Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Nessahan Alita - Como lidar com mulheres (2004)
#21
[Image: 15780946_1186894581418524_51831945859792...e=5A13F29C]
"A paixão é como o álcool. Entorpece a consciência, elimina a lucidez, impede o julgamento crítico e provoca alucinações, fazendo com que o ser amado seja visto como divino." Como lidar com Mulheres - Nessahan Alita
Responda-o
#22
Nessahan foi muito objetivo ao escrever esse livro, não podemos esquecer que essa obra deve ser lida e relida constantemente, principalmente aplicada.

Há problemas em mandar os livros de NA para um site de impressão para que eu tenha as obras físicas?
Responda-o
#23
Esse livro deveria ser obrigatório a todo homem existente na face da terra!
Sem palavras para descrever esta grande Obra prima de N.A.
Responda-o
#24
Esse livro foi o estopim para criação da primeira cmm da real, já faz 11 anos, e que ajudou na criação de grande parte dos poucos redutos do pensamento conservador na web.
Responda-o
#25
Sem duvidas, deve ser lido de tempos em tempos. Segue um pouco do que consegui enxergar. Obs: Não li todo o livro.

"Somos TODOS macacos de ternos". Seres animais fracos e (in)voluidos.

Sonhamos com nos mesmos através do amor passional e a luxuria. Seres egoístas. Tentamos a dominação do próximo para fins egoicos. Mas nem mesmo somos capazes da dominação plena de nos mesmos.

Sonhamos com a felicidade terrena. Colocamos o nosso coração para usufruir de tal. Mas porque entregaríamos nosso coração para porcos famintos? Se entregar de corpo e alma é condenar-se ao sofrimento.

O sentimentalismo extremo e passional é irmão da luxuria. São esses os principais causadores do inferno terrestre.

O amor verdadeiro é superior e divino longe da animalesca face do ser humano.

A importância em sermos justos é insubstituível para liderarmos. Usar os instintos animais para o bem e não para o mal.
Responda-o
#26
Li o primeiro volume. Depois lerei o segundo.

(01-10-2017, 03:58 PM)Rozyzz Escreveu: Esse livro deveria ser obrigatório a todo homem existente na face da terra!
Sem palavras para descrever esta grande Obra prima de N.A.

Putz, imagine o trabalho que seria traduzir as obras do N.A para tantos idiomas.
Responda-o
#27
Seria legal traduzir para o inglês.

Quem dera ter tempo livre como tinha antigamente, rs.

Esse livro merece até uma releitura; na época estudei muito de gnose e filosofia para entender o que Nessahan quis dizer com tais palavras. A coisa era muito mais profunda do que parece. No fundo, O Lado Obscuro das Mulheres foi um alerta aos homens para se policiarem e não caírem em fraquezas internas.
Responda-o
#28
Aguardei até concluir a leitura integral da obra para ler este resumo e consolidar as ideias centrais, o único arrependimento que tenho é não ter conhecido NA mais cedo.
Responda-o
#29
esse livro foi a primeira blackpill que eu ingerir sobre as mulheres e relacionamentos e sobre a vida.

gratificação eterna !!!


queria que ele continuasse a escrever, porque as coisas mudaram, e pra pior muita putaria e hipergamia.
Responda-o
#30
(24-11-2017, 02:17 PM)SteveMcQueen Escreveu: Seria legal traduzir para o inglês.

acho que seria uma boa ideia, mas acho que o livro e a real ainda devem ser mais divulgados no brasil antes de querer enviar material para o exterior
"A paixão é como o álcool. Entorpece a consciência, elimina a lucidez, impede o julgamento crítico e provoca alucinações, fazendo com que o ser amado seja visto como divino." Como lidar com Mulheres - Nessahan Alita
Responda-o
#31
Fiquei em duvida agora, sobre as versões, lembro que a primeira vez que li Nessahan Alita, eu consegui terminar o livro em um dia, dessa vez, demorei quatro, parece que o livro ficou maior, sei la kkkkkk.

O livro dele que tinha lido era o que tem uma mulher pelada bem sinistra na capa, esse é meio diferente, essa versão é maior que aquela?
Responda-o
#32
Up para os novatos que não leram ainda esse clássico.
A maior necessidade do mundo é a de homens - homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.
Responda-o
#33
Spoiler Revelar
(24-07-2017, 01:04 AM)Staff Escreveu: O segundo livro escrito por Nessahan Alita, "Como lidar com mulheres" 1° edição versão 2004, essa é a versão original, conhecida também como a versão politicamente incorreta por estar com linguagem direta e forte, posteriormente o Nessahan Alita fez novas edições deste livro suavizando o discurso. O livro foi postado aqui para facilitar a consulta e também incentivar a leitura do clássico da Real.


[Image: ibxw6d.jpg]


Nessahan Alita - COMO LIDAR COM MULHERES
Apontamentos sobre o perfil comportamental feminino nas relações com o homem


Introdução


Neste trabalho retratarei o lado negativo, a face obscura, destruidora e fatal do feminino. Não abordarei seu lado divino e celestial mas apenas o aspecto infernal e monstruoso, o qual deve ser vencido para que a mulher nos entregue as chaves do paraíso.

As mulheres são seres deliciosamente terríveis, de dupla face, que nos fazem sofrer terrivelmente. Atormentam-nos com seus jogos contraditórios e incoerências, nos levando à loucura. Quando as vencemos, elas nos presenteiam com os segredos que reservam aos eleitos. Como sofri muito nas mãos delas e tenho visto muitos homens sofrerem, resolvi compartilhar com outros o conhecimento que adquiri em duras experiências.

Quando eu era jovem, não entendia porque certos filósofos e escritores diziam que necessitávamos nos desapegar das mulheres. Os considerava injustos e discordava. Hoje os entendo perfeitamente e concordo com tudo o que disseram Nietzsche, Platão e outros. As advertências do Alcorão, da Bíblia e de outros livros sagrados contra esses seres simultaneamente maravilhosos e malignos não são gratuitas.

O jogo da paixão é uma batalha de sentimentos em que a mulher tenta incansavelmente vencer usando como armas as carências afetivas e sexuais do homem. A intenção é conquistar o nosso coração para dispor, deste modo, da subserviência que se origina do estado de apaixonamento.

Basicamente, me empenhei em descrever as estratégias femininas para ludibriar o homem, acorrentando-o, os erros que normalmente cometemos com elas e as formas de nos defendermos emocionalmente. Espero não ter chocado o leitor por ter, como Maquiavel, tratado apenas das coisas reais e não das coisas ideais. A realidade do amor não é bela e difere totalmente do que gostaríamos que fosse.


I. Características do falsamente chamado “sexo frágil”


1. Comparam-se sempre umas com as outras.
2. São altamente competitivas.
3. Lutam para conquistar o homem de uma mulher linda.
4. São naturalmente adaptadas à espera.
5. Detestam homens débeis e fracassados.
6. Se dão bem apenas com homens que ignoram suas flutuações de humor e seguem seu ritmo.
7. Nunca deixam o homem concluir se são santas ou prostitutas para que ele não arranje outra.
8. Instrumentalizam o ciúme masculino.
9. Se auto-afirmam por meio do sofrimento masculino que se origina do desejo ou do amor (se culminar em suicídio, será melhor ainda e elas não sentirão nenhuma piedade).
10. Não amam em simples retribuição ao fato de serem amadas mas sempre por algum interesse.
11. Gostam de enlouquecer o homem com torturas mentais.
12. Sofisticaram a tortura mental como forma de compensar a fragilidade física.
13. São emocionalmente muito mais fortes do que os homens.
14. Se entregam apenas àqueles que as tratam bem mas não se apaixonam.
15. Enjoam dos homens que abandonam totalmente os rituais de encantamento (bilhetinhos, poemas, filmes, presentinhos, chocolates...) ou que os realizam em demasia.
16. Tentam nos induzir a correr atrás delas para terem o prazer de nos repudiar.
17. Sentem-se atraentes quando conseguem rejeitar um homem.
18. Simulam desinteresse por sexo para atiçar o nosso desejo.
19. Necessitam sempre sentir que estão enganando ou manipulando para se sentirem seguras.
20. Quanto menos conseguem manipular e enganar o homem, mais tentam fazê-lo.
21. Desistem dos jogos de engano e manipulação quando as ludibriamos habilmente, fazendoas supor que estão nos enganando e manipulando.
22. Simulam fragilidade para ativar o instinto protetor masculino.
23. Jogam com o nosso medo de entristecê-las e desagradá-las.
24. Simulam indiferença para sugerir que estão interessadas em outro.
25. São pacientes.
26. Testam e observam reações.
27. São irresistivelmente atraídas por homens que lhes pareçam destacados, melhores do que os outros e, ao mesmo tempo, desinteressado por elas.
28. Comportam-se como se sempre fossem desejadas.
29. Amam e se entregam totalmente aos cafajestes experientes.
30. Desejam um homem na mesma proporção em que outras mulheres o desejam.
31. Preferem aqueles que se aproximam sem nenhum interesse além da amizade.
32. Querem que o homem esconda seu desejo sexual até o momento da entrega.
33. Simulam indiferença para sugerir que estão interessadas em outro.
34. Têm verdadeira loucura por homens que compreendam seu mundo. O chamam de “diferente”.
35. Tornam-se inacessíveis após a conquista para que o homem preserve o sentimento que tem por elas.
36. Sempre tentam descobrir o que o homem sente nas várias situações.
37. Costumam “amarrar” o homem, repudiando-o e evitando-o.
38. Temem o ódio masculino real, sem mescla alguma de afeição.
39. Afastam-se para verificar se o homem vai atrás ou não.
40. Constantemente observam e avaliam se, como e quanto o homem necessita delas emocionalmente.
41. Incitam perseguições atraindo e em seguida repudiando.
42. Nos torturam mentalmente dando e desfazendo esperanças de sexo.
43. Negam-nos a satisfação sexual plena para acender o nosso desejo.
44. Nunca permitem que saibamos se fogem porque querem ser deixadas em paz ou porque querem ser assediadas.
45. Impressionam-se com homens decididos que não temem tomar atitudes enérgicas e as surpreendem.
46. Levam o homem que está “atrás” delas para onde querem.
47. Fogem e resistem para evitar que sua entrega provoque o desinteresse do “perseguidor”.
48. São irresistivelmente atraídas por homens que provocam emoções fortes.
49. Assediam aqueles que marcam sua imaginação como diferente e especial e, ao mesmo tempo, deixe entrever que está desinteressado nelas.
50. Concluem que precisamos delas quando as procuramos e perseguimos.
51. Sentem-se seguras de seu poder de sedução quando são assediadas.
52. Têm necessidade de levantar a auto-estima quando um homem as rejeita, assediando-o.
53. Sempre acham que estão sendo desejadas quando um homem as observa detidamente ou toma a iniciativa do contato.
54. São física e psiquicamente lentas: demoram para serem encantadas, para terem o orgasmo, para tomarem decisões, para sentirem falta de sexo, suportam esperar muito tempo, são pacientes etc.
55. Não se compadecem por nosso sofrimento emocional.
56. Não se compadecem do sofrimento masculino ocasionado pela insatisfação sexual (consideram "frescura" ou "sem-vergonhice").
57. Uma vez relacionadas com um homem, ficam atrás dele somente se ele resistir mais do que elas, evitando buscar contato e sexo.
58. Tornam-se emocionalmente dependentes de homens compreensivos, carinhosos, seguros, decididos e que, ao mesmo tempo, não dependem delas emocionalmente.
59. Concebem o homem ideal como seguro, forte, distante, decidido e calmo.
60. Sonham em converter os cafajestes porque sua conversão seria uma prova inequívoca de amor.
61. Simulam desinteresse para não serem desprezadas como "fáceis".
62. São atraídas pelo "diferente" que seja superior aos outros machos em vários sentidos, principalmente na possibilidade de oferecer segurança.
63. Cultivam no homem a dependência.
64. Observam e testam continuamente os nossos sentimentos até o limite de romper a relação.
65. Instrumentalizam nossos erros em seu favor.
66. Jogam a culpa dos erros delas em nós.
67. Sempre possuem uma desculpa para as mancadas.
68. Dobram e manipulam o homem quebrando sua resistência através da fragilidade.
69. Submetem e manipulam o homem sem que ele perceba.
70. Sempre dão abertura para que outros a cortejem e nunca admitem.
71. Juram fidelidade de sentimento mas sempre se contradizem com atitudes suspeitas e "sem intenção".
72. Envolvem-se mais fortemente com amigos e conhecidos com os quais travam amizades "sem interesse", "sem intenção" e "sem maldade".
73. Não têm medo de jogar até o limite porque consideram que, se o cara romper a relação, a ruptura aconteceu porque ele já não prestava antecipadamente.
74. São afetadas pela nossa perda apenas depois que ela realmente se efetiva.
75. Jogam com ambigüidades e evitam assumir as conseqüências.
76. São incapazes de visualizar a dor da insatisfação sexual masculina, que consideram "sem-vergonhice".
77. Descobrem os limites do homem jogando com seus sentimentos.
78. Sentem um alívio em sua angústia de não serem amadas quando descobrem que alguém sofre por elas.
79. Querem ser amadas por aqueles que sejam melhores em todos os sentidos.
80. Nunca estão satisfeitas com os homens com os quais contraem matrimônio.
81. Gostariam de ter um homem que correspondesse à satisfação de todos os seus desejos conflitivos e contraditórios.
82. Detestam adaptações.

Estou relendo os livros de NA... Características que mais me chamaram a atenção:

9. Se auto-afirmam por meio do sofrimento masculino que se origina do desejo ou do amor (se culminar em suicídio, será melhor ainda e elas não sentirão nenhuma piedade).
 
Chega a ser chocante...

28. Comportam-se como se sempre fossem desejadas.

Essa é patética Gargalhada

82. Detestam adaptações.

Sinceramente não entendi essa característica. Em que circunstâncias as mulheres detestam adaptações? Como essa característica se compatibiliza com o desejo por emoções fortes? Se alguém souber me explica aí.
Se você não estiver disposto a ser forte e não for interiormente corajoso, é melhor desistir de ser macho e virar uma borboleta... [Nessahan Alita]
Responda-o
#34
Com o risco de errar na análise desse item, quando se menciona ''adaptação'', é no sentido de ''adequação'', que por definição, requer ''atitude'' do sujeito que deve se adequar (ou adaptar, como Nahassen escreveu).

E, por associação, atitude equivale a ''esforço'' que é seguido de ''responsabilização''. E elas não gostam de responder por seus atos, ser cobradas, responsabilizadas, muito menos liderar, e sabem disso, logo, buscam um líder que as conduza, ou no caso do provedor, as sustente.
"Só os canalhas precisam de uma ideologia que os absolva e justifique." (Rodrigues, Nelsson)
Responda-o
#35
Sobre os livros de NA serem traduzidos ou não, seria importante pra divulgação da real em outros países, no caso, ocidentais.

Os livros em inglês e espanhol, nesse momento, com essa temática mgtow ganhando exposição e sendo razoavelmente debatida fora do underground, poderiam fazer a real se propagar rapidamente.
"Só os canalhas precisam de uma ideologia que os absolva e justifique." (Rodrigues, Nelsson)
Responda-o
#36
Fico tentando imaginar se na época dos meus avós havia essa preocupação em "como lidar com as mulheres".

Quanto tempo perdi tentando entender mulher, ainda bem que construí alguma coisa na vida, mas mesmo assim perdi tempo, dignidade e noites mal dormidas.

Chegaram a escrever livros sobre isso, parece um absurdo; não vejo interesse de mulheres em qualquer assunto relacionado a homem.

É o que dá colocar vagina num pedestal, na pré-história se fazia elementos decorativos fálicos para representar a fertilidade, a força.

Hoje virou essa bestice de elevar o sexo feminino a um status exagerado, não bastasse já terem poder de decidir com quem vão copular.

Graças a Deus estou liberto da cobiça sexual, que sensação de livramento. Deve ser os 40 chegando, uma bênção!
Responda-o
#37
O que o homem precisa é se entender, e não entender as mulheres, os macacos, hipopótamos ou os ETs.
Responda-o
#38
(10-09-2019, 09:35 PM)Baralho Escreveu: Com o risco de errar na análise desse item, quando se menciona ''adaptação'', é no sentido de ''adequação'', que por definição, requer ''atitude'' do sujeito que deve se adequar (ou adaptar, como Nahassen escreveu).

E, por associação, atitude equivale a ''esforço'' que é seguido de ''responsabilização''.  E elas não gostam de responder por seus atos, ser cobradas, responsabilizadas, muito menos liderar, e sabem disso, logo, buscam um líder que as conduza, ou no caso do provedor, as sustente.

Entendi esse lance de fugir de responsabilidades.. Difícil é achar um exemplo para ilustrar.
Se você não estiver disposto a ser forte e não for interiormente corajoso, é melhor desistir de ser macho e virar uma borboleta... [Nessahan Alita]
Responda-o
#39
Sendo este topico material de estudos da real e por nao ser proibido comentar, desde que nao haja desvirtualizacao, vou excluir os posts sem relevancia.
"Apego corporal, desapego emocional"
Pragaklan 
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [FIXO] Textos Especiais Para Recrutas - Nessahan Alita: O Sofrimento Amoroso do Homem Mandrake 46 9,734 06-05-2019, 03:43 PM
Última Postagem: Pachad
  Nessahan Alita - A Guerra da Paixão Staff 22 3,693 12-12-2018, 09:45 PM
Última Postagem: Melancton
  [REFLEXÃO] Como lidar com as Mulheres em áudio Ragnarok 4 1,421 18-11-2017, 04:57 PM
Última Postagem: Melancton
  [INSTRUÇÃO] Nessahan Alita for Dummies!!! Loki 22 3,857 28-06-2017, 07:11 PM
Última Postagem: Roland

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)