Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Dê graças a Deus por ter nascido Homem!
#1
Publicado por Commodoro em Homens Realistas

Com o movimento da Real aprendemos que as mulheres são beneficiadas pelo Estado "mangina" e pela sociedade moderna (contaminada pelo relativismo e pelo marxismo cultural). No que tange a isto, a Real está totalmente correcta, eu diria, indubitavelmente correcta. As mulheres gozam de benefícios paternais (como p. ex. oportunidade de estudos: um homem do campo sempre colocará sua menininha na escola e futuramente na faculdade enquanto o homem é "convidado" a trabalhar; as mulheres têm direito quase inalienável à pensão alimentícia e a pensão compensatória; a inversão do ônus da prova em certas esferas do Judiciário; o tratamento preferencial em lugares públicos e outra série de benefícios inimagináveis quando comparadas com a condição masculina. Tudo isto por terem apenas uma vagina e uma cara infantil.)

Mas os homens tem uma condição que, não obstante toda a desigualdade dos sexos apresentada nas primeiras décadas de vida de ambos os sexos masculino e feminino, uma condição incrível de suportar as adversidades e mudar à realidade a sua volta, para o bem ou para o mal. Os homens são construtores de civilizações, da ciência e da tecnologia. Recursos que, parcialmente, contribuíram para o desnível atual entre os sexos.

Tire o corpo da mulher moderna e o que ela apresentará? Salvo exceções, geralmente não muito. As mulheres do séc. XX-XXI não são dedicadas ao estudo, não são dedicadas ao trabalho, não são dedicadas sequer - hoje em dia - a reprodução humana. São seres descartáveis quase sempre, verdadeiros depósitos de esperma. A mulher moderna é um ser inútil dependente exclusivamente do ego, chorando e clamando por atenção apenas. A Real ensina a morte do ego. Apesar de ser um movimento exclusivamente masculino, a Real faria um imenso bem para a mulher, porque lhe resgataria a sua dignidade que lhe é própria e cessaria com a guerra dos sexos. Os sexos não são iguais, e não será uma ideologia que mudará isso. Os sexos são complementares por designação de Deus, mas o homem desempenha um papel primordial - ele deve ser o protetor da família, assim como Cristo é o chefe da Igreja.

A depressão feminina é muito superior à masculina, porque seu valor é compreendido quase que exclusivamente pelo valor do corpo, que é programado para a reprodução. Aos 35 anos a mulher não valerá uma décima parte do que quando tinha os seus 18 anos. E não se engane com as atrizes globais, há muito dinheiro e recursos estéticos envolvidos. A "realidade" feminina é uma grande farsa, e como tal, foi estabelecida pelo feminismo para justamente destabilizar as relações entre homem e mulher. A indústria dos medicamentos lucra horrores com os antidepressivos vendidos às mulheres, porque elas simplesmente não conseguem entender o quão vivem numa grande constante de ladeira abaixo. A mulher só se sentirá realizada tomando como parâmetro três verdades da vida: o amor reservado aos filhos, a dedicação ao marido e à devoção a Deus. Acontece que estas três verdades foram relativizadas, e como tal, acabaram com a dignidade da mulher.

[Image: Sao+Luis+rei,+estatua+ecuestre,+EUA.jpg]

São Luís IX, santo da Igreja, é o exemplo de um verdadeiro homem: liderou diversas iniciativas Cruzadas, valorizou a família, teve muitos filhos, foi um homem devoto, combateu os muçulmanos, era um homem culto e lia a Bíblia, "devotíssimo", é certamente um dos maiores homens da história.



É verdade que o homem nasce com valor próximo a zero. É verdade que sua vida é uma eterna batalha. Mas isso é que é verdadeiramente gratificante. O homem racional planeja, evolui, estabelece metas, conquista seus objetivos. Só um homem tolo pensará que ele continuará valendo quase nada. O homem racional constrói seu próprio valor, para sua família e para a sociedade. O homem "moderno" muito reclama de que é invisível na sociedade. Mas eu pergunto, o que ele está fazendo neste momento para mudar este quadro?



A mulher nasce valendo o preço de um diamante, e acabará custando o valor de um carvão queimado. Enquanto a mulher de 25 anos está caminhando para o fim, o homem de 25 anos está caminhando para seu começo, e o seu apogeu poderá durar até o dobro do apogeu da mulher. Como ele é muito precoce ao próprio desenvolvimento intelectual da mulher, grande parte delas não entenderá o poder que têm em mãos e o colocará rapidamente tudo a perder. As mulheres de 18~21 anos acreditam que o seu valor sexual é inesgotável, que durará para sempre. Mas o que não é merecido é rapidamente perdido. A mulher não consegue manter o valor com que nasceu, o valor da buceta. E ele não é reparável - e é exatamente aqui que o homem têm uma enorme vantagem. Uma fortuna na mão de um meritocrata duplicará. Uma fortuna na mão de um nascido em berço de ouro será reduzida a metade; isto há muito ensinava a Bíblia. É assim que devemos entender a questão de valores entre homens e mulheres, ao qual temos quando nascemos.


Eu dou graças a Deus por ter nascido homem - Ele confiou a nós, tal como o fez no Paraíso ao exigir que Adão desse nomes aos animais - as ferramentas para construir ou mesmo corrigir a civilização. Eu convido-o a fazer parte, no que for possível, a esse fim encaminhado pelo Divino.
Homens não são reféns das mulheres, mas reféns da própria libido.

Homem cafajeste merece mulher rodada. Ambos se completam.

Casamento nos moldes modernos é uma roleta russa, mas com todas as balas carregadas.
Responda-o
#2
(...) Salvo exceções, geralmente não muito. As mulheres do séc. XX-XXI não são dedicadas ao estudo, não são dedicadas ao trabalho,(...)

Data vênia confrade, discordo dessa parte, pois o que ando observando é justamente o contrário.. Vejo maioria das cadeiras da graduação, pós-graduação, mestrado, etc ocupadas por mulheres, mas não se trata apenas de ocupação, mas sim de competição. 

Vejo que não desejam apenas serem coadjuvantes no cenário profissional, e sim toma-lo para si. Falando em trabalho, o maior crescimento de ocupação de postos de emprego é por mulheres. São muito competitivas e obstinadas.

Homem vive em função de 'muié'. O homem do sec. xxi está preocupado em competir com mulher em balada enquanto a mulher do sec. xxi está competindo por trabalho e poder.
Responda-o
#3
(07-09-2017, 04:10 AM)Martelo Escreveu: Data vênia confrade, discordo dessa parte, pois o que ando observando é justamente o contrário.. Vejo maioria das cadeiras da graduação, pós-graduação, mestrado, etc ocupadas por mulheres, mas não se trata apenas de ocupação, mas sim de competição. 

Vejo que não desejam apenas serem coadjuvantes no cenário profissional, e sim toma-lo para si. Falando em trabalho, o maior crescimento de ocupação de postos de emprego é por mulheres. São muito competitivas e obstinadas.

Homem vive em função de 'muié'. O homem do sec. xxi está preocupado em competir com mulher em balada enquanto a mulher do sec. xxi está competindo por trabalho e poder.


Elas já são maioria nas faculdades (com exceção de alguns cursos), mas os melhores alunos das turmas são sempre homens. Elas são participativas, mas isso não significa que levam o estudo a sério. Grande parte delas são beneficiadas pelos professores manginas e pelos alunos que fazem os trabalhos e que ajudam a colar nas provas. Tem muita mulher moderna burra como uma porta e "doutora", que se apoiou sobre o trabalho de alguém (de um homem). É claro que me expresso em linhas gerais sobre isso!
Homens não são reféns das mulheres, mas reféns da própria libido.

Homem cafajeste merece mulher rodada. Ambos se completam.

Casamento nos moldes modernos é uma roleta russa, mas com todas as balas carregadas.
Responda-o
#4
Dei uma aumentada no tamanho do texto pra melhor visualizaçao.

E de quebra, dando um UP NESSE EXCELENTE TEXTO.
"É o saldão das balzacas"  Minerin 
Responda-o
#5
Concordo em partes.
Julgadas pelo poder da buça ,a beleza passa são descartadas porque quando envelhecem vem uma safra de 15
Agora como seres humanos ,tanto elas como nós o valor é mesmo.
Ninguém deveria só se resumir a físico e barganha ,mas a realidade tá ai.
Responda-o
#6
(06-09-2017, 09:16 PM)Commodoro Escreveu: Os homens são construtores de civilizações, da ciência e da tecnologia.

[Image: giphy.gif]



(06-09-2017, 09:16 PM)Commodoro Escreveu: A mulher só se sentirá realizada tomando como parâmetro três verdades da vida: o amor reservado aos filhos, a dedicação ao marido e à devoção a Deus. Acontece que estas três verdades foram relativizadas, e como tal, acabaram com a dignidade da mulher.

eu tambem acho que o lugar ideal da mulher é como a biblia fala, em casa cuidando dos filhos e submissa ao marido


(06-09-2017, 09:16 PM)Commodoro Escreveu: [Image: Sao+Luis+rei,+estatua+ecuestre,+EUA.jpg]

São Luís IX, santo da Igreja, é o exemplo de um verdadeiro homem: liderou diversas iniciativas Cruzadas, valorizou a família, teve muitos filhos, foi um homem devoto, combateu os muçulmanos, era um homem culto e lia a Bíblia, "devotíssimo", é certamente um dos maiores homens da história.

se tivessem mais homens assim o isla tava pianinho, a igreja catolica fez bem em matar os islamicos e colocar ordem, mas fez muito mal em matar os cristaos protestantes e nunca ter se desculpado por isso


(06-09-2017, 09:16 PM)Commodoro Escreveu: Eu dou graças a Deus por ter nascido homem - Ele confiou a nós, tal como o fez no Paraíso ao exigir que Adão desse nomes aos animais - as ferramentas para construir ou mesmo corrigir a civilização. Eu convido-o a fazer parte, no que for possível, a esse fim encaminhado pelo Divino.

[Image: giphy.gif]

graças a Deus nasci homem !
"A paixão é como o álcool. Entorpece a consciência, elimina a lucidez, impede o julgamento crítico e provoca alucinações, fazendo com que o ser amado seja visto como divino." Como lidar com Mulheres - Nessahan Alita
Responda-o
#7
(07-09-2017, 08:07 AM)Commodoro Escreveu:
(07-09-2017, 04:10 AM)Martelo Escreveu: Data vênia confrade, discordo dessa parte, pois o que ando observando é justamente o contrário.. Vejo maioria das cadeiras da graduação, pós-graduação, mestrado, etc ocupadas por mulheres, mas não se trata apenas de ocupação, mas sim de competição. 

Vejo que não desejam apenas serem coadjuvantes no cenário profissional, e sim toma-lo para si. Falando em trabalho, o maior crescimento de ocupação de postos de emprego é por mulheres. São muito competitivas e obstinadas.

Homem vive em função de 'muié'. O homem do sec. xxi está preocupado em competir com mulher em balada enquanto a mulher do sec. xxi está competindo por trabalho e poder.


Elas já são maioria nas faculdades (com exceção de alguns cursos), mas os melhores alunos das turmas são sempre homens. Elas são participativas, mas isso não significa que levam o estudo a sério. Grande parte delas são beneficiadas pelos professores manginas e pelos alunos que fazem os trabalhos e que ajudam a colar nas provas. Tem muita mulher moderna burra como uma porta e "doutora", que se apoiou sobre o trabalho de alguém (de um homem). É claro que me expresso em linhas gerais sobre isso!

tem muito mais mulheres estudando, mas quando vamos estudar os grandes feitos da historia, estudamos newton, einstein, pasteur, e varios outros, todos sao homens, nao me lembro de ter estudado uma unica mulher na escola que tenha feito algo importante ou descoberto algo novo

e hoje elas sao maioria, mas vai olhar quem esta ganhando os premios nobels, homens, porque sao eles que transformam o mundo

(07-09-2017, 10:54 AM)AndréMR Escreveu: Concordo em partes.
Julgadas pelo poder da buça ,a beleza passa  são descartadas porque quando envelhecem vem uma safra de 15
Agora como seres humanos ,tanto elas como nós o valor é mesmo.
Ninguém deveria só se resumir a físico e barganha ,mas a realidade tá ai.

infelizmente na sociedade atual voce é o que vc tem

se elas nao aproveitarem o periodo fertil com o poder da beleza para conseguir bons empregos e boas faculdades, e usarem so pra vadiar, quando passar a beleza, elas nao vao ter valor nenhum mais para oferecer
"A paixão é como o álcool. Entorpece a consciência, elimina a lucidez, impede o julgamento crítico e provoca alucinações, fazendo com que o ser amado seja visto como divino." Como lidar com Mulheres - Nessahan Alita
Responda-o
#8
@Melancton você tem uma visão romântica acerca da formação do protestantismo; sabe reconhecer o "erro" no outro, sabe apontar dedos, mas não sabe como sua "religião" se formou.

O nascimento do protestantismo fez nascer guerras religiosas de escalas mundiais, e que vemos seus frutos ainda hoje, quinhentos anos depois. A Guarda Suíça, por exemplo, foi criada para proteger o papado dos rebeldes protestantes. Em 1527, saquearam Roma, e se não fossem o heroísmo da guarda, teriam matado o papa (na época, era Clemente VII). Aquele episódio foi um caos completo, muito foi roubado e profanado, a situação foi tamanha em Roma que os habitantes da época pensaram estar vivendo num episódio do Juízo Final.

Conheça um pouco mais da história de sua religião: http://portalconservador.com/apologetica...otestante/. Na idade Moderna, o chefe de Estado se convertia e forçava a população a se "converter" também..

Nessa história de católicos vs protestantes não há "Inocentes".
Homens não são reféns das mulheres, mas reféns da própria libido.

Homem cafajeste merece mulher rodada. Ambos se completam.

Casamento nos moldes modernos é uma roleta russa, mas com todas as balas carregadas.
Responda-o
#9
Muito bom o texto.

A ultima palavra sempre é do Rei, a rainha pode espernear, gritar e chorar. Isso se deve ao simples fato do rei ser Homem.
Responda-o
#10
UP.
"É o saldão das balzacas"  Minerin 
Responda-o
#11
(07-09-2017, 08:07 AM)Commodoro Escreveu:
(07-09-2017, 04:10 AM)Martelo Escreveu: Data vênia confrade, discordo dessa parte, pois o que ando observando é justamente o contrário.. Vejo maioria das cadeiras da graduação, pós-graduação, mestrado, etc ocupadas por mulheres, mas não se trata apenas de ocupação, mas sim de competição. 

Vejo que não desejam apenas serem coadjuvantes no cenário profissional, e sim toma-lo para si. Falando em trabalho, o maior crescimento de ocupação de postos de emprego é por mulheres. São muito competitivas e obstinadas.

Homem vive em função de 'muié'. O homem do sec. xxi está preocupado em competir com mulher em balada enquanto a mulher do sec. xxi está competindo por trabalho e poder.


Elas já são maioria nas faculdades (com exceção de alguns cursos), mas os melhores alunos das turmas são sempre homens. Elas são participativas, mas isso não significa que levam o estudo a sério. Grande parte delas são beneficiadas pelos professores manginas e pelos alunos que fazem os trabalhos e que ajudam a colar nas provas. Tem muita mulher moderna burra como uma porta e "doutora", que se apoiou sobre o trabalho de alguém (de um homem). É claro que me expresso em linhas gerais sobre isso!

Os protagonistas de qualquer inovação e os grandes nomes em qualquer área de conhecimento são homens e em áreas em que as mulheres sempre foram a maioria quem se destaca e produz conhecimento novo que depois é estudado por todos e que realmente faz a diferença revolucionando a área continua sendo os homens, algumas mulheres se esforçam e tiram notas boas, são ótimas para decorar as coisas, mas são submissas por natureza e se acomodam na profissão, não tentam inovar, empreender, desenvolver uma nova teoria mas procuram ficar em algo seguro mesmo que ganhe pouco como ser funcionária pública fazendo um serviço que não exige nada. Uma ou outra tenta algo mais ousado como entrar em uma multinacional mas só pelo status.

E não é impossível que muitas só faziam faculdade para aumentar o poder de barganha para conseguir um macho melhor. Como fala Esther Villar no livro dela.
Responda-o
#12
Dando UP no meu próprio texto
Homens não são reféns das mulheres, mas reféns da própria libido.

Homem cafajeste merece mulher rodada. Ambos se completam.

Casamento nos moldes modernos é uma roleta russa, mas com todas as balas carregadas.
Responda-o
#13
Excelente texto.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)