Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] Um ano de América
#41
(24-12-2018, 03:28 PM)Per Onore Escreveu:
Spoiler Revelar
Parabéns pelo sucesso e obrigado pelo incentivo e modelo!

Quanto à possibilidade que você abriu para questioná-lo, vou te perguntar: já tem uma noção de como é, mais na prática, o setor da segurança privada aí no seu estado (seria muito abrangente perguntar sobre os US inteiro)? Já que cada cidadão pode se defender, como é este nicho de mercado? Tem demanda por um serviço especializado?
Excelente pergunta confrade sobre o setor da seg.privada. O senhor trabalha com vigilância?
A vida passa como um conto ligeiro. 
Responda-o
#42
@Trglodita


Spoiler Revelar
Ahhh a história do Will fui eu mesmo que trouxe pro fórum. Agora recordo. Belo exemplo de como o low profile salvou o couro do rapaz de se afundar na mão de uma vadia interesseira. Gargalhada


Rapaz, tem histórias dos dois lados da moeda (trocadilho sem intenção). De gente que na alta de 11/2017 tinha se tornado milionário da noite pro dia, mas pensou como todos nós que a coisa subiria mais ainda e perdeu a chance do cash out. E gente que num primeiro movimento de queda, quando o BTC estava lá por $14K vendeu casa, carro, etc, pra comprar. E agora o negócio despencou de vez.


Teve nego que perdeu tudo. Aquela máxima do "invista apenas o que você não terá problema em perder" deve ser sempre seguida.


Nós estamos aqui rindo da situação, mas deve ter gente que até se pendurou em alguma viga por ai. Tenso.


@gRILO"


Spoiler Revelar
Provavelmente ela deve saber que eu estou por aqui, mas é muito orgulhosa pra vir conversar e também não me interessa. O que pode acontecer é cruzar com os pais dela aqui na rua antes de eu ir embora. E caso acontecer, vou lá cumprimentá-los e abraça-los, sem problema nenhum. Apesar de que será meio embaraçoso. Tipo assim: 



[Image: 1blwat.jpg]



Seu pai está certo. Mulher nunca vai entrar em relacionamento com alguém socialmente abaixo dela. Elas podem até se aventurar de trepar com alguém abaixo dela que seja um cara com aparência foda, mas nada além disso (ah não ser que o cara seja "fortes emoções" tipo bandido). É por isso que tem tantas balzacas bem sucedidas que não conseguem entender porque elas não conseguem macho de qualidade. Elas acham que porque elas tem diploma tal, ganham X por mês, macho vai querer assumir relacionamento só por causa disso. Elas pensam que nos atraímos por elas pelas mesmas qualidades que fazem com que elas se atraiam por nós.

Não entendem que pra nós não importa se a mulher é CEO ou caixa na venda esquina. O que importa é a juventude e a beleza.


@V-Power


Spoiler Revelar
Sim, a decisão em si foi tomada há muito tempo e rápido. Na primeira vez que fui pra lá à turismo. Mas o planejamento em si demora. O meu demorou quase 10 anos.


Quanto a fazer algo diferente? Teria comprado Bitcoin em 2010. Big Grin Big Grin Big Grin

Na verdade acho que não mudaria nada, afinal isso não é algo que dá pra fazer, então nem me preocupo. Só tem que internalizar as lições dos sucessos e das cagadas.

Esportes? Não pratico nenhum esporte organizado, ou seja, que existe um campeonato onde disputo algo. Musculação, natação e crossfit são esportes? Então contam como praticar esporte. Eu piloto kart vez ou outra, também é esporte. Caminhada na mata, também dá pra considerar esporte. Vou esquiar também uma ou duas vezes ao ano. Sim, acho que sou bem ativo por lá, nesse sentido. Esporte, como eu disse, tem de tudo quanto é coisa que você imagina.
Responda-o
#43
Olá Rover

Vejo todo mundo esperançoso com o novo presidente, mas duvido que ele vá mudar a situação nas nossas IES. 99% dos professores são de "esquerda", mas não negam o salário estatal opressor de 20 mil por mês! Tem professor que dá 10 min de aula e vaza para fumar maconha...

As IES perderam a finalidade, o que mais vi nos últimos anos foi a formação de militontos. Em 2014 começou a invasão esquerdista nas Engenharias, com formação de coletivos de minorias ( As Engenharias e Exatas eram a resistência contra os esquerdopatas). No ITA teve ALUNO se formando de vestido e sapato rosa para protestar contra machismo ....
Esse ano, vi uma reportagem que até as aulas de Ensino de Química estavam ensinando "táticas para ser resistência"!

Sem falar nos desvios de verba, tem professor que desviou APENAS R$ 400 milhões da IES, teve outro que usava a verba do Depto para viajar com a amante e frequentar restaurantes com garrafa de vinho por apenas U$ 10 mil ! Você acha que algum deles foi processado ou preso? NOPE!

Hoje, vejo as IES como creche de jovens e adultos ! Poucos vão estudar, muitos ficam só de zoeira, usam a internet da IES pra ficar no whats, vão lá só para comer ou ficam perdendo tempo com tolices (um colega teve um grupo de ALUNAS que pediu dispensa das aulas dele pq elas tinhas treino de futebol no mesmo horário .... e ele não pode proibir pq senão seria massacrado por ser machista, opressor, racista e afins). Qualquer um que tretar com aluno, se fode profissionalmente!

Costumava falar em empreendedorismo, licenciamento de PI, parcerias com a iniciativa privada e arrumei dezenas de inimigos e encerrei qualquer oportunidade de passar em concurso por lá! Não tenho mais nenhuma esperança no ensino superior no Varzil! O futuro será pior do que se pensa!

Abs
Responda-o
#44
Ms Rover, sou novo no fórum e não acompanhei seus posts antigos, mas só tenho a te parabenizar pela sua história de superação. Nota-se que você é um sujeito muito "safo" e corajoso, ainda mais por ter tomado a decisão de ir morar no exterior sozinho.

Só por curiosidade, quando você começou a se planejar para sair do Brasil, você chegou a considerar a possibilidade de se mudar para outro país como o Canadá, ou algum país europeu antes de se decidir pelos EUA? O que você viu de mais vantajoso nos Estados Unidos em relação a esses outros países que citei?
Responda-o
#45
Grato pelo feedback, Rover.

Realmente os pontos de vista que você passou são bem interessantes mesmo. Irei refletir em cima deles hoje e no futuro.

Sobre sua pergunta, o bolsonaro tem tudo para não ser um bom presidente para os funças, a eleição dele é que trouxe instabilidade para mim e me faz pensar em ir embora, rsrs.

Se fosse o poste ou o ciro, que defendem um estado empresário e grande, seria melhor pra mim, não sou hipócrita.

Mas como não vendo minha alma por dinheiro nenhum no mundo, votei no mito e o defenderei quando tiver que defender e o criticarei quando tiver que fazê-lo. Abs e grato pela atenção.
Responda-o
#46
Rover

Você tem alguma indicação de sites/livros para quem quer imigrar para os EUA?

Abs
Responda-o
#47
@ChumLee



Spoiler Revelar
Deixa eu fazer uma pergunta que é meio inocente, mas tenho que fazer mesmo já sabendo a resposta: Não tem como reunir documentos em segredo provando essas merdas e depois mandar pra PF?

O Ricardo Velez Rodriguez vai ter um trabalhão pra por a casa em ordem hein, se é que vai conseguir. Agora entendo porque o Olavo quer ficar no aconchego da casa dele lá nos EUA e não quer esse pepino de ministério da educação.


Aliás, você lembra do que eu falava lá no Foicebook sobre o Brasil nunca se transformar em um país desenvolvido porque pelo menos metade da população tem capacidade cognitiva baixa/QI baixo? Então... e isso não tem como mudar. É um problema que começou antes do Brasil ser Brasil. Mas não vamos nos aprofundar no tema, pq aqui não é lugar pra isso.


O Brasil é um caso perdido. 


Agora respondendo sobre sua pergunta mais recente, eu desconheço alguma literatura que fale sobre imigrar pros EUA, especialmente uma direcionada pra brasileiros. Mesmo pq as informações de tipos de vistos existem aos montes pela internet e até no site do governo.

Os canais do Youtube que tem por ai são mais pros brasileiros que estão lá inflarem o ego com o apelo estético do lugar, pra mostrarem "olha, você mora nessa biboca ai, eu moro num bairro que nem muro as casas tem". "Olha, você paga 50 reais num chocotone e eu pago 3 dólares no mesmo aqui". Mas explicar algo que seja de valor, são poucos e desconheço quem são.


Imigrar pra lá ou qualquer país que seja é "simples", você só tem que fazer um apanhado de qual é sua situação pessoal (financeira, profissional e acadêmica) e procurar qual a modalidade de imigração se encaixa melhor pra determinado país. Espero ter te ajudado nessa questão.


@007



Spoiler Revelar
Obrigado pelas palavras 007. Sim, eu considerei. O Canadá ficou no topo da minha lista por uns 5 anos. Mas depois que o Trudeau foi eleito e depois de ver que os canadenses de cidades grandes passaram a se odiar e querer entregar o país deles pra islâmicos e africanos, eu larguei mão. Outra coisa que me fez desistir do Canadá são os impostos deles, muito altos e eu já paguei muito imposto pra governo dar de graça pra vagabundo no Brasil, não queria que isso continuasse lá fora.

Eu também considerei a Suíça, mas o processo de imigração lá é muito difícil e caro. Considerei sem estudar muito Austrália, Nova Zelândia e Chile. Hoje se eu tivesse que eliminar os EUA dessa lista, escolheria o Chile.

O que eu acho mais vantajoso nos EUA? Liberdade econômica e social. Simples. Canadá, Austrália e Nova Zelândia te amarram nos impostos e a Suíça te amarra com burocracia. O Chile é de boa, mas ainda não é totalmente de primeiro mundo, tem seus problemas. Acho que é isso.


@Loki



Spoiler Revelar

O Bolsonaro tem tudo pra ser bom pros funças no médio e longo prazo. Porque pros funças terem trabalho, o país não pode quebrar, e com as políticas econômicas do Foro de SP sabíamos que isso era questão de tempo. Talvez ele vá ser ruim para algumas instituições públicas a curto prazo, porque elas não deveriam existir em primeiro lugar. Vamos ver o que acontece.
Responda-o
#48
Olá Rover

Até pensei em chutar o balde, mas depois que "suicidaram" o reitor da UFSC antes dele jogar merda no ventilador, melhor deixar pra lá !

Nas Universidades, quem denuncia essas merdas só se fode ! Os caras acabam com a carreira de quem faz isso, pq todo mundo rouba ...tem professor ganhando 30K que sempre tira os 10% de dízimo de projetos aprovados!

Você sabia que o Brasil já esteve várias vezes próximo de ganhar um Nobel? O problema é que quando os coleguinhas descobriam, sabotavam e atormentavam o cara até ele parar de pesquisar ....

Estou com uma proposta para uma bolsa na Flórida, quando eu botar o pé nos EUA, não volto mais !
Responda-o
#49
Você disse que não produz nada, só pega produto manufaturado e passa para frente.

Essa distribuição de manufatura é toda interna, dentro do próprio estado e país? Não parece ser muito do perfil norte-americano exportar manufatura.

O que te fez entrar nesse negócio?
O que pesquisou para saber se esse seria um bom caminho?
Você tinha outras opções de atividades empresariais para desenvolver?
A sua atividade atual tem relação com a sua área de formação da faculdade?
O quanto a sua experiência na empresa que você criou no Brasil lhe deu preparo para encarar esse novo negócio?
Você disse que, se não tivesse escolhido os EUA, teria escolhido o Chile. Você montaria o mesmo tipo de empresa lá?
Em tudo dai graças.

Responda-o
#50
Mr. Rover, parabéns pelo seu sucesso cara. Te acompanho desde a época do seu blog e sempre gostei de ler os seus textos.

Aproveitando que você está aqui e te fazer algumas perguntas.

1 - Como você teve a ideia inicial de criar a sua primeira empresa? Foi algo que você percebeu durante a época da faculdade, ou algo que você queria empreender e decidiu procurar alguma área interessante?

2 - Além disso, como foi conquistar os primeiros clientes e "fidelizar" eles. 

3 - Se você puder, fale também sobre como foi fazer seus primeiros negócios, tipo negociar contratos e tudo mais.

4 - Você disse que abusava na sua margem de lucro, mas noque você se baseava para saber se estava alta ou baixa a sua margem, nos concorrentes?

5 - Você investe o seu patrimônio mais em renda fixa ou renda variável? E como tem sido sua experiência com LCIs, debêntures, CDBs e outros ativos da renda fixa (tesouro direto)?

6 - Na esperança de você postar aquele texto onde você explicava o seu método para contratar funcionários.

7 - Pra finalizar, qual o maior problema (pepino) que você teve que resolver na sua primeira empresa?

No mais, feliz ano novo pra você e sua família, e boas festas.
Responda-o
#51
@ChumLee


Spoiler Revelar
Rapaz, se você tem proposta pra sair, pega logo. Não deixa a oportunidade passar. Porque podem não aparecer outras.


@Monarca



Spoiler Revelar
Fala Monarca

Citação:Essa distribuição de manufatura é toda interna, dentro do próprio estado e país? Não parece ser muito do perfil norte-americano exportar manufatura.


Sim, no momento tenho clientes em dois estados e chegando agora dessa semana no Brasil, já tenho visitas com possíveis clientes agendadas nesse estado vizinho. Vou tentar reforçar meu portfolio de clientes lá. Ai é que você se engana Monarca, tanto em exportação quanto importação, o volume deles é enorme. Qualquer tipo de produto que se imagina, que tem, digamos, 4 ou 5 opções aqui no Brasil, vai ter 10, 15 por lá. Produzido lá ou importado. E tudo tem demanda, por mais nicho que seja. É até engraçado quando nego me pergunta "Mas lá tem arroz e feijão?", tem mais opções que no Brasil.


Citação:O que te fez entrar nesse negócio?


Encontrar uma demanda que não estava bem atendida no local. Como fiz isso? Pesquisando na internet por meses e meses, e depois fazendo uma visita no local, afinal, não me mudei direto pra cidade sem nunca ter estado lá antes pra ver se era aquilo mesmo que eu queria. Primeiro eu defini o estado que eu queria com alguns parâmetros pré-definidos, isso ainda lá em 2015/2016. Quando eu escolhi o destino, ai fui aprender tudo que podia sobre a economia local e procurar onde eu poderia me encaixar.


Citação:O que pesquisou para saber se esse seria um bom caminho?


Ai fica complicado de dar uma resposta satisfatória sem poder dizer o que faço lá. Mas como eu citei acima, o ponto principal foi encontrar uma demanda que não estava bem atendida e começar a botar na ponta do lápis se valia a pena. Entrar em contato com potenciais clientes na região e perguntar se eles tinham acesso razoável ao tipo de produto que eu poderia oferecer. Pesquisar legislação, pesquisar como funciona importação e seus custos, etc. Pesquisa que me tomou praticamente um ano todo e até me consumiu um dinheiro razoável. Informação custa dinheiro, afinal de contas.


Citação:Você tinha outras opções de atividades empresariais para desenvolver?


Sim, aliás ainda tenho. Ideias de negócios é algo que mais dia menos dia me ocorrem como citei no relato. Mas o dia tem apenas 24 horas e pra todo empreendimento é necessário um longo planejamento, capital, existe o risco de falência, etc, então ter dois ou mais negócios físicos ao mesmo tempo é só pra quem já tem uma equipe formada de pessoas capacitadas pra administrar tudo e tem muito capital pra girar. Está longe de ser meu caso. Concentrando minha energia e foco apena num negócio me fez chegar onde cheguei e estou repetindo a receita. O negócio é nunca dar um passo maior que a perna, uma mordida maior que a boca.


Citação:A sua atividade atual tem relação com a sua área de formação da faculdade?


Não.


Citação:O quanto a sua experiência na empresa que você criou no Brasil lhe deu preparo para encarar esse novo negócio?


Quando você é dono de um negócio, você precisa primeiro aprender à vender. Esse é o principal, senão a merda toda desmorona. E aprender isso só se aprende na prática. Pode perguntar pro @Libertador que ficou 6 meses na Florida trabalhando de vendedor (me corrijam se eu estiver errado). Pelo que me lembro do relato dele, ele disse que aprendeu a vender como nunca tinha tido experiência semelhante. Lidar com cliente foi a principal coisa que aprendi nesses anos todos. Lidar com fornecedores e saber lidar com funcionários também é importante. E o sangue frio pra ficar calmo quando a água tá batendo na sua bunda, que quase sempre ocorre no começo de qualquer negócio.


Citação:Você disse que, se não tivesse escolhido os EUA, teria escolhido o Chile. Você montaria o mesmo tipo de empresa lá?


Não. Pelo menos não no mesmo formato que fiz nos EUA porque o peso chileno não tem o mesmo poder de compra do dólar e os chilenos não consomem tanto quanto os americanos. São dois países completamente diferentes nesse aspecto. E depois teria o obstáculo do idioma, eu não falo praticamente merda nenhuma de espanhol. Eu enrolo um portunhol muito fajuto, suficiente apenas pra se comunicar com meus fornecedores falantes de espanhol, mas insuficiente pra lidar com clientes. Isso seria um problema. Inglês eu falo fluentemente já tem alguns anos. Fica a lição pra alguém pensando em montar um negócio sério nos EUA. Se o cara não fala o idioma pelo menos de maneira razoável, vai ter muitas dificuldades. Aliás, não só nos EUA, em qualquer outro país. Não vá pra lugar nenhum sem saber pelo menos um básico do idioma.


E tem o fato também que meu poderio financeiro no Chile não seria encolhido em 3 ou 4 vezes, não teria meio milhão de dólares no EB-5, etc. Provavelmente se eu tivesse ido pra lá não teria começado nenhuma empresa num primeiro momento. Pelo menos não até entender totalmente o idioma, como se desenrola o social e a economia de lá, etc. Como eu disse numa resposta ali em cima, pesquisei o Chile meio "nas coxas", assim como fiz com Austrália e Nova Zelândia (esses dois menos ainda, pq nunca botei os pés lá).


Espero ter sanado suas dúvidas.



@Avraham



Spoiler Revelar
Fala Avraham

Vou tentar responder todas, vamos lá.


1 - Na verdade começou com um projeto que fiz com alguns outros colegas e acabei achando interessante. O professor que estava à frente do grupo, do qual eu acabei fazendo bastante amizade, disse que tinham poucas empresas do ramo em SP e aquilo ficou na minha cabeça. Comecei a pesquisar a partir dali, mas foi só muito depois que a coisa saiu do papel, diria que uns 4 anos. E começou bem pequeno.

2 - Ir bater na porta dos caras e oferecer. Pra fidelizar foi trabalhando sempre dentro dos prazos, entregando produto de qualidade e repondo o que tinha ido com defeito (o que era raro de acontecer, mas acontecia), fazendo bons preços (no começo). E sempre estando em contato com os caras. Maioria dos empreendedores que vendem certos tipos de produtos/serviços nunca fazem um bom pós-venda ou sequer fazem. Eu chegava a convidar os caras pra almoçar em restaurantes, socializar mesmo, tratar os caras como amigos. Criar network.

3 - Ai não tem como discutir em detalhes sem falar do ramo que eu operava aqui e essa é uma pergunta muito abrangente, pra criar uma parede de texto pra explicar. O que dá pra dizer é que não é nenhum bicho de sete cabeças. Fulano fazia um pedido de compra, eu enviava o orçamento e pronto, aceitava ou não, ou negociava. Era dado um prazo pra entrega e eu corria pra cumprir. Só tinha contrato mesmo quando o pedido era muito grande, porque tinha que cobrir responsabilidade fiscal. Mas isso era raro. Fico devendo uma resposta melhor aqui.

4 - Na ultima fase da empresa, quando eu já tinha um certo network, sim. Eu usava não apenas o preço praticado pelos concorrentes (nem sempre dava pra descobrir de todos), mas também preço da matéria prima, preço de frete, energia consumida, tempo e hora trabalhada por funcionário, etc.

5 - Não invisto mais nada no Brasil. O único dinheiro que tenho no Brasil agora é o dinheiro que troquei no aeroporto e meus cartões de crédito que estão na minha carteira. Mas eu aplicava mais em renda fixa, principalmente LCI e LCA. Hoje meu portfolio está bem diversificado em modalidades conservadoras, como fundos, tenho um wealth manager agora. Indico o UBS caso você já tenha uma grana considerável e não esteja sabendo onde investir.

6 - Cara, existem duas versões, ou pelo menos existiram porque não sei se o primeiro "draft" daquele artigo eu guardei ou não (apesar de que é aquele que pratico). Esse primeiro draft era ultra hardcore politicamente incorreto. O segundo é uma versão extremamente mais light do primeiro, e foi esse que foi ao ar no blog. Acho que essa versão mais light daria problemas pro fórum por causa das feminazis que sabemos que ficam lendo aqui. O segundo daria caso de polícia. Yaoming Então esquece... Por isso que não deixo todo o conteúdo do blog livre na internet. Fui até ameaçado de morte por leitor do blog. E tem gente que reclamava que eu era politicamente correto, chatão por lá. Se eu for realmente dar minha opinião 100% sincera sobre muitos assuntos... nem quero pensar quais seriam as consequências. Guardar opiniões impopulares apenas pra você, também é uma forma de low profile.


Meu conselho politicamente correto é que quando você for contratar funcionários use apenas bom senso. Com bom senso você elimina um monte de merda. Porque tudo que tem de merda hoje na nossa sociedade vai contra o bom senso.


7 - Teve uma vez que eu fiquei enchendo o saco de um cara pra ele comprar de mim, acho que por uns 6 meses, sei que foi bastante tempo, era um ótimo cliente. Ai ele decidiu fazer um pedido. Só que um dos meus fornecedores atrasou muito a entrega de um certo componente e quando finalmente tínhamos os componentes em mãos, uma das máquinas deu pau. Sei que atrasei totalmente a entrega, coisa de 20 dias, queimou meu filme mas consegui vender pro cara depois de muita conversa e um desconto de 50%. Valeu a pena pq ele voltou a comprar comigo depois.


Feliz ano novo pra vc e sua família também, sucesso.
Responda-o
#52
Caro MR Rover, prazer enorme em vê-lo por aqui novamente no fórum. Também estou afastado do fórum numa correria como os meus trabalho.

 Pergunta: Teve muita burocracia para pedir dinheiro emprestado com o BNDES ?, sei que tem que ter uma renda mínima 360 mil ao ano

 Pergunta : Tem o backup do seu antigo blog que possa disponibilizar ?

 Pergunta - Está sentindo diferença nos seus clientes nos EUA em comparação ao Brasil.
Responda-o
#53
Grande Rover,

Sempre fui leitor assíduo de seu blog. Por muito tempo foi uma fonte de inspiração para superar as adversidades que passei.
Penso em ir embora do Brasil no final de 2019/2020, os EUA são uma possibilidade. Não tenho a grana que exigem para o visto de investidor. Conversei com um advogado nos eua e ele me disse para “comprar um casamento” . Disse que é bem comum isso e que consigo o green card. E seguro? Enfim, grande abraço Irmão. Sucesso!
Responda-o
#54
Tenho 6/7 anos de real.

Nesses anos, conheci muita gente, principalmente vários dos olds do orkut.

Sem desmerecer os antigos, que tem seu total valor, mas Rover é um dos grandes exemplos de desenvolvimento pessoal entre nós.
Responda-o
#55
@Solomon



Spoiler Revelar
Valeu Solomon. Estive olhando seu post sobre finanças, é excelente, muito bom mesmo. Eu também fiquei afastado pq não dá tempo de acessar mesmo, minha vida é muito corrida por lá. E infelizmente você entra aqui e os 10 primeiros posts mais recentes sempre são 8 ou 9 falando de mulher, então acaba não dando vontade de tentar arranjar tempo pra postar aqui, mas contribuímos do jeito que dá. Enquanto a mulecada mais nova não conseguir superar a "febre de boceta" que eles sofrem, não vão conseguir desembaçar a mente e realizar coisas produtivas nas vidas deles.

Respondendo as perguntas:


Burocracia tem pra tudo no Brasil, até pra morrer, mas não é tanto assim pra mexer com o BNDES. E até quem é MEI pode emprestar fundos, pode fazer um cartão BNDES, etc.


Em relação ao blog, não, sinto muito.


Sobre os clientes, não dá pra ter uma ideia, pq são dois tipos de negócios totalmente diferentes e também duas culturas totalmente diferentes. Acho que a única diferença que vejo, é que lá nos EUA eu não fico com cagaço do risco de nego não pagar ou enrolar pra pagar. Coisa que de vez em quando acontecia aqui. Lá você sabe que vai receber. Mesmo que dê algum pepino, porque se tiver que levar alguém pra justiça, a coisa é julgada bem rápido. Tirando isso não tem como fazer comparações.

Abs


@cerroazul



Spoiler Revelar
Fala Cerro, agradeço pelas palavras. Feliz que o blog te ajudou.

Sobre tentar o que você disse ai... bom, seguro não é. Existe possibilidade de dar certo? Sim existe, tem muita gente que faz isso, mas, de novo, não é seguro. Porque você vai depender de alguma mulher que é golpista (de verdade e não golpista como os militontos nos acusam de ser) e ela vai te pedir grana pra fazer isso, talvez até grana alta, porque ela vai estar colocando o dela na reta. Você teria que criar um casamento fake, toda uma história com essa mulher, os dois teriam que estar bem "ensaiados" com essa história na ponta da língua e teriam que passar pelas entrevistas da imigração com gente treinada pra detectar golpistas. Além disso não é um processo que demora semanas apenas, demora meses. É complicado. O que sei é que se os caras pegam, você é detido, deportado e nunca mais poderá colocar os pés lá, e o cidadão americano vai pra cadeia, puxar uns meses, talvez até anos de cana (não sei ao certo quanto tempo).


Sei lá, é complicado. E depender de mulher ainda por cima. Isso sem contar que é um casamento. Digamos que você consiga um green card, ai entra com processo de divórcio pra seguir sua vida. Só que a espertinha pode pedir alimony (pensão), afinal vocês são casados. E se ela te der esse golpe como você vai denunciá-la se você também faz parte do golpe? Afinal, diante da lei, vocês seriam realmente casados. Dava até pra escrever uma novela em cima disso. Yaoming


Seria bem mais fácil se você tivesse um Xerecard. Pq você teria os tribunais sempre ao seu lado e uma legião de macho querendo te salvar da Selva Brasilis.  Big Grin


Caso você for arriscar, boa sorte e sucesso. Abs 


@Loki


Spoiler Revelar
Agradeço Loki. Se não fossem os antigos, eu poderia não ter chegado onde cheguei, salvaram minha vida. Poderia estar amarrado com alguma mulher me sugando. Poderia ter ficado trabalhando de empregado dos outros pra continuar pagando as contas em dia e manter a dondoca feliz em casa. Nunca teria arriscado perder até as cuecas pra empreender. Já pensou? Eu cheguei perto disso. Até fico gelado de pensar. Como eu disse ali em cima pro Solomon, o que a mulecada nova aqui do fórum precisa fazer é tirar mulher de pedestal e começar a se melhorar pra eles mesmos (e percebi que alguns ainda pensam que isso aqui seja algum forum de PUA, pelo que andei vendo no chat essa semana). Depois de feito isso, mulher vira apenas mais uma diversão, como sair pra is pescar ou jogar videogame, ou ir praticar um esporte. Essas coisas são boas de fazer mas não devem se tornar a razão de existir de um homem, assim como mulher também não deve ser.


Abs
Responda-o
#56
Rover, Cleveland é uma boa cidade para se morar? Abs
Responda-o
#57
(30-12-2018, 09:32 PM)ChumLee Escreveu: Rover, Cleveland é uma boa cidade para se morar? Abs


Nunca coloquei os pés lá. Mas se você fizer uma pesquisa de 30 segundos no google com as palavras "most violent cities in America" ou "worst cities to live in America", aparecem vários sites com listas, com diferentes métodos de classificação, e em quase todos Cleveland aparece no top 10.


E se você faz a mesma coisa no Youtube você acha vídeos igual esse:







Cleveland é um shithole. Não é tão ruim quanto alguns buracos que temos aqui no Brasil, tipo Salvador, Maceió, "comunidades" do Rio, Campo Limpo e Parelheiros aqui em São Paulo, mas dai, pra se comparar com o Brasil pra pior, só África e Oriente Médio. Evite Detroit, Baltimore, Cleveland e New Orleans.
Responda-o
#58
(31-12-2018, 12:53 PM)Mr. Rover Escreveu:
(30-12-2018, 09:32 PM)ChumLee Escreveu: Rover, Cleveland é uma boa cidade para se morar? Abs


Nunca coloquei os pés lá. Mas se você fizer uma pesquisa de 30 segundos no google com as palavras "most violent cities in America" ou "worst cities to live in America", aparecem vários sites com listas, com diferentes métodos de classificação, e em quase todos Cleveland aparece no top 10.


E se você faz a mesma coisa no Youtube você acha vídeos igual esse:







Cleveland é um shithole. Não é tão ruim quanto alguns buracos que temos aqui no Brasil, tipo Salvador, Maceió, "comunidades" do Rio, Campo Limpo e Parelheiros aqui em São Paulo, mas dai, pra se comparar com o Brasil pra pior, só África e Oriente Médio. Evite Detroit, Baltimore, Cleveland e New Orleans.

Obrigado Rover. Tinha uma proposta para Cleveland que não rolou .... imagino que cidades na fronteira com México devem ser o limbo tb !
Responda-o
#59
@ChumLee

Spoiler Revelar
(31-12-2018, 03:38 PM)ChumLee Escreveu: Obrigado Rover. Tinha uma proposta para Cleveland que não rolou .... imagino que cidades na fronteira com México devem ser o limbo tb !


Das cidades que citei ali, faltaram Chicago e St Louis. No caso das cidades na fronteira com o México, não são tão ruins assim. É só ficar longe dos bairros ruins onde tem gente de cartel operando. E geralmente é tudo cidade pequena em estados que são conservadores (tirando a California, é claro). No caso, se você realmente tem aquela oferta pra Florida, vá. Não é o melhor estado do país, mas está longe de ser o pior. Tem uma qualidade de vida maior do que qualquer coisa que o Brasil vai chegar algum dia.


__________________________________________________________

Bom pessoal, quem chegar a ler aqui, acho que é isso. Amanhã volto pra casa e provavelmente não dará tempo de vir aqui dar uma olhada na parte da manhã. Também não sei quando (e se) vou postar aqui de novo. Então espero que esses dois textos que postei aqui essa semana tenham adicionado um conteúdo relevante ao fórum, e que talvez ajude e possa vir a motivar alguém.

Fica ai meu desejo de feliz ano novo e muito sucesso pra todos vocês. E que o Brasilzão comece a tomar um novo rumo à partir de amanhã.
Responda-o
#60
Obrigado Rover e boa viagem ! Sucesso
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)