Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Solidão e Solitude por Riker.t
#1
Photo 
Amigos irei passar aqui para o fórum uma série de artigos do "Riker.T" esse cara frequentou por um bom tempo o Puabase entre 2012 a 2013 e deixou por lá um rico conhecimento em Desenvolvimento pessoal. Inclusive foi através dele que eu ouvi falar pela primeira vez em DESENVOLVIMENTO PESSOAL e NESSAHAN ALITA , oque me fez procurar mais sobre o assunto e chegar aqui na REAL. Ele fez um "TCC sobre desenvolvimento pessoal" e gostaria de compartilhar o conhecimento por aqui , já que o mesmo não dá noticias a 5 anos.

RESUMO

Passado um ano de estudo e pratica dos ensinamentos aqui contidos, sinto-me mais confiante e determinado em seguir meu próprio caminho, buscando aperfeiçoar minha vida e meu jogo, evoluindo sempre, em conhecimento e prática nos vários aspectos da vida, não apenas no jogo.

Neste período, escrevi vários artigos e resolvi deixar este TCC, como uma contribuição a comunidade, pois minha visão, um homem de 45 anos, difere em vários aspectos da maioria dos membros daqui. Serão cinco ou seis artigos, no decorrer deste mês, tentarei descrever, como construí meu jogo, que é único, assim como eu, mas que pode ajudar alguns na empreitada pela construção e consolidação do seu próprio jogo, que também será único, assim como você.

INTRODUÇÃO


Muito antes de conhecer a comunidade da sedução a comunidade, era um NATURAL, posso classificar-me como tal, agora que conheço o termo, não faltaram mulheres em minha juventude, closei varias Mulheres de 7 a 10, também GP's, na época, tive a felicidade de ter um "rolo" com uma modelo, que inseriu-me no meio. Bons tempos. Já tive vários relacionamentos, já fui noivo, mas não desejava dividir minha vida, apenas compartilha-la, o que não agradou as Mulheres que pela minha vida passaram.

Dediquei-me ao meu desenvolvimento profissional, pessoal e financeiro nos últimos 25 anos, com muito empenho e sucesso, sou consultor em TI e gerenciamento de projetos, tenho minha "EUpresa". Posso afirmar que, com o sucesso na vida, "pegar mulher", tornou-se muito fácil, entretanto, cometi o erro de priorizar a quantidade e não a qualidade, tornando minhas relações vazias e puramente sexuais, nada mais.

Hoje sei, que nos últimos 5 anos (2007 a 2011), operava em MODE TREE, sendo vitima de "espertinhas e interesseiras", como bem o descreveu, Nessahan Alita e Alan Roger.

Comecei a estudar a sedução no final de 2011, quando adentrei nesta comunidade, passei 3 meses lendo os livros da biblioteca, lendo relatos e artigos, buscando conhecimento. Em janeiro de 2011, nasceu o avatar, RIKER.T, pronto para tomar o comando e levar-me "onde nenhum homem jamais esteve".

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA



Neste artigo vou tratar do inicio da minha jornada, vou tratar de um inimigo íntimo, na verdade, interno, que muito prejudicou-me e que permanece vigilante e astuto, buscando uma fraqueza para retornar ao controle da minha vida, A SOLIDÃO.

Existe uma grande diferença entre SOLIDÃO e SOLITUDE, vou diferencia-las rapidamente:

- Solidão é um sentimento no qual uma pessoa sente profunda sensação de vazio e isolamento, é mais do que desejar uma companhia ou realizar alguma atividade com outra pessoa, pois existe um desejo de algo novo que o transforme. Solidão não é o mesmo que estar desacompanhado.
[Image: solidao.jpg]

- Solitude é o estado de privacidade de uma pessoa, pode representar o isolamento e a reclusão, voluntário ou imposto, porem, não diretamente associado a sofrimento, quando o indivíduo busca estar em paz consigo mesmo. A Solitude pode ser enriquecedora. (Adaptado da Fonte: Wikipédia.)
[Image: solitude.jpg]

A solução é simples, mas de difícil realização: Transformar a Solidão em Solitude

Off topic:

"Porra Riker.t, vai tomar no c*, FDP, você não sabe o que é solidão. Vai se fuder....mas antes, me diz.....como se faz isso?????"


Sendo honesto com os jovens da comunidade, porque vejo artigos e já recebi MP de alguns, dizendo que não tem amigos. Não sei como fazer isso sem a ajuda dos amigos, porque, foram eles que sustentaram a meu árduo trabalho de transformar minha Solidão em Solitude.


Creio que alguns terão que recorrer a terapia, pois assim poderão discutir sua vida e seus problemas com alguém, mas acho que a terapia de grupo seria ainda melhor, pois apenas deitar em um sofá e falar por uma hora, não vai ajudar muito, tem que haver interação, divergências, discussões, troca de experiências, e "tapas na cara", verbais e até físicos, se necessários, é o que funcionou para mim. Sou grato a meu irmão de 55 anos (I55) e meu amigo de 55 anos (A55), eles foram meus principais ouvintes e parceiros, assim como, meus amigos de longa data, cada um contribuiu em algum momento.

Sou de outra geração, onde a tecnologia era cara e escassa, a interação tinha que ser "olhos nos olhos", no aperto de mão, no "bom dia" ao se cruzar na rua, de jogar bola e andar de bicicleta em turma, com amigos e colegas. Sinceramente, gostaria que pelo menos isso, voltasse para os jovens de hoje, muitos deles "alienados tecnológicos" que não possuem amigos de carne e osso, só avatares e ícones. Quando jovem, Amizade não era uma perda de tempo, mas um investimento de longo prazo.

Não sei se "amigos virtuais", blogs e comunidades possam ajuda-los a superar a solidão da mesmo forma que os amigos reais, mas, estou dando minha contribuição, se vai funcionar ou não, dependerá de vocês.

No final de 2010, reconheci meu estado, estava em uma festa de um cliente, cercado de gente bonita, abraçado a uma Mulher 9/10, tudo perfeito, mas, sem sentido, só aparência, nada mais. Não queira estar ali, não queria aquela Mulher interesseira e jogadora, não queira conversar com o FDP do diretor, sentia-me só, vazio, irritado e frustrado, no meio de 300 pessoas. Era um profundo sentimento de SOLIDÃO. Larguei a Mulher e fui embora, sai a francesa, dirigi até o mirante e fiquei olhando a cidade lá embaixo, até o sol nascer, pensando... pensando... pensando.

Apesar de manter a tranquilidade e a aparência, na medida do possível, no meu cotidiano, tinha um problema serio que atormentava-me, sentia-me só e deslocado, tornei-me mais recluso e pensativo, então, antes de entrar em depressão, procurei meu irmão (I55) para conversar. Meu amigo (A55), percebeu minha condição, passei a encontra-los com maior frequência, para conversar, trocando opiniões, impressões, experiências e algumas cervejas, por vários meses.

Posso assegurar-lhes que: 
[Image: problemas02.jpg]

Neste período de reclusão voluntária, passei a ler muito, refletir sobre a vida, sobre mim, sobre tudo que cercava-me, sobre meu sucesso e minha sensação de vazio, com o tempo, aos poucos fui encontrando respostas e deixando de sentir-me só, passando a sentir-me independente de outros para estar bem e feliz. Nos finais de semana, encontrava meus amigos e conversávamos por um tempo, depois gostava de ficar horas lendo, ouvindo musica, fazia longas caminhadas e trilhas com os cães, sentava na montanha e ficava lá, por horas, pensando, refletindo. Pode parecer NERD, mas constatei que a Solitude é realmente enriquecedora.

Aprendi muito nestes meses, dos livros que comprei e li, estava "O JOGO", percebi que aquela "imersão no universo paralelo da sedução", poderia ser-me útil, desejei conhecer melhor as técnicas e desfrutar do conhecimento e prazer que aquilo poderia proporcionar-me, pesquisei e aqui estou.

Em Dezembro de 2011, um ano depois do meu surto, quando planejava minhas metas de 2012, inclui o estudo da sedução como objetivo pessoal para 2012, no intuito de contribuir para a minha vida e vencer a solidão que ainda rondava meu espirito.

COMO SUPEREI MEU SENTIMENTO DE SOLIDÃO


Agora, de forma resumida, tentarei descrever algumas das minhas descobertas:

- "Conhece-te a ti mesmo", Sócrates, filosofia é o caminho das pedras;
- "O homem é aquilo que faz de si mesmo", Sartre, filosofia continua sendo o caminho;
- "O inferno são os outros", Sartre, continue neste caminho, esta longe de acabar;
- "A felicidade do homem depende de si mesmo", Marcus Aurelius, O imperador está certo;
- "Compete a você", Oraculo de Delphos, em resposta a Marcus Aurelius, quando tornou-se imperador de Roma.

Bem, caso não estejam interessados em "conhecer-te" através da filosofia e da reflexão, lamento, mas você continuara a merce da MATRIX SOCIAL, impondo-lhe desejos de consumo, padrões estéticos e sociais, pensamentos limitantes e frustrações.

Sair da MATRIX não é ligar o "botão do fodas" e "quebrar as regras", mas conhece-la e supera-la, tornando-a sua aliada, ou seja, usa-la a seu favor. 

Somos animais sociais, é genético, porque eramos fracos e precisávamos nos unir para sobreviver, formávamos pequenos bandos que caçavam animais maiores, mais fortes e perigosos, eramos nômades, eramos poucos, eramos presas.

Agora que somos a raça dominante, somos bilhões, isso tudo aconteceu rápido demais, nossa genética ainda nos impele ao "bando", mesmo assim, todos somos "indivíduos". Este paradoxo é que muitos ainda não entendem.

Alguns baseiam sua felicidade na aceitação de um grupo, no amor de uma mulher, no sexo com varias mulheres, isso é um grande erro, só vai leva-lo a frustração, solidão e depressão. Simplesmente, porque você entrará no paradoxo com toda força, mesmo que aparentemente feliz, seu "eu" permanecerá dependente de outros, da genética, dos sentimentos, entrará em constante luta com a sua razão, que sabe, você é um "INDIVIDUO", único, por mais que deseje unir-se a outro, sempre vai estar só, porque a união é apenas física e emocional.

Entendo que muitos vão questionar, ótimo, mas entendam que a sociedade é baseada em hierarquia, ela necessita deste conceito de grupo, de trabalho, de sobrevivência, de dependência social para continuar a existir e prosperar. A MATRIX SOCIAL, sempre vai estimular este conceito, vai lutar contra o individualismo, pois sabe, que não pode controlar o "individuo" se ele não estiver inserido no grupo. 

Lembram do filme "MATRIX", como as maquinas planejavam destruir "ZION", porque não podiam controla-la e os indivíduos estavam fora da sua "bateria", ou seja, não energizava suas maquinas.

PARA MIM, este entendimento foi fundamental para superar minha solidão, reconhecer que sou um individuo, e que estarei "intrinsecamente só", enquanto viver, ou seja, a solidão deixou de ser um sentimento para se tornar um conceito, um principio. Transformei a Solidão em Solitude, pois, agora desfruto da minha "privacidade como individuo", mesmo sendo um homem extremamente social, faço parte de vários grupos, entidades, empresas, sociedades e comunidades, mudei o paradoxo, não dependo do grupo para ser feliz, mas o grupo deseja minha presença para "energizar" sua felicidade.

Sei que alguns vão achar que sou individualista, egocentrista e que só penso em mim, entretanto, todos querem ser o "PREMIO", querem ser "CAFAJESTES", "COMEDORES", pois quero lembra-los, que para chegar a este ponto, "você sempre estará em primeiro lugar", isso quer dizer que você obrigatoriamente, tera que reconhecer sua individualidade e coloca-la acima dos demais. Isso não quer dizer que você se tronara um "egoísta sem noção" , mas alguém que não precisa dos outros para ser feliz.

Vejam a beleza da vida, você é a soma de dois, que tornaram-se um em você, e mesmo que cercado da família, dos amigos e dos médicos, você partira desta vida, sozinho. O que tem do lado de lá, você descobrirá sozinho, talvez, você deixe de ser a soma das partes, para se tornar parte do todo.

Prezados, todos queremos superar a solidão, todos queremos ser felizes, mas é importante entender algo.
[Image: felicidade.jpg]

O EGO e o DESEJO, serão os temas do próximo artigo deste TCC, espero ter contribuído, mas quero ressaltar que, o que esta descrito nestes artigos são fatos que aconteceram comigo, o que fiz, funcionou para mim, não quer dizer que funcionara para você, mas pode servir de base para começar o seu próprio TCC. Quero deixar claro, adaptando a frase final do livro "Ilusões", de Richard Bach:

Tudo neste artigo, pode estar errado, depende de quem lê.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#2
"felicitas sibi sufficientium est" (A felicidade é dos que bastam a si mesmos)

O livro "Aforismos para Sabedoria de Vida" aborda todos esses temas aí, inclusive sobre ego(vaidade), desejo(vontade) e como a solidão é benéfica para os grandes espíritos.
Responda-o
#3
Bom texto. Tem só que tomar cuidado para, na busca da individualidade, não se tornar cínico e vazio no tratamento com os outros. Pelo menos, pra mim, é uma balança difícil de alcançar
Responda-o
#4
Ótima reflexão e experiência,
Ficarei no aguardo dos próximos textos
 Rm 8:28
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)