitas de academia) no período Janeiro 2016 - Abril 2017.
Infelizmente, após esses resultados astronômicos, caí num relacionamento bosta e a sem vergonhice falou bem mais alto, comecei devagar, me permitindo coisas fora da dieta "você trabalha demais, merece sair e comer um hambúrguer", entre outras frases que eu ouvia todos os dias e da parceira do momento.
Nessa de uma coisinha fora da dieta aqui e ali, com o tempo abandonei completamente o jejum e academia e, de Maio 2017 - Dezembro 2018, voltei a pesar 132kg.
Foi então que fui enxotado pela parceira(melhor coisa que me aconteceu), estava obeso beirando a morbidez novamente, desempregado por problemas de saúde, fazendo cursinhos aqui e ali e sem a menor condição financeira de pagar uma academia.

Decidi abandonar todos os conteúdos de "desconstrução masculina" que a parceira me alimentou nesses quase 2 anos e voltar a ser o que eu era antes, um jovem que admirava e sonhava em ser um Militar, que era másculo, viril, e acima de tudo, não desistia por nada.
Raspei a cabeça, me livrei do corte de cabelo de boiola que usava, voltei a entregar currículos e voltei com os jejuns. No começo foi bem "paia", estava muito desacostumado e as festas de fim de ano deixavam meu psicológico, que até então estava fragilizado, sem vontade alguma de persistir na dieta pois iria "perder tudo" com as festas. Ainda assim, queimei 4kg em 15 dias de jejuns mal-feito.

No dia 1° de Janeiro, já havia estipulado algumas metas a serem alcançadas esse ano. Não havia nem terminado o primeiro semestre e já havia alcançado mais da metade, tendo como exemplo:
  • Ser aprovado no Vestibular para uma faculdade pública. No caso a FATEC, curso de Análise de Sistemas. Apesar de meu psicológico fragilizado pelo término do relacionamento ter sido 2 dias antes, consegui ser aprovado com a penúltima colocação.
  • Pesar abaixo dos 115kg.
Atualmente, 09/07/19 estou pesando 112,5kg. Faço bastante exercício aeróbico, em casa mesmo, seja pulando corda ou jogando futebol sozinho e no pouco espaço que possuo. Sempre que posso saio para jogar futebol na quadra com amigos, também. Tenho um único halter de 10kg, com o qual tento extrair o máximo de desempenho com exercícios de alta intensidade (já está leve demais para mim desde o primeiro mês, porém vario sempre de estratégia e isso dá um gás novo, ainda que ínfimo). Os jejuns eu alterno entre 48hrs(seguido de uma refeição low carb) e quando a fraqueza começa a bater demais, 24hrs(também seguido de uma refeição low carb), nunca menos de 24hrs. A semana toda, sem desculpas, sem escapadinha no fim de semana. Só não tive resultados melhores porque comecei a pegar pesado no aeróbico agora, menos de um mês atrás, se o fizesse a mais tempo possivelmente teria números melhores para apresentar.

Benefícios que eu visualizo em meu corpo e desempenho com o Jejum:
  • Aumento intenso no Foco. Seja para estudar, trabalhar ou treinar, atividades que quando "bem alimentado" eu via como incrivelmente monótonas, se tornaram fáceis de se executar.
  • Bem estar intestinal. Minha rotina intestinal era completamente zoada e imprevisível, isso tudo se renovou completamente.
  • Baixos níveis de Glicose/Insulina e Colesterol LDL. (Já tive problemas de excesso de insulina no organismo em 2015, desde que adotei o Jejum, nenhuma medicação foi necessária)
  • Perdas de peso significativas e em curtíssimo período de tempo. Quem já fez dieta com nutricionista sabe o quanto é maçante e desmotivador, ter 20~30kg de massa adiposa para queimar e perder míseros 2~4kg ao mês, mesmo sendo extremamente focado, e ainda ter que ouvir "você provavelmente está burlando a dieta..."

Qual a moral da história e de todo esse rodeio então? Mais um babaca aqui que adora passar fome, para confirmar a tese do Senhor Herácles acima e tapar a boca de gente que imagina YouTuber como autoridade de determinado assunto. Se quer falar mal de uma 'teoria', pois teste-a tu mesmo e disserte a respeito de seus resultados, mesmo que os resultados contrariem tudo que foi dito neste tópico, ainda assim não comprova que alguém está errado, e sim, apenas, que tal abordagem funciona melhor com o Corpo/Biotipo x do que com o y.
Responda-o
#45
Olá Kaesarac, obrigado pelas palavras.

Como eu já disse em algum lugar, jejum não é só questão de "estética" mas de saúde principalmente intestinal. Para um cara gordo é uma verdadeira revolução, que eu acredito ser muito mais eficiente que qualquer "dietinha bem planejada" simplesmente pq vai no ponto chave do problema - excesso de comida! Ao meu ver, a agrura dessas "reeducações alimentares" é que na verdade, se tratando de macronutrientes e funcionalidade do intestino, elas não mudam muita coisa para o sujeito, ele continua comendo um monte de coisa desnecessária mas agora com o nome de "refeições funcionais". Reduz um pouco as kcal total, tira uma farinha aqui e coloca uma integral ali, tira um açúcar refinado e coloca uma frutose, normalmente reduz gordura saturada e proteína! e add fibras... e no final das contas CONTINUA NA MESMA MERDA DE SEMPRE, em muitos casos pior. Seu organismo não funciona da forma que deveria pq bem na realidade você não tem uma noção real de como ele deveria funcionar. Talvez melhore, mas ainda muito abaixo do que poderia. Mas pra quem está coberto de lama, qualquer penumbra parece uma salvação.

De qualquer forma, eu sempre defendo que a melhor maneira de fazer qualquer dieta "funcionar" é treinar mais pesado. Pra mim esse é o ponto fundamental de tudo.

Você tem um longo caminho ainda, não pense que há algo como "agora eu posso dar uma relaxada" NÃO!!. Eu lhe diria como dica não ficar pensando de mais "onde você quer chegar" mas sim, em "como eu posso ser melhor do que ontem, hoje". Espero que entenda e leve a cabo essas palavras.

Força
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#46
Como lidar com as dores nas articulações? Compensa usar joelheiras, cotoveleiras ou coisas do tipo?
Responda-o
#47
(11-07-2019, 07:33 PM)Mike Stonza Escreveu: Como lidar com as dores nas articulações? Compensa usar joelheiras, cotoveleiras ou coisas do tipo?

1 copo de véio barreiro antes do treino
[...]
Responda-o
#48
Porra, que perguntinha eim ... eu não tenho bola de cristal não meu chapa.

Dor nas articulações podem ser de uma infinidade de motivos desde câncer até pau molisse e vagabundagem (normalmente o mais comum). No geral, você precisa fortalecer os tendões, e não deixá-los mais frágeis do que JÁ são, usar "joelheiras" vai retirar parte do esforço que seria dos tendões, ou seja, vai preservar seus tecidos moles fracos e provavelmente deixa-los mais fracos ainda. Recapitulando, você precisa fortalece-los, e não evitar que eles se fortaleçam. Pense sobre isso por algumas horas, volte aqui e faça uma pergunta menos genérica que talvez eu possa ajudar.

Em todo caso, já falei um monte de vezes sobre fortalecimento de tecidos moles em outros tópicos e no blog, se ajude um pouco também camarada.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#49
(12-07-2019, 11:03 AM)Héracles Escreveu: Porra, que perguntinha eim ... eu não tenho bola de cristal não meu chapa.

Dor nas articulações podem ser de uma infinidade de motivos desde câncer até pau molisse e vagabundagem (normalmente o mais comum). No geral, você precisa fortalecer os tendões, e não deixá-los mais frágeis do que JÁ são, usar "joelheiras" vai retirar parte do esforço que seria dos tendões, ou seja, vai preservar seus tecidos moles fracos e provavelmente deixa-los mais fracos ainda. Recapitulando, você precisa fortalece-los, e não evitar que eles se fortaleçam. Pense sobre isso por algumas horas, volte aqui e faça uma pergunta menos genérica que talvez eu possa ajudar.

Em todo caso, já falei um monte de vezes sobre fortalecimento de tecidos moles em outros tópicos e no blog, se ajude um pouco também camarada.

Obrigado pela resposta Herácles. O pessoal da academia falou para eu deveria usar essas parafernalhas. Mas vi também que se diminuindo a carga e focando mais na técnica, a dor passa com o tempo. Vou dar uma olhada melhor no seus post e blog.
Responda-o
#50
Por isso que eu disse que existe uma infinidade de motivos. Em alguns casos a joelheira pode ser bem vinda. Porém imagino que seja essas joelheiras de farmácia que você acha em qualquer lugar que você está se referindo, isso e nada são praticamente a mesma coisa.

Dor na articulação normalmente (não sempre, mas é o que eu mais vejo) é um desequilíbrio muscular entre parte posterior e anterior da coxa, ou adutores muito fracos (um dos motivos de valgismo), "focar mais na técnica" sem dúvida ajuda, porém se você aprender "a técnica" sem considerar esses detalhes, vai agravar o problema.

E mais um detalhe, fortalecimento de tendões não se faz com cargas leves... nem com "movimentos lentos de controlados".
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#51
Sempre bom estar relendo esse texto. A vontade de puxar ferros e se alimentar corretamente depois de lê-lo é brutal Gargalhada
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#52
Acompanho o forum a algum tempo mas nunca tinha criado uma conta, felizmente consegui criar, tenho alguns relatos de aprendizados com ensinamentos do fórum, posso relatar com o tempo.
Entrei aqui para procurar algo sobre musculação e cai nesse poste espetacular. Meu pouco dinheiro e tempo está empregado para estudar para concurso das carreiras policias que exigem alem de conhecimento teórico uma preparação física. Por isso vou começar a acordar antes das 5:00 da manhã, algo que já faço habitualmente e fazer o treino aeróbico e a noite complementar com treino de força em casa msm com os pesos que eu tenho. Já vivenciei uma "dieta" sem carbo e açúcar, os resultados foram impressionantes, 22kg em 4 meses. Engordei novamente e estou me sentindo um bosta, quero mudar isso logo e voltar a ter uma condição física melhor, estou determinado moer minha carcaça da forma mas bruta que eu conseguir. Postarei em breve os resultados. abraços
Responda-o
#53
Tópico movido para a seção Saúde e para a subseção Musculação e exercícios físicos.
Responda-o
#54
Excelente tópico, parabéns, @Héracles !

Antes de ler esse tópico, vi a metodologia StrongLifts 5x5. Você poderia nos dizer o que acha dela, se a conhecer? Obrigado!
Responda-o
#55
Obrigado amigo.

Stronglift é uma espécie de "protocolo de introdução" para quem está buscando adentrar nos treinos mais voltados a força. Infelizmente o pessoal acha que treino de força se resumem a 5x5 - assim como muitos acham que hipertrofia se resume a 3x10 - mas existe um universo MUITO amplo além disso. Como eu disse, uma ótima forma de começar a descobrir esse universo é através desse programa simples. Na mesma medida, ele também é muito utilizados já por atletas de força em períodos de maior volume e recuperação de tecidos. Ou seja, é uma espécie de coringa. 

Eu mesmo comecei a me apaixonar por treinos de força em detrimento de hipertrofia justamente quando utilizei essa abordagem pela primeira vez. 

Mas independentemente se você queira ou não ir para esse lado, ele é uma ótima maneira de dar uma mudada nos seus treinos durante um período quando ver que esta estagnado. Não vou abordar todos os méritos aqui, mas sabemos que é necessário alterar nosso treino a medida que o corpo se adapta. Se você tem uma forma de treinar já bem concretizada, uma maneira que você sabe que lhe trás resultados, mas percebeu que está com dificuldades de progresso - seja em cargas ou em tamanho muscular -  essa abordagem pode lhe ajudar sim. 

Acho importante lembrar que os 5x5 devem ser pesos que realmente você não faça mais que 5 rps em cada série. O que o pessoal geralmente costuma fazer - que eu vejo MUITO - é pegar o peso que ao qual já estão habituados a fazer 8-10 e só transferem para 5x5. Não é preciso ser nenhum gênio para saber que isso não trará benefício nenhum, uma vez que está diminuindo a intensidade (% de 1RM por reps) em vez de aumenta-la. A ideia básica do stronglift É AUMENTAR O VOLUME DE TREINO FEITO COM CARGAS MAIS INTENSAS. Se numa série comum, você começa a sentir grandes dificuldades lá pela 6-7 repetição, se fizer 3 séries de 10, você terá algo em torno de 12-9 reps realmente intensas. Aqui a ideia já é começar numa intensidade alta para você conseguir chegar o máximo possível das 25 reps pelo menos tão intensas quanto as 12-9 do exemplo anterior. Por isso o volume é menor, mas o PESO DEVE ser maior.  

Num protocolo de hipertrofia utilizamos, geralmente, algo entre 60-75% de 1RM, no stronglift isso iria para 80-85%, talvez até mais dependendo da sua capacidade física e em qual objetivo está. Para iniciantes, se recomenda nas primeiras semanas fazer as 2 primeiras séries apenas com um pouco a mais que o normal, duas com peso pesado já, tentando bater as 5 reps, e uma última série de 3 reps - marca que é dificilmente ultrapassada por um novato nesse estilo de treino quando realmente usa uma carga adequada - . Na medida das adaptações, logo se tenta fazer as 5 de 5 com esses peso didifil do final e quando conseguir, no próximo treino já aumenta a carga, e assim sucessivamente. 


Mas resumindo, acho uma boa ideia usá-lo sim... yYaoming


Espero ter ajudado.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#56
Iniciei os treinos há 4 meses (em breve, relato) e muito me agrada a ideia de que a dieta é complemento ao treino bem feito. Estava um pouco preocupado com a sensação de não está fazendo a coisa da maneira certa, pois não consultei nutricionista, não calculo quantidade de proteína e calorias... E estava preocupado também em ter que gastar muita grana no processo. Mas depois de ler o tópico me sinto mais confiante. Agora vamos ver no que vai dar...

Muito bom o tópico.
A realidade nua e crua.

** Acessando o fórum nos finais de semana.
Responda-o
#57
Montei um cronograma de treino a partir dessa segunda e aproveitei para (re)ler esse tópico pela terceira ou quarta vez.
É sempre um tapa na cara necessário.

E o interessante é que apesar de ter virado modinha as pessoas fazerem videozinhos e fotinhas treinando em casa só para postarem nas redes sociais, deu para perceber que só fica parado quem quer.
Dá para treinar na academia, na praça, em casa, sem aparelho, com elástico, toalha, etc. É aquele clichê sempre necessário, "quem quer dá um jeito, quem não quer dá desculpa".

Parabéns novamente ao @Héracles, baita texto.
Aliás, texto e tópico bom é aquele que você é remetido para outros artigos, postagens, ou seja, que tenha bibliografia. Aqui, os textos linkados lá do blog também são excelentes.
Responda-o
#58
Obrigado pelas palavras amigo. Que bom que o meu texto tenha ajudado


Continue firme
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o
#59
Meu maior medo do stronglift ou treino voltado para força, é a probabilidade de lesão ser grande. Por exemplo: Eu pego 74kgs( contando com o peso da barra de 14kgs) no supino para repetição 3 x 12-15rep e convertendo para treino de força seria -> 130kgs... Medo de lesão é absurdo, pelo menos para mim que treino sozinho. Fora o levantamento terra, que o medo de lesionar a lombar é absurdo... Fora isso, treino voltado para a força é algo muito foda, principalmente nos dias de peito e pernas, você se sente bem demais depois dos treinos.
Responda-o
#60
Você precisa refinar a técnica, se tem tanto medo de lesão assim... porém, só se consegue refinar a técnica, usando cargas mais pesadas... técnica sem peso não significa muita coisa, fora que você pode desenvolver um vício de movimento. Como diz um trenador famoso do Insta, "técnica sem peso é coreografia". Só vai saber onde está falhando de verdade, se usar caragas desafiadoras... eu já falei disso em algum texto.

É só usar uma periodização linear que o risco de lesão é baixo... especialmente pq há períodos para recuperação já previamente planejados.

Mas uma coisa é certa, DIFICILMENTE vc deve aguentar uma cagar que gere uma lesão séria e real, mas se está se cagando de medo de "lesionar" nem tente, pq é exatamente isso que vai acontecer.

Nunca vou cansar de repetir que o que vem primeiro, é a mentalidade e você está com a mentalidade errada ainda.
"Compreendi o tormento cruciante do sobrevivente da guerra, a sensação de traição e covardia experimentada por aqueles que ainda se agarram à vida quando seus camaradas já dela se soltaram."  (Xeones para o rei Xerxes)

Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [INSTRUÇÃO] Treino abdominal para hipertrofia rápida Trglodita 15 1,813 21-02-2019, 03:14 PM
Última Postagem: Trglodita

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)