Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Os homens e suas vidas de desespero silencioso
#41
@Mr. Rover ,

Confrade, não me entenda mau, essa beligerância não vai nos levar a lugar algum, aceito suas críticas, discordo dos seus comentários e pensamentos, não vou ficar usando credenciais nem empurrando meus argumentos aqui no fórum, o foco aqui não é esse, se sua visão de mundo é essa muito que bem, quem sou eu para persuadi-lo do contrário? Não pare de escrever seus artigos para o fórum nem de participar dessa comunidade você soma positivamente e faz diferença, ganhar ou perder um debate não vai mudar o mundo como ele realmente é, no final das contas meu caro só sobra o desenvolvimento pessoal, não vou mais comentar nesse tópico para não gerar mais confusão e problemas, não é esse meu intuito, boa sorte na sua hermenêutica amigo, boa sorte.
Assim, Davi prevaleceu contra o filisteu com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou sem que Davi tivesse uma espada na mão.
Responda-o
#42
O tópico estava interessante, alguma animosidade é NORMAL em um reduto Realista. Somos homens afinal de contas, não?

Não tem motivo para interromper o debate...

EDIT: Dê andamento aos seus argumentos @Ares, fiquei curioso. Porém, compartilho muito da opinião do Rover.
"Paulistarum Terra Matter..."
Responda-o
#43
Primeiramente @Mr. Rover espero que Cristo conforte o seu coração e de sua família de 1°grau. Seu pai deve ter enchido o peito de alegria "ouvindo você dizer que tem orgulho de ser filho dele" isso é algo de grande honra e valia de se ouvir. 


Ademais que texto sensacional desde o título aos trechos sobre obter cultura, sobre investimentos, dinheiro, idiomas, china china china (leia com a voz do D.Trump) sobre hobbies e auto-análise...


 Muita coisa pra se aplicar pode ser tirada deste único topico... Cara é um grande previlegio ler um texto seu! 

Essa semana mesmo estudei levemente o tema de aviação e dias seguidos tive uma conversas com um grande amigo que é aeronauta sobre... ( Isso foi em uma de suas indicações no tópico de canais no YouTube...) 

Enfim força e honra, que Deus de força a você e seus familiares nesse momento estreito.
A vida passa como um conto ligeiro. 
Responda-o
#44
Voltemos à programação normal. Esse é um tema delicado e enquanto não acho que deveria ser tabu por aqui, temos preocupações legais se quisermos manter esse fórum em pé. Acredito que seja isso que a moderação quis deixar bem claro. O bom é que esse tópico é ouro e trazer ele de volta é um privilégio.

Enquanto ele transita por vários temas, já discuti até alguns (como os hobbies por exemplo, não se deve subestimar a importância disso), o próprio título do tópico me chama a atenção para o que acho que é um dos elementos centrais da nossa narrativa pessoal neste mundão tão louco.

Como falei lá no tópico da estatísticas e o tópico aqui só reforça, tem toda a questão do desespero do homem sendo tratado com sub-humano, descartável, questão essa que não é trabalhada de forma alguma, é coisa que não se vê conversar, nem por aqui. Como tantas coisas são esperadas de nós homens, de exigências familiares, sociais e até pessoais íntimas do sujeito.

Hoje eu vejo um desânimo geral em muitos homens, pois a vida já não é fácil para nós, a situação do país já não ajuda, a relação com as mulheres vem deteriorando cada vez mais com os avanços do feminismo, não seria de estranhar muitos entrarem em depressão, pois é uma avalanche de coisas fora de controle da pessoa, eu mesmo sofro muito com isso e acredito que muitos aqui também. Dá um vazio existencial, um nihilismo sem fim.

Quando vem alguém supostamente querendo ajudar os homens, acontece aquele caso dos grupinhos (a la Papo de Mangina e projetos parecidos) que querem combater a "masculinidade tóxica", ou seja, ao invés de liberar aquilo de ruim reprimido e superar isso, muitos homens se metem com tais grupos e só acabam se mutilando espiritualmente de maneira voluntária, enterrando e reprimindo ainda mais essas coisas. Só que não dá para esconder a merda pra sempre, um dia a coisa fede.

Jogar tudo embaixo do tapete, deixa tudo mal resolvido... Um belo dia a bomba explode, um desses não vê mais sentido na vida, pois não tem a capacidade de expressar o que está enterrado no seu sub-consciente, daí um frustrado desses vai parar debaixo de sete palmos rapidinho. As estatísticas mostram aí o tanto de homens sem amore próprio se suicidam 4x mais do que as mulheres. Quatro! Não sei se foi aqui ou no FdB, mas tem um tópico sobre depressão e isso é um assunto que precisa ser conversado. Não estou falando de juvena emo metido a revoltadinho com o mundo, mas sim de homens maduros que tem dificuldade em encontrar seu lugar no mundo e em si mesmos.

Acredito ser essencial se livrar dessas barreiras para que isso desperte o desenvolvimento pessoal verdadeiro e não o desenvolvimento supérfluo e vazio, que não é desenvolvimento coisa nenhuma. Claro, tudo tem que depender puramente do indivíduo, ele tem que tomar rédeas da da sua vida, mas primeiro ele precisa ter coragem de encarar a si mesmo e a gente de encarar esse tema.

O que os confrades e especialmente o @Mr. Rover pensam a respeito? Convido também o confrade @Héracles para essa discussão.

Força e honra a todos,
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#45
@Admin 


Spoiler Revelar

Me desculpe pelo barulho. Eu compreendo as consequências legais que vocês podem ter e existe aqui uma hierarquia que devemos seguir, senão vira zona. De novo, me desculpe, não vai ocorrer novamente.



@Ares 


Spoiler Revelar

Me perdoe se pareceu que tenho algum tipo de rusga com você, não tenho. Não tenho nada contra ninguém aqui no fórum. Estamos "jogando" no mesmo time aqui e o espaço serve para nos ajudarmos e não ficar se agredindo verbalmente. A única coisa que me deixa pistola, é que como o assunto do nosso desentendimento é algo extremamente sensível na sociedade atual, eu não posso contra argumentá-lo com você. Mas vamos deixar isso de lado. Porque como já foi dito, este não é o assunto do artigo.


@TheOak 


Spoiler Revelar
Eu sinceramente não tenho conhecimento o suficiente pra te dizer o porquê disso estar acontecendo, principalmente nos EUA. Seria necessário alguém com a profundidade do Olavo de Carvalho pra explanar o big picture da coisa. Resumindo muito por cima, acho que são dois motivos principais: o primeiro é propaganda, que funcionou nas mãos do Goebbels e depois foi melhorada e atualizada na guerra fria pelos soviéticos (vide as aulas do Yuri Bezmenov) e segundo que as pessoas está perdendo a hegemonia étnica/racial por causa de imigração e isso faz com que a unidade nacional se perca.


Veja o caso do Brasil. O brasileiro comum não é patriota. Não sei se você conhece argentinos ou chilenos, que tem uma população muito mais homogênea. Eles são muito mais patriotas que nós. Nos EUA mesmo, não existe rixa entre regiões, como existe sul/sudeste vs nordeste. O que existe atualmente é rixa entre estados que estão politicamente muito distantes um do outro no espectro político. Digamos, a California beirando o comunismo e Iowa, um estado bem conservador. Mas isso é algo recente. No Brasil não existe unidade porque somos muito baseados em enclaves étnicos/culturais que são muito diferentes.


Então minha opinião bem resumida e básica sobre a coisa, generalizando bastante, é que esses são os dois motivos principais. Junte uma cultura de consumismo em cima, onde as maioria das pessoas não consegue acompanhar o frenesi consumista e pronto, a merda está feita.



@Wild 



Spoiler Revelar
Sim, muitos em depressão silenciosa, pois infelizmente é uma doença que ainda tem um estigma social grande e homens devem ser fortalezas perante a sociedade.


Citação:Quando vem alguém supostamente querendo ajudar os homens, acontece aquele caso dos grupinhos (a la Papo de Mangina e projetos parecidos) que querem combater a "masculinidade tóxica", ou seja, ao invés de liberar aquilo de ruim reprimido e superar isso, muitos homens se metem com tais grupos e só acabam se mutilando espiritualmente de maneira voluntária, enterrando e reprimindo ainda mais essas coisas. Só que não dá para esconder a merda pra sempre, um dia a coisa fede.


Os realistas devem fugir desses grupos e "coaches" como o diabo foge da cruz. Isso nada mais é do que patetices alinhadas com a agenda marxista politicamente correta.


O que os confrades precisam encontrar nas suas vidas são ocupações que fazem deles felizes, que possam ser feitas sozinho e que o prazer esteja baseado na atividade em si e não na aprovação de outras pessoas. Eu por exemplo, posso afirmar que ter a oportunidade de estar perto da natureza onde moro lá nos EUA, pescar, acampar, as vezes deitar ao relento olhando um céu super estrelado por estar no meio do nada é algo que me fez um bem tremendo.


Estar aqui em São Paulo nesses últimos dias me mostrou como eu estava me desfazendo nesse lugar. A poluição é algo que consigo perceber, coisa que não conseguia antes. E ter achado outra atividade além das citadas acima que é garimpar ouro, também me fez um bem tremendo. Eu não me sentia excitado e feliz com em fazer algo desde que eu era criança.


Por isso que eu digo, repito e repito novamente. Batalhem pra se estabilizar financeiramente, aprendam tudo o que puder e vão viver como um homem deveria viver, que é em contato com a natureza, com a própria mente e com Deus. A vida moderna, principalmente a vida urbana, é um câncer. As coisas simples e o tempo, ainda são e vão continuar sendo os bens mais valiosos para um homem. Para as mulheres também, mas devido à natureza delas, acabam que sofrem e são sugadas pra dentro desse "buraco negro" que virou nossa sociedade.


Indicando novamente: leiam o Walden do Thoreau. É uma leitura cansativa em partes, leiam devagar pra entender os conceitos dele. Não julguem algumas coisas como marxismo/anarquismo porque quando ele escreveu esse livro, isolado na mata por dois anos, Karl Marx ainda não tinha cagado através das mãos.
Responda-o
#46
Cheguei agora no tópico. A confusão já acabou. Se quiserem abordar temas espinhosos é só usar as seções fechadas para isso, já que a maioria dos que debatem tem acesso a elas mesmo. 

Vou repetir a minha resposta do tópico do QI: 

(14-01-2017, 09:58 AM)Libertador Escreveu: O QI médio do Brasil é 87. Então aqui está todo mundo acima da média.
Dos Estados Unidos é 97.
O QI médio da Coreia do Sul é 106.
Não é que eles nasçam mais inteligentes lá, mas sim que o sistema de educação é melhor do que o sistema brasileiro. 

Lembrando que esses tipos de testes o resultado muda com o tempo porque você pode muito bem treinar o seu cérebro com exercícios de lógica e tirar uma nota cada vez maior no teste.

Esse teste ao meu ver é mais uma questão de treino e prática em exercícios lógicos.

E alguns especialistas dizem que a inteligência é algo que pode ser aprendida. Reflita, se uma pessoa consegue emburrecer ao passar dias a fio no facebook, tv, drogas e alcool.
Então, obviamente, uma pessoa pode se tornar mais inteligente  se cortar estímulos negativos e treinar o seu cérebro com estudo, trabalho e até pratica de hobbies, como tocar um instrumento, por exemplo.

Eu sou um dos maiores prejudicados em pensar assim. Se eu pensasse que o QI é imutável, então, eu teria uma vantagem imensa e inatingível pela maioria. Em várias vezes que faço o teste o meu QI fica na escala "Acima de 140" porque o teste só vai até 140. Para mim, só seria lucro defender a ideia que o QI é imutável e fazer as pessoas acreditarem nisso. 

Mas acredito que com esforço as pessoas consigam se tornar mais inteligentes. Claro, que algumas pessoas mais do que outras, mas todos podem ir além da sua posição atual.

Eu acredito que o brasileiro está emburrecendo em massa devido ao estilo de vida. Mas, que cada um aqui do fórum pode fazer o próprio caminho e se tornar gradativamente mais inteligente.

Já indiquei esses videos aqui no fórum, mas vou indicar de novo, esses videos foram feitos por um médico especialista na mente humana e em pessoas com problemas mentais que se achavam estúpidas:


Spoiler Revelar






“A honra, a integridade e a verdade precisam ser guardadas, custe o que custar ao próprio eu.” Obreiros Evangélicos, pág. 447
Responda-o
#47
Não querendo ter que trazer essa questão para esse tema de novo, mas vou ter que concordar com o @Libertador: Mais do que QI, IQ ou PQP, o que falta mesmo pro brasileiro é estudo, isso já é comprovado por diversos outros indicadores e testes internacionais.

Não acredito que políticas educacionais podem melhorar muito isso (o que todo governo queria é números para mostrar pra ONU), se encararmos isso como um problema a ser resolvido, tem que seguir a lógica lá do Velho Fumante da Virgínia: Estudar primeiro, ficar inteligente, para depois resolver depois esses problemas.

Não tem como fazer educação sem ser pelo mínimo denominador comum, vulgo alinhar por baixo. A educação de verdade é formada em centros com grandes estudiosos e se espalha de maneira concêntrica, atigindo círculos cada vez mais leigos, de maneira mais simplificada. Educação para todos é um mito.

Outra cosia que ele falou de certo é que não existe fórmula mágica feita pra isso, que cada escola e professor que teste suas metodologias e veja o que dá certo e que cada aluno descubra o seu jeito de estudar mais efetivo. Política de governo para educação é furada, é preciso desestatizar a escola o máximo o possível, só dar um framework básico e deixar que cada região construa sua educação com o melhor disponível e mais relevante para aquela localidade.

Governo nenhum tem obrigação de fazer você mais inteligente, sua educação é uma responsabilidade inteiramente sua e intransferível, no máximo o governo pode tentar prover uma estrutura que você possa crescer intelectualmente, e olhe lá. Querer tornar você "educado"é só um termo inteligente para te doutrinarem em ideologias que bem sabemos o que fazem com o sujeito.

Não existe no Brasil educação para a verdadeira inteligência, intelectualidade ou eruditismo, só fábrica de decoreba e fórmula pronta. Fujam disso e façam sua própria educação, e depois a gente vê como faz para melhorar um pouco o nível do resto.
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o
#48
(26-06-2019, 09:22 PM)Libertador Escreveu:
Spoiler Revelar
Cheguei agora no tópico. A confusão já acabou. Se quiserem abordar temas espinhosos é só usar as seções fechadas para isso, já que a maioria dos que debatem tem acesso a elas mesmo. 

Vou repetir a minha resposta do tópico do QI: 

(14-01-2017, 09:58 AM)Libertador Escreveu: O QI médio do Brasil é 87. Então aqui está todo mundo acima da média.
Dos Estados Unidos é 97.
O QI médio da Coreia do Sul é 106.
Não é que eles nasçam mais inteligentes lá, mas sim que o sistema de educação é melhor do que o sistema brasileiro. 

Lembrando que esses tipos de testes o resultado muda com o tempo porque você pode muito bem treinar o seu cérebro com exercícios de lógica e tirar uma nota cada vez maior no teste.

Esse teste ao meu ver é mais uma questão de treino e prática em exercícios lógicos.

E alguns especialistas dizem que a inteligência é algo que pode ser aprendida. Reflita, se uma pessoa consegue emburrecer ao passar dias a fio no facebook, tv, drogas e alcool.
Então, obviamente, uma pessoa pode se tornar mais inteligente  se cortar estímulos negativos e treinar o seu cérebro com estudo, trabalho e até pratica de hobbies, como tocar um instrumento, por exemplo.

Eu sou um dos maiores prejudicados em pensar assim. Se eu pensasse que o QI é imutável, então, eu teria uma vantagem imensa e inatingível pela maioria. Em várias vezes que faço o teste o meu QI fica na escala "Acima de 140" porque o teste só vai até 140. Para mim, só seria lucro defender a ideia que o QI é imutável e fazer as pessoas acreditarem nisso. 

Mas acredito que com esforço as pessoas consigam se tornar mais inteligentes. Claro, que algumas pessoas mais do que outras, mas todos podem ir além da sua posição atual.

Eu acredito que o brasileiro está emburrecendo em massa devido ao estilo de vida. Mas, que cada um aqui do fórum pode fazer o próprio caminho e se tornar gradativamente mais inteligente.

Já indiquei esses videos aqui no fórum, mas vou indicar de novo, esses videos foram feitos por um médico especialista na mente humana e em pessoas com problemas mentais que se achavam estúpidas:









Vou escrever o mesmo comentário que acrescentei após o seu no tópico de QI:
(achar que QI é algo final, imutável, é um erro. Mas ignorar o conceito de QI, e achar que não precisa fazer nada pra desenvolver a inteligência é mais absurdo ainda)


"De fato, inteligência é uma combinação de uma base genética/orgânica com o desenvolvimento através de estímulos práticos.


Mas o assunto Neuroplasticidade está muito em alta nas pesquisas atualmente. Acredita-se cada vez mais na habilidade de remodelação, ou até mesmo reconstrução estrutural do cérebro através de experiências.

Antigamente a crença era basicamente assim, você nasce com um número X de neurônios e até o fim da vida esse número manter-se-á constante ou diminuirá, ou seja, você não pode ficar mais inteligente.

Mas estão percebendo que isso não é verdade, com estímulos é possível ter mudanças estruturais no cérebro.


Resumindo: É possível sim ficar mais inteligente até organicamente através de estímulos. Com o aprendizado de idiomas sofisticados completamente diferentes ou conceitos matemáticos avançadíssimos, você fica mais inteligente não apenas nessas coisas, mas em tudo."



(26-06-2019, 11:00 PM)Wild Escreveu:
Spoiler Revelar
Não querendo ter que trazer essa questão para esse tema de novo, mas vou ter que concordar com o @Libertador: Mais do que QI, IQ ou PQP, o que falta mesmo pro brasileiro é estudo, isso já é comprovado por diversos outros indicadores e testes internacionais.

Não acredito que políticas educacionais podem melhorar muito isso (o que todo governo queria é números para mostrar pra ONU), se encararmos isso como um problema a ser resolvido, tem que seguir a lógica lá do Velho Fumante da Virgínia: Estudar primeiro, ficar inteligente, para depois resolver depois esses problemas

Não tem como fazer educação sem ser pelo mínimo denominador comum, vulgo alinhar por baixo. A educação de verdade é formada em centros com grandes estudiosos e se espalha de maneira concêntrica, atigindo círculos cada vez mais leigos, de maneira mais simplificada. Educação para todos é um mito

Outra cosia que ele falou de certo é que não existe fórmula mágica feita pra isso, que cada escola e professor que teste suas metodologias e veja o que dá certo e que cada aluno descubra o seu jeito de estudar mais efetivo. Política de governo para educação é furada, é preciso desestatizar a escola o máximo o possível, só dar um framework básico e deixar que cada região construa sua educação com o melhor disponível e mais relevante para aquela localidade.

Governo nenhum tem obrigação de fazer você mais inteligente, sua educação é uma responsabilidade inteiramente sua e intransferível, no máximo o governo pode tentar prover uma estrutura que você possa crescer intelectualmente, e olhe lá. Querer tornar você "educado"é só um termo inteligente para te doutrinarem em ideologias que bem sabemos o que fazem com o sujeito.

Não existe no Brasil educação para a verdadeira inteligência, intelectualidade ou eruditismo, só fábrica de decoreba e fórmula pronta. Fujam disso e façam sua própria educação, e depois a gente vê como faz para melhorar um pouco o nível do  resto.

Tenho a mesma linha de pensamento. Esse conjunto de regras gerais, nivelar todos por baixo, é uma estupidez.

Tive um amigo de uma família muito intelectualizada, que sempre estimulou o estudo dos filhos, e ele após o segundo ano do ensino médio passou em engenharia no vestibular da USP(Fuvest). O pai dele saiu às pressas e entrou na justiça com um mandado de segurança, a forma mais cabível pra tentar autorizar ele a entrar na faculdade. O juiz negou.
Mas a justificativa do juiz foi estúpida, algo assim: "ele não pode entrar na faculdade pois ainda não cursou o terceiro ano e não adquiriu todos os conhecimentos necessários"
Ele passou na Fuvest, porra! Como assim não "adquiriu todos os conhecimentos"?!?!

Depois cheguei a conhecer na internet estudante que passou em Medicina na USP - Pinheiros no fim do segundo ano, mas teve que fazer a porra do terceiro ano e prestar de novo.


O importante aqui não é SE DESENVOLVER PARA SER O MELHOR. Aqui você é nivelado por baixo. 


Eu também sou super a favor da cobrança no aluno.
Não importa se o aluno vai às aulas, se ele faz exercícios, ou qualquer coisa. Importa o que ele produz!

Um aluno nunca foi às aulas ou só dormiu, mas tirou 10 em todas as provas com excelência? PERFEITO!
Outro aluno senta na frente, se finge de interessado, mas não tirou nem 5? Vai fazer de novo! Grande merda ter seguido o protocolo idiota do Estado! Isso é problema dele!


Já vi professores prejudicando alunos brilhantes por não terem feito algum exercício idiota, e enaltecendo o mediano.

Há grandes gênios que não gostavam ou sequer foram à escola. Aprendiam da forma mais adequada a eles.
Responda-o
#49







Responda-o
#50
Citação:Eu também sou super a favor da cobrança no aluno.
Não importa se o aluno vai às aulas, se ele faz exercícios, ou qualquer coisa. Importa o que ele produz!

Um aluno nunca foi às aulas ou só dormiu, mas tirou 10 em todas as provas com excelência? PERFEITO!
Outro aluno senta na frente, se finge de interessado, mas não tirou nem 5? Vai fazer de novo! Grande merda ter seguido o protocolo idiota do Estado! Isso é problema dele!


Já vi professores prejudicando alunos brilhantes por não terem feito algum exercício idiota, e enaltecendo o mediano.

Há grandes gênios que não gostavam ou sequer foram à escola. Aprendiam da forma mais adequada a eles.

@TheOak, não querendo eu desvirtuar a proposta do tópico, sua resposta me chamou a atenção, a qual destaco sua citação supracitada e peço seu consentimento para complementar e também fazer coro junto as suas palavras.

Com propriedade de causa, digo que o aluno de hoje não é cobrado em absolutamente nada, seja pelo seu desempenho técnico / intelectual, quanto ético e moral, e na esmagadora maioria das vezes, a culpa desse genocídio é nossa, da classe docente, seja por despreparo profissional ou por ditames da própria instituição.

Nesse sentido, fico entre a cruz e a espada, pois ao mesmo tempo que preocupo em formar profissionais "cabeças pensantes", pessoas melhores, futuros parceiros profissionais, me deparo com o seguinte dilema:  "se aperto a corda" para que eles se sobressaiam, eles "espanam", por outro lado tenho a instituição jogando contra nós professores, e apenas preocupa-se com notas do ENADE e afins (...para a própria instituição!), e foda-se o que será desse (a) aluno (a) e daquele professor (a) comprometido (a) com a profissão.

Trabalho com os mais variados tipos de alunos, que vão da faixa etária dos 18 aos 25 anos e reforço em dizer que desse nicho, os mais prejudicados no desenvolvimento da capacidade intelectual, quanto ao próprio círculo acadêmico, são aqueles que "não seguem a regra acadêmica", por falta de oportunidade de serem realmente compreendidos em seu próprio método de aprendizagem.

Notas de provas e trabalhos e etc., não querem dizer absolutamente nada, e assim como já dito anteriormente, o que realmente nos interessa é a conduta em todas as vertentes que este (a) aluno (a) terá no mercado de trabalho, na verdadeira faculdade da vida.

Exemplificando estes perfis, tenho alunos (as) que chegam atrasado, "fuçam" na porra do celular a aula toda, faltam e etc., mas digo com satisfação que o desempenho de aprendizagem destes é infinitamente maior (...para não dizer excelente!) do que aquelas alunas "puxa-saco" sentadas à minha frente, com artigos e mais artigos decorados. Também tenho a situação inversa da questão, a qual tenho aqueles (as) alunos (as) que não vão tão bem em provas ou trabalhos por razões diversas, mas me questionam, me bombardeiam de dúvidas e se interessam por aquilo que está sendo ensinado, e conversando com estes no intervalo ou fora daquele momento de provação, dão um verdadeiro show de conhecimento e entendimento da matéria aplicada.

Um Abraço Fraterno!
"Fiat justitia, et pereat mundus..."
Responda-o
#51
@Callahan, dois pontos:


(i) Percebi de longe que instituições privadas de ensino superior, principalmente as menores, sem destaque, que buscam um lugar ao sol, essas às vezes não ensinam absolutamente nada(porra nenhuma), a única preocupação é em preparar o aluno com alguma decoréba para ir bem no Enade. Não importa se o curso é Engenharia ou Direito, a faculdade é como se fosse um cursinho para o Enade. Eu vi isso de longe, mas você aparentemente confirmou.


(ii) O mundo cobra o máximo da gente pela sobrevivência. Se um patrão não cobrasse o máximo do empregado, este último nada faria. Se um cliente fizesse vista grossa ao serviço prestado por uma empresa, esta cada vez mais faria tudo nas coxas. Se um pai não estiver 100% presente na vida do filho, sendo rígido nos momentos necessários, ele pode acabar em drogas ou engravidando com 15 anos em festinhas.
O mesmo vale pra Educação, é fundamental cobrar o máximo do aluno!
É aula de Cálculo? Então vai derivar usando a notação de Leibniz em equações difíceis! (mas não, o professor ensina uma decoréba idiota de "derrubar o expoente" pra funçãozinha qualquer)

Mas o aluno não sabe bem o básico? VIRE-SE
Mas o aluno não tem tempo? VIRE-SE
Mas o aluno já tem uma vida difícil e a mulher tá grávida pela quarta vez? VIRE-SEEEE

Não aguenta? Talvez seja hora da seleção natural te anular...
Responda-o
#52
(27-06-2019, 04:18 PM)TheOak Escreveu: @Callahan, dois pontos:


(i) Percebi de longe que instituições privadas de ensino superior, principalmente as menores, sem destaque, que buscam um lugar ao sol, essas às vezes não ensinam absolutamente nada(porra nenhuma), a única preocupação é em preparar o aluno com alguma decoréba para ir bem no Enade. Não importa se o curso é Engenharia ou Direito, a faculdade é como se fosse um cursinho para o Enade. Eu vi isso de longe, mas você aparentemente confirmou.


(ii) O mundo cobra o máximo da gente pela sobrevivência. Se um patrão não cobrasse o máximo do empregado, este último nada faria. Se um cliente fizesse vista grossa ao serviço prestado por uma empresa, esta cada vez mais faria tudo nas coxas. Se um pai não estiver 100% presente na vida do filho, sendo rígido nos momentos necessários, ele pode acabar em drogas ou engravidando com 15 anos em festinhas.
O mesmo vale pra Educação, é fundamental cobrar o máximo do aluno!
É aula de Cálculo? Então vai derivar usando a notação de Leibniz em equações difíceis! (mas não, o professor ensina uma decoréba idiota de "derrubar o expoente" pra funçãozinha qualquer)

Mas o aluno não sabe bem o básico? VIRE-SE
Mas o aluno não tem tempo? VIRE-SE
Mas o aluno já tem uma vida difícil e a mulher tá grávida pela quarta vez? VIRE-SEEEE

Não aguenta? Talvez seja hora da seleção natural te anular...

Meu irmão, seus apontamentos foram cirúrgicos!

Apenas corroborando suas palavras, quanto a questão do (a) aluno (a) hoje em banco de escola, já fui criticado inúmeras vezes (...por pais e por colegas de trabalho da faculdade!) por defender que o estudante tem de ser apertado ao seu limite máximo, e se o (a) mesmo (a) não consegue acompanhar, que desista, mas o que vejo, vivenciando isso quase todos os dias, é a instituição criando remendos acadêmicos no psicológico estudantil, com uma uma falsa percepção do ser vencedor (a) na cabeça destes, ou seja, tentando "tapar" a lacuna intelectual no (a) aluno (a) que ele (a) não tem (...e não terá!) sendo que a mesma instituição não preencherá isso (...PQP!)
"Fiat justitia, et pereat mundus..."
Responda-o
#53
Confrade @Callahan , nós temos as mesmas ideias sobre métodos(*) educacionais. E eu entendo que você deve se sentir de mãos atadas, pois seu patrão só está interessado em ganhar dinheiro vendendo "educação" e seus colegais têm uma cabeça dominada pela idiotice socialista.


(*) Métodos?! Blaaaahhh... nós defendemos o melhor e mais fino desenvolvimento do cérebro, não importa se é na sala de aula ou lendo livros russos que baixou por torrent.
Responda-o
#54
Tentei salvar o artigo, mas veio o Libertador e puxou o assunto do QI novamente. Mesa  Facepalm
Responda-o
#55
(27-06-2019, 05:44 PM)TheOak Escreveu: (*) Métodos?! Blaaaahhh... nós defendemos o melhor e mais fino desenvolvimento do cérebro, não importa se é na sala de aula ou lendo livros russos que baixou por torrent.

@TheOak fiquei sem entender essa parte em sublinhado.
Me interesso pelo desenvolvimento intelectual mas ando perdido nesse ponto.
"Tudo o que te resta é o desenvolvimento pessoal." Mr. Rover 
Responda-o
#56
(27-06-2019, 11:35 PM)Sísifo Escreveu:
(27-06-2019, 05:44 PM)TheOak Escreveu: (*) Métodos?! Blaaaahhh... nós defendemos o melhor e mais fino desenvolvimento do cérebro, não importa se é na sala de aula ou lendo livros russos que baixou por torrent.

@TheOak fiquei sem entender essa parte em sublinhado.
Me interesso pelo desenvolvimento intelectual mas ando perdido nesse ponto.

Acho que ele estava se referindo ao site russo onde é possível baixar muitos ebooks de graça. Os livros (arquivos) tecnicamente são russos, porque estão em um servidor na Rússia (ou Deus sabe onde) mas são compartilhados em vários idiomas diferentes. A maioria em inglês.
Responda-o
#57
O que importa é a capacidade de conseguir fazer algo útil, e o QI não é capaz de medir isso. Cada um pensa de um modo, discutir QI é perda de tempo, não agrega ao tópico.

http://g1.globo.com/sao-paulo/itapetinin...menor.html
Responda-o
#58
(27-06-2019, 11:42 PM)Mr. Rover Escreveu:
(27-06-2019, 11:35 PM)Sísifo Escreveu: @TheOak fiquei sem entender essa parte em sublinhado.
Me interesso pelo desenvolvimento intelectual mas ando perdido nesse ponto.

Acho que ele estava se referindo ao site russo onde é possível baixar muitos ebooks de graça. Os livros (arquivos) tecnicamente são russos, porque estão em um servidor na Rússia (ou Deus sabe onde) mas são compartilhados em vários idiomas diferentes. A maioria em inglês.

@Sísifo

Na verdade eu só quis usar um exemplo forte e oposto ao típico aluno que frequenta aulinhas e fica copiando a lousa.

Tem vários matemáticos russos fantásticos, com livros de Cálculo, Álgebra, Geometria Analítica...
(A minha citação foi mais poética pra conversa, não estou recomendando a leitura de livros matemáticos russos, pois há um extenso material nacional muito bom. Buscar a genialidade de alguns russos deve ficar pra quando já estiver realmente alto nível)

Eu só falei torrent porque é uma ferramenta que sempre utilizei para buscar as coisas na internet, incluindo livros.




(*) Isso é uma coisa curiosa, apesar do comunismo ter sido uma desgraça por todos os locais onde passou, assim como foi na Rússia, lá tem alguns gênios isolados. Gênios justamente em exatas. Permite um debate sobre questões genéticas(MAS NÃO AGORA).
Responda-o
#59
(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Depois de quase 10 anos lutando contra problemas cardíacos, ele vai morrer de algo completamente não relacionado. É impressionante como a vida nos prega essas peças nos dá essas bordoadas. Nesse caso uma extremamente desagradável. Foi um choque enorme para todos nós. Confesso que fazia anos que eu não chorava igual criança, mas foi o que ocorreu quando fiquei sabendo disso semanas atrás. A barra está pesadíssima na minha família.

A morte realmente é algo difícil de lidar. Fiquei sensibilizado quando comecei a ler o seu post. E por ironia do destino, o meu pai, que estava bem de saúde, fazendo planos, viajando e resolvendo negócios, teve um infarto e morreu algumas horas depois no hospital, isso foi há poucos dias atrás. Sem chance de despedida, sem últimos momentos juntos. Por isso demorei para vir aqui comentar. No meu caso, existe a esperança cristã da volta de Jesus em que os mortos em Cristo ressuscitarão. Então, é algo que me tranquiliza bastante. Cheguei a fazer um estudo completo sobre isso juntando tudo que a Bíblia falava sobre o assunto e catalogando e postei no MR 1.0 em 2013. Talvez eu poste aqui na segunda das relíquias novamente em breve.

Mas, é interessante observar que a morte é algo que temos certeza que vai acontecer, mas as pessoas nunca estão preparadas para ela. As pessoas vivem como se fossem ser eternas, negligenciando essa verdade o máximo que podem. Se recusam a pensar sobre o sentido da vida, sobre a morte, porque estão ocupadas demais pensando no momento, nas contas a pagar, na festinha do final de semana, tentando ganhar mais e mais, inflando o próprio ego e na paixão que sentem pela namoradinha.

Eu já tinha escrito alguns textos interessantes sobre isso e salvado aqui no computador. Para mim durante o funeral e enterro foram momentos de grandes reflexões e preciso atualizar esses textos. Vendo que todo o suposto desenvolvimento pessoal vai embora num estalar de dedos e que no final só um desenvolvimento pessoal que realmente importa, que é o desenvolvimento espiritual, todo o resto é ilusão e passatempo e vai embora. Não estou dizendo que deva ser negligenciado só porque é passageiro. Estou escrevendo um texto sobre isso e não vou me alongar nesse assunto para não desvirtuar o tópico (desvirtuar de novo igual o post do QI que fiz kkkk).


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Alguns de vocês já devem ter ouvido sobre ou até lido alguma obra do filósofo americano Henry David Thoreau. Thoreau viveu a maior parte de sua vida na primeira metade do século XIX.
[...]
"Walden, Life on the Woods".

Normalmente, eu gosto de ler biografias ou livros práticos de como fazer algo, principalmente de investimentos. Nunca tinha me interessado por filosofia, mas parece interessante. Vou anotar para ler o livro dele e ver o que eu acho.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Nunca se esqueçam, ser low profile é o primeiro passo pra evitar uma avalanche de merda na sua vida. Ou seja, eu não sou coach, nunca fui e nem quero ser. Não dou mentoria (vou mentorar o que, caralho?). Eu só aprendo as coisas e escrevo sobre elas. Escrevo porque gosto de escrever e escrever me ajuda a internalizar tudo que aprendo. Muito do que escrevo, escrevo pra mim mesmo, ninguém lê. E se escrevo bem é porque tenho prática. Como em todas as coisas, quanto mais você pratica, melhor você fica. Escrever não é exceção.

Atualmente, ando escrevendo para mim mesmo também. Tenho vários textos que nunca publiquei e não pretendo publicar. Escrever também me ajudo a internalizar alguns conceitos e está virando um hábito saudável e muito útil.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Podemos ser muitas coisas, mas sempre é necessário ter o perfil certo e estar no lugar certo na hora certa. Dentro daquela janela de oportunidade.

Finalmente alguém que pensa igual, sempre que eu via na televisão ou em algum filme aquela mítica frase: "Você pode ser o que quiser". Eu me retorcia na cadeira.

A questão é que para cada escolha é feita várias renuncias. O Ayrton Senna escolheu ser piloto de formula 1 e renunciou tudo o mais. Ele não poderia ser um excelente jogador de futebol ao mesmo tempo. Nem administrar a fábrica do pai. Se você realmente quer ser bom em uma área, vai ter que ignorar outras áreas e se dedicar pra valer nessa área em específico.

Além do fato que existe o fator do biotipo certo. Estar na idade certa. Começar na idade certa. Ter alguns dons naturais que sejam úteis para aquilo. E além disso tudo, tem o fator esforço que vai ser muito importante. Tem gente que vai mais longe mesmo sem ser o tipo ideal justamente por ter se dedicado pra valer naquilo. Muito mais do que os caras "perfeitos" para aquele trabalho. Mas se um cara com a idade certa, o biotipo certo e dons naturais tiver o mesmo esforço do outro, com certeza ele vai muito mais longe.

Um exemplo é aquele Rudy do filme chamado Rudy. Ele era absurdamente esforçado e dedicado, mas era baixinho e não tinha físico para ser jogador de futebol americano. Foi o mais longe que conseguiu, mas nunca virou jogador profissional. E o Kobe Bryant que era absurdamente esforçado e dedicado também, e tinha o biotipo certo e se tornou um dos melhores do mundo no basquete. Ele tinha o biotipo certo e a dedicação e abriu mão de todas as outras áreas, inclusive a faculdade, para se dedicar exclusivamente no basquete.

O ideal é avaliar friamente o seu perfil e procurar algo que seja pra você. E avaliar os custos benefícios como você bem disse.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Outra curiosidade, a China tem a maior reserva de ouro do mundo. Não quero dizer que o ouro está no solo deles. Não. Falo de toneladas de lingotes de ouro dentro de cofres. Se a economia mundial for pro saco (e isso inclui criptomoedas) o governo deles vence. Leiam The Death of Money do autor James Rickards pra entender isso melhor e mais à fundo. É um livro assustador e eu recomendo.

Anotado para leitura.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Encontre atividades simples que te trazem prazer e satisfação

Conselho que fica é: encontre atividades desse tipo, que fazem com que você aprenda algo útil, não fique sentado num sofá e se possível acrescente algum valor tangível na sua vida, seja material ou intelectual. Faz um bem tremendo pra sua saúde mental.

Isso é algo que eu comentei mês passado com alguns realistas e coloquei como meta de vida. É um dos itens do meu projeto Libertador 2025. Que é um projeto de 5 anos que tracei para o meu desenvolvimento pessoal.

Como eu não sei o que eu realmente gosto, a minha meta foi criar uma estratégia para me expor ao máximo de coisas diferentes e descobrir algo que eu realmente goste. Vou colocar aqui o trecho:

Descobrir um ou dois Hobbies que eu realmente goste, então durante esses primeiros 5 anos eu vou estar experimentando as mais variadas atividades ficando um período de tempo em cada uma para descobrir algo que eu realmente goste de fazer. Fazer um mês de Jiujitsu, um mês de escalada, entrar em um grupo de ciclismo, aprender a fazer esculturas com massa clay, natação, aprender a tocar saxofone ou violão, montar ou desmontar alguma moto ou equipamentos eletrônicos, aprender a programar uma AI, leitura de livros, pescaria, acampamentos com os desbravadores, caçada, pintura de quadros, desenho, poker, musculação, cursos práticos. Vou sair pesquisando coisas interessantes na região ou na internet e fazendo.

Eu quero algo que seja saudável, desenvolva o físico e/ou a mente e que se possível pelo menos um deles me mantenha em contato com algum grupo de pessoas para sempre estar interagindo, não quero me isolar do mundo. Apesar que eu gosto de ficar sozinho de vez em quando e talvez algum dos Hobbies seja importante para justamente me isolar do mundo um pouco. Então, acho que um Hobby que me aproxime de um grupo e outro que me isole seja a medida ideal.

E quero um Hobby que depois de comprar o equipamento inicial o gasto para manter o Hobby não seja alto. E também não quero videogames, filmes ou seriados, que são coisas que destroem nossos olhos, danificam a mente e o corpo se ficarmos muito tempo fazendo (Como expliquei no texto da Operação Libertação da resposta 91 desse tópico). Além, de servir atualmente como plataforma de doutrinação em massa.

Eu tenho certeza que se eu me expor ao máximo de atividades possíveis eu vou acabar achando pelo menos uma que eu goste muito de fazer.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Solitude, aprenda a ser autossuficiente

Mas será apenas na solitude que você vai ter capacidade de aprender sobre você mesmo e testar muitos dos seus limites. E é só na solitude que conseguimos ter o foco suficiente pra nos tornarmos autodidatas. Quem não é autodidata, morre na praia. Lembro de quando fui morar sozinho pela primeira vez. Não tenho vergonha de admitir que cheguei a procurar no Google como cozinhar e realizar certas tarefas domésticas. É verdade que a necessidade é a mãe de todas as invenções e o desconforto o pai de todo o progresso. Não tenham vergonha de ir procurar informação para algo que precisam aprender, por mais ridículo e simples que seja esse algo.

Eu sou uma vergonha na cozinha. A minha maior dificuldade de morar sozinho é justamente essa.

Curti muito esse conceito de solitude. Vou ler esse Walden de Thoreau. A primeira vez que viajei sozinho foi difícil depois eu peguei gosto e acho até melhor. Faço mais amizades e tenho a liberdade de fazer o próprio roteiro do jeito que quiser, é bem interessante.

O engraçado que as pessoas morrem de medo ficarem sozinhas e fogem disso como se fosse uma doença. Nos finais de semana elas fazem qualquer coisa só para não ficarem em casa sozinhas. Sendo que atualmente eu curto passar um tempo sozinho refletindo e fazendo coisas sem ninguém perto. E mesmo assim eu não sinto solidão. Ficar sozinho é bem diferente de solidão. E tem gente que mesmo cercado de pessoas se sentem sós. Sentem aquele vazio emocional. Aí é complicado mesmo.

Aprender a ser autossuficiente é umas das maiores liberdades que existem.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Vocês já fizeram um exercício de quanto dinheiro seria necessário para realizarem os sonhos de consumo de vocês?

Já sim. Descobri que não preciso de muito. E com uma renda passiva de uns 6 a 7 mil por mês posso viver bem com muita folga fazendo as coisas que gosto, mais do que isso seria só para acumular ou reinvestir.


(10-06-2019, 09:34 PM)Mr. Rover Escreveu: Sim, é difícil, mas não é impossível se você estiver vendendo algo que não seja seu tempo. Mas será impossível se você for CLT, com exceção se você for um médico muito requisitado, juiz, político ou jogador de futebol.

A minha estratégia foi estudar e passar em um concurso e assim vender meu tempo de vida para juntar dinheiro até começar a construir a minha renda passiva. E se tudo der certo, um dia eu saio do concurso e vivo só com a minha renda passiva. Parece contraditório, mas estou usando a estratégia Barbell do Taleb. Ela funciona como uma barra de pesos, os pesos ficam nos extremos opostos da barra e o meio fica vazio. É uma forma saudável de proteção que te permite fazer jogadas arrojadas. Na vida financeira funciona assim também, você tem um concurso que é extremamente seguro e te garante uma renda certa para a vida toda e ao mesmo tempo você pode se dar ao luxo de fazer investimentos ousados e arriscados, pois se tudo der errado, você tem uma base de apoio forte para se reerguer.

Vamos torcer para dar certo.
“A honra, a integridade e a verdade precisam ser guardadas, custe o que custar ao próprio eu.” Obreiros Evangélicos, pág. 447
Responda-o
#60
(11-06-2019, 11:55 AM)Monarca Escreveu:
Precisamos nos questionar se vestir as piores roupas, não comer o que queremos e quando queremos, mas o que temos, e tantas outras situações que qualificam um estado de pobreza é algo tão assustador assim, a ponto de nos manter no âmbito do "eu podia ter feito isso", do "eu devia ter feito isso", do "se ao menos". É realmente assustador o quanto reagimos aos nossos objetivos com desconforto emocional e medo, e o quanto isso nos torna imprudentes a ponto de tomarmos atitudes impensadas ou de simplesmente não agirmos para evitar uma dor emocional no futuro. 

Muito interessante esse seu comentário.

As pessoas estão sempre procurando culpados para os seus problemas que não sejam elas mesmas. São eternas vítimas.

Também é interessante sua ideia sobre o estado de pobreza.

(11-06-2019, 11:55 AM)Monarca Escreveu: Um dos questionamentos mais poderosos que podemos fazer é: "Se tudo der errado, como reagirei a isso?".

De fato, quando determinamos qual a pior coisa que pode acontecer, fica mais fácil enfrentar a situação. As vezes o que mais assusta é o medo do desconhecido, e quando tornamos esse medo conhecido e mensurável já não parece tão terrível assim.

(27-06-2019, 11:25 PM)Mr. Rover Escreveu: Tentei salvar o artigo, mas veio o Libertador e puxou o assunto do QI novamente. Mesa  Facepalm

Yaoming Yaoming Yaoming 

Pois é. Que loucura né.

Mas, se tava no texto, é pra ser debatido. Se não quer que debatam, evite falar sobre o assunto no próximo texto. Agora já foi.

(23-06-2019, 09:20 PM)Mr. Rover Escreveu: Eu tinha dado a réplica ao Ares quando este tópico foi jogado no Espaço dos Veteranos. Depois de ter reclamado com a moderação argumentando que se o tópico vai ficar enterrado para apenas meia dúzia ler, seria melhor excluí-lo, afinal são os juvenas que mais precisam ler isso e não veteranos. Então a moderação voltou atrás. 


Só que apagaram minha resposta. Estou postando de novo. Pois deletaram minha resposta ao Ares mas não deletaram o comentário dele. Ficou parecendo que não tenho argumentos para rebater sua crítica, que não apenas é errônea e desonesta, como também fede à vitimismo marxista (ele mesmo já admitiu ter sido esquerdista no passado, em outro tópico). Se a moderação quis esconder o debate sobre diferenças raciais, devia ter excluído todos os comentários acerca do tema e não apenas a minha réplica. (a não ser que a moderação acredite que Wakanda é real)


Como eu citei para a moderação, se nós não temos liberdade de debater certos assuntos nem aqui nesse fórum, por Deus, onde é que teremos? Creio que ninguém saiu da linha e ofendeu ninguém e portanto não é preciso que a moderação tenha receio, apenas fiquem de olho.

Entendi seu ponto de vista. Seu comentário foi restaurado e o dele também.

Se quiser debater temas espinhosos o ideal é debater em áreas que só cadastrados possam ler como a seção dos realistas. Evite falar dele no meio de um post sério sobre outros assuntos e crie um tópico só sobre esse tema. Assim a discussão fluiria melhor e outros assuntos não seriam ofuscados. Esse é o ideal. 

Eu mesmo tenho reflexões mais espinhosas que só postei na seção dos realistas para evitar confusão, o Fairchild postou um lá sobre mulheres serem como crianças que é espinhoso, e no final das contas, só realistas e veteranos que participam das discussões mesmo, os visitantes só leem as coisas e nunca comentam nada, então, eles que se cadastrem e participem se quiserem ter acesso a conteúdos mais complexos e espinhosos.

(23-06-2019, 09:20 PM)Mr. Rover Escreveu: Infelizmente tem membros nesse fórum com um complexo de inferioridade enorme que só prejudicam as coisas. Repito, a moderação errou aqui. Se querem censurar determinado assunto, censurem todos os membros que comentarem tal assunto e não apenas um.

O erro já foi arrumado. Não tem mais com o que se preocupar.

Sobre o debate com o @Ares, está bem interessante, gostei dos argumentos dele. Esse é um fórum de discussão, o objetivo é debater ideias mesmo. O ideal é debater esse tema na seção dos realistas. Se precisar, posso transferir todos os posts sobre isso para um tópico próprio lá e tirar desse aqui e aí podemos continuar o debate por lá.
“A honra, a integridade e a verdade precisam ser guardadas, custe o que custar ao próprio eu.” Obreiros Evangélicos, pág. 447
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)