Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[DEBATE] Dar o fora do Brasil
#61
O problema é que os americanos querem 500 mil obamas de investimentos para da o visto permanente .


Eu tenho tudo já para requerer meu visto permanente só falta apenas eu arrumar 500 mil dólares.

Enviado de meu XT1069 usando Tapatalk
Responda-o
#62
Finalmente tenho acesso ao tópico do aeroporto e vou postar aqui o que descobri sobre emigrar para a Nova Zelândia. Já tinha colocado em outro tópico, mas este é o correto, então vou repostar, com imagens e algumas leves correções.

[Image: aviao_decolando_650.jpg]
 

A situação econômica do país é excelente, está entre os primeiros em liberdade econômica, é o terceiro no ranking da Heritage, só perde para Hong Kong e Singapura. Não pesquisei sobre isto, mas disseram ser facílimo abrir uma empresa por lá. O país é o sétimo no ranking de IDH e a taxa de homicídios, em 2009, foi de 0,9 por cem mil habitantes. O governo é um monarquia constitucional (que curiosamente não possui constituição própria), onde quem governa é o primeiro ministro e seu gabinete, que podem ser cassados tanto pelo parlamento, quanto pelo monarca, embora os poderes da coroa sejam previstos em raras situações. O território neozelandês está entre os maisbonitos do mundo, tendo sido o cenário para todos os filmes do Senhor dos Anéis, e é um destino óbvio para os praticantes de esportes radicais.
 

Prédios do parlamento, na cidade de Wellington:
[Image: DSC05189.jpg]
 
Atores de Senhor dos Anéis despedindo-se no aeroporto, também na cidade de Wellington:
 
[Image: RCD-180-ps.jpg]
 

Para poder trabalhar lá, é preciso um visto que permita. De forma geral, os vistos que permitem trabalhar são o de trabalho nas férias (working holiday), o de estudo, que permite trabalhar 20hs por semana, e o de trabalho, que permite trabalhar livremente, além do visto de residência permanente, mas que vc só conseguirá se já estiver trabalhando com um visto de trabalho. 

Vou escrever aqui o caminho mais fácil para emigrar, na minha opinião. 

Primeiro de tudo, possuir um curso superior que não precise de licença do governo para atuar, algum na área de TI seria excelente. Mas se, por exemplo, vc for formado em engenharia, que necessita de uma licença, precisará complementar lá sua graduação com o que é ensinado na faculdade neozelandesa, o que fará vc gastar muito mais tempo e dinheiro para exercer sua profissão. 

Segundo, possuir inglês avançado, não só porque isso economizará tempo e dinheiro na Nova Zelândia, mas também porque você precisará de uma nota mínima em teste de proficiência (IELTS é o mais comum) para fazer umcurso de graduação de curta duração, um curso de 1 ano, o mais rápido, essencial neste caminho que estou apresentando. O inglês, além disso, irá facilitar muito para encontrar um emprego de 20hs. 
 
Terceiro, juntar de 23.000 NZD a 42.000 NZD. Esse valor inclui 15.000 NZD para apresentar na imigração, esse seria o dinheiro para você sustentar-se por 1 ano, pela imigração vc precisa ter 1.250 NZD por mês. O resto é para pagar o valor do curso de graduação com duração de um ano, que pode variar de 8.000 NZD a 27.000 NZD. O valorvaria tanto porque existem faculdades mais renomadas e outras menos, existem cursos muito específicos, com poucaoferta, e outros bem genéricos e comuns, como bussiness. Esse curso de graduação no sistema educacional neozelandês chama se Diploma e está no level 7, você tem que fazer um curso com esse level, no mínimo, se quiser conseguir um visto de trabalho após terminá-lo.
 
Universidade de Auckland:
[Image: campus.jpg]


Se vc for pagar algum curso de inglês, é preferível pagar à vista, para conseguir algum desconto, então junte 1.000 NZD por mês de curso. Uma duração para o curso, que penso como razoável, são 5 meses com 10 horas por semana, mas o tempo do curso depende muito do seu nível de inglês. Os valores na terra do kiwi são pagos por semana, o que, para o curso de inglês, dariam 250 NZD por semana. Pagando o curso à vista, vc poderá guardar todo o dinheiro que ganhar no trabalho de 20hs.

O salário mínimo na Nova Zelândia atualmente é de 14,25 NZD por hora. Com esse salário, num trabalho de 20hs por semana, vc ganharia 285 NZD por semana, que dariam 1.140 NZD por mês.

Kiwi marrom:
[Image: 120047DSC_0109.jpg]

 
Dólar neozelandês:
[Image: NZD_800x533_L_1412683150.jpg]
 

Após o curso de graduação level 7 você poderá pedir um visto de trabalho com duração de 1 ano. Mas atenção, o governo neozelandês olhará suas notas e presença na aula, se você fez o curso nas coxas, eles podem negar seu visto. Eles também olharão sua formação toda, incluída a brasileira, para ver se vc conseguirá encontrar emprego, sevocê fez um curso superior no Brasil que precisa de alguma permissão na Nova Zelândia, eles considerarão ele inútil na hora de avaliar e poderão negar seu visto, pois vc dificilmente conseguirá emprego muito melhor do que o feito por qualquer um sem formação, já que sua única qualificação será o Diploma com duração de 1 ano. 

Após terminar o prazo do visto, você poderá estende-lo por até 2 anos, desde que você apresente um contrato de trabalho com seu empregador por esse período. Para pedir a residência permanente é usado um sistema de pontos que conta sua profissão, local de trabalho, tempo no país e outras coisas. Mas com 2 ou 3 anos de trabalho qualificado é muito difícil não concederem a residência. Com 5 anos de residência permanente poderá entrar com o pedido de cidadania.

Ponte Claudelands, na cidade de Hamilton, onde existe um dos maiores festivais de balões do mundo:
[Image: 800px-Claudlands_Bridge%2C_Hamilton%2C_W...l_2008.jpg]
 
Waikato festival, em Hamilton:
[Image: balloons-over-waikato-festival.webp?heig...CEEED79DD0]
 
A Nova Zelândia faz parte da Commonwealth, uma organização de diversos países que faziam parte do Império Britânico. Um cidadão de um desses países tem facilidade de acesso a todos os outros membros, que incluem, entre 53 países: Inglaterra, Austrália, Canadá, Bahamas, África do sul e Maurícias.
Responda-o
#63
Eu não recomendo a Itália, meu antigo chefe era de lá e me relatou que a política lá é bem aos moldes do Brasil e que tem umas leis absurdas do tipo você ser obrigado a sustentar teu filho para o resto da vida, mesmo se ele for vagabundo.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#64
- Valeu confra. Estas informações serão bastante uteis. 

- Percebi que são muitas exigências. Acho que até mais rigoroso do que ir para EUA.

- Nova Zelândia: Pais sério, é outra coisa.

- Uma cidade que gostaria de trabalhar e manter residência seria Dunedin na ilha sul. Eu acho este país mais isolado geograficamente no mundo. Fica longe de tudo, menos da Austrália. 

- Grato pelas informações.
Responda-o
#65
Só terei certeza se quero ou não morar fora o dia que eu visitar um país estrangeiro e me adaptar ao estilo de vida de lá, não quer ter como motivo um sonho,uma possibilidade, uma expectativa e sim uma opinião formada e concreta.

Acredito que tem muita gente que quis mudar e quando foi para o local não se adaptou a comida, clima, cultura e quis voltar, assim como tem gente que ficou com o papinho de amar o Brasil e só por passar uma temporada lá fora queria morar no exterior para sempre e quando voltou ficou "deprimido".

Quando eu fiquei ausente do MR procurando informações sobre inglês encontrei vlogs de pessoas que moram fora (EUA, Itália, Portugal) e ai sim fiquei com vontade de largar o Brasil, se eu nunca conhecesse esse fórum e as opiniões dos confrades eu nunca teria pensado nessa possibilidade. Ainda mais por ver a verdade sobre preços, cultura, estilo de vida, vi que eu tenho um jeito no qual me encaixaria mais lá fora, não sou festeiro, sou introvertido como muitos o problema seria qualificação e língua.

Acredito que a maioria aqui por não ser Hue se daria muito bem lá fora e colheriam mais frutos do que colhe aqui trabalhando igual ou menos.
Responda-o
#66
(30-10-2015, 09:09 PM)Aragons Escreveu: Pare de viajar na maionese Major
Lula brincou ao falar que era muçulmano com o intuito de não responder as perguntas que lhe estavam sendo feitas. Essa imagem é montagem, olha só a mão dele.

Pare de ler sobre política que isso está te prejudicando.

Então tá, é viagem minha e não tem relação nenhuma com aquela notícia que eu postei antes (http://legadorealista.net/forum/showthread.php?tid=504), ou o fato do PT apoiar aquele ditador Sírio (http://turmadochapeu.com.br/siria-aecio-brasil/) ou deles ficarem do lado dos palestinos e contra Israel na questão palestina (http://www.ptnacamara.org.br/index.php/c...to-europeu ), é tudo coincidência e não tem nada de mais, o Lulinha falou aquilo por puro acaso, foi só uma brincadeira inocente da parte dele, sem nenhuma indireta ou sentido por trás. A foto do site era meramente ilustrativa, isso não tira a credibilidade da notícia. Nem vou falar mais nada porque pra mim já deu...
O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.
Responda-o
#67
(03-11-2015, 08:06 PM)DiamanteNegro Escreveu: - Valeu confra. Estas informações serão bastante uteis. 

- Percebi que são muitas exigências. Acho que até mais rigoroso do que ir para EUA.

- Nova Zelândia: Pais sério, é outra coisa.

- Uma cidade que gostaria de trabalhar e manter residência seria Dunedin na ilha sul. Eu acho este país mais isolado geograficamente no mundo. Fica longe de tudo, menos da Austrália. 

- Grato pelas informações

O caminho que relatei pode ter algumas exigências, mas não depende de sorte. O caminho mais rápido seria ser encaminhado por uma empresa de lá como contratado para a imigração, assim vc entraria no país já com visto de trabalho, contudo esse caminho depende muito da sorte, ainda mais que a empresa tem que comprovar que procurou pessoas da Nova Zelândia e não achou de jeito nenhum.

Para mim, isolamento do país não tem muita importância. Tem que haver um equilíbrio com qualidade de vida. O isolamento da Nova Zelândia leva a alguns problemas, como o preço alto das carnes vermelhas e frutas, e que não tem o mesmo gosto daqui, por não chegarem frescos. A parte boa do isolamento é a pouca influência dos movimentos globalistas, que buscam sempre subverter a tradição conservadora local, como a ONU, o califado islâmico ou socialismo russo-chinês. Embora, no caso da Nova Zelândia, a influência inglesa garanta algum sucesso da ONU no país. 

Eu acho que existem países mais isolados, tem ilhas na Oceania que possuem somente uma linha aérea de acesso. Mas em termos de isolamento e qualidade de vida, a NZ deve ser a primeira.

Não conhecia Dunedin, mas parece ser bem pacata e, ao mesmo tempo, ter algumas comodidades da vida em uma cidade grande, além do belo contato com a natureza típica do país.
Responda-o
#68
(04-11-2015, 12:20 AM)AndreSantos Escreveu: Só terei certeza se quero ou não morar fora o dia que eu visitar um país estrangeiro e me adaptar ao estilo de vida de lá, não quer ter como motivo um sonho,uma possibilidade, uma expectativa e sim uma opinião formada e concreta.

Acredito que tem muita gente que quis mudar e quando foi para o local não se adaptou a comida, clima, cultura e quis voltar, assim como tem gente que ficou com o papinho de amar o Brasil e só por passar uma temporada lá fora queria morar no exterior para sempre e quando voltou ficou "deprimido".

Quando eu fiquei ausente do MR procurando informações sobre inglês encontrei vlogs de pessoas que moram fora (EUA, Itália, Portugal) e ai sim fiquei com vontade de largar o Brasil, se eu nunca conhecesse esse fórum e as opiniões dos confrades eu nunca teria pensado nessa possibilidade. Ainda mais por ver a verdade sobre preços, cultura, estilo de vida, vi que eu tenho um jeito no qual me encaixaria mais lá fora, não sou festeiro, sou introvertido como muitos o problema seria qualificação e língua.

Acredito que a maioria aqui por não ser Hue se daria muito bem lá fora e colheriam mais frutos do que colhe aqui trabalhando igual ou menos.

Esse é o esquema confrade. Veja o exemplo dado pelo outro confrade ali sobre a Nova Zelândia. É um país fantástico e estou pensando seriamente a começar estudar os meios de imigração dele. Vejo muita gente falando da Austrália também. Tem um blogueiro parceiro do meu blog que esteve recentemente viajando por Austrália e NZ e só disse coisas positivas de lá também.

Mas... como vc citou no seu comentário, tbm tenho a mesma visão que vc. Eu só vou começar a considerar seriamente a ir para um país desses, na hora que eu visitá-lo e ver com meus próprios olhos como funcionam e são as coisas. 

Eu, por muito tempo, tive EUA, Canadá e Suíça na minha mira, mas esses são países que já conheço, que já pude avaliar pessoalmente. Austrália e principalmente NZ são dois lugares que não tive o prazer de visitar, mas me deixam intrigado. Então é sempre bom ir devagar. Mudar de país definitivamente é um passo muito grande e importante na vida de qualquer um. Requer planejamento.
Responda-o
#69
O problema de Austrália e Nova Zelandia é que eles ficam longe daqui do BR.

Para quem tem familia aqui pode ser um problema.
Responda-o
#70
http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/p...canadense/
Responda-o
#71
(04-11-2015, 10:46 AM)Major Lobo Honrado Escreveu:
(30-10-2015, 09:09 PM)Aragons Escreveu: Pare de viajar na maionese Major
Lula brincou ao falar que era muçulmano com o intuito de não responder as perguntas que lhe estavam sendo feitas. Essa imagem é montagem, olha só a mão dele.

Pare de ler sobre política que isso está te prejudicando.

Então tá, é viagem minha e não tem relação nenhuma com aquela notícia que eu postei antes (http://legadorealista.net/forum/showthread.php?tid=504), ou o fato do PT apoiar aquele ditador Sírio (http://turmadochapeu.com.br/siria-aecio-brasil/) ou deles ficarem do lado dos palestinos e contra Israel na questão palestina (http://www.ptnacamara.org.br/index.php/c...to-europeu ), é tudo coincidência e não tem nada de mais, o Lulinha falou aquilo por puro acaso, foi só uma brincadeira inocente da parte dele, sem nenhuma indireta ou sentido por trás. A foto do site era meramente ilustrativa, isso não tira a credibilidade da notícia. Nem vou falar mais nada porque pra mim já deu...

Desculpem insistir neste assunto, mas vejam só este trecho da matéria sobre a posição do PT a respeito do islamismo:

Citação:Em uma publicação da campanha “Eu Também Sou Imigrante”, a legenda dizia que “Imigrantes de todas as partes do mundo ajudaram a construir nosso país”, ao lado da foto de uma senhora de 67 anos que é neta de espanhóis e portugueses.
Nos comentários, o internauta Heder Duarte ponderou que “imigrantes pacíficos são bem-vindos, já os jihadistas devem ser bloqueados de entrar no Brasil”, expressando sua preocupação com uma das estratégias mais ousadas do Estado Islâmico, que tem enviado terroristas à Europa disfarçados de imigrantes para criar células terroristas e perseguir cristãos.
A resposta da equipe comandada pelo ministro José Eduardo Cardozo (PT) foi tão desastrosa que um print screen tornou-se viral. “Temos que desconstruir alguns conceitos […] Os jihadistas, assim como qualquer outro povo, de qualquer outra origem, vêm ao Brasil para trazer mais progresso ao nosso país e merecem respeito”, disse o responsável pelo Ministério da Justiça no Facebook, demonstrando que a proposta feita pela presidente Dilma Rousseff (PT) em seu discurso na Assembleia da ONU em 2014, propondo diálogo com o Estado Islâmico, é um pensamento dominante no PT e tem sido adotada como política de governo.
Deem também uma olhada no site do Julio Severo, lá tem algumas denuncias de grupos no Brasil fazendo aliança com grupos islâmicos: http://juliosevero.blogspot.com.br/

Até o papa francisco tem falado que os cristãos devem se unir contra a ameaça em comum: http://noticias.gospelmais.com.br/perseg...80131.html
O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.
Responda-o
#72
(08-11-2015, 03:04 PM)Loki Escreveu: http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/p...canadense/

Estudei bastante este processo.
Mas a nota do inglês tem que ser muito boa(até nativo tem dificuldade de atingir) ou ser bom no francês também.

O jeito mais é fácil é:

1. Trabalhar em uma multi-nacional e ser alocado em uma unidade no exterior.

2. Ir fazer faculdade.(Precisa ter $$ pq é caro)

3. Investidor(levar uma empresa sua daqui e abrir uma filial lá, não tenho detalhes de como funciona).


---

Minha ideia é ganhar grana no BR, emigrar via visto de estudo e empreender no exterior.
Responda-o
#73
Algum confrade aí já teve uma experiência internacional com a AIESEC (ou ao menos tem conhecidos que tiveram experiências de intercâmbio via essa organização)?

Me cadastrei pra um programa de intercâmbio profissional que eles fazem e queria saber se a parada é boa ou se é cilada/mutreta.

PS.: Intercâmbio profissional é um fora temporário do HUEzil, mas não deixa de ser um fora hauhauha
Those who cannot remember the past are condemned to repeat it.
(George Santayana)

Filho do Paraná, ou melhor, a Rússia Brasileira.  Big Grin
Responda-o
#74
Não adianta sair do Huezil. Aliás, nos Estados Unidos, a situação tá muito pior que no Hu3BR.

Veja essa pesquisa, povo americano cada vez mais esquerdista em questões morais:

[Image: y0yc1xm7ceukouxi34l22w.png]


E na Europa a situação é muito pior...
Responda-o
#75
(17-01-2016, 12:35 PM)ZetaLibertário Escreveu: Não adianta sair do Huezil. Aliás, nos Estados Unidos, a situação tá muito pior que no Hu3BR.

Veja essa pesquisa, povo americano cada vez mais esquerdista em questões morais:

[Image: y0yc1xm7ceukouxi34l22w.png]


E na Europa a situação é muito pior...


Citação:Não adianta sair do Huezil.

Homossexuais = o cu e a buceta é deles, eles dão pra quem quiser

Ter filho fora do casamento = não sou eu que vou criar o filho, foda-se
Sexo entre um homem e uma mulher que não são casados = esse sou eu nos ultimos 32 anos
Divorcio = não se case
Pesquisadores usando células tronco para pesquisas = ótimo, quero que a medicina esteja bem avançada pra hora que eu ficar mais velho
Poligamia = casar com uma mulher só já é cagada, imagina mais de uma
Clonagem de humanos = isso não existe
Suicidios assistidos por médicos = ótimo, quem esta preso tetraplégico numa cama, se cagando e não quer mais viver tem que ter direito a dar fim nisso
Suicidio = ótimo, tem muita gente nesse planeta consumindo recursos
Jogatina = qualé o problema de um joguinho? 
Aborto = não sou a favor mas não afeta meu bolso, então sou indiferente
Clonagem de animais = esse é um tema muito abrangente, clonar uma espécie que está em risco de extinção é positivo
Roupas com peles de animais = é caro e é ridículo, só boicotar
Homens e mulheres tendo relacionamento fora do casamento = problema deles, não afeta meu bolso
Pena de morte = nos EUA em alguns estados tem em outros não tem, mas criminoso lá geralmente paga caro
Testes de drogas em animais = reduziu, isso é bom


Agora o Bostil. No Bostil
Vc não pode comprar nada que corre o risco de vir neguinho e te assaltar e matar por causa daquilo.
Vc pode ser processador por falar "neguinho".
Tudo é extremamente caro e de baixa qualidade.
Todo lugar que se vai tem sujeira.
No Brasil existe carnaval, a festa das DSTs.
Maior numero de homicidios do mundo.
As mulheres mais vadias e interesseiras do mundo.
Governo comunista completamente aparelhado. Zero de direita.
E trocentas outras merdas mais...




Os EUA estão muito bem.
Responda-o
#76
(17-01-2016, 12:35 PM)ZetaLibertário Escreveu: Não adianta sair do Huezil. Aliás, nos Estados Unidos, a situação tá muito pior que no Hu3BR.

Veja essa pesquisa, povo americano cada vez mais esquerdista em questões morais:

[Image: y0yc1xm7ceukouxi34l22w.png]


E na Europa a situação é muito pior...
O amigo está se esquecendo que a luta do realista não é contra a matrix e sim para sair dela e saber como e porque ela funciona para assim poder salvar outros dela.

Enviado de meu E2363 usando Tapatalk
Responda-o
#77
Antes ver dois gays se agarrando num Shopping no Canadá/EUA do que um menor infrator te assaltar/agredir/matar e ser solto menos de 24h depois por ser de menor...

Todo o mundo está ferrado na questão de esquerdismo, mas é melhor viver num lugar esquerdista com qualidade de vida do que em lugar esquerdista que nem o Brasil sem qualidade nenhuma...
Responda-o
#78
Olha eu sai do Bostil ano passado em maio e agora estou no Canada, resultado: Não volto para o Brasil nem morto.

No Brasil temos essa impressão de q esquerdismo, feminismo e luta de minoria tem a mesma repercussao na populacao de outros paises mas o q eu vejo aqui é que muita gente ta pouco eh se fodendo. Cada um mais na sua vivendo sua vida. Ninguem fica discutindo demais isso nao. Tem socialismo e tudo mais mas nao eh nada forçado igual c vê no BR com PT black bloc e movimento de consciencia negra etc. Não me incomoda tanto aqui. Deve ser porque nao tem violencia, tem infrainstrutura e nao preciso pagar 56mil reais num gol fudido.

Aqui em minha cidade o metro nao possui catraca pra vcs terem uma ideia.

PS. Eu casei com uma brasileira que considero honrada, filha de policiais militares e de direita. As mulheres aqui sao insuportaveis e nao recomendo aos confrades. Os homens sao frouxos e as mulheres machorras em sua maioria.
Responda-o
#79
(18-01-2016, 08:25 AM)Chris Kyle Escreveu: Antes ver dois gays se agarrando num Shopping no Canadá/EUA do que um menor infrator te assaltar/agredir/matar e ser solto menos de 24h depois por ser de menor...



Todo o mundo está ferrado na questão de esquerdismo, mas é melhor viver num lugar esquerdista com qualidade de vida do que em lugar esquerdista que nem o Brasil sem qualidade nenhuma...

(2)
Wake up Neo... Follow the white rabbit. 

https://ask.fm/Groo_Real
Responda-o
#80
Tem caras nesse fórum que tem de parar de pensar no inalcançável, na moral não existe país exerção, nem mulher, nem você(s) são perfeitos. As pessoas tem de parar de buscar utopias.
O EUA pode não ser perfeito, pode ser o berço de tudo de ruim que está hoje no Ocidente, mas se colocar na balança os prós e contras de lá verá que qualidades superam os defeitos , já aqui é o inverso, as pessoas tem de ver que não existe nenhum país perfeito, todos, isso mesmo TODOS tem defeitos, coloque na balança se compensa ou não morar lá e outra tente ter uma opinião minima ao menos viajando para lá e vivenciando o país, pois falar que é bom, ruim e blablabla vendo o Street view ou a Wikipédia é fácil.
Eu tenho só como opinião pelo que sei de terceiros e vejo na net, mas se eu ir para lá terei um embasamento melhor já que nunca pisei nem no consulado de uma nação estrangeira.
Não podemos exaltar tal país como muita gente faz e ao chegar lá fora quebram a cara, como não podemos achar ruim por determinados detalhes.
Parem de pensar que ideologia X ou falta de ideologia Y melhorariam o local, pois nosso mundo é imperfeito, cheio de gente imperfeita e alguns até fdps e canalhas, parem de buscar um céu na Terra.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 3 Visitante(s)