Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Eu me comprometo (semanal) ♂
#21
me comprometo a terminar o tcc e me formar no meio do ano
Responda-o
#22
Bem, o tópico é para pequenos comprometimentos semanais, mas vou usar para um comprometimento ousado (para mim, pelo menos).

Me comprometo a passar o ano de 2020 sem consumo de bebidas alcoólicas. Nem socialmente. 0%.

Essa é uma merda que venho lutando para largar. Passo período sem e acabo recaindo.

Então esse será meu comprometimento hercúleo para 2020 (desde já, no caso), não consumir nem sequer uma gota de álcool durante 2020.

Claro que tenho muitas outras coisas em mente. Mas esta estou sacramentando nesta postagem.

Tenho dito.
[...]
Responda-o
#23
(29-12-2019, 02:21 PM)Mindingo Escreveu: Bem, o tópico é para pequenos comprometimentos semanais, mas vou usar para um comprometimento ousado (para mim, pelo menos).

Me comprometo a passar o ano de 2020 sem consumo de bebidas alcoólicas. Nem socialmente. 0%.

Essa é uma merda que venho lutando para largar. Passo período sem e acabo recaindo.

Então esse será meu comprometimento hercúleo para 2020 (desde já, no caso), não consumir nem sequer uma gota de álcool durante 2020.

Claro que tenho muitas outras coisas em mente. Mas esta estou sacramentando nesta postagem.

Tenho dito.

Espero veemente que consiga, seja firme e não desista, uma coisa que me ajudou a superar alguns maus hábitos foi fazer uma lista de dias e ir marcando no final de cada dia que passei sem aquela determinado hábito, algumas coisas são muito difíceis de eliminar, deixarei um texto de N.A sobre isso só para relembrar:

Spoiler Revelar
Para mudar o rumo da nossa vida, temos que começar evitando os erros antes que surjam e nos desviando de caminhos destrutivos. Isso vale para coisas grandes e pequenas. Se não consigo abster-me de um copo de álcool quando estou em um bar, então não devo entrar no bar. E se não consigo evitar entrar em um bar quando me encontro com um amigo, então não devo encontrar este amigo, pelo menos até o dia em que eu esteja curado deste vício e possa, então, influenciá-lo para que vá comigo a outros lugares melhores. 
Qualquer ato ou situação destrutiva pode ser analisado em busca de suas origens. Um homem pode beber porque encontra um amigo e pode encontrar um amigo sempre que vai a determinado local. Mas poderá ir àquele local sempre que queira algo específico, que aparentemente nada tenha a ver com o amigo ou com o vício. A cadeia de eventos que se sucedem no tempo em relação causal não tem um limite definido. A morte dos detalhes nos oferece a oportunidade desviar completamente o rumo existencial programado pelos egos de acordo com a lei de recorrência, lançando-nos em um caminho cuja direção, a partir dali, será determinada conscientemente em grande medida. 

Pequenos atos, aparentemente inofensivos, podem ter graves desdobramentos indesejáveis. Daí a importância de nos vigiarmos.

                Passei, vi e, ao contrário deles, venci.
Responda-o
#24
Vou tentar parar o álcool também... passei 4 meses sem beber e voltei agora em dezembro. Ainda continuo bebendo em grandes quantidades, não há benefício nenhum nisso, só ressaca e desperdício de dinheiro.
Visitante? Crie sua conta clicando aqui para ter acesso a áreas exclusivas.


Responda-o
#25
Passar 2020 sem pornô.
Em tudo dai graças.

Responda-o
#26
O meu comprometimento é comer uma caixa de um supermercado perto la do escritorio (Fortes indicios que quer me dar) e continuar tomando todas e mais algumas (so cerveja de qualidade). Quero tambem trocar da marca da pinga que tomo de vez em quando que é o velho barreiro, desconfio que o meu figado ta bem detonado ultimamente, to querendo uma mais leve tipo a 51 ou caninha da roca. Esses sao os meus comprometimentos, vamos ver no que vai dar. Nao é zoeira, é serio o que estou escrevendo. É isso por hora.


Responda-o
#27
(29-12-2019, 08:11 PM)Gângster Escreveu: O meu comprometimento é comer uma caixa de um supermercado perto la do escritorio (Fortes indicios que quer me dar) e continuar tomando todas e mais algumas (so cerveja de qualidade). Quero tambem trocar da marca da pinga que tomo de vez em quando que é o velho barreiro, desconfio que o meu figado ta bem detonado ultimamente, to querendo uma mais leve tipo a 51 ou caninha da roca. Esses sao os meus comprometimentos, vamos ver no que vai dar. Nao é zoeira, é serio o que estou escrevendo. É isso por hora.

Não comeu ainda, olha que faz tempo.

Eu saindo da garrafa e tu entrando kkkk no mínimo engraçado..
[...]
Responda-o
#28
(29-12-2019, 08:23 PM)Mindingo Escreveu:
(29-12-2019, 08:11 PM)Gângster Escreveu: O meu comprometimento é comer uma caixa de um supermercado perto la do escritorio (Fortes indicios que quer me dar) e continuar tomando todas e mais algumas (so cerveja de qualidade). Quero tambem trocar da marca da pinga que tomo de vez em quando que é o velho barreiro, desconfio que o meu figado ta bem detonado ultimamente, to querendo uma mais leve tipo a 51 ou caninha da roca. Esses sao os meus comprometimentos, vamos ver no que vai dar. Nao é zoeira, é serio o que estou escrevendo. É isso por hora.

Não comeu ainda, olha que faz tempo.

Eu saindo da garrafa e tu entrando kkkk no mínimo engraçado..
É que to segurando o pau, e confesso, ta dificil essa decisao. GargalhadaGargalhada

Ja to nessa ha muitos anos, vide fotos via whats kkkkk

O que acontece é que Goiania so tem Bar como opcao de divertimento e diante disso é um facilitador pra continuar na bebedeira. E as amizades tambem que ti leva pra esse caminho, mulherada e por ai vai......Mas de uns anos pra ca to mais moderado, confesso, devido a idade que ja nao anda ajudando tanto.


Responda-o
#29
Domar meus vicios - principalmente alcool (limitar aos jogos de libertadores)

ajudar meus pais sempre que necessário

trabalhar duro para tirar minha familia desta região deprimente (zona leste)

Controlar a cabeça da rola para nao me meter em confusão por ai (moro na periferia, a maioria das 'gatas' sao cartas marcadas de traficantes ciumentos - e elas sabem disso e muitas vezes se engraçam para cima de outros machos para verem os 'galos' brigando)

Não me humilhar para ter migalhas das patricinhas da faculdade como eu ja fiz anteriormente

Desbravar o universo das putas (nunca tive contato com esses serviços)

Ter uma postura mais respeitosa - Me formo como arquiteto daqui um ano e preciso ter uma postura que passe mais credibilidade - isso significa saber medir as palavras e atitudes de acordo com contextos
Responda-o
#30
me comprometo a acordar as 4h da manhã durante toda a semana e concluir minha caminhada diária.
Avante Senhores!
Não Tá Morto Quem Peleia!
Responda-o
#31
Pegando embalo ai pra 2020,, pra tentar tornar esses comprometimentos um hábito


* Acordar as 5:50 pra ir na academia (em jejum mesmo, q se foda)
* Banho gelado
* Diminuir ou praticamente parar com o consumo de alcool (principalmente cerveja, me engordou consideravelmente essa maldita)
* correr pelo menos 3x por semana
* Me dedicar mais ao meu serviço, principalmente os que estão em atraso)
* Diminuir o tempo no video game
* Ler pelo menos um livro por mes

Por hora, é isso, em fevereiro venho dar o feedback, espero que positivo.
Responda-o
#32
(30-12-2019, 11:48 AM)Max Wolf Escreveu: Pegando embalo ai pra 2020,, pra tentar tornar esses comprometimentos um hábito


* Acordar as 5:50 pra ir na academia (em jejum mesmo, q se foda)
* Banho gelado
* Diminuir ou praticamente parar com o consumo de alcool (principalmente cerveja, me engordou consideravelmente essa maldita)
* correr pelo menos 3x por semana
* Me dedicar mais ao meu serviço, principalmente os que estão em atraso)
* Diminuir o tempo no video game
* Ler pelo menos um livro por mes


Por hora, é isso, em fevereiro venho dar o feedback, espero que positivo.

Confrade, negritei tudo que consegui cumprir em 2019!

Pega firme que tudo isso melhora sua vida demais.
"Paulistarum Terra Matter..."
Responda-o
#33
1 - Eu me comprometo a ficar, no mínimo, 182 dias e meio (para que fique bem claro) sem pornografia e masturbação. Esse ano eu consegui ficar inicialmente 15 dias limpo, caí; +/- 25 dias limpo, caí; +/- 65 dias limpo, caí; e por último fiquei +/- 120 dias limpo e acabei caindo novamente por livre e espontânea vontade  Facepalm . Esses foram períodos onde me mantive limpo ininterruptamente e é por este motivo que me comprometo neste novo ano a não repetir os erros que me impediram de ficar limpo dessas porcarias o ano todo. Quando estou muito ocupado nem me passa nada pela cabeça relacionado a pornografia, mas basta que eu fique de férias e um pouco perdido da rotina que os gatilhos aparecem e eu acabo caindo em cilada, então me comprometo a passar no mínimo metade do ano sem cair nas garras do maligno, essa frase "Ah, só uma vez não dá nada" é obra demoníaca e é por aí onde vidas são destruídas. 

 Podem ridicularizar o NoFap o quanto for mas quem pratica sabe de todos os benefícios, eu tirei minhas conclusões sobre esses dois modos de vida na prática e digo que pornografia e masturbação são formas veladas de suicídio para a grande maioria das pessoas. 



2 - Eu me comprometo a postar no mínimo 2 artigos por mês num blog que tenho, tive alguns blogs mas nunca dei continuidade à eles, preciso vencer essa barreira e começar a focar nisso de forma séria, são muitos os benefícios.
 

Responda-o
#34
Virada do ano, época de promessas e compromissos. Tópico fixado temporariamente na seção principal para incentivar essa excelente iniciativa do Mindingo a ganhar força.
Responda-o
#35
Aproveitando o ensejo da minha postagem com este mesmo conteúdo no FdB dias atrás para auxílio de um participante (...e adaptando para este tópico!) e, sequenciando uma orientação finda do confrade @Gorlami, vou dar um "UP" neste tópico, afim de compartilhar com todos minha luta pessoal contra o tabagismo e dizer um pouco sobre o que é realmente parar de fumar, pois como já é de conhecimento de por todos, todo este processo envolve muito mais a determinação e força de vontade do indivíduo, do que qualquer outro fator.

Estou hoje na casa dos 40 e qualquer coisa e, desde que me conheço por gente, o cigarro tem sido meu melhor amigo - aquele companheiro de jornada (...que só te fode, sabe?) e você não o larga de jeito nenhum...

Não sei ao certo dizer o por quê eu iniciei o vício - talvez pelo fato dos meus pais fumarem na época, ou a crença da aceitação social (...aquele grupinho do colégio fazendo tipo!) - bom, isso já não importa mais, pois somo 25 anos de tabagismo e, com propriedade, posso citar todos os malefícios desse péssimo hábito.

Já perdí familiares e amigos para o cigarro; já tomei incontáveis duras do meu pneumologista; já precisei chegar ao ponto de querer respirar e não chegar ar aos meus pulmões... e nada! Nunca me mobilizei ao ponto de criar coragem e dizer chega! Acredito que neste ponto, o fator psicológico é infinitamente mais cruel do que a dependência química e, peço neste momento que me corrijam se eu estiver tecendo bobagens, mas a grande impressão que sempre tive é que tudo está associado ao cigarro - tudo tem graça com ele - sem ele, nada faz sentido...

A questão neste momento não é o que passei, mas como (...e agora começa a verdadeira saga!).

Desde muito pequeno, sempre pratiquei defesa pessoal e, trazendo esse meu hobbie para os dias atuais, eu vou (...ia, né (!?)) para o tatame de 3 a quatro vezes por semana, portanto, preciso de um condicionamento físico pelo menos satisfatório, não? E para você que está se perguntando o quão incoerente é alguém que se preocupa com a saúde e tem uma entrega física tão intensa na modalidade escolhida possa fumar (...1 maço e 1/2 por dia!), tenho que dar a mão à palmatória e lhe dar razão - sou um completo estúpido e assumo todas as consequências do vício (...se eu não morrer por decorrência de acidentes ou outras fatalidades, provavelmente morreria de câncer!) - você já viu alguém sofrendo no leito por isso? Não queira!

Muito tempo se passou e ao longo do anos findos, depois de ponderado inúmeros fatores tomei minha decisão que a partir deste ano (...2020!), iria parar de fumar - simples assim (...mas como a molecada diz: "SQN"!)!

Para começar a arquitetar o plano para por um fim no cigarro, tive que levantar outros dados e saber quais eram os meus gatilhos, como álcool, cafeína, refrigerantes, porcarias e afins... sem contar o estresse, raiva e por aí vai... notem quantas coisas entram nessa equação!

Depois da virada de 31/12 do ano findo, não coloquei mais uma gota sequer de álcool ou café na boca; refrigerantes, nem pensar! - Sucos artificiais ou industrializados, esquece! - alimentação na risca, incluindo frutas, verduras, vegetais e etc! - "Poxa amigo, que legal, mas me responde agora: virou monge, santo ou algo desse tipo, é?" Digo-lhes que cada um sabe de sí e sabe onde seu calo aperta, portanto, "PARA A MINHA PESSOA", tive que inicialmente cortar todos estes gatilhos de modo sumário e só a partir daí que teria algo para iniciar a briga contra o tabagismo.

Vou resumir por aquí, pois não quero que isso se torne um relato (...pois já ficou extenso e não quero poluir o tópico!), mas algo que realmente possa ajudar a quem se fizer necessário ou pelo menos fazer pensar sobre.

Depois dessa epopeia toda, procurei auxílio médico e, diga-se de passagem, a rede pública de saúde possui um programa incrível (...GRATUITO!) para pessoas que querem abandonar o este vício, passando por sessões com terapeutas ocupacionais, psicólogos e até psiquiatras com aplicação de medicamentos específicos para o tratamento.

Conclusão, estou em tratamento sob receita médica com um medicamento chamado "Bupropiona" (...não vou entrar nos detalhes dos efeitos!) e cá estou, 71 dias sem uma única "tragada" e o mais importante, sem aquela "fissura" incontrolável. Resumindo tudo: não fumo, não bebo e me alimento de modo correto agora - não só o rendimento no tatame é outro, como qualquer outro fator melhorou 100%, ou seja, os resultados aparecem de forma imediata sim!

Enfim, talvez para a maioria, essas palavras podem soar com algo chato, maçante e sem sentido, pois quem não fuma, não imagina a magnitude do vício e o quão difícil é... mas digo-lhes, vencer este vilão não é impossível!

Forte abraço!
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o
#36
Parabéns pela determinação @Callahan , não bastasse a dificuldade de parar de fumar, você ainda cortou gatilhos, como álcool, café e refrigerantes, o que certamente demanda ainda mais força de vontade. Siga firme no propósito!
A realidade nua e crua.
Responda-o
#37
(01-04-2020, 04:31 PM)Callahan Escreveu:
Aproveitando o ensejo da minha postagem com este mesmo conteúdo no FdB dias atrás para auxílio de um participante (...e adaptando para este tópico!) e, sequenciando uma orientação finda do confrade @Gorlami, vou dar um "UP" neste tópico, afim de compartilhar com todos minha luta pessoal contra o tabagismo e dizer um pouco sobre o que é realmente parar de fumar, pois como já é de conhecimento de por todos, todo este processo envolve muito mais a determinação e força de vontade do indivíduo, do que qualquer outro fator.

Estou hoje na casa dos 40 e qualquer coisa e, desde que me conheço por gente, o cigarro tem sido meu melhor amigo - aquele companheiro de jornada (...que só te fode, sabe?) e você não o larga de jeito nenhum...

Não sei ao certo dizer o por quê eu iniciei o vício - talvez pelo fato dos meus pais fumarem na época, ou a crença da aceitação social (...aquele grupinho do colégio fazendo tipo!) - bom, isso já não importa mais, pois somo 25 anos de tabagismo e, com propriedade, posso citar todos os malefícios desse péssimo hábito.

Já perdí familiares e amigos para o cigarro; já tomei incontáveis duras do meu pneumologista; já precisei chegar ao ponto de querer respirar e não chegar ar aos meus pulmões... e nada! Nunca me mobilizei ao ponto de criar coragem e dizer chega! Acredito que neste ponto, o fator psicológico é infinitamente mais cruel do que a dependência química e, peço neste momento que me corrijam se eu estiver tecendo bobagens, mas a grande impressão que sempre tive é que tudo está associado ao cigarro - tudo tem graça com ele - sem ele, nada faz sentido...

A questão neste momento não é o que passei, mas como (...e agora começa a verdadeira saga!).

Desde muito pequeno, sempre pratiquei defesa pessoal e, trazendo esse meu hobbie para os dias atuais, eu vou (...ia, né (!?)) para o tatame de 3 a quatro vezes por semana, portanto, preciso de um condicionamento físico pelo menos satisfatório, não? E para você que está se perguntando o quão incoerente é alguém que se preocupa com a saúde e tem uma entrega física tão intensa na modalidade escolhida possa fumar (...1 maço e 1/2 por dia!), tenho que dar a mão à palmatória e lhe dar razão - sou um completo estúpido e assumo todas as consequências do vício (...se eu não morrer por decorrência de acidentes ou outras fatalidades, provavelmente morreria de câncer!) - você já viu alguém sofrendo no leito por isso? Não queira!

Muito tempo se passou e ao longo do anos findos, depois de ponderado inúmeros fatores tomei minha decisão que a partir deste ano (...2020!), iria parar de fumar - simples assim (...mas como a molecada diz: "SQN"!)!

Para começar a arquitetar o plano para por um fim no cigarro, tive que levantar outros dados e saber quais eram os meus gatilhos, como álcool, cafeína, refrigerantes, porcarias e afins... sem contar o estresse, raiva e por aí vai... notem quantas coisas entram nessa equação!

Depois da virada de 31/12 do ano findo, não coloquei mais uma gota sequer de álcool ou café na boca; refrigerantes, nem pensar! - Sucos artificiais ou industrializados, esquece! - alimentação na risca, incluindo frutas, verduras, vegetais e etc! - "Poxa amigo, que legal, mas me responde agora: virou monge, santo ou algo desse tipo, é?" Digo-lhes que cada um sabe de sí e sabe onde seu calo aperta, portanto, "PARA A MINHA PESSOA", tive que inicialmente cortar todos estes gatilhos de modo sumário e só a partir daí que teria algo para iniciar a briga contra o tabagismo.

Vou resumir por aquí, pois não quero que isso se torne um relato (...pois já ficou extenso e não quero poluir o tópico!), mas algo que realmente possa ajudar a quem se fizer necessário ou pelo menos fazer pensar sobre.

Depois dessa epopeia toda, procurei auxílio médico e, diga-se de passagem, a rede pública de saúde possui um programa incrível (...GRATUITO!) para pessoas que querem abandonar o este vício, passando por sessões com terapeutas ocupacionais, psicólogos e até psiquiatras com aplicação de medicamentos específicos para o tratamento.

Conclusão, estou em tratamento sob receita médica com um medicamento chamado "Bupropiona" (...não vou entrar nos detalhes dos efeitos!) e cá estou, 71 dias sem uma única "tragada" e o mais importante, sem aquela "fissura" incontrolável. Resumindo tudo: não fumo, não bebo e me alimento de modo correto agora - não só o rendimento no tatame é outro, como qualquer outro fator melhorou 100%, ou seja, os resultados aparecem de forma imediata sim!

Enfim, talvez para a maioria, essas palavras podem soar com algo chato, maçante e sem sentido, pois quem não fuma, não imagina a magnitude do vício e o quão difícil é... mas digo-lhes, vencer este vilão não é impossível!

Forte abraço!

Cada um na sua luta /desejo força e sucesso a todos ! 

Eu particularmente pra esse mês de abril me comprometo a não assistir pornografia.
Responda-o
#38
(29-12-2019, 08:11 PM)Gângster Escreveu: O meu comprometimento é comer uma caixa de um supermercado perto la do escritorio (Fortes indicios que quer me dar) e continuar tomando todas e mais algumas (so cerveja de qualidade). Quero tambem trocar da marca da pinga que tomo de vez em quando que é o velho barreiro, desconfio que o meu figado ta bem detonado ultimamente, to querendo uma mais leve tipo a 51 ou caninha da roca. Esses sao os meus comprometimentos, vamos ver no que vai dar. Nao é zoeira, é serio o que estou escrevendo. É isso por hora.


Gargalhada Gargalhada Gargalhada
Melhores compromissos do tópico!
  Se o machado está cego e sua lâmina não foi afiada, é preciso golpear com mais força. Agir com sabedoria assegura o sucesso. - Salomão em Eclesiastes 10.10.
  Muito cara legal foi parar debaixo de uma ponte por causa de uma mulher. - Bukowski.
Responda-o
#39
Me comprometo a ler mais sobre assuntos da minha área de atuação, e a iniciar um curso online.
Responda-o
#40
@Jagunço e @Livre , obrigado pela força, meus irmãos!
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)