Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[RELATO] Um ano de América
#21
Interessante o questionamento do Rover. Também gostaria da resposta, que não é óbvia nem fácil de ser respondida com exatidão. Poderia fazer comparativos de acordo com a experiência do autor e dos concursados, como o Loki.
Responda-o
#22
@Loki Aí e tranquilo
Responda-o
#23
Valeu pelo feedback @"Rover".

Tem planos de redisponibilização do conteúdo do "projeto freelifestyle" nesse fórum, seja total, seja parcialmente?

Estimas de um ótimo natal e passagem de ano pra ti e tua casa, sucesso.
Responda-o
#24
Muito bom seu relato Rover , é um prazer te ver postando aqui novamente , particularmente eu sou seu fã aqui dentro do fórum , por você sempre ter batido na tecla do Desenvolvimento pessoal que eu também acredito ser o melhor estilo de vida para um ser humano adquirir. VocÊ , Freebird no FDB e Riker.T no Puabase , são caras que eu particularmente nunca esqueço quando lembro desse assunto. ( Sem viadagem).

Mas enfim , parabéns cara , por compartilhar seu relato com a gente .

Queria também fazer uma observação , não sou ninguém perto do que você ja conquistou mas fico preocupado com você em uma questão.

Como você mesmo prega O Desenvolvimento pessoal em todas as áreas da vida que eu também acredito , acho que você niglegencia um pouco a área Conjugal ou Familiar.

Como você mesmo disse que gosta muito da sua familia ( Seus pais) acredito eu que passou da hora de você também fazer sua própria familia. Um dia seus pais não estarão mais aqui .

Sei que você tem milhões de motivos para desacreditar nesse modelo , mas se você for sensato vai reconhecer que essa área é importante e temos que trabalha-la também.

Vendo os seus posts que falou sobre sua namorada no Brasil , acredito ter sido um erro deixa-la para trás , talvez teria sido a mulher que completaria sua vida mais ainda.
TUDO OQUE TE RESTA É O DESENVOLVIMENTO PESSOAL!


Responda-o
#25
Já que você se mostrou solicito em responder aos questionamentos e dúvidas, eu tenho uma pergunta.

Tenho 22 anos de idade, acabei de me formar e agora começa a "guerra" de verdade.
Existem muitos camaradas aqui no fórum que estão na mesma situação que eu, começando a jornada de andar com as próprias pernas.
Emprego, dinheiro, independência, etc.

Enfim, para você, quais são os pilares para se obter sucesso?
Responda-o
#26
@Grello querendo jogar o Rover pro abismo Yaoming.

Talvez só a 'vivência' faça o Grello entender o posicionamento Mr.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#27
(26-12-2018, 09:35 AM)ThEGoDFaTheR Escreveu: Enfim, para você, quais são os pilares para se obter sucesso?

TheGodFather, leia estes outros topicos do mesmo autor, tem muita coisa valiosa neles sobre os pilares para o sucesso :

A arte de ser low profile: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=1825

Botar a mão na massa nunca valeu tanto a pena: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=1826

Aprenda a jogar com as cartas que a vida te dá: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2265

Empreendedorismo: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=3350

O quanto você está disposto à sofrer?: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2524

Como usar as regras do jogo das aparências a seu favor: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=1975

Como aproveitar oportunidades que surgem durante crises: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=1824

Lições valiosas que a morte pode nos ensinar: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2179

Dois artigos importantes pra quem está na casa dos 20 anos de idade: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2702

Sejam como esse cara: https://legadorealista.net/forum/showthr...p?tid=2223
"A paixão é como o álcool. Entorpece a consciência, elimina a lucidez, impede o julgamento crítico e provoca alucinações, fazendo com que o ser amado seja visto como divino." Como lidar com Mulheres - Nessahan Alita
Responda-o
#28
@Loki


Spoiler Revelar
Boa pergunta e uma bem complicada como vc mesmo citou, porque as situações de cada pessoa diferem.


Eu já andei citando o Flavio Augusto ai em uma das respostas e vou citar de novo: ele diz que "estabilidade não existe" e eu concordo com ele.


Ainda mais quando estamos falando de Brasil. Porra, eu não confio nem no governo dos EUA, não coloquei todo meu patrimônio em instituições financeiras de lá, quem dirá confiar no Brasil? Pode acontecer com o Brasil o que aconteceu com a Grécia, só que aqui não vai ter a Alemanha pra nos salvar. Já estamos vendo isso acontecer no Rio, onde um monte de funça ficou com pagamento atrasado pq o governo do estado tá quebrado.


Mas vamos tentar raciocinar com um pouco mais de detalhamento. Você citou uma situação onde eu teria:


- Estabilidade financeira e profissional

- Rendimentos bem acima da média


Eu tinha, cara (e ainda tenho). Repetindo, estabilidade total não existe, mas é possível que uma ocupação seja mais sólida que outra? Claro. Na minha empresa aconteceram três fases: nos primeiros dois anos foi a fase do estresse, do prejuízo, da incerteza, do desespero, essa fase teve estabilidade zero. Nos três anos seguintes foi a fase de respirar e começar a enxergar uma luz no fim do túnel, começar a ver o primeiro dinheiro grande entrando no bolso, nesta fase foi mais tranquilo mas ainda havia a ameaça real de falir. E nos últimos 4 anos e pouco, quase cinco, foi a fase das vacas gordas, expansão, dívidas quase que totalmente quitadas, rotina segura, network com gente graúda do setor, etc.


Quanto o funça mais bem remunerado ganha no Brasil? Uns R$ 30 mil por mês? Trinta paus por mês era um valor razoavelmente mediano à ruim de pró-labore na última fase da minha empresa. A grana de um mês bom variava mesmo de R$ 80 a R$ 120 mil mensais naquela ultima fase. Podemos tranquilamente chamar isso de estabilidade financeira. Aliás, o pró-labore da primeira fase, isto é, quando eu não terminava o mês no vermelho e saia com exatamente ZERO pra mim, dava de 5 à 10 mil em média. Uma minoria da população ganha isso no país. Na época que minha empresa tava na merda do início, eu já ganhava em média o que eu ganharia se tivesse continuado trabalhando na área que me formei. Veja que absurdo.


E mesmo assim, depois de ter conquistado o patamar que citei, eu decidi reduzir parte do meu patrimônio em 3 ou 4 vezes (câmbio) pra poder fugir do Brasil. Pra quem não entendeu o que eu quis dizer em reduzir, suponhamos que eu tenha conseguido R$ 10 milhões, isso acabou virando US$ 3 milhões (quem converte realmente não se diverte, só quem ganha em dólar se diverte). Lógico que isso só foi possível pq consegui vender o negócio. O network me proporcionou essa "sorte".


Eu até poderia ter me aposentado lá nos EUA, não tinha necessidade de abrir uma nova empresa do zero. Aposto que a maioria aqui teria feito isso, se aposentado. Mas eu sou jovem demais e quero poder ter uma segurança e conforto financeiro ainda maior, então tenho que trabalhar. Eu gosto de trabalhar. Eu funciono muito melhor como pessoa quando estou trabalhando pra atingir alguma meta. O problema não é trabalhar, é trabalhar sem ter uma meta, isso que mata qualquer um.


Então respondendo sua questão Loki, se como funça eu já tivesse conseguido pelo menos um montante que me permitisse imigrar legalmente e ainda sobrasse um pouco pra investir, eu faria o que fiz exatamente igual. Nem que tivesse que trabalhar em "sub-emprego" lá nos EUA, começando do zero. Deixaria o Brasil novamente. Porque estabilidade é uma falsa segurança.


Eu mudei daqui por várias questões. Como:


- Cultura de desonestidade do brasileiro
- Clima que não me agrada
- Infraestrutura do país alquebrada, pra todo lugar que se olha é um chiqueiro
- Falta de segurança total
- Poder de compra diminuído (mesmo pra mim que fazia uma bela grana)
- Instabilidade política e financeira, perigo de virar uma Venezuela (mesmo com Bolsonaro agora assumindo)


Veja só. Sábado, no começo da noite, fui dar uma volta com meu irmão mais novo num shopping aqui em SP. Fui comprar umas lembrancinhas de Natal pra uns parentes que eu não sabia que ia ver e portanto não trouxe nada pra eles lá dos EUA. Nós vimos no estacionamento uma Volvo XC60, nova, zerada. Que carro lindo, pqp. Até comentamos entre nós quando vimos, e meu irmão perguntou "Quanto será que tá uma dessa lá nos states?".


Chegamos em casa e fui ver. Aqui no Brasil está "a partir" de R$ 255 mil. "A partir". Grave bem este detalhe.


Um quarto de milhão de reais numa SUV. Ai fui ver na Volvo dos EUA. O modelo de entrada sai por $40 mil. Lá um cara na minha situação pode comprar um carro desses e pode dirigir sem medo, não vai ser uma paulada enorme no meu patrimônio. Aqui, um cara na minha situação pode comprar um carro desses, mas será um gasto enorme, um belo rombo nas finanças e desnecessário, além de pintar um alvo nas minhas costas. Não se esqueça do low profile, regra numero 1 de sobrevivência em shitholes como o Brasil.


Veja as fotos que postei no relato. Existe paisagem daquele tipo por aqui? Eu posso ir acampar na Serra da Cantareira ou ali na represa Billings, pra ir pescar, sem correr o risco de ser roubado e assassinado por bandidagem? Eu nunca tinha pescado a porra de um peixe em 34 anos aqui no Brasil. Descobri um hobby que eu nem fazia ideia de que ia gostar. E atirar em estande de tiro? Nunca tinha feito isso. Esquiar? Nem pensar. Vizinho sair com a família por uns dias e deixar controle da porta da garagem e chaves do carro comigo pra eu funcionar o carro pra ele? Nem fudendo que alguém faz isso aqui no Brasil.


A única coisa que você não mencionou na sua pergunta é família, no caso mulher e filhos, porque ai muda muita coisa. Mas eu sei que se tivesse filhos, não dormiria a noite sabendo dos riscos que eles correm aqui. Portanto também iria.


Não é só pelo dinheiro cara. É qualidade de vida mesmo. Ter um controle maior da própria vida, que no Brasil, mesmo as pessoas mais bem sucedidas quase sempre não tem. Tem muitas coisas boas nos EUA que não tem no Brasil, coisas que não dá pra usar com o alfabeto pq este só tem 23 letras. Mas pra mim, a melhor coisa é poder sair de casa sem medo. Eu já fui assaltado duas vezes, ambas as vezes com revolver apontado pra minha cara. Um dos meus irmãos já sofreu sequestro relâmpago enquanto teve o carro roubado. Teve que implorar e chorar pros caras não matarem ele. Isso não é vida, não importa o quanto você tem no banco.


Agora eu te pergunto: Você me faria essa pergunta se o Bolsonaro tivesse morrido em Outubro? Você estaria se sentindo seguro no seu cargo se o Poste ou o Ciro Gomes tivessem sido eleitos?



@Baralho


Spoiler Revelar
Não, aliás depois de ver a lista que o Melancton postou ali, percebo que já tem bastante conteúdo do blog aqui, acho que os artigos mais relevantes para o fórum. No mais, pretendo postar mais um da época do blog. Se eu não sair mais tarde, volto a noite pra postar esse ultimo artigo. Ou amanhã ou depois.

Sucesso pra você também.



@gRILO



Spoiler Revelar
Agradeço as palavras, obrigado mesmo. E agradeço sua preocupação gRILO, mas como citei no relato, citei muitas vezes aqui no fórum, no blog e na página do PFL do Foicebook quando tinha, casar e ter família de propaganda de margarina é muito bonito no papel, mas na prática é outra coisa bem diferente. Eu vi como as mulheres do Brasil operam e agora tenho a experiência de ver como as americanas de um dos cantos mais conservadores do país operam (fico imaginando como não deve ser em estados totalmente esquerdistas como a California e NY) e digo: não vale a pena. Além disso, eu já tenho 35 anos. Se eu for casar com alguém da minha idade ou um pouco mais nova, vou estar casando com uma rodada. E mulher de 20, 21 anos é intolerável. Não dá pra aturar. É igual piscina, muita manutenção pra pouco tempo que você passa dentro dela.


- Desenvolvimento pessoal na área financeira, física, intelectual e espiritual

- Desenvolvimento pessoal na área conjugal e familiar


Pick one, you cant have both. Escolha, você não vai ter os dois juntos, ou é um ou outro. O povo aqui na Real que ainda fantasia com esposinhas... ainda está mergulhado na famosa matrix, por mais que saiba da existência da mesma.

Citação:Vendo os seus posts que falou sobre sua namorada no Brasil , acredito ter sido um erro deixa-la para trás , talvez teria sido a mulher que completaria sua vida mais ainda.






Tu não conheceu minha ex, rapaz. A mulher era uma delícia, tinha a buceta mais linda que já vi na vida. Mas era um purgante e era arrogante pra caralho. Eu senti muita falta dela depois de meter o pé nela, mas não foi pela personalidade dela, foi por poder comê-la de todas as formas possíveis, de dormir junto, etc. Mas já passou a saudade, longos meses atrás, nada que comer umas universitárias novinhas não resolva.


Eu serei dessa turma aqui, dos tiozões top gear:

[Image: V5ciKOf.jpg]

[Image: rIL6w38.jpg]

[Image: Q4aGAgg.jpg]

[Image: gz6mBQu.jpg]

[Image: KXvJGYD.jpg]

[Image: qSbKiNN.jpg]

[Image: oKufecq.jpg]

[Image: 73t5kdw.jpg]

[Image: JfE829r.jpg]



Nem se tivesse uma lei de sharia só pra brancos lá nos EUA, com a mulherada totalmente sob controle, eu iria me meter com casamento. A liberdade de fazer o que quiser na hora que quiser, sem ter que pedir permissão pra ninguém, é algo que não tem preço, que buceta nenhuma vale.



@ThegodFather



Spoiler Revelar
Pra mim o pilar pra se obter sucesso é ter um objetivo definido do que você quer. Algo bem específico e detalhado, não apenas o famoso: "ah quero ser rico e comer muito cu e buceta". Não, tem que ser algo bem específico.


E existem N formas de se atingir o sucesso, não existe receita de bolo. Aliás, primeiro você tem que definir o que é sucesso pra você. Porque a definição de sucesso vária de pessoa pra pessoa. É igual beleza. E depois de definir o que é sucesso, você define o objetivo e começa a subir os degraus.


O que é sucesso pra você? Defina sucesso na sua visão.



@Bean

 
Spoiler Revelar
Cidadão diz que é meu fã e depois fala que eu preciso casar. Será que é minha mãe que descobriu o fórum? Yaoming 


@Melancton


Spoiler Revelar
Valeu por disponibilizar essa lista ai, dá pro outro confrade se localizar melhor nas besteiras que eu falo. Quem conseguir entender o conceito de ser low profile, já vai estar muito à frente de qualquer tipo de competição nesse país aqui.
Responda-o
#29
(26-12-2018, 12:01 PM)Mr. Rover Escreveu: @Loki


Spoiler Revelar
Boa pergunta e uma bem complicada como vc mesmo citou, porque as situações de cada pessoa diferem.


Eu já andei citando o Flavio Augusto ai em uma das respostas e vou citar de novo: ele diz que "estabilidade não existe" e eu concordo com ele.


Ainda mais quando estamos falando de Brasil. Porra, eu não confio nem no governo dos EUA, não coloquei todo meu patrimônio em instituições financeiras de lá, quem dirá confiar no Brasil? Pode acontecer com o Brasil o que aconteceu com a Grécia, só que aqui não vai ter a Alemanha pra nos salvar. Já estamos vendo isso acontecer no Rio, onde um monte de funça ficou com pagamento atrasado pq o governo do estado tá quebrado.


Mas vamos tentar raciocinar com um pouco mais de detalhamento. Você citou uma situação onde eu teria:


- Estabilidade financeira e profissional

- Rendimentos bem acima da média


Eu tinha, cara (e ainda tenho). Repetindo, estabilidade total não existe, mas é possível que uma ocupação seja mais sólida que outra? Claro. Na minha empresa aconteceram três fases: nos primeiros dois anos foi a fase do estresse, do prejuízo, da incerteza, do desespero, essa fase teve estabilidade zero. Nos três anos seguintes foi a fase de respirar e começar a enxergar uma luz no fim do túnel, começar a ver o primeiro dinheiro grande entrando no bolso, nesta fase foi mais tranquilo mas ainda havia a ameaça real de falir. E nos últimos 4 anos e pouco, quase cinco, foi a fase das vacas gordas, expansão, dívidas quase que totalmente quitadas, rotina segura, network com gente graúda do setor, etc.


Quanto o funça mais bem remunerado ganha no Brasil? Uns R$ 30 mil por mês? Trinta paus por mês era um valor razoavelmente mediano à ruim de pró-labore na última fase da minha empresa. A grana de um mês bom variava mesmo de R$ 80 a R$ 120 mil mensais naquela ultima fase. Podemos tranquilamente chamar isso de estabilidade financeira. Aliás, o pró-labore da primeira fase, isto é, quando eu não terminava o mês no vermelho e saia com exatamente ZERO pra mim, dava de 5 à 10 mil em média. Uma minoria da população ganha isso no país. Na época que minha empresa tava na merda do início, eu já ganhava em média o que eu ganharia se tivesse continuado trabalhando na área que me formei. Veja que absurdo.


E mesmo assim, depois de ter conquistado o patamar que citei, eu decidi reduzir parte do meu patrimônio em 3 ou 4 vezes (câmbio) pra poder fugir do Brasil. Pra quem não entendeu o que eu quis dizer em reduzir, suponhamos que eu tenha conseguido R$ 10 milhões, isso acabou virando US$ 3 milhões (quem converte realmente não se diverte, só quem ganha em dólar se diverte). Lógico que isso só foi possível pq consegui vender o negócio. O network me proporcionou essa "sorte".


Eu até poderia ter me aposentado lá nos EUA, não tinha necessidade de abrir uma nova empresa do zero. Aposto que a maioria aqui teria feito isso, se aposentado. Mas eu sou jovem demais e quero poder ter uma segurança e conforto financeiro ainda maior, então tenho que trabalhar. Eu gosto de trabalhar. Eu funciono muito melhor como pessoa quando estou trabalhando pra atingir alguma meta. O problema não é trabalhar, é trabalhar sem ter uma meta, isso que mata qualquer um.


Então respondendo sua questão Loki, se como funça eu já tivesse conseguido pelo menos um montante que me permitisse imigrar legalmente e ainda sobrasse um pouco pra investir, eu faria o que fiz exatamente igual. Nem que tivesse que trabalhar em "sub-emprego" lá nos EUA, começando do zero. Deixaria o Brasil novamente. Porque estabilidade é uma falsa segurança.


Eu mudei daqui por várias questões. Como:


- Cultura de desonestidade do brasileiro
- Clima que não me agrada
- Infraestrutura do país alquebrada, pra todo lugar que se olha é um chiqueiro
- Falta de segurança total
- Poder de compra diminuído (mesmo pra mim que fazia uma bela grana)
- Instabilidade política e financeira, perigo de virar uma Venezuela (mesmo com Bolsonaro agora assumindo)


Veja só. Sábado, no começo da noite, fui dar uma volta com meu irmão mais novo num shopping aqui em SP. Fui comprar umas lembrancinhas de Natal pra uns parentes que eu não sabia que ia ver e portanto não trouxe nada pra eles lá dos EUA. Nós vimos no estacionamento uma Volvo XC60, nova, zerada. Que carro lindo, pqp. Até comentamos entre nós quando vimos, e meu irmão perguntou "Quanto será que tá uma dessa lá nos states?".


Chegamos em casa e fui ver. Aqui no Brasil está "a partir" de R$ 255 mil. "A partir". Grave bem este detalhe.


Um quarto de milhão de reais numa SUV. Ai fui ver na Volvo dos EUA. O modelo de entrada sai por $40 mil. Lá um cara na minha situação pode comprar um carro desses e pode dirigir sem medo, não vai ser uma paulada enorme no meu patrimônio. Aqui, um cara na minha situação pode comprar um carro desses, mas será um gasto enorme, um belo rombo nas finanças e desnecessário, além de pintar um alvo nas minhas costas. Não se esqueça do low profile, regra numero 1 de sobrevivência em shitholes como o Brasil.


Veja as fotos que postei no relato. Existe paisagem daquele tipo por aqui? Eu posso ir acampar na Serra da Cantareira ou ali na represa Billings, pra ir pescar, sem correr o risco de ser roubado e assassinado por bandidagem? Eu nunca tinha pescado a porra de um peixe em 34 anos aqui no Brasil. Descobri um hobby que eu nem fazia ideia de que ia gostar. E atirar em estande de tiro? Nunca tinha feito isso. Esquiar? Nem pensar. Vizinho sair com a família por uns dias e deixar controle da porta da garagem e chaves do carro comigo pra eu funcionar o carro pra ele? Nem fudendo que alguém faz isso aqui no Brasil.


A única coisa que você não mencionou na sua pergunta é família, no caso mulher e filhos, porque ai muda muita coisa. Mas eu sei que se tivesse filhos, não dormiria a noite sabendo dos riscos que eles correm aqui. Portanto também iria.


Não é só pelo dinheiro cara. É qualidade de vida mesmo. Ter um controle maior da própria vida, que no Brasil, mesmo as pessoas mais bem sucedidas quase sempre não tem. Tem muitas coisas boas nos EUA que não tem no Brasil, coisas que não dá pra usar com o alfabeto pq este só tem 23 letras. Mas pra mim, a melhor coisa é poder sair de casa sem medo. Eu já fui assaltado duas vezes, ambas as vezes com revolver apontado pra minha cara. Um dos meus irmãos já sofreu sequestro relâmpago enquanto teve o carro roubado. Teve que implorar e chorar pros caras não matarem ele. Isso não é vida, não importa o quanto você tem no banco.


Agora eu te pergunto: Você me faria essa pergunta se o Bolsonaro tivesse morrido em Outubro? Você estaria se sentindo seguro no seu cargo se o Poste ou o Ciro Gomes tivessem sido eleitos?



@Baralho


Spoiler Revelar
Não, aliás depois de ver a lista que o Melancton postou ali, percebo que já tem bastante conteúdo do blog aqui, acho que os artigos mais relevantes para o fórum. No mais, pretendo postar mais um da época do blog. Se eu não sair mais tarde, volto a noite pra postar esse ultimo artigo. Ou amanhã ou depois.

Sucesso pra você também.



@gRILO



Spoiler Revelar
Agradeço as palavras, obrigado mesmo. E agradeço sua preocupação gRILO, mas como citei no relato, citei muitas vezes aqui no fórum, no blog e na página do PFL do Foicebook quando tinha, casar e ter família de propaganda de margarina é muito bonito no papel, mas na prática é outra coisa bem diferente. Eu vi como as mulheres do Brasil operam e agora tenho a experiência de ver como as americanas de um dos cantos mais conservadores do país operam (fico imaginando como não deve ser em estados totalmente esquerdistas como a California e NY) e digo: não vale a pena. Além disso, eu já tenho 35 anos. Se eu for casar com alguém da minha idade ou um pouco mais nova, vou estar casando com uma rodada. E mulher de 20, 21 anos é intolerável. Não dá pra aturar. É igual piscina, muita manutenção pra pouco tempo que você passa dentro dela.


- Desenvolvimento pessoal na área financeira, física, intelectual e espiritual

- Desenvolvimento pessoal na área conjugal e familiar


Pick one, you cant have both. Escolha, você não vai ter os dois juntos, ou é um ou outro. O povo aqui na Real que ainda fantasia com esposinhas... ainda está mergulhado na famosa matrix, por mais que saiba da existência da mesma.

Citação:Vendo os seus posts que falou sobre sua namorada no Brasil , acredito ter sido um erro deixa-la para trás , talvez teria sido a mulher que completaria sua vida mais ainda.






Tu não conheceu minha ex, rapaz. A mulher era uma delícia, tinha a buceta mais linda que já vi na vida. Mas era um purgante e era arrogante pra caralho. Eu senti muita falta dela depois de meter o pé nela, mas não foi pela personalidade dela, foi por poder comê-la de todas as formas possíveis, de dormir junto, etc. Mas já passou a saudade, longos meses atrás, nada que comer umas universitárias novinhas não resolva.


Eu serei dessa turma aqui, dos tiozões top gear:

[Image: V5ciKOf.jpg]

[Image: rIL6w38.jpg]

[Image: Q4aGAgg.jpg]

[Image: gz6mBQu.jpg]

[Image: KXvJGYD.jpg]

[Image: qSbKiNN.jpg]

[Image: oKufecq.jpg]

[Image: 73t5kdw.jpg]

[Image: JfE829r.jpg]



Nem se tivesse uma lei de sharia só pra brancos lá nos EUA, com a mulherada totalmente sob controle, eu iria me meter com casamento. A liberdade de fazer o que quiser na hora que quiser, sem ter que pedir permissão pra ninguém, é algo que não tem preço, que buceta nenhuma vale.



@ThegodFather



Spoiler Revelar
Pra mim o pilar pra se obter sucesso é ter um objetivo definido do que você quer. Algo bem específico e detalhado, não apenas o famoso: "ah quero ser rico e comer muito cu e buceta". Não, tem que ser algo bem específico.


E existem N formas de se atingir o sucesso, não existe receita de bolo. Aliás, primeiro você tem que definir o que é sucesso pra você. Porque a definição de sucesso vária de pessoa pra pessoa. É igual beleza. E depois de definir o que é sucesso, você define o objetivo e começa a subir os degraus.


O que é sucesso pra você? Defina sucesso na sua visão.



@Bean

 
Spoiler Revelar
Cidadão diz que é meu fã e depois fala que eu preciso casar. Será que é minha mãe que descobriu o fórum? Yaoming 


@Melancton


Spoiler Revelar
Valeu por disponibilizar essa lista ai, dá pro outro confrade se localizar melhor nas besteiras que eu falo. Quem conseguir entender o conceito de ser low profile, já vai estar muito à frente de qualquer tipo de competição nesse país aqui.

Eu to entendendo o seu ponto de vista Rover , cada um é cada um mesmo. Eu também tenho ressalvas sobre o casamento.

Mas falo principalmente sobre filhos, você não quer ter filhos ? Muitos homens que não pensavam em ter filhos , relatam que depois que tiveram  , nada se tornou mais importante para eles.

Não sei se ja leu a história do Arnold , ele é um exemplo se tratando de desenvolvimento em todas as áreas e ele se casou com 30 anos eu acho , viveu 25 anos com a mulher , teve filhos , formou uma familia grande. E disse no final que um dos maiores arrependimentos da vida dele foi ter traído ela , que resultou no fim do casamento. Eu acho que dá sim para o cara conciliar as duas coisas , desde que o cara seja centrado , como vejo que você é. Os maiores Coachings do mundo também dizem isso , que se você deixar alguma área para trás , no final vai sentir que ira faltar alguma coisa.

Enfim , respeito sua opnião , não posso fazer mais argumentos sobre esse assunto porque tenho menos vivência que você , então seja feliz .

E eu também não sabia sobre essa parte da sua namorada aGargalhada , só lembro que você disse que ela muito boa e seria uma pena deixa-la
TUDO OQUE TE RESTA É O DESENVOLVIMENTO PESSOAL!


Responda-o
#30
Olá Rover

Que satisfação receber notícias suas. Semana passada, estava lembrando do seu blog e pensando justamente em como você estava se saindo nos EUA.

Era frequentador assíduo do seu blog! Logava com outro nick .... eu era pesquisador na área de renováveis. Minha situação tomou uma virada que foi phoda, até ameaças de acabarem com minha carreira e me botarem na prisão eu recebi caso não entregasse o "pulo do gato" para um PhDeus de uma Federal. Tive meu trabalho sabotado e uma 'colega" me furtou mais de 10 mil reais em reagentes ... mas eu era o cara ruim e paranóico !

Estou na luta para tocar meu trabalho nos EUA! Tentei na Europa, mas como não sou jihadista não sirvo ..... Canadá com o Justin não rola!

Espero, de coração, que você volte a postar .... seus textos eram inspiradores e aposto que salvaram algumas vidas !

Sucesso!

Chum
Responda-o
#31
Seja bem-vindo novamente, Rover.

Muito bom ler seus relatos sempre cheios de detalhes interessantes sobre variados assuntos. Legal demais ver um cara se dar bem desse jeito e viver a vida que escolheu pra si com convicção, o que geralmente falta pra essa gurizada. Convicção hoje em dia tá fazendo muita falta.

Você tá lembrando muito o Will, aquele americano do relato da ex-namorada que achava que ele era um pobretão...Gargalhada.

Os seus textos mudaram muitos aspectos da minha vida. Pode ter certeza que é um dos exemplos a serem seguidos aqui na Real.

Me colocando no seu lugar, na sua idade e com o seu patrimônio, dificilmente me casaria também.

P.s.: vendeu seus BTC's naquela saudosa alta de nov/17? Yaoming
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#32
Feliz em saber que está dando certo na terra do Tio Sam, Rover. Seu blog era um dos poucos que eu acompanhava, fazia até comentários de vez em quando lá, publiquei teu artigo sobre usar as regras do jogo a seu favor no fórum do búfalo etc
Sucesso e se possível, volte sempre com relatos fodas como esse.
Esforça-te, pois, e sê homem. (1 Reis 2.2)

Responda-o
#33
É muito bom e gratificante ver após praticamente um ano sem entrar que muita gente continua se desenvolvendo.
Parabéns cara.
Suas atitudes são um exemplo.
No longo prazo a linguagem e a propaganda possui muito mais força do que as armas.

A mulher é a maior fábrica de cafajestes do mundo.
Responda-o
#34
Parabéns pelo relato, irmão.

Fiquei emocionado aqui, de verdade.

Onde você mora é justamente tudo que sempre sonhei. Areas montanhosas, hobbys viris como tiro, acampamento e pesca, jogos universitários, povo conservador.

Muito irado!

Ah.. e qual time você torce aí na NFL? Gargalhada

Abs!!
Responda-o
#35
Rover- quando tu teve certeza que não queria esposa e filhos?Pergunto isso porque vc realmente mostra muita convicção.Abraço.
Responda-o
#36
Inspirador, 2019 será meu ano..
Responda-o
#37
@gRILO



Spoiler Revelar
Veja só, eu não sei quantos anos vc tem, mas provavelmente tem entre 20 e 25, talvez até menos, já que a maioria dos usuários do forum estão nessa faixa etária.


Por ser mais jovem talvez vc ainda não tenha tido a oportunidade de ter um relacionamento de mais de 3 anos com a mesma pessoa depois dos 20 anos de idade. Antes disso não conta porque você ainda não é totalmente adulto, é adolescente. Nessa fase é muito comum dinheiro, morar sozinho e pagar as próprias contas não estar em jogo. E isso tudo faz diferença no relacionamento entre adultos e adolescentes.


Mas eu vou descrever pra vc ter uma ideia e vou descrever usando esse relacionamento de 4 anos e pouco com a atual ex.


No começo é tudo maravilhoso. Você é absolutamente tarado por ela e ela por você. Morando sozinho, você passa as vezes fins de semanas inteiro metendo. Tinha fim de semana que eu comia ela umas 7, 8 vezes no sábado, depois tomava banho junto e dava uma trapada no chuveiro, cozinhava alguma coisa pra comer (pelado) e ia assistir um filme ou série, pelados no sofá, ela com minha rola na mão e eu com a mão na buceta dela. Depois a mesma coisa no domingo. Basicamente 48 horas pelado dentro de casa, sem estar vestido um único minuto, com uma média de 10 a 15 trepadas, muita esfregação, muito beijo e bolinação. Chegava podre no trabalho na segunda feira. Meus funcionários chegavam até perguntar algumas vezes se eu tinha ido viajar no fds, porque aparentava estar cansado.


Ah sim, essas putarias aconteciam quando íamos viajar também. As vezes até em local publico. Até dentro de avião ganhei punhetinha.


Quero deixar bem explicito pra você ter uma ideia, se é que já não tem.


Esse clima de lua de mel, putaria total, durou mais ou menos um ano e meio. No ano e meio seguinte o sexo ainda continuava excelente mas já era uma coisa mais de casalzinho apaixonado. Dá uma trepadinha devagar agora, uma meia horinha de carinho. Talvez uma rapidinha depois antes de ir dormir. Nessa fase eu e ela já não dividíamos o chuveiro todas as vezes, já não ficávamos pelados o tempo todo no meu apartamento nem no dela, etc.


Durante esses 3 anos, mesmo conhecendo a Real e já ter a ideia de não casar na cabeça, eu olhava pra ela e sentia ainda uma paixão, talvez até amor genuíno. Era fácil, porque ela era bonita e me dava carinho. E gostar de/amar mulher bonita e carinhosa é fácil. Se apegar é fácil numa situação dessas. É a famigerada matrix.


Mas assim como todo mundo, ela tinha defeitos (e eu tbm tenho, muitos). Por ela ter a profissão dela, que é legal, paga bem, etc, ela sempre foi uma pessoa arrogante. A coisa boa disso é que nós sempre dividimos as contas de restaurante, viagens, etc. Ela fazia questão. Mas ela, por exemplo, sempre discutia comigo pra que eu comprasse um carro melhor pq tinha vergonha do Fiestinha. Eu explicava pra ela que o carro funcionava direito e não atraia bandido, mas ela não aceitava. Então as vezes, quando saíamos, íamos no carro dela, comigo dirigindo. Depois de uma discussão. Tudo bem ela é mulher e gosta de ostentar e eu gosto de ficar na minha. Isso causou muitas brigas. Ela era ciumenta também, tinha ciúmes onde não era pra ter. Uma vez ficamos uma semana sem se falar pq numa churrascaria a garçonete sorria pra mim quando nos atendia, sorria pra ela também. E cruzou comigo quando eu estava saindo do banheiro e me perguntou sorrindo se estávamos sendo bem atendidos, se precisava de mais alguma coisa. Tudo isso com minha ex vendo à distancia e não ouvindo o dialogo. Ela pensou que eu tava paquerando a mulé. Olha só que B.O..


Então do começo do terceiro ano até o fim do namoro (isso deu uns, sei lá, 15 meses) eu continuei com ela por conveniência. A conveniência que muitos homens namorando e homens casados acabam caindo mesmo sem estar felizes no relacionamento. Mesmo sem estar "amando" a parceira. Por ela ser bonita, rosto bonito, corpinho mignom, eu aturei. Porque eu já estava acostumado a lidar com os estresses dela, apesar de me deixar puto da vida. Aturei porque nossas famílias se conhecem à quase 40 anos.


E é claro, a conveniência do sexo, que é o principal. Com ela eu podia beijar na boca, chupar buceta e cu sem preocupação. Podia gozar na cara dela, na boca, nos peitos, até na buceta, porque tínhamos um trato dela não engravidar (e isso ia prejudicar a carreira dela tbm). Estava acostumado com a intimidade de dormir com ela (dormir mesmo, não foder). Por mais que você esteja comendo putas de luxo estilo mclass (como fiquei anos fazendo antes dela/depois do relacionamento anterior à ela), você não tem intimidade com a puta, não vai beijar puta na boca, não vai chupar cu e buceta de puta, etc. Não tem como. E querendo ou não, isso é um sexo feito pela metade.


O que eu quero dizer pra você, é que depois de 2, 3 anos de namoro, aquele amor, paixão, ou seja lá qual nome podemos usar, some cara. E fica a conveniência. Mas acaba chegando uma hora que até a conveniência começa a pesar. E isso com uma mulher que era fiel, tem classe e tem o dinheiro dela, apesar de que ela queria ter o meu também, apesar de nunca ter admitido. Já imaginou um relacionamento com uma vileira bem rodada, interesseira pra caralho ou com uma mulher com tendências feministas? Já pensou o inferno que seria? Ou uma M$ol? Por isso que todo dia tem notícia de que nego matou a mulher ou namorada.


Veja só como são as coisas. A família dela é daqui da rua, afinal crescemos meio que perto um do outro. Minha mãe já me contou as fofocas sobre ela. Disse que ela já andou namorando uns 4 ou 5 caras nesse espaço de um ano que separamos. Não deu certo com nenhum. E eu sei porque nenhum dos caras deu certo, pq eu conheci bem a peça depois de 4 anos junto.


Ela pode até pegar os caras, mas não vai entrar em relacionamento com alguém que tenha menos que ela. E sim, estou falando de grana. E também não vai suportar ninguém abaixo dela intelectualmente. Por enquanto ela pode ser exigente assim, por causa da aparência. Mas com 32 anos nas costas, logo essa aparência vai embora. E ai? Ai ela vai ter que pegar um cara que ela não vai estar totalmente satisfeita e vai ser uma esposa de merda. Que vai tornar a vida de algum infeliz um inferno.


Eu pensei muito se eu queria arrastar essa mulher pros EUA comigo e casar com ela. E vi que tomei a decisão certa. Imagina casar com ela pela conveniência que citei, e daqui uns 4 ou 5 anos ela vira uma baleia? Sim, todo mundo envelhece e fica feio, vai acontecer comigo também. Mas quando você está suportando um relacionamento só com base nisso, a coisa toda vira um castelo de cartas. E ai casado mermão, a mulher vira tua dona e dona de tudo que você tem. Ai já era. Estamos no ocidente, elas mandam agora. E nos EUA a competição é acirrada cara. Lá tem muito cara com grana, com nível intelectual alto e bonitos. Teria um risco de chifre também como citei no relato.


Você citou o Arnold Schwarzenegger. Eu gosto do cara também. Mas ele é um ponto extremamente fora da curva. E não serve de exemplo pra nós nesse assunto. Ele é uma celebridade mundial, é uma elite que nenhum brasileiro chega perto de ser, nem o Neymar. É claro que ele ia casar com a sobrinha do JFK e fazer um monte de filho nela. Ele é elite. Só que você não citou o principal. O Arnold tem mais de 70 anos. Ele é mais velho que meu pai. Ele é de uma geração que podia construir família. Uma geração que não teve rede social. Uma geração que não teve feminazismo viral, metoo, tudo quando é tipo de DST. Mulherada mais rodada que catraca de rodoviária já antes dos 20. Etc, etc, etc.


No mundo da geração do Xuasnégue, eu com 35 anos, teria uma esposa e talvez dois filhos, um com 10 e outro com alguma coisa perto disso. Talvez até mais filhos. Assim como aconteceu com meus pais.


Mas isso já passou cara, acabou. Os homens que casarem hoje vão por filhos no mundo mas vão deixar de viver suas vidas integralmente. E esses filhos vão sofrer com esse mundo que vem chegando agora nos próximos 30, 40 anos. Seja lá quem projetou esse feminismo 4th wave e essa imigração desenfreada de islâmicos e africanos, já fez pensando em acabar com a familia e com a população branca dos países desenvolvidos do ocidente. Não sei se foram os illuminati, os Rothchilds, os reptilianos, os annunakis, os sauditas, os sionistas, o pessoal do plano Kalergi, etc. Não sei. Mas funcionou. A instituição do casamento está arruinada para o homem do ocidente, especialmente para os homens brancos. Acabou. É um genocídio lento e quieto que ocorre. Eu estou vendo a situação lá nos EUA em primeira mão. Aqui no Brasil ainda ocorre de maneira mais lenta pq esse aqui é um país pobre e mulher é utilitarista, elas ainda precisam de nós aqui. Mas lá não é mais assim.


Agora quanto a ter filhos, eu até gostaria de ser pai de um menino. Ensinar pra ele as coisas que eu aprendi. Mas veja minha situação. Como vou ter um filho sem ter mãe? Barriga de aluguel? Não quero uma coisa dessas. Primeiro porque custa caro, pode dar merda. E criar uma criança sem uma figura materna e paterna, aumenta as chances de dar merda. Da criança crescer e se tornar um degenerado.


Mesmo que eu quisesse ter um filho, eu praticamente não paro em casa. Eu não consigo nem ter um cachorro no momento por esse motivo, quem dirá uma criança. Pra funcionar nessa situação, eu precisaria ser casado com uma mulher que fosse dona de casa e fizesse esse papel tradicional. Mas... current year (como diz o Justin Bicheau).


E adotar também não tem como. Primeiro que se eu tiver um filho, quero que seja meu e não de outra pessoa. Respeito as pessoas que adotam e dão chances pra crianças que não tem família, mas isso não é pra mim. E segundo que eu não tenho tempo. E nem fudendo que o estado vai dar uma criança pra um cara solteiro da minha idade. Então... nada de filhos pra mim.


O bom é que estou feliz com a situação em que estou e não me sinto solitário. Eu aprendi a navegar sozinho pela vida. A única coisa que prezo é minha família. Sei que meus pais vão embora em breve, mas ainda tenho meus irmãos.


Se você pretende se casar, eu te desejo sorte e sucesso. Mas lembre-se que atingir IF casado e poder ter liberdade de ir e vir pra desenvolver sua pessoa, fica duas, três, quatro vezes mais difícil. Sua escolha. Como dizem lá nos EUA: You've made your bed, now lie in it.


E então é isso cara. Baita parede de texto digassi di passagi, mas acho que expliquei bem minha opinião.

Abs



@ChumLee


Spoiler Revelar
Fala cara, me desculpe por não lembrar o seu nome, mas me lembro que você acompanhava a página do blog no Foicebook. Rapaz, faz tempo que você está passando perrengue na sua universidade hein. Corpo docente de universidade geralmente tem muita treta, na minha tinha, inclusive envolvendo politica. Agora roubar pesquisa e neguinho fazendo blackmail é foda hein, isso já passou da falta de ética pra crime. Ambiente filho da puta de tóxico.

Tente mesmo ir pros EUA cara, apesar de que o ambiente universitário por lá não anda dos melhores também. Se puder escolhe bem o lugar que vai cair. Porque se tu cair numa Berkeley da vida, se fodeu também.

Obrigado pelas palavras e sucesso


Abs


@Trglodita



Spoiler Revelar
Fala cara, bom estar de volta dando uma olhada por aqui também. Já que eu não consigo dormir direito de noite e de manhã as coisas andam devagar por aqui, dá tempo de olhar o fórum.


Eu não lembro da historia desse Will que vc citou. Se tiver um link ai, coloca pra nós depois se for possível.


Obrigado pelas palavras e o assunto de casamento ainda é tabu, mesmo aqui dentro da Real. Abram os olhos rapaziada.

Citação:P.s.: vendeu seus BTC's naquela saudosa alta de nov/17?  

Pqp nem me lembra daquilo man. Eu tava todo felizão pensando "pqp minhas moedas tão valendo $190k no momento, final de 2019 vão valer $50k cada e terei meio milhão de trumps na carteira, ai vou passar o esquema pra frente".

[Image: giphy.gif]

Parece que caímos do cavalo. aauhahuahuahua

Negócio é deixar as 10 moedinhas que tenho, e comprei por 200 e poucos dólares cada em 2015, lá e esperar subir de preço de novo. Ainda to no lucro no momento.

Abs



@Mente


Spoiler Revelar
Fala Mente, quanto tempo.


Obrigado cara, fico feliz que as coisas que escrevo aqui ajudem a molecada que tá chegando agora. Assim como me ajudou no passado.

Sucesso

Abs


@SteveMcQueen


Spoiler Revelar
Fala Michael Delaney (um dos meus filmes favoritos).

Realmente rapaz, nesse ano que passou lá nos EUA, a vida mudou muito pra mim. Muita água passou embaixo da ponte. E espero que tenha melhorado pros confrades aqui também.

O negócio é nunca parar de aprender e se melhorar.

Abs


@Patrulheiro



Spoiler Revelar
Fala Patrulha

I'm living the dream, como dizem. O dia que consegui acender minha primeira fogueira com um flint and steel, sem usar fósforos, foi muito doido (penei pra conseguir). Acampar no meio da floresta, ir pescar, limpar o peixe e fritar na fogueira. Eu to vivo cara. Viver lá é viver, não é sobreviver. Cidade grande nunca mais. Aqui em SP esses dias, já tá me dando desespero.

Olha, eu meio que perdi o tesão pela NFL, depois daquela putaria dos negão ajoelhar no hino. Baita canalhice. Mas de vez em quando assisto jogos quando os vizinhos convidam, vou mais por eles do que pelos jogos em si. Eu meio que gosto/gostava dos Packers e dos Seahawks. O único esporte que continuo acompanhando assiduamente é Formula 1, que também anda um saco.

Abs



@Viking


Spoiler Revelar
Fala Viking. Acho que a resposta que dei pro gRILO ali em cima, vai te responder essa questão.

Abs


@FuturoAlguem


Spoiler Revelar
Tomara cara. Te desejo sucesso

Abs




Acho que o artigo que eu ia postar fica pra amanhã. Tomou tempo demais responder as perguntas ai.
Responda-o
#38
Spoiler Revelar
@Trglodita

Fala cara, bom estar de volta dando uma olhada por aqui também. Já que eu não consigo dormir direito de noite e de manhã as coisas andam devagar por aqui, dá tempo de olhar o fórum.


Eu não lembro da historia desse Will que vc citou. Se tiver um link ai, coloca pra nós depois se for possível.


Obrigado pelas palavras e o assunto de casamento ainda é tabu, mesmo aqui dentro da Real. Abram os olhos rapaziada.

Citação:P.s.: vendeu seus BTC's naquela saudosa alta de nov/17?  

Pqp nem me lembra daquilo man. Eu tava todo felizão pensando "pqp minhas moedas tão valendo $190k no momento, final de 2019 vão valer $50k cada e terei meio milhão de trumps na carteira, ai vou passar o esquema pra frente".

[Image: giphy.gif]

Parece que caímos do cavalo. aauhahuahuahua

Negócio é deixar as 10 moedinhas que tenho, e comprei por 200 e poucos dólares cada em 2015, lá e esperar subir de preço de novo. Ainda to no lucro no momento.

Abs

https://legadorealista.net/forum/showthr...light=cara

Este tópico, Rover!

Sobre as moedinhas, eu e mais alguns confrades como o @Bean e o @Libertador tivemos emoções fortes no fim de 2017 e ganhamos dinheiro o suficiente pra comprar um carro, mas também pensávamos em fazer a vida com elas, aí veio a queda e PLAU.... Yaoming

Agora só nos resta...

[Image: tenor.gif?itemid=5506990]
Spoiler Revelar
"Facts don't care about your fellings!"

Responda-o
#39
@Mr. Rover porra Rover !! Enriquecedor seu texto sobre o casamento , falou tudo aí . Valeria até um tópico sobre isso .

Sobre minha idade , vc quase acertou rs , tenho 22 , já tive alguns relacionamentos
E entendi bem oque vc quis dizer com conveniência .

Entendi também em relação ào conflito de épocas do Arnold e atualmente .
E fico feliz por você não se arrepender de suas decisões , ver agora que foi o certo a se fazer

Mas diz aí , será que a ex não vai te procurar quando souber que vc tá aqui ?
Falando sobre ela , meu pai sempre diz que quando uma mulher namora um cara com poder de barganha maior que o dela
Ela nunca mais vai se contentar com outro com poder menor. E você citou isso , provando ser uma verdade
TUDO OQUE TE RESTA É O DESENVOLVIMENTO PESSOAL!


Responda-o
#40
Bacana a empreitada e o desenvolvimento. Levando em consideração as dificuldades, gastos, conhecimento e outros fatores, não é uma decisão tão fácil de tomar e arriscar (tudo na vida é um risco). 

Ao longo dessa experiência, o que teria feito diferente? Qual a lição de vida aprendida? Pratica algum esporte por aí?
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 2 Visitante(s)