Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[REFLEXÃO] Para os apaixonados, somente para eles.
#1
Information 
Tópico Destinado aos apaixonados e que precisam de ajuda. (Só mais um artigo entre tantos, escrevi esse texto quando estava em processo de cura, e editado.)

Leia em primeira pessoa:

Sou Homem, mas já fui feito de mocinha e fui mocinha (digo mocinha no sentido de ser uma garotinha com sentimentos frágeis e com mentalidade de criança inocente),  pois é, me orgulhava dizendo que era independente, que não me estressaria com o que me tornou essa mocinha. E agora vejo que era tudo balela e aquilo que afirmava que jamais faria, eu fiz e meio que inconsciente, não tinha experiencia mas me gabava dizendo que sabia o que estava dizendo, e quando fui para pratica, bom, me tornei a pior espécime de Homem, aquele ao qual não tem coragem nem honra alguma, pois é, convivi com um dos domadores de homem (despreparados), ao qual se chama mulher. 

Leia em Segunda Pessoa:


Salomão em toda sua reflexão, chegou a seguinte conclusão: E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são redes e laços, e cujas mãos são ataduras; quem for bom diante de Deus escapará dela, mas o pecador virá a ser preso por ela.
Eclesiastes 7:26.

Acho que a maioria dos homens já passou por isso, mulheres também, mas esse não é o foco do texto. As mulheres são uma das que eu chamo de domadores de homens, elas tem esse poder de encantamento sobre o Homem e quando instalada o veneno, é bem difícil de tira-lo e você sofrerá bastante antes dele sair por completo. Não é preciso generalizar todas as mulheres, existe mulheres decentes e que cujo coração são boas, como também tem homens, mas o problema esta sendo implantada na nossa cultura, ao qual exalta o feminino e criou milhares de fantasias e diminui o masculino, homens presos em mentalidade fracas, psicológicos e emocionais frágeis acabam caindo em sua armadilha e ao tentarem se livrarem dela acabam fazendo mais besteira ainda, e o tornando mais vulnerável.
Acho que o processo de desencantamento se deve a 2 estágios, primeiro sofrer, esvaziar o coração através do choro mesmo, depois uma boa dose de reflexão, pensar desde o começo, relembrar tudo que passou (boas e más), depois aceitar a vida como ela é e ver a realidade nua e crua. O segunda após ter passado pelo estágio 1, esquecer por completo objeto de paixão, como ? através da eliminação de qualquer coisa que lembre-a, sumir, pensar que ela nem existe, nunca existiu, as vezes se pegará lembrando, anule imediatamente e pense em outra coisa. quando estiver só e relaxado e vier, tente fazer algo que venha distrair a mente, com o tempo toda magoa e dor se curará e verás que foi um paspalho e mocinha.

A dor da paixão ela é literalmente sentida e é causada por hormônios e a imaginação amplia essa dor, deve então passar por esses estágios para se estabilizar. A mente é muito poderosa, então cuide-se de sua mente e seu espirito, esvazie a si mesmo e só então aprenda a doma-la. Muitos dizem que é para nós simplesmente focar em nós mesmo, sim isso é verdade, mas dizem que devemos fazer coisas que gostamos sem nem mesmo antes um análise e cura do nosso Ser, isso não o ajudará totalmente e seu processo será mais longo, o que deve-se fazer primeiro em minha Opinião é a os processo dos estágios falados a cima, tem que se auto-policiar, entender a situação, esvaziar a mente, e re-organizar e só então, começar o processo de Desenvolvimento em outra áreas, primeiro foque no emocional/espiritual fortifique-se seu Ser e depois que estiver já mais estabilizado chega o momento de focar total em outras áreas, especializar em crescer em ser um Homem melhor. E nunca, JAMAIS!!! Caia no mesmo erro, acredito que depois da análise e desenvolvimento de si mesmo seja difícil cair em tal erro novamente (Assim espero). 

A experiencia irá te trazer inúmeros aprendizados e só você pode se curar, então se sofres por alguém, e queres parar a dor, fuja dela, resista e venceras.
Como diz em Tiago 4:7: Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Seja humilde e perceba que és humano e é falho e não vencerá a batalha sem uma analise Real da situação, esvaziando o coração, fortificando sua mente e não se rendendo ao tentador, que é as vossas paixões.




Tópico de apoio com dicas de confrades veteranos (que foi de muitíssima ajuda para mim): 

Responda-o
#2
A paixão se assemelha a outras neuroses. É uma reação descontrolada frente a objetos externos.

O cara tem que ser forte, principalmente se a mulher dele for muito top/maria exceção.

=-=

A paixão é natural também, é a mãe natureza agindo para facilitar a procriação/cuidado entre o casal.

Mas algo deve ser frisado: a paixão deve ser de forma que o homem fique mais masculino e forte, não se torne uma mocinha frente a uma rejeição/problemas com a mulher.

Entretanto essa maturidade em saber lidar com a paixão é extremamente difícil, na verdade, até se perceber apaixonado é difícil: o cara acha que a mulher é que é a top e que sua reação de ficar igual um zé molenga/bobão é natural. Não é.
Nenhuma mulher é mais bonita que a liberdade.
Responda-o
#3
Tudo se resumi ao domínio de nos mesmo.
"Antes de mas nada, saiba que você morrera e sera esquecido. Portanto, Busque  a felicidade dentro de sua alma e não fora. Entregue-se ao seu espirito. Somente ele estará com você depois da morte." (Nessahan Alita)

Spoiler Revelar
"Desenvolver apenas algumas camadas, negligenciando outras, mais cedo ou mais tarde, a vida cobrara o preço da negligencia." (Mandrake)

"Como eu sempre digo, o homem que não conhece a Real sempre acaba se dando mal." (Conde de Monte Cristo)
Responda-o
#4
Na minha concepção é impossível o homem se envolver com alguma mulher e não ter um certo apego, apaixonamento pela mesma. A questão é que esse apaixonamento pode ser prejudicial a partir do momento em que ele deixa de dar ouvido a razão e se apega mais aos sentimentos.

No mais, devemos cada dia melhorar nossa inteligência emocional, porque isso nos ajudaria em todas as áreas de nossa vida, inclusive em relacionamentos. Assim ficaria mais fácil ficar cada vez mais desapegado e evitar os sintomas de tal patologia chamada paixão.
Responda-o
#5
Torne-se uma máquina incapaz de amar qualquer mulher (exceto mãe e filhas). Vire uma pedra. Vai dar muito trabalho, mas uma hora você consegue.

O @"MaTos" definiu bem. Eu diria desta forma: Não crie expectativa para nada, apenas aproveite o momento.
Responda-o
#6
Quando leio tópicos criados pela própria experiência da pessoa, Não copiado da internet, Tem um valor enorme.!!

Responda-o
#7
Nunca criar expectativas resume esse tópico, que é 100% original. Like
A vida passa como um conto ligeiro. 
Responda-o
#8
Passei esse ano pela doença da paixão e a sofri na mão de uma domadora de "mocinhas". Espero ter aprendido a lição (falo espero, pois não gosto de pensar que consigo me controlar com 100%... mesmo agora depois da voadora no peito).

Parafraseando Nessahan: aproveite a o tempo que está desperto para se preparar e não deixar que se infiltrem durante a calada da noite.

Eu era um cara que me gabava demais por possuir um suposto auto controle. Depois que caí nas mãos da maldita, mesmo estudando e entendendo totalmente a situação que me encontrava, mesmo assim, não conseguia me controlar. Foi deplorável...

Enfim... excelente texto. Agradeço por me lembrar o que passei e me preparar para o ainda enfrentarei. Aliás, por enquanto, quero distância de mulheres.
Responda-o
#9
... o problema é a altivez e a falsa segurança de "tudo sob controle", é o caminho mais rápido para se arrebentar.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)