Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Como lidar com o medo da perda de um ente querido?
#1
Os senhores provavelmente não me conhecem, pois bem, Johnny, prazer. Conheci a Real a um tempo atrás quando lia um tópico de um sujeito formidável que discorria sobre a A arte de ser Low Profile (se ainda não leram recomendo que o façam o quanto antes). Desde então tenho vagado pelos tópicos como um fantasma em total anonimato, até que tomei a decisão de, contrariando a minha tendência natural de fugir dos holofotes e interiorizar meus sentimentos para não causar comoção, resolvi compartilhar com os confrades um sentimento que tem me causado um certo conflito interno.

Recentemente estreitei as relações com meu avô, uma vez que ele caminha pra casa dos 80 e sente cada vez mais a necessidade de participar das pautas familiares. Apesar de não ter sido criado por ele, ele sempre foi uma figura presente e uma referência em valores e princípios. De uma honestidade irrefutável e um senso de proteção para com seus familiares de dar inveja, o velho sempre leva consigo muitos calos nas mãos e histórias que só alguém com 78 anos e que já sofreu muito tem pra contar. Foi caminhoneiro quase a vida toda e sempre falou muito alto, apesar de ser um cara calmo e bem tranquilo. Por ter trabalhado de tantas outras coisas, mesmo sem querer sempre me mostra a importância do trabalho duro e o quanto isso edifica um homem. Trabalhou como pedreiro por um tempo e isso lhe rendeu uma boa experiência para construir suas próprias propriedades e alugá-las quando não pudesse mais trabalhar (e deu certo). Já deu pra entender que pra um cara que busca o sucesso pessoal este homem é tudo no qual eu me espelho.

E é aí que vem a parte ruim. Infelizmente já é perceptível o quanto ele está debilitado por causa da idade, principalmente a audição (quase 50% comprometida). Eu nunca perdi um ente querido e ainda mais um dos caras mais importantes para mim, não sei como vou lidar com essa perda e o quanto isso vai me afetar emocionalmente.

Alguns dos senhores já passaram por uma situação parecida? Como lidar com essa merda de forma que não transpareça para o resto da família que eu estou mal? Uma vez que eu sou visto como frio e centrado e como um dos elos fortes da família.


Agradeço os confrades que interagirem. Abraços!
Responda-o
#2
Um Homem de verdade nesse caso consolaria a família ao invés de querer se passar por durão e frio...
"O homem que não atravessa o inferno de suas paixões também não as supera. Elas se mudam para a casa vizinha e poderão atear o fogo que atingirá sua casa sem que ele perceba. Se abandonarmos, deixarmos de lado, e de algum modo esquecermo-nos excessivamente de algo, corremos o risco de vê-lo reaparecer com uma violência redobrada."
Carl Jung
Responda-o
#3
(27-02-2019, 11:18 PM)Rozyzz Escreveu: Um Homem de verdade nesse caso consolaria a família ao invés de querer se passar por durão e frio...

Eu provavelmente preferiria ser consolado por alguém que mantém a postura de homem do que por um bebê chorão que nem consegue se conter.
Responda-o
#4
A perda de um familiar é algo até  banal, afinal todos os dias milhares de pessoas morrem, mas sempre comovente para os próximos.
Acho que não existe uma forma de lidar bem com isso. Esse negócio de se "preparar psicologicamente para a morte" de alguém é uma balela, pois nunca sabemos o momento exato que o ente querido falecerá e quando a situação chega reagimos de formas distintas.

Com relação a familiares idosos, acho que é normal ter a insegurança de que "o prazo de validade está próximo" pois por mais que sejam saudáveis a fragilidade corporal deles só aumentam com o passar do tempo - na verdade aumenta pra todos, mas para velhos o efeito é mais visível.
O jeito é fazer companhia e ajudar na medida do possível, pois muitos idosos ficam depressivos por causa da solidão, desprezo ou ganância dos próximos.

Também passo por isso: tenho uma tia que gosto muito, está beirando os setenta, possui muita disposição, nenhum problema de saúde congênito mas tem o problema de ser uma fumante inveterada. Ela é viúva e eu brinco que ela está casada pela segunda vez há mais de 50 anos com o tabaco. Agora ela não tem nada, mas eu sei que uma hora infelizmente a conta dela chegará. E o que posso fazer? Ficar adiantando o sofrimento que um dia ela estará lacrada num terno de madeira? Ou ficar policiando o hábito de merda dela, com o risco de gerar brigas desnecessárias? Eu não. Prefiro passar bons momentos com ela, levando a rotina a diante.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#5
Complicado.

Não é fácil lidar com a perda de entes próximos. Perdi meu irmão mais velho num acidente de moto e foi horrível.

Esse medo sempre vai existir, mas por outro lado, a morte é algo inevitável, cedo ou tarde isso pode acontecer.

A melhor forma de lidar com isso é aceitar a morte de forma absoluta, como algo que vai acontecer querendo ou não. Não to dizendo pra se preparar psicologicamente para isso, como descreveu o confrade acima, e sim, aproveitar os bons momentos com esses entes em vida até o fim, para que depois não haja arrependimentos ou o sentimento de incompleto. 

E a vida segue em frente cara. Querendo ou não, é bola pra frente e segue o jogo, ter isso em mente é essencial, pois já vi casos de pessoas que após perderem entes queridos entraram em depressão, até tentaram o suicídio.
Louvado seja o SENHOR, minha rocha; ele treina minhas mãos para a guerra e dá a meus dedos habilidade para a batalha. Ele é meu aliado infalível e minha fortaleza, minha torre segura e meu libertador. Ele é meu escudo, em quem me refugio; faz as nações se sujeitarem a mim. Salmos 144:1-2

強さと名誉と尊厳
Responda-o
#6
(27-02-2019, 10:59 PM)Johnny C Escreveu: Alguns dos senhores já passaram por uma situação parecida? Como lidar com essa merda de forma que não transpareça para o resto da família que eu estou mal? Uma vez que eu sou visto como frio e centrado e como um dos elos fortes da família.


Perder um ente querido não e fácil já tive varias perdas na minha família recentemente foi um tio, sabe como eu lidou com isso? Penso que a missão dele acabou na terra que todos nos somos passageiros oque realmente importa e as obras boas que a gente faz na terra. Se caso for de chorar chore em um lugar reservado onde só esteja você e mas ninguém, procure apoia os que tiver mas precisando.

Não sofra por antecipação quando a hora chegar você vai ver oque você vai sentir e como deve reagir.
"Antes de mas nada, saiba que você morrera e sera esquecido. Portanto, Busque  a felicidade dentro de sua alma e não fora. Entregue-se ao seu espirito. Somente ele estará com você depois da morte." (Nessahan Alita)

Spoiler Revelar
"Desenvolver apenas algumas camadas, negligenciando outras, mais cedo ou mais tarde, a vida cobrara o preço da negligencia." (Mandrake)

"Como eu sempre digo, o homem que não conhece a Real sempre acaba se dando mal." (Conde de Monte Cristo)
Responda-o
#7
Eu acho que esse sofrimento por antecipação é perda de tempo. Aproveite o velhinho enquanto é tempo.

Quando os entes queridos se forem preste suas ultimas homenagens, ajude a família no que precisar porque nessas horas muita gente quer tirar vantagem da fragilidade dela e siga tua vida. A morte de familiares pela idade é a ordem natural das coisas, não deve ser encarada como uma tragédia.

Pelo o que pude perceber até agora, quando algumas pessoas sofrem em demasia pela morte natural de idosos, muito se deve pela própria culpa acumulada pelos anos, pelos mais variados motivos.
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [DÚVIDA] Como superar o medo de entrar em conflito com alguém? thiagorz 30 5,400 09-07-2019, 01:51 AM
Última Postagem: Varão Opressor
  Frescura feminina como lidar ? Rolando LeroRealista 15 2,785 21-01-2019, 05:06 PM
Última Postagem: Davi da Real
  [DÚVIDA] Mulheres evangélicas e tradicionais, como lidar? Vince Papale 83 13,539 19-08-2018, 06:45 PM
Última Postagem: Über

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)