Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Conto ou não conto isso pros meus pais?
#21
Estamos num fórum de internet porra, tomem as postagens como hipotéticas!!! Agora já tem até patrulha anti bullyng pqp... Facepalm

No Brasil tem gente que resolve atacar personagens de vilão de novela, confrontando o artista na rua, acho que no Fórum tem pessoas com tal mentalidade, essa geração nova de realistas é mais burra e idiota do que parece.


Parte 2 

Inventario judicial no interior do huebr Big Grin tem padrões

Disputa entre irmãos e cunhados, inveja, desconfiança, ego de aparecer o mais pica perante a esposa e demais parentes, ausência de dinheiro para pagar advogados e recolhimento de impostos, mulheres que influenciam os maridos afoitas por dinheiro para torrar tudo em mobilia, reforma, viagens e carros. Neste ambiente de puro desgaste emocional a família perde cerca de 30 a 40% do valor dos bens principais.

Os herdeiros contratam advogados do escritórios mais chiques da cidade, aqueles com porta de vidro fumê e fachadas de lojas maçonicas com colunas e águias, sem pagar nada. Ruge   

O processo é lento mas as tretas familiares internas e externas corroem todos os envolvidos. De repente o advogado de todos, ou de alguns surgem com interessados no bens, HÁ certos atritos e resistências com relação aos valores envolvidos, porém a proposta é a unica em época de crise e depois de algumas reuniões as esposas dizem: amor , vamos acabar logo com isso está na hora de todo mundo se entender, PAZ, um grande negócio que dará fim ao conflito, inclusive o comprador pagará os impostos e taxas. trollface

Quem ganha com a treta dos caipiras chucros ou suburbanos cobicentos e ambiciosos ? O prefeito, o empreiteiro/fazendeiro/adquirente, o advogado ( duas vezes uma no processo e outra por dar a dica dos combalidos) e o corretor da cidadezinha.


 [Image: 171006.jpg]
Novatos aprendam por si mesmos leiam o acervo da Real ( tem um icone abaixo do banner do Fórum) e parem de pagar pau para falastrões.
Responda-o
#22
Como já frisaram, essa parada de dividir herança é bem complicado, 95 % das vezes da treta na família e ainda sim é um processo demorado e vai uma bela grana pra inventário etc.
É válido sim trocar uma ideia com teus pais sobre isso, mas n espere total apoio.
Corra atrás do seu primeiramente (trabalho ), sem depender de terceiros.
"O homem que não atravessa o inferno de suas paixões também não as supera. Elas se mudam para a casa vizinha e poderão atear o fogo que atingirá sua casa sem que ele perceba. Se abandonarmos, deixarmos de lado, e de algum modo esquecermo-nos excessivamente de algo, corremos o risco de vê-lo reaparecer com uma violência redobrada."
Carl Jung
Responda-o
#23
O silêncio tb é uma boa resposta
Responda-o
#24
Se teu vô estiver lúcido, tenha certeza que ele fará Testamento pra, pelo menos, ferrar esses filhos dele que já queriam pegar a parte deles com teu vô vivo.

É evidente que tu quer que teu vô morra pra sair dessa vida que tu leva...

Pensa comigo, se tu falar sobre esse assunto com teu pai... mais tarde, não vai ser difícil ele chegar a conclusão que tu pensará o mesmo em relação a ele (querer que ele morra pra tu meter a mão nos bens).
Responda-o
#25
(29-05-2019, 09:19 PM)Davi da Real Escreveu: Um dos meus sonhos é esse: viver da terra e me livrar o máximo possível da loucura da cidade grande. Vá em frente, o não você já tem.

É meu sonho.
No longo prazo a linguagem e a propaganda possui muito mais força do que as armas.

A mulher é a maior fábrica de cafajestes do mundo.
Responda-o
#26
Creio que seja justo você chamar seu pai pra uma conversa sobre o assunto. Já que os dois possuem conhecimento técnico pra trabalhar na terra e gerar renda, seria um erro grotesco deixar a oportunidade passar.
A menos que seu pai seja muito emotivo, não consigo imaginar ele te julgando como mau caráter por planejar um futuro mais confortável.
Se quer mesmo um conselho, faça um café ou um chimarrão; chame o velho pra uma conversa informal e aborde o tema de maneira despretensiosa, até ter abertura pra pode expor seu pensamento sobre a herança.
Seu aí vai ficar feliz por ter um filho que quer ir além de simplesmente arrumar um emprego com salário mínimo.
Todo pai quer um filho com atitudes e que assuma riscos pra sair da zona de conforto.
Responda-o
#27
A percepção que o jovem tem atualmente de pessoas mais velhas (no caso a sua percepção sobre a situação dos seus pais) é totalmente equivocada. O início do relato só reforça o equívoco, como sempre, uma arrogância que você não é capaz de perceber, porque suas expectativas estão muito acima da realidade. Me lembrou aquele texto da geração infeliz que pensa ser especial.
Responda-o
#28
Vou te mandar a Real, não se confie ou dependa de dinheiro de herança, vá procurar o seu. Nada que você não tenha ganhado pelo próprio esforço será de valor.

Aconteceu treta parecida na geração do meu bisavô/avô, essa porra destrói famílias. Dê a dica para seus coroas e se afaste, vá cuidar da sua própria vida.

Vou dar a dica caso fosse ficar com você:

Se por ventura um dia rolar a herança, só lute para que ela seja justa e igual.

Se vale a pena apostar tudo em algo tão incerto? Acho que não, vai que até tu morre antes do sr. Seu Avô. Vá procurar a independência financeira primeiro, arrume seu jeito de viver, isso inclui sempre ter poupança e dinheiro para emergência;

Se surgir herança, use como capital de investimento, não conte com aquele dinheiro, faça ele render, ele será apenas uma gordurinha extra para queimar num caso de muita precisão ou emergência muito grave.

Se por ventura ele render talvez você possa pensar em usufruir dele em bens ou serviços pessoais.

Só que lembre que a grana é dos seus coroas, o pessoal aqui já deu a dica no resto.

Força e honra,
Citação:“Fortuna Perdida? Nada se perdeu... Coragem perdida?
Muito se perdeu... Honra perdida? Tudo se perdeu...”

(Provérbio Irlandês)
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)