Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Fui para o exterior e me arrependi e o "Trabalho dignifica o homem"
#21
Não acho que vale a pena se mudar pra um país pra ser peão se você tem um emprego rentável que despende capital intelectual.

Agora, se você está desempregado a muito tempo, e não tem disciplina pra estudar e progredir na carreira, acho que vale a pena, então. De todos relatos que ouço de brasileiros que tentam ganhar a vida lá na gringa, são pra limpar piscina, ser pedreiro, faxinar comércio, frentista etc - os que tem sorte montam seu negócio pra vender algo. Não desmerecendo esse o trabalho de base, pelo contrário é digno como qualquer serviço, afinal alguém tem que fazer, mas o engraçado é que não é o nativo que quer.

Pois em países desenvolvidos é muito difícil arrumar um trabalho que não seja braçal. Parece que isso é um mal crônico de todo imigrante trabalhador. O próprio Corey sofria disso: um cara formado, com tino pra negócio, foi bem sucedido como empreendedor, enfadonho com um serviço maçante que não exige esforço mental. Isso é tortuoso até pro cara mais preguiçoso.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#22
Up nesse tópico, as vezes penso em sair do Brasil, tenho medo do futuro desse país, mas diz que lá na gringa você é tratado como cidadão de segunda classe, esqueça mulheres, esqueça empregos bons. Mas talvez ir para fazer uma grana e voltar seja uma boa, não sei, preciso pesquisar mais. Mas quero ter uma carta na manga, caso um PT da vida vença em 2022.
Responda-o
#23
Relato de quem nao tem vida.

Movimento FIRE nada tem a ver com parar de trabalhar.
Responda-o
#24
(15-05-2020, 07:53 AM)Reale Escreveu: Up nesse tópico, as vezes penso em sair do Brasil, tenho medo do futuro desse país, mas diz que lá na gringa você é tratado como cidadão de segunda classe, esqueça mulheres, esqueça empregos bons. Mas talvez ir para fazer uma grana e voltar seja uma boa, não sei, preciso pesquisar mais. Mas quero ter uma carta na manga, caso um PT da vida vença em 2022.

Haha, show ter upado esse tópico denovo.

Até onde sei, o Corey continua com a mesma opinião, tanto é, que voltou para o Brasil no começo do ano e disse ter sido uma decisão acertada.

Essa visão que ele apresentou no texto eu já ouvi de várias pessoas que decidiram parar de trabalhar.

Esse negócio de morar fora, para mim é uma verdadeira ilusão.

Mas incrivelmente algumas pessoas conseguem se adaptar.

Acho que o pior lugar para se imigrar hoje é Portugal.

País Socialista, todos ganham praticamente a mesma coisa (800Euro)

Você come bem, compra bem e ainda tem acesso a saude boa.

Mas não consegue juntar 1 real lá.

Se vem uma crise do Coronavirus como essa, os portugueses vão para a fila do pão, porque eles não tem reserva nenhuma.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#25
A espera de relatos de "vida no exterior pós COVID-19".
Deve estar uma MERDA... estou escutando relatos de completa desgraça para quem vive vida de ilegal nos EUA. Como não é reconhecido pelo governo deles, não recebe ajuda nenhuma.
Tá tipo passando fome mesmo, pois nem pro BR consegue voltar.
E a impressão que eu tenho é que como está um desemprego desgraçado, vão "tocar pra fora" os ilegais pra não concorrer com os nativos.
Responda-o
#26
[quote pid='86916' dateline='1589543435']
Spoiler Revelar
gRILO
(15-05-2020, 07:53 AM)Reale Escreveu: Up nesse tópico, as vezes penso em sair do Brasil, tenho medo do futuro desse país, mas diz que lá na gringa você é tratado como cidadão de segunda classe, esqueça mulheres, esqueça empregos bons. Mas talvez ir para fazer uma grana e voltar seja uma boa, não sei, preciso pesquisar mais. Mas quero ter uma carta na manga, caso um PT da vida vença em 2022.

Haha, show ter upado esse tópico denovo.

Até onde sei, o Corey continua com a mesma opinião, tanto é, que voltou para o Brasil no começo do ano e disse ter sido uma decisão acertada.

Essa visão que ele apresentou no texto eu já ouvi de várias pessoas que decidiram parar de trabalhar.

Esse negócio de morar fora, para mim é uma verdadeira ilusão.

Mas incrivelmente algumas pessoas conseguem se adaptar.

Acho que o pior lugar para se imigrar hoje é Portugal.

País Socialista, todos ganham praticamente a mesma coisa (800Euro)

Você come bem, compra bem e ainda tem acesso a saude boa.

Mas não consegue juntar 1 real lá.

Se vem uma crise do Coronavirus como essa, os portugueses vão para a fila do pão, porque eles não tem reserva nenhuma.
[/quote]

Eu vejo o exterior como um bote salva vidas caso esse país se torne uma venezuela 2.0, nunca tive o sonho de sair daqui, nem glamourizei a ideia, só que nos últimos tempos tenho reconsiderado apenas por causa disso.

(15-05-2020, 12:03 PM)Berzerk Escreveu: A espera de relatos de "vida no exterior pós COVID-19".
Deve estar uma MERDA... estou escutando relatos de completa desgraça para quem vive vida de ilegal nos EUA. Como não é reconhecido pelo governo deles, não recebe ajuda nenhuma.
Tá tipo passando fome mesmo, pois nem pro BR consegue voltar.
E a impressão que eu tenho é que como está um desemprego desgraçado, vão "tocar pra fora" os ilegais pra não concorrer com os nativos.

Foda, mas nem dá pra culpar ou chamar de burro quem imigrou, pois ninguém esperava essa pandemia, foi um verdadeiro cisney negro.
Responda-o
#27
(15-05-2020, 12:03 PM)Berzerk Escreveu: A espera de relatos de "vida no exterior pós COVID-19".
Deve estar uma MERDA... estou escutando relatos de completa desgraça para quem vive vida de ilegal nos EUA. Como não é reconhecido pelo governo deles, não recebe ajuda nenhuma.
Tá tipo passando fome mesmo, pois nem pro BR consegue voltar.
E a impressão que eu tenho é que como está um desemprego desgraçado, vão "tocar pra fora" os ilegais pra não concorrer com os nativos.

Rapaiz, o negócio deve estar mais ou menos assim mesmo heim.

E o pior que até para os familiares daqui mandar dinheiro para esse povo lá é dificil.. Dólar bateu 6 hahha

e os caras mandaram para o Brasil a 4,00

Enfim, é bem provável mesmo que os EUA iniciem um processo de tocar os ilegais. 

Embora existe uma grande resistência da esquerda americana.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#28
(15-05-2020, 12:15 PM)Reale Escreveu: [quote pid='86916' dateline='1589543435']
Spoiler Revelar
gRILO
(15-05-2020, 07:53 AM)Reale Escreveu: Up nesse tópico, as vezes penso em sair do Brasil, tenho medo do futuro desse país, mas diz que lá na gringa você é tratado como cidadão de segunda classe, esqueça mulheres, esqueça empregos bons. Mas talvez ir para fazer uma grana e voltar seja uma boa, não sei, preciso pesquisar mais. Mas quero ter uma carta na manga, caso um PT da vida vença em 2022.

Haha, show ter upado esse tópico denovo.

Até onde sei, o Corey continua com a mesma opinião, tanto é, que voltou para o Brasil no começo do ano e disse ter sido uma decisão acertada.

Essa visão que ele apresentou no texto eu já ouvi de várias pessoas que decidiram parar de trabalhar.

Esse negócio de morar fora, para mim é uma verdadeira ilusão.

Mas incrivelmente algumas pessoas conseguem se adaptar.

Acho que o pior lugar para se imigrar hoje é Portugal.

País Socialista, todos ganham praticamente a mesma coisa (800Euro)

Você come bem, compra bem e ainda tem acesso a saude boa.

Mas não consegue juntar 1 real lá.

Se vem uma crise do Coronavirus como essa, os portugueses vão para a fila do pão, porque eles não tem reserva nenhuma.

Eu vejo o exterior como um bote salva vidas caso esse país se torne uma venezuela 2.0, nunca tive o sonho de sair daqui, nem glamourizei a ideia, só que nos últimos tempos tenho reconsiderado apenas por causa disso.

(15-05-2020, 12:03 PM)Berzerk Escreveu: A espera de relatos de "vida no exterior pós COVID-19".
Deve estar uma MERDA... estou escutando relatos de completa desgraça para quem vive vida de ilegal nos EUA. Como não é reconhecido pelo governo deles, não recebe ajuda nenhuma.
Tá tipo passando fome mesmo, pois nem pro BR consegue voltar.
E a impressão que eu tenho é que como está um desemprego desgraçado, vão "tocar pra fora" os ilegais pra não concorrer com os nativos.

Foda, mas nem dá pra culpar ou chamar de burro quem imigrou, pois ninguém esperava essa pandemia, foi um verdadeiro cisney negro.
[/quote]

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Pois é cara, mas já conversei com diversos empresários fortes que dizem que essa história de Brasil virar Venezuela é história para boi dormir.

Nosso país é muito diferente da Venezuela.. São 220mi de habitantes, 220mi de consumidores, os empresários não querem sair daqui.

Já na Venezuela, era tudo estatal mesmo, dependiam do petroléo, lá quase nem tinham empresas mesmo.

Só para você ver, foram 13 anos de Lula/Dilma e passamos bem longe de virar uma venezuela.

Crises no Brasil sempre vão existir, mas quem se dedica, cria, produz, sempre irá conseguir se alocar.

O Brasil para quem tem dinheiro, é um dos melhores países para se viver. 

Com 5k mensal  você vive igual um barão por aqui.

Enfim, minha opinião é " Morar no Brasil é ruim, mas ir embora é pior"
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#29
Bom saber disso @gRILO eu estava pensando em sair porque estava preocupado, mas acho que vou ficar por aqui e tentar passar em algum concurso, pois estou estudando para isso também, tomara que seja como você falou e o país sempre prospere apesar de tudo, Deus te ouça.

E de fato, ganhar bem e ser cidadão de fato é muito melhor do que ganhar "bem" mas ser um cidadão de segunda classe e praticamente invisível para as mulheres nativas e desrespeitado pelos homens nativos, o bom de conviver com empresários, como você, é que você acaba tendo uma visão mais apurada das coisas, principalmente da área econômica, obscura pra caralho para maioria dos brasileiros, eu incluso.
Responda-o
#30
(15-05-2020, 01:21 PM)Reale Escreveu: Bom saber disso @gRILO eu estava pensando em sair porque estava preocupado, mas acho que vou ficar por aqui e tentar passar em algum concurso, pois estou estudando para isso também, tomara que seja como você falou e o país sempre prospere apesar de tudo, Deus te ouça.

E de fato, ganhar bem e ser cidadão de fato é muito melhor do que ganhar "bem" mas ser um cidadão de segunda classe e praticamente invisível para as mulheres nativas e desrespeitado pelos homens nativos, o bom de conviver com empresários, como você, é que você acaba tendo uma visão mais apurada das coisas, principalmente da área econômica, obscura pra caralho para maioria dos brasileiros, eu incluso.

Então cara, se fosse te dar algum conselho a respeito de concurso. Digo que não contaria muito com isso

a tendência é os concursos minguarem no Brasil, além do salário. Os tempos de trabalhar pouco e ganhar muito no Brasil estão acabando.

Quem irá se sobressair no Brasil é quem se diferenciar. O Livro do Bastter, "Sonho mais ou menos Grande" fala bem sobre isso.

Você tem que se destacar, ter autoconhecimento, saber resolver problemas, saber vender, essas caracteriscas te diferenciam em qualquer emprego oque faz você subir na vida.

Junta isso com uma vida regrada e poupando o máximo possível, rapídinho você consegue juntar dinheiro para abrir o próprio negócio.

Bom, pelo menos essa é a minha visão de vida.

Meu pai mesmo, é empresário, tem 2 empresas consolidadas, umas 30 pessoas trabalham para ele.

Ele disse que se ficasse pobre hoje, iria querer só uma coisa: Carteira E! E que com isso, em 5 anos estaria rico denovo.

Porque? Hoje um motorista de carreta não ganha menos que 4k na estrada.

Não é um trabalho que você queira levar para a vida toda, mas pelo menos num primeiro momento, você teria um poder de aporte grande, podendo em alguns anos investir o dinheiro em algum negócio.

As vezes nem precisa exatamente investir num negócio especifico .

Já ouviu falar que" as oportunidade aparecem para quem tem dinheiro" ? Então.. 

Isso é a mais pura verdade! 

Enfim.. é isso, mas se quer estudar para concurso vai em frente, só não glamourize muito, porque o cenário não é favorável.



Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#31
Concordo com o confrade @gRILO , não consigo ver na prática um ambiente favorável pra concursos nas próximas DÉCADAS.
Ao meu ver a esquerda SUGOU tudo o que tinha até para as próximas GERAÇÕES. Não existe dinheiro para pagar o funcionalismo que está aí, quanto mais novos entrantes.
A festa que foi os "anos PT" tá mandando a conta agora. Eu mesmo tenho um parente que é um técnico do ministério da Agricultura que passou de uns 3 mil pra mais de 15 mil reais de salário em pouquíssimo tempo. Além disso ENCHERAM o departamento dele de mais concursados nos anos 2005-2010, todo mundo ganhando uma grana preta. Ele mesmo me disse que ali mal tinha trabalho para 3, tinha 25 encostados... todo mundo pegando licença a torto e a direito pra ficar em casa. Na prática ele tirava umas 3 férias por ano, mais um monte de emendas de feriados... Horário de trabalho, QUANDO TAVA A FIM, era das 10:30 da manhã às 4 da tarde E OLHE LÁ. Cansou de falar isso nos churrascos da família. Passou o ano inteiro de 2014 fazendo campanha pra Dilma ganhar.
A conta chegou.
A tendência é o próprio universo de funcionários que existe hoje barrar a entrada de novos para que haja recursos para sustenta-los.
A NATA que é o judiciário, já deve ter percebido isso... e eles vão preservar O DELES.
E com esse COVID então acabou a farra. Já tinha acabado, foi só o anúncio oficial.
Responda-o
#32
Então rapaziada, eu estava nos concursos justamente porque estou desiludido com a área privada, ao menos para ser funcionário, isso que fiz TI, mas larguei na metade, porque era muito absurdo, viviam falando que estava sobrando emprego, mas na prática a maioria estava desempregado, sem contar essas dinamicas idiotas que eu fiquei sabendo que fazem para contratar, e quiseram começar a fazer em trabalhos de faculdade.

Isso tudo me desiludiu com TI, e área privada no geral, te pedem certificação disso e daquilo, mas na hora ficam querendo fazer palhaçada de dinâmica.

Vou tentar ser autonomo mesmo, já fui uma época, vendendo doces nas ruas, ganhava uma grana até, vou ver se tento voltar com isso, de alguma forma, talvez até tire essa carteira E e tente mesmo um serviço assim, sempre gostei de viajar mesmo  Big Grin, eu gosto é de dinheiro, creio que não tenha muita frescura para serviço, só não sou um cara muito forte, robusto, mas acho que me viraria bem até em trabalho braçal, depois que pegasse o jeito.
Responda-o
#33
Como está evidente que quem vai pro exterior é porque não sabe lidar com sua invisibilidade social... é burrice ir pra um local onde tu será mais invisível ainda.

É muito mais prático ir pra cidades menores... tem algumas sugestões no blog Vida Ruim de Pobre na tag 'cidadezinhas'.
Responda-o
#34
(16-05-2020, 01:47 AM)Hombre de hielo Escreveu: Como está evidente que quem vai pro exterior é porque não sabe lidar com sua invisibilidade social... é burrice ir pra um local onde tu será mais invisível ainda.

É muito mais prático ir pra cidades menores... tem algumas sugestões no blog Vida Ruim de Pobre na tag 'cidadezinhas'.

Eu já moro em cidade pequena e sou invisível meu camarada kkkkk, até pensei em me mudar para cidade grande para mudar isso mas não compensa o estresse, o que eu penso em fazer no futuro é me mudar para alguma outra cidade pequena, menor ainda que a minha (25 mil) onde ninguém me conheça e seguir a vida mais tranquilo.
Responda-o
#35
invisibilidade social? o que eh isso?
Responda-o
#36
(16-05-2020, 07:59 AM)Peter grifen Escreveu: invisibilidade social? o que eh isso?

Como o nome já diz, é um pudim de chocolate feito para situações especiais.
Responda-o
#37
(15-05-2020, 03:12 PM)Berzerk Escreveu: Concordo com o confrade @gRILO , não consigo ver na prática um ambiente favorável pra concursos nas próximas DÉCADAS.
Ao meu ver a esquerda SUGOU tudo o que tinha até para as próximas GERAÇÕES. Não existe dinheiro para pagar o funcionalismo que está aí, quanto mais novos entrantes.
A festa que foi os "anos PT"  tá mandando a conta agora. Eu mesmo tenho um parente que é um técnico do ministério da Agricultura que passou de uns 3 mil pra mais de 15 mil reais de salário em pouquíssimo tempo. Além disso ENCHERAM o departamento dele de mais concursados nos anos 2005-2010, todo mundo ganhando uma grana preta. Ele mesmo me disse que ali mal tinha trabalho para 3, tinha 25 encostados... todo mundo pegando licença a torto e a direito pra ficar em casa. Na prática ele tirava umas 3 férias por ano, mais um monte de emendas de feriados... Horário de trabalho, QUANDO TAVA A FIM, era das 10:30 da manhã às 4 da tarde E OLHE LÁ. Cansou de falar isso nos churrascos da família. Passou o ano inteiro de 2014 fazendo campanha pra Dilma ganhar.
A conta chegou.
A tendência é o próprio universo de funcionários que existe hoje barrar a entrada de novos para que haja recursos para sustenta-los.
A NATA que é o judiciário, já deve ter percebido isso... e eles vão preservar O DELES.
E com esse COVID então acabou a farra. Já tinha acabado, foi só o anúncio oficial.

Estudo para concursos, e infelizmente tenho que concordar com o @Berzerk, por isso que em um dos artigos que escrevi sobre o tema existe um sub-tópico que constitui uma tentativa de dissuadir aqueles que entram por esse caminho, comecei nessa onda a uns anos atrás no fim da Gold Age dos concursos, ou seja, no ápice do estatismo lulo-petista, de lá para cá a coisa esta minguando cada vez mais, as provas estão ficando mais puxadas e o setor mais competitivo, para se ter noção a ultima prova da Receita Federal, para o Cargo de Auditor Fiscal foi em 2014, isso vem confirmar integralmente a fala do confrade.

Sobre a questão de os velhos funcionários barrarem a entrada de novos para garantir a mamata, isso também é verdade, soube do caso de um fisco municipal que os veteranos criaram uma situação em que os novos funcionários receberiam bem menos com mais carga de trabalho, isso em conluio com o prefeito da época e os vereadores, resumindo a opera, os recém-aprovados indignados em sua grande maioria passaram para outro fisco e dos quase 100 aprovados mais de 80 saíram fora, os funcionários antigos foram obrigados a rever a legislação para readequar os que sobraram no quadro e abrir outro certame, a ideia dos funça antigos era, colocar a rapaziada nova para trabalhar e manter seus privilégios, infelizmente para eles na área fiscal não tem bobo, mas isso demonstra uma tendência de criação de castas internas no funcionalismo.

O judiciário é uma história a parte, aqui a mamata é forte, é o topo da pirâmide, com essa história ai de juiz de garantia a coisa pode ficar mais pesada ainda, existem fóruns que não tem sequer um juiz de direito, imagina agora a obrigatoriedade de haver dois juízes para um mesmo processo, resumindo o inferno, teríamos que dobrar a quantidade de juízes para conseguir adequar o judiciário a essa nova legislação caso ela não caduque, e como Juiz não gosta de fazer trabalho pesado, será necessário a contratação de mais analistas e técnicos, sinceramente, estudo para concursos públicos, mas sei que não existe criação de recursos por canetada essa situação é insustentável.

Por outro lado... Quando olhamos para os serviços de base percebemos que faltam funcionários e equipamentos, os auxiliares e técnicos de enfermagem, professoras primárias, guardas municipais, enfim, para cada funcionário publico de "Alta Casta", poderíamos em certas situações contratar de 5 a 10 funcionários de "baixa-casta", não vejo o funcionalismo público como um mau em si, porém vivemos em um pais onde um desembargador ganha mais R$ 100.000,00 por mês e uma merendeira que alimenta centenas de criança ganhando R$ 1.200,00 sei que o Juiz estudou mais, no entanto mesmo isso sendo um "tiro no pé" do meu interesse pessoal e egoísta, como cidadão e brasileiro me incomoda o fato óbvio de o teto constitucional hoje ser de R$39.000,00 por mês, ser furado por penduricalhos e a diferença salarial entre funcionários chegar até a 1000 vezes, tem desembargador ai que por uma série de caminhos legais ganha R$ 1.000.000,00 em um mês, hora extra, adicionais e etc, mas venhamos e convenhamos isso é uma distorção.

Os fóruns, prefeituras, assembleias legislativas e prédios representativos do funcionalismo públicos gerencial são limpos, possuem material para trabalho, alguns são verdadeiros palácios, mas as escolas, hospitais, creches, delegacias e etc estão caindo aos pedaços, você vai em uma delegacia registrar queixa e corre o risco de não ter nem papel para fazer o boletim de ocorrência, hospital e escola nem vou comentar de tão rotineiro, funcionário público é necessário mas essas distorções são inaceitáveis, para mim o teto do funcionalismo tinha de ser no máximo e sem penduricalhos R$ 15.000,00 e olhe lá, no máximo um plano de saúde corporativo, mais nada. 
Spoiler Revelar
“A verdade é clara como água de rocha, como liquor de quem não tem meningite séptica.”

"Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário."

"Sua excelência, já discuti com ele certa feita ao vivo, não tem o mínimo de arrumação intracromossomial específica para dirigir o país."

"Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam por amizade, é por interesse. Vamos ser realistas, vamos emergir da infância."

"Não sou doce, sou amargo."

Enéas Carneiro

Responda-o
#38
(16-05-2020, 08:33 AM)Reale Escreveu:
(16-05-2020, 07:59 AM)Peter grifen Escreveu: invisibilidade social? o que eh isso?

Como o nome já diz, é um pudim de chocolate feito para situações especiais.

quero muda pracidade grande pra ganhar visibilidade social Gargalhada Gargalhada Gargalhada
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)