Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[AJUDA] Planejando o futuro
#21
(20-08-2018, 04:24 PM)Motörhead Escreveu: Se você não sabe o que quer e tem 20 mil, eu tenho uma ótima ideia. Transfira para a minha conta.
Brincadeira.
Arrume um sub-emprego e especule na bolsa de valores com esse dinheiro. É uma boa forma de multiplicar. Mas você não pode precisar dele no curto prazo. Em uns 8 anos esses 20 mil viram uns 120 mil. Se você operar bem. Sem contar aportes.
E vai galgando cargos no sub-emprego.
Eu vou mandar 5 mil pra minha corretora e começar a negociar.
Infelizmente ou felizmente irei usar o restante que tenho para melhorar minha aparência e consequentemente conseguir mais oportunidades no comércio.
Negócio é ter estratégia.
Somente com muita sorte você faz virar esses 20 mil rapidamente e sem riscos, na verdade os riscos serão proporcionais ao arrojamento.
É ilusão, vai por mim.
Pode ser que o mercado de ações entre em tendência após as eleições. É uma oportunidade de ganhar aí uns 100-200% no curto prazo.


100-200% em curto prazo confrade ?
Ta esquisito jao, ta sinistro.
Ta parecendo uma viaje mental de como ficar rico do dia pra noite. 

Mercado na minha opinião é longo prazo, ter paciência e saber jogar o jogo dos Juros Compostos. Tudo que vai ao contrário disso é pura ilusão.
Responda-o
#22
Juros compostos é pra quem investe milhões.
Compre uma ação de uma boa (eu disse 'BOA') empresa a 1 real. Se ela chegar a 2 reais o aumento foi de 100%. (Isso é só um exemplo).
Sou longo prazo (value investing) também. Creio que um governo reformista (Bolsonaro/Paulo Guedes) (Alckmin?) a partir do ano que vem vai causar um Bull Market bonito. Porém se der esquerdista (Ciro/Marina/Boulos) fuja para as montanhas.
Acho que a hora pra se posicionar é essa, se esperar, o cavalo vai passar encilhado e tu não vai montar nele.

Citação:Arrume um sub-emprego e especule na bolsa de valores com esse dinheiro.

Voce me conhece? Parece que você se baseou em mim pra afirmar isso!
Spoiler Revelar
A morte é certa, a vida não.      [Image: tumblr_mgk3h53KQS1rqv473o1_1280.jpg]
Responda-o
#23
(21-08-2018, 10:36 PM)Don Vito Corleone Escreveu:
(20-08-2018, 04:24 PM)Motörhead Escreveu: Se você não sabe o que quer e tem 20 mil, eu tenho uma ótima ideia. Transfira para a minha conta.
Brincadeira.
Arrume um sub-emprego e especule na bolsa de valores com esse dinheiro. É uma boa forma de multiplicar. Mas você não pode precisar dele no curto prazo. Em uns 8 anos esses 20 mil viram uns 120 mil. Se você operar bem. Sem contar aportes.
E vai galgando cargos no sub-emprego.
Eu vou mandar 5 mil pra minha corretora e começar a negociar.
Infelizmente ou felizmente irei usar o restante que tenho para melhorar minha aparência e consequentemente conseguir mais oportunidades no comércio.
Negócio é ter estratégia.
Somente com muita sorte você faz virar esses 20 mil rapidamente e sem riscos, na verdade os riscos serão proporcionais ao arrojamento.
É ilusão, vai por mim.
Pode ser que o mercado de ações entre em tendência após as eleições. É uma oportunidade de ganhar aí uns 100-200% no curto prazo.


100-200% em curto prazo confrade ?
Ta esquisito jao, ta sinistro.
Ta parecendo uma viaje mental de como ficar rico do dia pra noite. 

Mercado na minha opinião é longo prazo, ter paciência e saber jogar o jogo dos Juros Compostos. Tudo que vai ao contrário disso é pura ilusão.

Isso que eu pego mal. Pega uma informaçãozinha e fez parecer extremo ridicularizando. E 100% ou 200% nao deixaria ele rico nem aqui nem na China. E capital pequeno é mais fácil de multiplicar por causa de liquidez.

Eu disse se o mercado entrar em tendência. E MGLU3 subiu 10 mil%. USIM5 900%+, PETR4 +400% etc.
Acha que a bolsa bate 11% todo ano?
Isso é média.
Use stoploss.

O que não pode é ficar com essa mentalidade fudida de que tudo é difícil,  e não existe coisa fácil, que isso é ilusão...

Então leve uma vida difícil enquanto tem gente levando vida fácil porque acredita que as coisas podem ser fáceis. É o primeiro passo.

Não se iludir achando que vai entrar na bolsa e ganhar 100%.
Mas entrar na bolsa, e ter a possibilidade de ganhar 100%, ou perder 20%, limitar as perdas, deixar os lucros fluírem. Isso exige conhecimento também, saber a hora de sair no lucro e prejuízo.

Se ele dobra ele vai ter 40 mil. Desde quando ele é rico com 40 mil? Descontados impostos...

Mercado é longo prazo sim, mais operações bem sucedidas do que mal sucedidas.
[Image: images?q=tbn:ANd9GcTexPr8eoMURYt6CJLlyvE...c3cpAzX9zs]

Essa fórmula aí que é "ilusão" digamos assim. Porque a bolsa é soma zero, se alguém ganha alguém perde, não é possível que todos que seguem aportes mensais e reinvestindo dividendos ganhem, eles ganham, mas só porque não são todos que seguem isso. E não porque isso realmente funciona. Então já fica a primeira dica: não existe fórmula mágica.
E estamos na banânia, com o ibovegas. Buy and hold funciona perfeitamente nos EUA. Aqui no Brasil o buraco é mais fundo.

"Ahh mas fulano de tal que fez buy and hold tá rico"

Aham, se eu pegar qualquer sistema de trading minimamente decente e fazer um backtest com o Ibov posso dizer que quem seguiu o sistema também está rico, e alguns batem o buy and hold.

E por isso eu disse: se entrar em tendência. Ele pode tá comprado em qualquer pastagem que ele vai ganhar. Mercado em tendência,sobe o índice inteiro e mais uns lixos. É igual antes da época do subprime, era só comprar, nem precisava avaliar empresa.

Em todas as formas operacionais existem vencedores. Mas eu acho melhor uma operação com risco de 20% do que colocar tudo em um empreendimento e correr o risco de perder tudo se não der certo. É tudo especulação.
Responda-o
#24
Considerando que a economia do país não estão muito forte, ano de eleição e possíveis mudanças no início de 2019, sugiro que espere esse semestre para fazer o investimento e continue na luta pelo estágio ou ocupação profissional. 

Mas se o plano é investir e criar o próprio negócio, avalie a possibilidade de fazer algo que envolva a consignação de produtos/materiais e um baixo custo com aluguel e maquinário (dependendo do ramo é bem baixo). O bom é que o brasileiro sempre arruma um jeito de ganhar um dinheiro.
Responda-o
#25
Spoiler Revelar
(18-08-2018, 11:54 AM)FuturoAlguem Escreveu: Bom dia nobres confrades, vamos aos fatos... 

Tenho 25 anos e o tempo passou muito rápido  Big Grin  sinto que estou no momento de engrenar na vida e me encontro confuso com algumas escolhas.. 

Um breve resumo:

 Estou cursando atualmente ciências contábeis (segundo ano) e nesses meses de junho~julho fui atrás de algum estagio e cheguei a famigerada entrevista com os gestores (depois de passar por varias fases e testes) em 5 empresas multinacionais e não obtive vaga em nenhuma.  

 Minha vida toda até então eu fui mais empreendedor que estudante, importava eletrônicos, roupas etc quando o usd estava favorável e tbm aproveitava as promoções e commerce brasileiro e revendia..  

 Com o pouco que eu tinha eu conseguia fazer um dinheiro que pagava minhas contas e consegui guardar alguma coisa que logo depois com um sócio virou um empreendimento físico, em paralelo eu fazia uma faculdade de Ti só que resolvi abandonar para seguir na loja, fiquei alguns anos com o negocio meio empacado e tive uma oportunidade de sair do pais na época e não o fiz, porem acabei vendendo minha parte no negocio para meu sócio pq estava decidido a cair fora do Brasil fato que não ocorreu..

 No momento me encontro sem fonte de renda e estou buscando algo para empreender. O dinheiro que eu tinha guardado está indo embora dia após dia. o que possuo para investir é algo em torno de 15 mil reais + 1 moto de 7 mil e alguns eletrônicos que vendendo devo conseguir uns 5 mil reais por baixo.. 

 Vamos colocar que eu tenho 20 mil reais, até o momento estou planejando ir morar em alguma capital e tentar a vida com esse valor, o que vocês acham da ideia ? 

 e pensei em cair fora mesmo do Brasil e tentar a vida em outro pais, deixando família e namorada pra trás.. 

  Estou nessa indecisão Huh

E aí, confrade, após mais de 4 meses da postagem deste tópico, já tomou alguma decisão? Já viu alguns resultados?

Aliás, será que ainda acessa ao fórum? Rs


Supondo que ainda venha a ver isto, ou mesmo que não, pensando que talvez sirva para mais pessoas em situações parecidas, vou imaginar que as condições indicadas no post inicial ainda se mantêm e vou tentar dar meus 02 centavos de contribuição.

Dada a conjuntura em que se encontra, o que eu faria:

- Continuaria o curso de Ciências Contábeis, estudando com afinco, tendo em vista que este curso em específico oferece muitas ferramentas técnicas que servirão para a sua vida profissional, tanto como empreendedor quanto como empregado. Dos cursos mais "normais", este é o curso que mais tangencia a "prática", o qual possui a parte técnica mais realçada;

- Continuaria a procurar o estágio; se as suas qualificações/currículo acadêmico forem bons, mais hora menos hora você será admitido em um;

- Com o estágio, você teria dois caminhos: 1) Concluí-lo apenas como requisito obrigatório para a conclusão do seu curso ou; 2) Gostar do trabalho, desenvolver-se nele e demonstrar competência na sua execução, para ser contratado em definitivo e ficar por aí mesmo;

- No caso de optar pelo primeiro caminho, já que tem o tino para os negócios, deveria então continuar e "profissionalizar" mais os processos de seus empreendimentos, para usá-los como fonte de renda principal para sua manutenção material e também para poupar algo, pois sabemos que a ausência de poupança conduz naturalmente à pobreza e carência material;

- Os R$ 20.000,00 mantenha na poupança mesmo ou, se possuir algum conhecimento financeiro, invista esse montante em um ativo de renda fixa com boa liquidez (não precisa ser diária, pois a intenção é não precisar usá-lo por agora - mas, nunca se sabe...); junto a isso, com a renda que auferir do estágio/emprego definitivo ou dos negócios, aportar o máximo possível que não comprometa a sua manutenção material;

- Tire de cabeça ir para a capital ou para outro país; para ambos os casos, você necessitaria de planos de ação muito bem desenhados, prevendo contextos, margem de erro, "planos b", logística, financiamento etc. Para o segundo caso, um plano ainda mais sofisticado e detalhado do que no primeiro. Eu não recomendaria, nessas condições apresentadas por você, mesmo!

Assim, você acaba chegando naquele roteiro básico que traduz o caminho financeiro/material: Trabalhar (aqui é seu dilema basilar: decidir se segue como contador contratado ou se desenvolve seu empreendimento [no qual sua formação será bem útil também]); se manter materialmente com uma parcela do auferido com o trabalho e poupar o restante; aportar do que poupou; investir; reinvestir.

Se o seu sonho/objetivo for maior, necessariamente vai demandar recursos os quais só poderá acumular e administrar em um grande centro, aí sim, num futuro a médio prazo, com planejamento, conviria você mudar-se para uma capital. Do mesmo modo, se tem o sonho/desejo de morar fora do país, o faça com uma base material bem formada, que tudo se facilita e você será bem-sucedido com mais desenvoltura e presteza.
Responda-o
#26
Você está confuso ainda sobre o que quer, reflita mais a respeito.
Eu investiria parte na bolsa de valores e trabalharia de moto para levantar um $$$ extra.
Responda-o
#27
(23-12-2018, 10:22 AM)Per Onore Escreveu:
Spoiler Revelar
(18-08-2018, 11:54 AM)FuturoAlguem Escreveu: Bom dia nobres confrades, vamos aos fatos... 

Tenho 25 anos e o tempo passou muito rápido  Big Grin  sinto que estou no momento de engrenar na vida e me encontro confuso com algumas escolhas.. 

Um breve resumo:

 Estou cursando atualmente ciências contábeis (segundo ano) e nesses meses de junho~julho fui atrás de algum estagio e cheguei a famigerada entrevista com os gestores (depois de passar por varias fases e testes) em 5 empresas multinacionais e não obtive vaga em nenhuma.  

 Minha vida toda até então eu fui mais empreendedor que estudante, importava eletrônicos, roupas etc quando o usd estava favorável e tbm aproveitava as promoções e commerce brasileiro e revendia..  

 Com o pouco que eu tinha eu conseguia fazer um dinheiro que pagava minhas contas e consegui guardar alguma coisa que logo depois com um sócio virou um empreendimento físico, em paralelo eu fazia uma faculdade de Ti só que resolvi abandonar para seguir na loja, fiquei alguns anos com o negocio meio empacado e tive uma oportunidade de sair do pais na época e não o fiz, porem acabei vendendo minha parte no negocio para meu sócio pq estava decidido a cair fora do Brasil fato que não ocorreu..

 No momento me encontro sem fonte de renda e estou buscando algo para empreender. O dinheiro que eu tinha guardado está indo embora dia após dia. o que possuo para investir é algo em torno de 15 mil reais + 1 moto de 7 mil e alguns eletrônicos que vendendo devo conseguir uns 5 mil reais por baixo.. 

 Vamos colocar que eu tenho 20 mil reais, até o momento estou planejando ir morar em alguma capital e tentar a vida com esse valor, o que vocês acham da ideia ? 

 e pensei em cair fora mesmo do Brasil e tentar a vida em outro pais, deixando família e namorada pra trás.. 

  Estou nessa indecisão Huh

E aí, confrade, após mais de 4 meses da postagem deste tópico, já tomou alguma decisão? Já viu alguns resultados?

Aliás, será que ainda acessa ao fórum? Rs


Supondo que ainda venha a ver isto, ou mesmo que não, pensando que talvez sirva para mais pessoas em situações parecidas, vou imaginar que as condições indicadas no post inicial ainda se mantêm e vou tentar dar meus 02 centavos de contribuição.

Dada a conjuntura em que se encontra, o que eu faria:

- Continuaria o curso de Ciências Contábeis, estudando com afinco, tendo em vista que este curso em específico oferece muitas ferramentas técnicas que servirão para a sua vida profissional, tanto como empreendedor quanto como empregado. Dos cursos mais "normais", este é o curso que mais tangencia a "prática", o qual possui a parte técnica mais realçada;

- Continuaria a procurar o estágio; se as suas qualificações/currículo acadêmico forem bons, mais hora menos hora você será admitido em um;

- Com o estágio, você teria dois caminhos: 1) Concluí-lo apenas como requisito obrigatório para a conclusão do seu curso ou; 2) Gostar do trabalho, desenvolver-se nele e demonstrar competência na sua execução, para ser contratado em definitivo e ficar por aí mesmo;

- No caso de optar pelo primeiro caminho, já que tem o tino para os negócios, deveria então continuar e "profissionalizar" mais os processos de seus empreendimentos, para usá-los como fonte de renda principal para sua manutenção material e também para poupar algo, pois sabemos que a ausência de poupança conduz naturalmente à pobreza e carência material;

- Os R$ 20.000,00 mantenha na poupança mesmo ou, se possuir algum conhecimento financeiro, invista esse montante em um ativo de renda fixa com boa liquidez (não precisa ser diária, pois a intenção é não precisar usá-lo por agora - mas, nunca se sabe...); junto a isso, com a renda que auferir do estágio/emprego definitivo ou dos negócios, aportar o máximo possível que não comprometa a sua manutenção material;

- Tire de cabeça ir para a capital ou para outro país; para ambos os casos, você necessitaria de planos de ação muito bem desenhados, prevendo contextos, margem de erro, "planos b", logística, financiamento etc. Para o segundo caso, um plano ainda mais sofisticado e detalhado do que no primeiro. Eu não recomendaria, nessas condições apresentadas por você, mesmo!

Assim, você acaba chegando naquele roteiro básico que traduz o caminho financeiro/material: Trabalhar (aqui é seu dilema basilar: decidir se segue como contador contratado ou se desenvolve seu empreendimento [no qual sua formação será bem útil também]); se manter materialmente com uma parcela do auferido com o trabalho e poupar o restante; aportar do que poupou; investir; reinvestir.

Se o seu sonho/objetivo for maior, necessariamente vai demandar recursos os quais só poderá acumular e administrar em um grande centro, aí sim, num futuro a médio prazo, com planejamento, conviria você mudar-se para uma capital. Do mesmo modo, se tem o sonho/desejo de morar fora do país, o faça com uma base material bem formada, que tudo se facilita e você será bem-sucedido com mais desenvoltura e presteza.

Não consegui arrumar nenhum estagio ainda porem consegui um emprego como vendedor de carros/faz tudo de um garagista em uma loja nova, ganho pouco porem estou mais pelo aprendizado que estou tento nesse emprego..
Responda-o
#28
nem sei o que dizer,eu trabalho no negócio de meus pais mas é foda porque tá tudo muito ruim,não há perspectiva de melhoria na economia,tenho apenas 19 anos,não consegui fazer fortuna ainda,talvez daqui uns 15 anos eu tenha dinheiro e experiência o bastante para mudar a direção de minha vida,boa sorte cara,o mundo é de quem luta.
Responda-o
#29
Acabei sendo demitido da loja pessoal, o dono tinha se envolvido com uma amante e acabou sobrando pra mim... nesses 8 meses vendendo carro consegui juntar 20 mil reais e peguei o know how do negocio eu acho, vou tentar arrumar outro emprego em alguma loja, e o dinheiro que já tenho guardado vou deixar em standby para comprar carros com margens boas e revender..
Responda-o
#30
E como eu levantei esses 20 mil ? já adiantando, foi comprando carro e revendendo, aproveitando o Networking do trampo + comissões de venda..
Responda-o
#31
Investe na bolsa de valores.
Responda-o
#32
Bem, você ao menos tem um capital. Tem muito cara que empreende fazendo dívida, acredite.
Você ainda está novo, pode quebrar a cara nos negócios sem se prejudicar muito.
E concordo com os colegas, esqueça faculdade, virou um caça níquel, com exceção das exatas e medicina publicas que prestam ainda.
Agora tem que ter foco no que quer. No seu lugar continuaria nas vendas mas pela internet. Acho muito promissor. Eu inclusive estou pensando em montar e vender um ebook na minha área pra ver se ganho um trocado.
"Quem é, quem é?"
Responda-o
#33
1)Faculdade: todos os cursos estão com o mercado saturado(incluindo contabilidade) então eu só consideraria fazer Medicina. A questão é que vc precisa se sustentar(out ter alguem que te sustente) por 6 anos e vc vai ter que estudar pra caralho pra passar numa pública, uns 2 ou 3 anos de cursinho no minimo. Conclusão: esqueça faculdade, como vc disse nem estagio dá pra conseguir mais hj em dia.
2)Concurso: Guedes já avisou que concursos vão ficar extremamente escassos, os que sobrarem de nivel superior vão ter concorrencias absurdas(principalmente de Direito). As aposentadorias integrais e ou mesmo gordas já eram, então quem virar concursado vai ter que trabalhar até os 75 pra manter o padrão de vida. Conclusão: pode ser um objetivo se vc tiver uma fonte de renda primária pra sobreviver e gastar com o cursos/material de estudo até passar num concurso decente.
3)Vendas: pra mim teu futuro está nisso, vc é novo mas já tem muita experiencia nisso. Conheço inumeras pessoas que tem uma vida confortavel trabalhando em casa com e-commerce, eu nem perderia tempo com loja fisica a não ser vc encontrasse uma mão na roda tipo abrir uma padaria num local onde não tem chance de ter concorrencia. Tb evite ter funcionarios, melhor ter um escopo menor do que ter dor de cabeça com funcionario. Comercio sempre foi o jeito mais facil de ficar rico.

Conheci um chines que veio pra cá sem nada, o cara era agricultor na China pra vc ver. Em menos de uma decada ela tava rico e com os filhos fazendo Medicina em facul publica. Mas ele se sacrificou muito e a familia, pois eles dormiam na loja no inicio e viviam no modo monge.

O segredo de se dar bem no comercio é conhecer bem o teu produto, conhecer bem teu publico, não vender fiado, não se endividar muito, tratar funcionario como inimigo e começar com pouco e ir crescendo conscientemente.
Responda-o
#34
cara faz igual eu, soca tudo em bitcoin
Responda-o
#35
(05-06-2019, 06:54 PM)Negan Escreveu: cara faz igual eu, soca tudo em bitcoin

estou estudando sobre, mas agora com o montante que disponho estou estudando viabilizar algum negocio online..
Responda-o
#36
(06-06-2019, 03:18 PM)FuturoAlguem Escreveu:
(05-06-2019, 06:54 PM)Negan Escreveu: cara faz igual eu, soca tudo em bitcoin

estou estudando sobre, mas agora com o montante que disponho estou estudando viabilizar algum negocio online..

crie um negocio que aceite bitcoin, seja pioneiro
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)