Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Procurar ajuda afeta a masculinidade deles
#1
Não é isso que dizem sobre os homens que não procuram ajuda médica ou psicológica? Vamos aos fatos.

Homens tendem a querer resolver seus problemas internos sozinho primeiro, não é sua masculinidade falando, é a vontade de resolver o problema antes de procurar ajuda, que na maioria das vezes é desnecessária. Enquanto a mulher costuma falar e expressar emocionalmente sobre eles aos outros, usando isso para falar sobre si e aliviar sua emoções.

Por isso, existe um preconceito entre os terapeutas e psicólogos, que diz que os homens devem se expressar emocionalmente e falar mais, isso ocorre devido ao fato da maioria de seus clientes serem mulheres, portando eles acreditam que os homens deveriam ter o mesmo comportamento delas.

O aviso que fica é o seguinte, não é o paciente homem que precisa se adaptar aos terapeutas e psicólogos, mas sim o contrario, são os terapeutas e psicólogos que precisam se adaptar a seus clientes, no caso, os homens.

Por isso, quando ver alguém dizendo que homens não falam de seus problemas por medo de afetar sua masculinidade, o mande tomar no cu, nenhum pensa nisso. No máximo sente que precisa resolver sozinho, depois que precisa de mais conhecimento sobre isso, o que pode leva-lo a consulta com um profissional, mas primeiro procura a resposta em si mesmo antes de buscar com outros, é uma coisa natural.
Responda-o
#2
Homem tende a ser mais fechado pra falar sobre seus problemas. Quando algo me incomoda procuro os conselhos de meus pais ou minha tia. Evito psicólogos e terapeutas pois a maioria ironicamente deles tem sérios problemas emocionais como bipolaridade ou histeria. Acho que o excesso de empatia, essa coisa de querer sentir na pele o que outro está pensando, acaba ensandecendo a mente deles.

Tenho um conhecido que era casado e psicólogo e trabalhou por 10 anos atendendo. Hoje largou tudo e esta em depressão pois está em dúvida sobre sua orientação sexual, pois acabou se "apaixonando" por um cliente e isso "abalou suas conjecturas sobre o que era sexualidade consensual". Dá pra ser ajudado por alguém assim?
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#3
Não falo do meus problemas com estranhos  e evito ao máximo pedir ajuda, não gosto de fica devendo favor.

Uma vez um sábio disse: Não comente suas dores para qualquer um, os abutres só atacam animais feridos.
"Antes de mas nada, saiba que você morrera e sera esquecido. Portanto, Busque  a felicidade dentro de sua alma e não fora. Entregue-se ao seu espirito. Somente ele estará com você depois da morte." (Nessahan Alita)

Spoiler Revelar
"Desenvolver apenas algumas camadas, negligenciando outras, mais cedo ou mais tarde, a vida cobrara o preço da negligencia." (Mandrake)

"Como eu sempre digo, o homem que não conhece a Real sempre acaba se dando mal." (Conde de Monte Cristo)
Responda-o
#4
(03-03-2019, 12:38 AM)Bilidequedi Escreveu: Homem tende a ser mais fechado pra falar sobre seus problemas. Quando algo me incomoda procuro os conselhos de meus pais ou minha tia. Evito psicólogos e terapeutas pois a maioria ironicamente deles tem sérios problemas emocionais como bipolaridade ou histeria. Acho que o excesso de empatia, essa coisa de querer sentir na pele o que outro está pensando, acaba ensandecendo a mente deles.

Tenho um conhecido que era casado e psicólogo e trabalhou por 10 anos atendendo. Hoje largou tudo e esta em depressão pois está em dúvida sobre sua orientação sexual, pois acabou se "apaixonando" por um cliente e isso "abalou suas conjecturas sobre o que era sexualidade consensual". Dá pra ser ajudado por alguém assim?

Não faz sentido nenhum o que você disse.
Responda-o
#5
Nós somos independentes por natureza... basta que cada um tire os seus bloqueios mentais...

O homem que ficar dependente de qualquer tipo de ajuda, jamais será mentalmente forte!
Responda-o
#6
(03-03-2019, 03:34 AM)Hombre de hielo Escreveu: Nós somos independentes por natureza... basta que cada um tire os seus bloqueios mentais...

O homem que ficar dependente de qualquer tipo de ajuda, jamais será mentalmente forte!

Então posso procurar ajuda. Certo? Só não posso ficar dependente dela. É isso?
Responda-o
#7
(03-03-2019, 03:37 AM)Lrszk Escreveu:
(03-03-2019, 03:34 AM)Hombre de hielo Escreveu: Nós somos independentes por natureza... basta que cada um tire os seus bloqueios mentais...

O homem que ficar dependente de qualquer tipo de ajuda, jamais será mentalmente forte!

Então posso procurar ajuda. Certo? Só não posso ficar dependente dela. É isso?

No momento que algum homem pensar em pedir ajuda... já é meio caminho pra ele ficar dependente!
Responda-o
#8
(03-03-2019, 03:40 AM)Hombre de hielo Escreveu:
(03-03-2019, 03:37 AM)Lrszk Escreveu: Então posso procurar ajuda. Certo? Só não posso ficar dependente dela. É isso?

No momento que algum homem pensar em pedir ajuda... já é meio caminho pra ele ficar dependente!


Então somos dependentes das mais diversas formas.
Responda-o
#9
Não vejo muita utilidade em sofrer calado e guardar a angústia dentro do peito. No longo prazo só gera gastrite, problemas psiquiatricos ou quem sabe, até câncer. 

Quem tem fé pode desabafar e extravasar suas emoções com Deus. Acho que é preciso saber gerenciar sentimentos negativos, guardar só pra si não é saudável. 

Bancar o machão e extravasar no álcool e drogas não é a solução. 

Esse é o poder da oração. Você poder abrir seu coração com Deus. Pra quem não tem fé, não sei qual seria a opção.

Mas diante de situações mais graves, como síndrome do pânico ou crises de ansiedade, é preciso procurar ajuda profissional. 

As mulheres vivem mais porque se cuidam mais. Nós precisamos aprender a nos cuidar e nos amar também. Fazer check up uma vez por ano é o mínimo pra cuidar da saúde.
"Homem Marmito"® is trademark of Marmito Man Corporation ™
Responda-o
#10
(03-03-2019, 09:28 PM)Sagitario Escreveu: Não vejo muita utilidade em sofrer calado e guardar a angústia dentro do peito. No longo prazo só gera gastrite, problemas psiquiatricos ou quem sabe, até câncer. 

Quem tem fé pode desabafar e extravasar suas emoções com Deus. Acho que é preciso saber gerenciar sentimentos negativos, guardar só pra si não é saudável. 

Bancar o machão e extravasar no álcool e drogas não é a solução. 

Esse é o poder da oração. Você poder abrir seu coração com Deus. Pra quem não tem fé, não sei qual seria a opção.

Mas diante de situações mais graves, como síndrome do pânico ou crises de ansiedade, é preciso procurar ajuda profissional. 

O ideal é ter sabedoria e reconhecer o problema pra não deixar as coisas chegar a este ponto. 

Depois que cai, se levantar fica mais difícil. 


As mulheres vivem mais porque se cuidam mais. Nós precisamos aprender a nos cuidar e nos amar também. Fazer check up uma vez por ano é o mínimo pra cuidar da saúde.
"Homem Marmito"® is trademark of Marmito Man Corporation ™
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)