Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[DEBATE] Dar o fora do Brasil
#21
Eu tbm pretendo ir.

Gostaria de ir como skilled, mas o rolo para validar o meu diploma é tanto, que acho praticamente impossível conseguir ir assim.

Em segundo plano, estou tocando um negócio nas horas vagas que acredito que me rendará uma graninha boa.
Com isso posso ir fazer um curso superior no exterior.

Em outro plano, preciso pesquisar sobre o visto de investidor. Posso tentar imigrar abrindo uma filial da empresa do meu pai, como é de tecnologia, acho que seria aceito.

Meu objetivo é Canadá, pertinho do Brasil. O problema talvez seja o clima, mas isso é o de menos.
EUA seria meu plano C... quero viver e ter família em um país civilizado e que não se envolva em guerras.
Responda-o
#22
(12-08-2015, 06:43 PM)War Escreveu: O que não gosto dos states é que enquanto aqui nossa esquerda é uma zona cheia de histeria a de lá é organizada e realmente bota pra foder, os caras fazem uns esquemas que eu diria té demoníacos, hj por exp o Barão comentou comigo e eu fui dar uma olhada, a Planned Parenthood (a maior organização abortista do planeta) que diga-se de passagem é amplamente financiada pelo governo americano está metida em um esquema de VENDA DE ORGÃOS de fetos abortados para o mercado negro, olha que sujeirada do kct essa história: http://www.infowars.com/texas-launches-c...ng-claims/, agora me fala se isso não é a oficina do diabo a todo vapor ? se tu se revolta com feminazi mostrando as tetas na av paulista o que dizer disso ? tudo isso debaixo da visão do "maravilhoso" governo americano que assegura os direitos de todos os seus cidadãos



Que tenso esse negócio ai hein. Tomara que o governo texano consiga descobrir a podridão desse grupinho ai e botar todo mundo no xadrez. Provavelmente o FBI já esta investigando isso, eles sempre mantem um olho em cima desses grupos. Bando de monstros fdps.


Bom War, sabemos que em todo lugar tem coisas erradas. Feminismo e esquerdismo por exemplo, é algo que tem em todo país, dos mais desenvolvidos até os mais fodidos como o nosso. Tudo depende da situação, do ponto de vista de cada local. 


No Brasil por exemplo, quem se alia à esquerda e tem alguma influencia política, tá mais é cagando pros ensinamentos do Marx. O próprio Zé Dirceu numa entrevista dada à Veja um ou dois anos atrás falou disso, o negócio deles é dinheiro e poder, não igualdade que a merda do socialismo prega. Aliás, igualdade não existe em nada, nem entre nações e nem entre homens. Esquerdista no Brasil que tem cargo politico ou de influencia quer saber de grana, poder. O povão é massa de manobra, cegos ideológicos ou são apenas miseráveis atrás de esmolas.


Já no caso de um país como EUA ou Suécia por exemplo, os motivos das pessoas mais influentes geralmente caem mais pro lado da ideologia, é claro, com a sede de poder tbm. Veja o caso da Suécia com esse negócio de aceitar imigrantes africanos e árabes. Os suecos de esquerda tem aquilo que chamam de "culpa branca", eles se sentem culpados por serem brancos, principalmente por causa da Segunda Guerra. Alie isso com feminismo e temos a merda que ocorre lá. Se vc criticar um africano/árabe na Suécia por exemplo, vc perde seus amigos, seus empregos e será processado. Vai ganhar uma tag de racista.


Mesmo assim, eu ainda trocaria o Brasil por um desses países, pq com tudo isso, ainda estamos em uma situação pior. Não sei se vc se lembra, nos ultimos dias do antigo MR tinha um topico onde estavamos falando disso. Eu disse que quem quiser se mudar para um país desenvolvido, como o Canadá, por exemplo, vai ter que aceitar certas coisas, que nem todo brasileiro serve pra viver em país desenvolvido, pois a verdade é que somos muito conservadores. A massa dos brasileiros é considerada esquerdista, mas na verdade o nosso problema é economico. Se tivesse um partido de direita que prometesse programas sociais como o PT faz e fez, o povo cairia tbm, votaria neles tbm.


Então por exemplo, quem for viver num país como o Canadá (ou EUA), vai ter que aceitar gays se beijando na rua, parada gay, indianos e muçulmanos praticando a religião deles, programas governamentais que muitos podem considerar de esquerda, refugiados (principalmente africanos) ganhando asilo de graça e ajuda do governo sem contribuir em nada para a sociedade (economicamente falando), etc. Resumindo, cada um cuida da sua vida, segue as leis e paga os impostos.


Lá é preciso aceitar essas coisas, mas por outro lado, tudo funciona melhor. Vc sabe que as leis vão punir um criminoso. Vc sabe que os governos sempre estão melhorando a infraestrutura do país com o dinheiro dos seus impostos. Vc tem um poder de compra maior. Tem mais segurança. Ninguem cuida da sua vida. Tudo é mais organizado e limpo, etc. Vc consegue vencer na vida através do estudo, trabalho e esforço.


Veja a Austrália, por exemplo, lá tem esse partido aqui...


[Image: sex.gif]


Esse Sex Party, entre outras coisas, quer legalizar aborto, maconha, eutanasia (nesse eu concordo) e quer que as igrejas paguem impostos (nisso eu tbm concordo).


É um partideco esquerdista/feminista. 


A Austrália é um dos países mais democráticos do mundo, mas sem ser falsa democracia como no Brasil, lá tem direita e esquerda mesmo, cohabitando a politica. Só coisas absurdas como esse Sex Party ai que viram chacota. São o equivalente do Jean Wyllis lá, com a diferença que lá eles não conseguem ser elegidos.


Eu viveria lá numa boa, trocaria o Brasil pela Austrália na hora, mesmo com merdas como esse partideco de merda. 


Simplesmente pq na Austrália, no Canadá ou mesmo nos EUA, eu vou poder andar na rua hora que eu quiser. Não tenho que me preocupar em ser alvo de bandidagem ao comprar um carro, um smartphone caro, uma roupa legal. Toda infraestrutura vai funcionar, etc. Neguinho não vai me cobrar pra "olhar meu carro" enquanto eu vou ali. Se alguem invadir a minha casa eu tenho direito de defende-la e não serei punido por isso, etc.


Esquerdismo, gayzismo, feminismo e outros ismos de merda existem em todo lugar, mas eu rio dessas merdas, não me atingem e nem luto pra acabar com isso deixo que se fodam. Dou risada dessas balzacas de teta caida protestando e enfiando crucifixo no cu, pra mim não passa de comédia (esse ato explicito ai não acontece nos EUA/Canadá, as pessoas iriam presas se fizessem isso). Eu vou vivendo e aproveitando a vida, me concentrando em coisas boas, não da pra ser martir. 


O problema é quando o esquerdismo te prejudica no bolso e na liberdade de ir e vir. Ai é problema. E isso ocorre no Brasil. Não ocorre nesses países ai. Por isso que quero sumir daqui.


Já falei e desabafei sobre tudo isso mais detalhadamente aqui.
Responda-o
#23
O que os confrades acham de Singapura? Lá o feminazismo e esquerdismo é bem menor. Eles tem a cultura asiática com muito mais liberdade para empreender que o Brasil. Tem até um garçom que conseguiu ficar milionário lá simplesmente poupando e investindo. Quase 1/5 da população lá é milionária : http://www.stproperty.sg/articles-proper...es/a/68931

E eles tem uma renda média mensal de quase US$4500,00 dólares : http://www.tradingeconomics.com/singapore/wages (lembre-se de converter o dólar de Singapura pra dólar americano e que estes dados podem ser outros no futuro) 

O maior problema de lá e a habitação e algumas leis estúpidas(não que o Brasil não tenha leis estúpidas). Mas olha como eles tratam o caso de falsa acusação de estupro. Eles investigam e punem as falsas acusadoras :   
http://news.asiaone.com/News/AsiaOne%2BN...675/2.html 

---------------------------------------------------------------------------

E da América Latina? Eu pessoalmente apostaria no Paraguay e no Chile? No Chile, o único problema é a presidanta deles que vem tentando destruí-los. Já o PY, tem quase nenhuma lei anti armas, poucos impostos, baixíssima inflação, da pra conseguir residência em 6 meses, etc, etc, etc.

(12-08-2015, 09:50 PM)Mr. Rover Escreveu:
(12-08-2015, 06:43 PM)War Escreveu: O que não gosto dos states é que enquanto aqui nossa esquerda é uma zona cheia de histeria a de lá é organizada e realmente bota pra foder, os caras fazem uns esquemas que eu diria té demoníacos, hj por exp o Barão comentou comigo e eu fui dar uma olhada, a Planned Parenthood (a maior organização abortista do planeta) que diga-se de passagem é amplamente financiada pelo governo americano está metida em um esquema de VENDA DE ORGÃOS de fetos abortados para o mercado negro, olha que sujeirada do kct essa história: http://www.infowars.com/texas-launches-c...ng-claims/, agora me fala se isso não é a oficina do diabo a todo vapor ? se tu se revolta com feminazi mostrando as tetas na av paulista o que dizer disso ? tudo isso debaixo da visão do "maravilhoso" governo americano que assegura os direitos de todos os seus cidadãos


Bom War, sabemos que em todo lugar tem coisas erradas. Feminismo e esquerdismo por exemplo, é algo que tem em todo país, dos mais desenvolvidos até os mais fodidos como o nosso. Tudo depende da situação, do ponto de vista de cada local. 

(...)

Já no caso de um país como EUA ou Suécia por exemplo, os motivos das pessoas mais influentes geralmente caem mais pro lado da ideologia, é claro, com a sede de poder tbm. Veja o caso da Suécia com esse negócio de aceitar imigrantes africanos e árabes. Os suecos de esquerda tem aquilo que chamam de "culpa branca", eles se sentem culpados por serem brancos, principalmente por causa da Segunda Guerra. Alie isso com feminismo e temos a merda que ocorre lá. Se vc criticar um africano/árabe na Suécia por exemplo, vc perde seus amigos, seus empregos e será processado. Vai ganhar uma tag de racista.(...)A massa dos brasileiros é considerada esquerdista, mas na verdade o nosso problema é economico. Se tivesse um partido de direita que prometesse programas sociais como o PT faz e fez, o povo cairia tbm, votaria neles tbm.

(...)

Na Suécia, se não me engano teve um caso de um sujeito que estuprou uma criança de 12 anos e pegou serviços a comunidade. http://www.dailystormer.com/sweden-commu...-year-old/

e teve outros 6 que fizeram o "gang rape" e estupraram uma adolescente de 15 anos. Também receberam a "dura" pena de serviços a comunidade : http://www.freerepublic.com/focus/blogge...4647/posts
.
Responda-o
#24
Esqueçam essa coisa de querer abandonar o país pra fugir do feminismo e esquerdismo. Todos os países de primeiro mundo são esquerdistas e feministas em MUITOS pontos.

Esses são os reais motivos pra sair do Brasil:
Criminalidade
Qualidade de vida
Ver no outro país alguma oportunidade de trabalho ou empreendimento
Sonhos
Fugir de uma guerra ou conflito no local de origem (esse não é o seu caso)
Responda-o
#25
(13-08-2015, 12:03 AM)Aragons Escreveu: Esqueçam essa coisa de querer abandonar o país pra fugir do feminismo e esquerdismo. Todos os países de primeiro mundo são esquerdistas e feministas em MUITOS pontos.

Esses são os reais motivos pra sair do Brasil:
Criminalidade
Qualidade de vida

Ver no outro país alguma oportunidade de trabalho ou empreendimento
Sonhos
Fugir de uma guerra ou conflito no local de origem (esse não é o seu caso)

[2]

Principalmente a parte em negrito.

Eu quero sair do país pelos mesmos motivos que o Roover citou, ter dinheiro para poder comprar as coisas (que muitas vezes o cara já tem) e não correr o risco de tomar um tiro, ser sequestrado, etc...por isso, fora que o preço das coisas são mais justas em qualquer lugar de primeiro mundo, quem compra um Fusion da vida aqui pode comprar um Porsche usado nos EUA...e mesmo se tiver grana para comprar um Porsche por aqui, vira alvo ambulante...sei disso porque tenho um mísero Eclipse que custa menos que o Gol e todo mundo acha que o cara é rico e chama muito a atenção, estou até pensando em ter um outro carrinho bem mais simples pelo menos para não ser um alvo nessa fase de recessão do Brasil que irá aumentar a criminalidade e muito (fora a própria greve de policiais que irão ocorrer direto daqui pra frente)...

Tem violência também no exterior, mas pelo menos lá irão prender o cara e o mesmo será punido pelo crime, não aqui que se o cara for de menor, amanhã ou semana que vem está na rua novamente por falhas judiciárias e Maria's do Rosário da vida...
Responda-o
#26
(13-08-2015, 01:01 AM)DAT Escreveu:
(13-08-2015, 12:03 AM)Aragons Escreveu: Esqueçam essa coisa de querer abandonar o país pra fugir do feminismo e esquerdismo. Todos os países de primeiro mundo são esquerdistas e feministas em MUITOS pontos.

Esses são os reais motivos pra sair do Brasil:
Criminalidade
Qualidade de vida

Ver no outro país alguma oportunidade de trabalho ou empreendimento
Sonhos
Fugir de uma guerra ou conflito no local de origem (esse não é o seu caso)

[2]

Principalmente a parte em negrito.

Eu quero sair do país pelos mesmos motivos que o Roover citou, ter dinheiro para poder comprar as coisas (que muitas vezes o cara já tem) e não correr o risco de tomar um tiro, ser sequestrado, etc...por isso, fora que o preço das coisas são mais justas em qualquer lugar de primeiro mundo, quem compra um Fusion da vida aqui pode comprar um Porsche usado nos EUA...e mesmo se tiver grana para comprar um Porsche por aqui, vira alvo ambulante...sei disso porque tenho um mísero Eclipse que custa menos que o Gol e todo mundo acha que o cara é rico e chama muito a atenção, estou até pensando em ter um outro carrinho bem mais simples pelo menos para não ser um alvo nessa fase de recessão do Brasil que irá aumentar a criminalidade e muito (fora a própria greve de policiais que irão ocorrer direto daqui pra frente)...

Tem violência também no exterior, mas pelo menos lá irão prender o cara e o mesmo será punido pelo crime, não aqui que se o cara for de menor, amanhã ou semana que vem está na rua novamente por falhas judiciárias e Maria's do Rosário da vida...

[3]

Sempre falei que o esquerdismo no exterior pouco me importa. Eu conseguindo viver em paz, com qualidade, segurança e tendo liberdade, é o que interessa.
O clichê é imortal. É infinito. É onipresente. Conforta os medíocres e protege os cagões. (Marcello Serpa)

[Image: s2uY1YnJN_X8XF7H6uiNfL-o3T8qgFTKBWvilqd_AMI=w400-h60-no]
Responda-o
#27
Um negocio que abre muitas portas la nas gringas e virar instrutor de bjj. Só que pra isso precisa pegar a faixa preta. Ai e foda 


[Image: 11866502_10154093488129606_3917104869957...71fbcd6290]
http://ask.fm/RajadaRealista

Quem são eles, para se entrometer quando cuidamos de NOSSOS interesses? (Vito Corleone).

Responda-o
#28




Será que isso acontece mesmo lá no EUA? Se o cara lascar o foda-se para modinhas, leva um belo galho de presente?

Pra mim é fake pela encenação e falta de espontaneidade na face dela e do cara também.

Mas pelo que parece, não duvido que lá ocorra já que é muito comum mulher pagar de romântica e moderninha pra fazer inveja ou estar de no mesmo padrão de romance das amigas.

O que acham?
Responda-o
#29
Dado que me formei em Direito, diploma que não serve pra porra nenhuma fora do país (salvo carreira diplomática, concurso ultra difícil), não vou ficar me iludindo.
Responda-o
#30
(09-08-2015, 05:56 PM)mafioso Escreveu: Ninguém vai sair para porra nenhuma (raras exceções) falam isso desde 2007 é até agora só foram da um rolezinho.
[2]

Quero ver esse pessoal falar em fugir do Brasil, depois que estourar uma 3ª Guerra Mundial quando os muçulmanos tomarem de vez a Europa, isso está perto de acontecer, e os próximos seremos nós, fiquem só vendo.
O que me preocupa não é nem o grito dos esquerdistas, das feminazis, das mães solteiras, dos corruptos, dos maconheiros, dos cachorrentos, dos LGBTs, dos sem caráter e sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.
Responda-o
#31
A galera acha que sair do Brasil e ir morar no exterior é simplesmente pegar um avião e pronto, só alegria...
Responda-o
#32
Vamos chegar em 2030 e o mesmo pessoal ainda estará planejando sair do Brasil.
Responda-o
#33
Infelizmente e verdade. A grande maioria daqui não vai sair do Brasil. Pelo menos não tão cedo... Eu antes quero ter mais experiência(de preferência em multinacionais), melhorar meu inglês e terminar meu curso de engenharia da computação. Ai sim, eu teria chances de ir pros EUA ou Singapura, com um visto de trabalho. No momento, eu não sou diferente de mais um indiano que odeia morar no país de origem... Se não conseguir ir pra um país deste tipo, tentarei ir para um país mais fácil, como Paraguai ou talvez as Ilhas Maurício. Pelo menos lá terei mais segurança, menos impostos e menos esquerdopatia.

EDIT : Alguém sabe se ir a trabalho pra Guam, Porto Rico ou outro território "não incorporado" que pertencente aos EUA é mais fácil?
.
Responda-o
#34
(09-08-2015, 05:56 PM)mafioso Escreveu: Ninguém vai sair para porra nenhuma (raras exceções) falam isso desde 2007 é até agora só foram da um rolezinho.

2
Responda-o
#35
(21-09-2015, 05:15 PM)Loki Escreveu:
(09-08-2015, 05:56 PM)mafioso Escreveu: Ninguém vai sair para porra nenhuma (raras exceções) falam isso desde 2007 é até agora só foram da um rolezinho.

2

3

Vou contar uma história, tenho um amigo que é mestre de sair de crise, mas é do tipo que quer ganhar dinheiro de depois ficar de boas bebendo breja na praia. Mas de tempos em tempos ele arruma uns negocios da china (e as vezes é da china msm tipo produtos importados, peças para manutenção de celulares), coisa que ninguém tinha pensado antes, ganha grana, perde algumas também, mas é incrivel que toda a vez aparece um negocio que dá mais dinheiro pra ele kkk

Mas esse papo de crise vai existir muito ainda, mas ficar nesse papo de querer sair do país, é valido ninguém tá te impedindo, mas sair pro sair é burrice. Tava lendo uma reportagem de uma mulher que aproveitou esses tempos de crise e criou um fast food chamado Pobr's, e o cardapio adaptado pela crise, ela tá ganhando dinheiro com isso dmais; apesar do governo ta fazendo merda é bom caçar algo que dê grana nessas épocas e isso não é frase feita!

http://vejasp.abril.com.br/materia/pobrs...one-amapa/

http://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/201...no-ap.html
Responda-o
#36
Mas eu não vejo o motivo principal da galera querer sair daqui apenas por causa da crise...vejo mais gente reclamando de segurança, custo de vida, qualidade de vida, etc...claro que a crise aumenta a violência, mas isso sempre teve no Brasil...

O cara aproveita a crise, faz um negócio, ganha uma grana e corre todo dia risco de ser assaltado/sequestrado/morto numa esquina...pode acontecer em qualquer lugar do mundo, mas no Brasil tem mais chances principalmente pelo fator "impunidade" que rola direto por aqui...
Responda-o
#37
Tentar emigrar legalmente nesse momento, pra quem está realmente planejando e EXECUTANDO um plano, é um erro. O Real está muito desvalorizado, não vale a pena e seus recursos vão escoar como água num ralo.


É o momento de esperar, ter paciência.


Mas esse papo de que ninguém vai sair... bobagem. Esse é um projeto que não se realiza da noite pro dia, são necessários recursos, informação, planejamento, cuidado, muita paciência, etc. Quem quer e tem força de vontade, consegue


Como digo lá no meu blog, "os incomodados que se mudem, os acomodados que se fodam". Eu estou incomodado e já estou dando meus passos pra sair. Pena que infelizmente não é rapido e nosso governo só empata foda.
Responda-o
#38
Se virar o esquema de mudar pra miamo eu mando um postal pra vcs aqui kkk
Foi a guerra quem em mim despertou um animal 

Ask mais badass da rede Big Grin : ask.fm/warMR 
Responda-o
#39
Eu sempre detestei o Brasil, desde pequeno - nunca gostei seja do povo ate a culinaria local - o país num todo nunca me identifiquei com nada.
Sempre tive planejamento de juntar uma grana e com uns 20 anos no maximo, fazer no minimo uma viajem a lazer, mas adquiri 2 problemas de saude chato e isso mudou todo meu planejamento. Hoje em dia com os problemas, trabalhando e estudando a distancia, vejo meu sonho mais distante ainda
Porem uma coisa que venho confirmando ha decadas ja, e os relatos do Mr. Rover e War exemplificam - tendo uma situação financeira confortavel (seja empresario ou ate empregador) munido da questão familiar e gostos pessoais locais - é mais que compreensivel que ate esse "chiqueiro" chamado Brasil vale apena. Trabalho na area nobre do RJ, e mesmo com um sub-emprego, convivo com pessoas de alto poder nesse país - para eles, a crise sequer existe (alias eles se beneficiam e boa parte deve estar ate envolvidos), fora o fator que utilzam o Brasil mais para lavagem de dinheiro e mão de obra barato. Viagens consantes a país descentes, e quando ficam por aqui, estão nos melhores pontos.
Eu mesmo se tivesse em uma situação confortavel e com poder aqui, bem possivel que teria residencia fixa aqui, ja que la fora eu nao seria nada de mais.
Hoje em dia compreendo bem os confrades, nessa situação, que saibam lidar bem com os prós e contras - com uma situação confortável e devidos contatos, ate no Azerbarjão eu estaria de boa
Responda-o
#40
Quem pensa em ir pra zoropa, melhor riscar da lista.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)