Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
DIETA MENTAL, viver a vida como ela é
#1
O ano de 2017 embora tenha sido um ano que aconteceu muita coisa na minha vida foi um ano bastante frustante para mim, justamente por manter meus hábitos antigos e não ter os administrado fazendo um plano concreto para mudar as coisas que deveria mudar.

Lembro que no final de 2016 fiz este tópico: Já definiu seus objetivos para 2017?

E o analisando e lendo todas as minhas metas para este ano, simplesmente me bate uma sensação de fracasso -- pois justamente o que alguns membros disseram que iria acontecer aconteceu. 

Eu simplesmente não CONCLUÍ NADA! Nem 1% do que fiz como meta ali. E não vou colocar culpa nisso ou naquilo, pois reconheço e sei que a culpa é UNICAMENTE minha!

A única coisa produtiva que fiz este ano ao entrar no quartel foi ter comprado com meu mísero soldo MUITOS livros, foi a única coisa que fiz -- porque ainda tenho o objetivo de passar no concurso que almejo. Mas no geral: não soube administrar o dinheiro que sobrava, gastava tudo com comida em Burger King, Subway e outros lixos feitos para nos foder e sequer li um livro que comprei ou peguei/me deram.

Mas a proposta do tópico não é ficar citando as merdas que fiz, e sim, analisando todo o meu tempo perdido aprender com o erro e tentar evoluir para que no próximo ano não aconteça o que aconteceu. Porque ano que vem já não vou mais trabalhar e meus pais pediram para que eu saísse e me dedicasse ao que realmente almejo.

Feito isso, a proposta central é simples; CORTAR TUDO o que me atrapalhou e me atrapalha atingir meus objetivos.

Sou VICIADO em pornografia, odeio esse lixo e mesmo assim não consigo parar de ver. Isso rouba muito do meu tempo, joga energia no lixo e suga TODA minha vivacidade no social. Fico afobado, ansioso e não consigo lidar com coisas simples.

Sem falar na distorção mental que EU mesmo causei em mim durante todos esses anos. Acho que vejo pornografia desde os 11 anos ininterruptamente, quase todos os dias. Agora com 19 anos que as coisas estão ficando ''melhores'' e eu consigo ao menos ficar quase 1 mês sem ver, mas as coisas que essa merda contínua fez em minha mente é absurda.

Vejo sexo em TUDO, na rua, no ônibus, em coisas simples...

E com certeza tenho a mente distorcida em relação ao sexo -- visto que; mesmo me relacionando fisicamente/fazendo sexo constantemente eu não sinto o mesmo prazer que sinto ao ver uma atriz pornô -- porque a real é que o viciado em pornografia acha que vai comer as mesmas mulheres que está assistindo, mas quando chega na vida real e a mulher é normal a gente acaba tendo uma espécie de desapontamento. Pelo fato da mulher não fazer as mesmas coisas que as atrizes pornô fazem, etc.

Sem falar nas redes sociais que eu já tive, que com certeza me distorceram a personalidade. Tenho ansiedade infinita, penso como seria minha vida se eu tivesse isso ou aquilo, como as pessoas agiriam diante disso, etc (mesmo eu NÃO QUERENDO pensar assim) e quando tomo decisões em um determinado momento me arrependo, voltando a ter outra opinião. Por ex: eu ia engajar na força armada que eu estou, mas depois decidi não engajar e mesmo assim fico ansioso pensando que talvez seria melhor ter engajado ou não, causando um remorso mental a mim mesmo. 

Não, eu não quero ser o comedor de todas as mulheres do mundo e não quero ser o ''fuckenhouse'' do universo, só quero ser um cara normal -- sem parecer um animal irracional maluco viciado em sexo/putaria e tecnologias idiotas que nos aniquilam o tempo na terra. 

Só quero fazer o que homens normais fazem; VIVER! Os homens normais VIVEM! Jogam bola, tem seus hobbies, fazem sexo SAUDÁVEL, viajam, leem livros, treinam, etc.

Só quero paz de espírito, como essa imagem passa: 
[Image: elegir-tu-bebida-isotonica-1.jpg]

Enfim, por final de tópico faço uma pergunta:

PARA VOCÊ!!! O que você acha que TODO homem deve fazer para ter uma vida melhor? 

O que cada homem deveria excluir de hábito ruim e trocar esse hábito ruim por qual/quais hábitos bons? O que você aconselharia?

Ademais, feliz natal e um excelente ano novo de conquistas para todos.

Abs.
Responda-o
#2
Boa amigo, o principal é reconhecermos nossos erros e corrigi-los no futuro.
O ano de 2017 foi uma caixa de surpresas pra mim, tanto boas quanto ruins.
Terminei meu namoro ;
Consegui um emprego temporário (rendeu uma grana pro fim de ano ) só que fui dispensado;
Conclui minha graduação em engenharia de produção;
Voltei a praticar violão;
Voltei pra academia;

Minhas metas pro ano de 2018 são
Procurar um emprego em outra cidade na minha área, prestar um concurso da minha cidade e o principal acumular o máximo de grana pra fazer um intercâmbio (talvez em 2019)
Responda-o
#3
Estou em uma situação semelhante. Tentei iniciar novos hábitos como ler, mas não dei continuidade. Tentei tornar meu site mais rentável, porém mal tenho escrito artigos. Pornografia? Uma odisseia para se liberar. Por sorte, me livrei de alguns maus hábitos.

Notei que a gente está vivendo com muitos estímulos e com tudo na mão. Se quer comida, tem micro-ondas ou ifood. Se quer "sexo", pornografia a um clique. Sem falar nas redes sociais etc. Algo que já foi debatido no tópico sobre dopamina. 

Contudo, a questão de dieta mental é interessante, visto que, como citei antes, essas facilidades tiram o nosso ímpeto de ir atrás das coisas. Quer dopamina? Esforce! Mereça e será recompensado. Deveria ser assim. Ler um livro (não resumos no YouTube) , praticar um esporte, dedica-se a um hobby, etc. 

Por outro lado, tirar essas fontes de prazer rápido, lhe deixará com muito tempo ocioso, o que pode ser ambiente para outros maus hábitos. 

O ideal é ter foco, ir se arrumando aos poucos.  Não dá para querer aprender tudo de uma vez ou eliminar todos os maus hábitos. Ter uma lista do que fazer no dia ajuda e muito.
Responda-o
#4
(22-11-2019, 07:31 PM)PensadorSolitário Escreveu: Estou em uma situação semelhante. Tentei iniciar novos hábitos como ler, mas não dei continuidade. Tentei tornar meu site mais rentável, porém mal tenho escrito artigos. Pornografia? Uma odisseia para se liberar. Por sorte, me livrei de alguns maus hábitos.

Notei que a gente está vivendo com muitos estímulos e com tudo na mão. Se quer comida, tem micro-ondas ou ifood. Se quer "sexo", pornografia a um clique. Sem falar nas redes sociais etc. Algo que já foi debatido no tópico sobre dopamina. 

Contudo, a questão de dieta mental é interessante, visto que, como citei antes, essas facilidades tiram o nosso ímpeto de ir atrás das coisas. Quer dopamina? Esforce! Mereça e será recompensado. Deveria ser assim. Ler um livro (não resumos no YouTube) , praticar um esporte, dedica-se a um hobby, etc. 

Por outro lado, tirar essas fontes de prazer rápido, lhe deixará com muito tempo ocioso, o que pode ser ambiente para outros maus hábitos. 

O ideal é ter foco, ir se arrumando aos poucos.  Não dá para querer aprender tudo de uma vez ou eliminar todos os maus hábitos. Ter uma lista do que fazer no dia ajuda e muito.

Bacana reconhecermos onde pecamos, mas cadê a disciplina, amigão? E o desenvolvimento pessoal, como anda?
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o
#5
(22-11-2019, 07:31 PM)PensadorSolitário Escreveu: Estou em uma situação semelhante. Tentei iniciar novos hábitos como ler, mas não dei continuidade. Tentei tornar meu site mais rentável, porém mal tenho escrito artigos. Pornografia? Uma odisseia para se liberar. Por sorte, me livrei de alguns maus hábitos.

Notei que a gente está vivendo com muitos estímulos e com tudo na mão. Se quer comida, tem micro-ondas ou ifood. Se quer "sexo", pornografia a um clique. Sem falar nas redes sociais etc. Algo que já foi debatido no tópico sobre dopamina. 

Contudo, a questão de dieta mental é interessante, visto que, como citei antes, essas facilidades tiram o nosso ímpeto de ir atrás das coisas. Quer dopamina? Esforce! Mereça e será recompensado. Deveria ser assim. Ler um livro (não resumos no YouTube) , praticar um esporte, dedica-se a um hobby, etc. 

Por outro lado, tirar essas fontes de prazer rápido, lhe deixará com muito tempo ocioso, o que pode ser ambiente para outros maus hábitos. 

O ideal é ter foco, ir se arrumando aos poucos.  Não dá para querer aprender tudo de uma vez ou eliminar todos os maus hábitos. Ter uma lista do que fazer no dia ajuda e muito.

Bom amigo, devemos começar a mudança aos poucos e principalmente na busca de nossa disciplina, essa é a real chave para mudança, mas para começar a disciplina deve-se dar o primeiro passo, através da reflexão você deve chega naquele momento em que você para e diz "chegou a hora devo fazer isso". O primeiro passo é o segredo e em seguida continuar firme naquilo. 

Mas esse é um problema como continuar como ter disciplina ? 

Como disse deve ser feito aos poucos, não conseguirá mudar tudo de uma hora para outra (aprendi isso), desta forma, deve-se mudar alguns hábitos que fará com que tenha certa disciplina, o desconforto é o melhor lugar para desenvolve-lá, através dela podemos adquirir esse fator, darei alguns conselhos que adicionei aos meus hábitos outros que pretendo adicionar e que me tornaram mais disciplinado (certamente não é nada que não tenha visto ou ouvido falar) e me tornou mais consciente em minha busca do Desenvolvimento:

 - Banhos gelados
 - Eliminação de açúcar
 - Meditação
 - Acordar cedo (esse é um dos piores)
 - Nofap (sempre fracaso, mas estou sempre tentando me superar)
 - Arrumar a cama logo quando acordar (pretendo adicionar)
 - Jejuns (pretendo adicionar)
 
São pequenas coisas que nos torna disciplinado, como disse primeiro uma dose de reflexão, em seguida o primeiro passo depois a continuação daquilo, o tempo fará o resto a a mudança da mente será através do desconforto essa é a realidade quanto mais conforto tiver menos coisas tenderá a fazer.

                Veni, vidi, vici
.
Responda-o
#6
(22-11-2019, 07:40 PM)Callahan Escreveu:
(22-11-2019, 07:31 PM)PensadorSolitário Escreveu: Estou em uma situação semelhante. Tentei iniciar novos hábitos como ler, mas não dei continuidade. Tentei tornar meu site mais rentável, porém mal tenho escrito artigos. Pornografia? Uma odisseia para se liberar. Por sorte, me livrei de alguns maus hábitos.

Notei que a gente está vivendo com muitos estímulos e com tudo na mão. Se quer comida, tem micro-ondas ou ifood. Se quer "sexo", pornografia a um clique. Sem falar nas redes sociais etc. Algo que já foi debatido no tópico sobre dopamina. 

Contudo, a questão de dieta mental é interessante, visto que, como citei antes, essas facilidades tiram o nosso ímpeto de ir atrás das coisas. Quer dopamina? Esforce! Mereça e será recompensado. Deveria ser assim. Ler um livro (não resumos no YouTube) , praticar um esporte, dedica-se a um hobby, etc. 

Por outro lado, tirar essas fontes de prazer rápido, lhe deixará com muito tempo ocioso, o que pode ser ambiente para outros maus hábitos. 

O ideal é ter foco, ir se arrumando aos poucos.  Não dá para querer aprender tudo de uma vez ou eliminar todos os maus hábitos. Ter uma lista do que fazer no dia ajuda e muito.

Bacana reconhecermos onde pecamos, mas cadê a disciplina, amigão? E o desenvolvimento pessoal, como anda?

Aí que estou pecando. Começo a fazer as coisas, porém, com o tempo eu simplesmente não dou continuidade. Conclusão, fico estagnado. Com isso o desenvolvimento fica parado. E pior que é na maioria das áreas, profissional, amorosa, intrapessoal etc. Não sei como me manter com disciplina.
Responda-o
#7
(22-11-2019, 11:39 PM)Bastardo Escreveu:
(22-11-2019, 07:31 PM)PensadorSolitário Escreveu: Estou em uma situação semelhante. Tentei iniciar novos hábitos como ler, mas não dei continuidade. Tentei tornar meu site mais rentável, porém mal tenho escrito artigos. Pornografia? Uma odisseia para se liberar. Por sorte, me livrei de alguns maus hábitos.

Notei que a gente está vivendo com muitos estímulos e com tudo na mão. Se quer comida, tem micro-ondas ou ifood. Se quer "sexo", pornografia a um clique. Sem falar nas redes sociais etc. Algo que já foi debatido no tópico sobre dopamina. 

Contudo, a questão de dieta mental é interessante, visto que, como citei antes, essas facilidades tiram o nosso ímpeto de ir atrás das coisas. Quer dopamina? Esforce! Mereça e será recompensado. Deveria ser assim. Ler um livro (não resumos no YouTube) , praticar um esporte, dedica-se a um hobby, etc. 

Por outro lado, tirar essas fontes de prazer rápido, lhe deixará com muito tempo ocioso, o que pode ser ambiente para outros maus hábitos. 

O ideal é ter foco, ir se arrumando aos poucos.  Não dá para querer aprender tudo de uma vez ou eliminar todos os maus hábitos. Ter uma lista do que fazer no dia ajuda e muito.

Bom amigo, devemos começar a mudança aos poucos e principalmente na busca de nossa disciplina, essa é a real chave para mudança, mas para começar a disciplina deve-se dar o primeiro passo, através da reflexão você deve chega naquele momento em que você para e diz "chegou a hora devo fazer isso". O primeiro passo é o segredo e em seguida continuar firme naquilo. 

Mas esse é um problema como continuar como ter disciplina ? 

Como disse deve ser feito aos poucos, não conseguirá mudar tudo de uma hora para outra (aprendi isso), desta forma, deve-se mudar alguns hábitos que fará com que tenha certa disciplina, o desconforto é o melhor lugar para desenvolve-lá, através dela podemos adquirir esse fator, darei alguns conselhos que adicionei aos meus hábitos outros que pretendo adicionar e que me tornaram mais disciplinado (certamente não é nada que não tenha visto ou ouvido falar) e me tornou mais consciente em minha busca do Desenvolvimento:

 - Banhos gelados
 - Eliminação de açúcar
 - Meditação
 - Acordar cedo (esse é um dos piores)
 - Nofap (sempre fracaso, mas estou sempre tentando me superar)
 - Arrumar a cama logo quando acordar (pretendo adicionar)
 - Jejuns (pretendo adicionar)
 
São pequenas coisas que nos torna disciplinado, como disse primeiro uma dose de reflexão, em seguida o primeiro passo depois a continuação daquilo, o tempo fará o resto a a mudança da mente será através do desconforto essa é a realidade quanto mais conforto tiver menos coisas tenderá a fazer.

Só tenho conseguido manter o banho frio durante a semana. Nofap, tenho falhado toda semana. Sinto que com as recaídas do nofap, tem tirado a minha a vontade para eliminar esses maus hábitos (não há sensação de ser recompensado pelo esforço). Com isso, nada flui. Quando consigo fica um tempo sem, aí a motivação volta, ao menos, para iniciar. O problema é manter-se disciplinando, como já citei.
Responda-o
#8
É bem possível que esse usuário do fórum não tenha conseguido fazer o que queria. Eu queria chamar a atenção para um ponto importantíssimo de todas as aflições que ele sente. Explico.

Percebam que tudo o que o autor do tópico sofre diz respeito a coisas extremamente desnecessárias para a vida humana, ele quer ter uma vida normal, mas sempre opta por escolhas atípicas. Para quê ele precisa de um computador/notebook, para ver pornografia? Do celular ao notebook, tudo isso é desnecessário, não fazem falta. O criador do tópico fica preso a essas ferramentas de uma forma que ele não se difere de qualquer ser humano idiota que se apega a essas coisas como se fossem essenciais igual ao alimento que se ingere para sobreviver.

A questão aqui não está no que o autor do tópico tem que mudar ou acrescentar na vida como forma de melhoria, mas no que ele tem que retirar pra ser uma pessoa comum ou até mesmo acima da média. Ninguém se destaca nesse mundo tendo tempo livre pra ficar em rede social, notebook ou pegando celular para se masturbar. 

O desenvolvimento pessoal do autor do tópico (assim como para a maioria das pessoas, e isso me inclui) está em se desapegar das coisas absolutamente desnecessárias e deletérias. O cérebro humano tem uma tendência de escolher as coisas fáceis e banais, e se você se desligasse das coisas fáceis ou restringisse de forma racional? Sobrariam as tarefas difíceis, justamente as que fazem a diferença: estudar, ler, fazer exercícios físicos, etc.
Responda-o
#9
(26-11-2019, 02:59 PM)Daredevil Escreveu: É bem possível que esse usuário do fórum não tenha conseguido fazer o que queria. Eu queria chamar a atenção para um ponto importantíssimo de todas as aflições que ele sente. Explico.

Percebam que tudo o que o autor do tópico sofre diz respeito a coisas extremamente desnecessárias para a vida humana, ele quer ter uma vida normal, mas sempre opta por escolhas atípicas. Para quê ele precisa de um computador/notebook, para ver pornografia? Do celular ao notebook, tudo isso é desnecessário, não fazem falta. O criador do tópico fica preso a essas ferramentas de uma forma que ele não se difere de qualquer ser humano idiota que se apega a essas coisas como se fossem essenciais igual ao alimento que se ingere para sobreviver.

A questão aqui não está no que o autor do tópico tem que mudar ou acrescentar na vida como forma de melhoria, mas no que ele tem que retirar pra ser uma pessoa comum ou até mesmo acima da média. Ninguém se destaca nesse mundo tendo tempo livre pra ficar em rede social, notebook ou pegando celular para se masturbar. 

O desenvolvimento pessoal do autor do tópico (assim como para a maioria das pessoas, e isso me inclui) está em se desapegar das coisas absolutamente desnecessárias e deletérias. O cérebro humano tem uma tendência de escolher as coisas fáceis e banais, e se você se desligasse das coisas fáceis ou restringisse de forma racional? Sobrariam as tarefas difíceis, justamente as que fazem a diferença: estudar, ler, fazer exercícios físicos, etc.

Cirúrgico!
"Fiat Justitia, Pereat Mundus..."
Responda-o
#10
PASSEI E PASSO PELO MESMO MAL, JÁ ESTAVA EM UMA SITUAÇÃO CATASTRÓFICA DEVIDO AO USO ERRADO DE CELULAR(PORNOGRAFIA, REDES SOCIAIS ETC..) ENTÃO EM UM ÚLTIMO SUSPIRO DE UMA MENTE DESESPERADA QUEBREI-O EM PEDAÇOS, DEPOIS FOI UMA LUTA MAS ESTOU 50% MELHOR QUE ANTES.
Algumas pessoas nunca enlouquecem. Que vida horrível elas devem levar.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)