Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[DEBATE] Casa, moradias e aluguéis
#21
Deve-se levar em conta a renda do indivíduo, através disso você pode traçar suas metas.

Concluindo:
Comprar apartamento é mesmo pra otário, se fosse somente questão de números mas essa comparação fica cada vez mais subjetiva e por isso está aí as calculadoras para você colocar os seus números e trazer para sua realidade.

Se publicar uma simulação nesse tópico seria interessante respeitar os critérios de padronização pra não virar bagunça!
Responda-o
#22
Axl me indica se puder algumas fontes pra estudo de como investir em renda fixa e congêneres.
No exemplo que vc deu anteriormente eu teria comprado um imóvel no valor em torno de 200 mil e os outros 200 mil investiria.
Responda-o
#23
(16-07-2017, 12:51 AM)Viking Escreveu: Axl me indica se puder algumas fontes pra estudo de como investir em renda fixa e congêneres.
No exemplo que vc deu anteriormente eu teria comprado um imóvel no valor em torno de 200 mil e os outros 200 mil investiria.

Confrade, eu não entendo muito de renda fixa já que meu foco sempre foi renda variável mais especificamente mercado se ações. Pelo que entendi você quer aplicar os 200 mil em renda fixa certo?

Eu não estudei muito sobre renda fixa e por isso eu recomendo você pesquisar na internet sobre isso. Um blog interessante que já li é esse:

https://queroficarrico.com/blog/

Tem bastante artigos sobre renda fixa.
Responda-o
#24
(16-07-2017, 12:57 AM)Axl Rose Escreveu:
(16-07-2017, 12:51 AM)Viking Escreveu: Axl me indica se puder algumas fontes pra estudo de como investir em renda fixa e congêneres.
No exemplo que vc deu anteriormente eu teria comprado um imóvel no valor em torno de 200 mil e os outros 200 mil investiria.

Confrade, eu não entendo muito de renda fixa já que meu foco sempre foi renda variável mais especificamente mercado se ações. Pelo que entendi você quer aplicar os 200 mil em renda fixa certo?

Eu não estudei muito sobre renda fixa e por isso eu recomendo você pesquisar na internet sobre isso. Um blog interessante que já li é esse:

https://queroficarrico.com/blog/

Tem bastante artigos sobre renda fixa.

Valeu,eu disse o que faria no exemplo que tu deu dos 400 mil-brigado,vou olhar.
Responda-o
#25
(16-07-2017, 01:56 AM)Viking Escreveu:
(16-07-2017, 12:57 AM)Axl Rose Escreveu:
(16-07-2017, 12:51 AM)Viking Escreveu: Axl me indica se puder algumas fontes pra estudo de como investir em renda fixa e congêneres.
No exemplo que vc deu anteriormente eu teria comprado um imóvel no valor em torno de 200 mil e os outros 200 mil investiria.

Confrade, eu não entendo muito de renda fixa já que meu foco sempre foi renda variável mais especificamente mercado se ações. Pelo que entendi você quer aplicar os 200 mil em renda fixa certo?

Eu não estudei muito sobre renda fixa e por isso eu recomendo você pesquisar na internet sobre isso. Um blog interessante que já li é esse:

https://queroficarrico.com/blog/

Tem bastante artigos sobre renda fixa.

Valeu,eu disse o que faria no exemplo que tu deu dos 400 mil-brigado,vou olhar.

Então, eu imaginei um retorno de 10% a.a já descontado 20% de imposto. 32 mil liquidos. Alugar algo pra morar até 1k ainda sobram 18k e isso já é maior que a meta de inflação proposta pelo BC de 4.5% a.a

Seu dinheiro continuaria com mais liquidez que um imóvel.
Responda-o
#26
É por isso que o empreendimento é alugar casas.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#27
Evite o aluguel pelo maior tempo possível (dinheiro sem retorno)..
Junte dinheiro com a finalidade de aquisição do imóvel, leva-se anos mesmo.
Avalie as opções mais baratas nas cidades menores, perto de onde mora (loteamentos novos, AP na planta).
Ou pra quem já tem certa grana na mão, fique de olho em leilões ou em oportunidades, sempre aparece coisa Boa..

Nunca dê passo maior que as pernas, financiamento imobiliário é longo, muita coisa pode acontecer durante.. Planejamento!
Responda-o
#28
Casa só é bom quando você paga à vista. Na minha opinião.

Aí o bagulho é teu e tu até pode alugar uma parte pros que pagam aluguel. haehuaehaeae
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o
#29
(15-07-2017, 08:31 AM)Alberto Santos Escreveu:
(14-07-2017, 06:55 PM)Ph da Real Escreveu: Alguns médios imóveis custam por volta de 45 a 60 mil! 
Só se for no Acre.
Tópico mais que interessante. Acho que vai render. Principalmente sobre aquele cálculo que os malucos da economia fazem sobre se vale a pena pagar aluguel ou juntar uma tonelada de dinheiro e comprar.

Alguns até em cidade grande, mas suspeito do terreno ou alguma coisa. Mas, para passar o tempo e e fugir do aluguel quem sabe. A estética do imóvel é agradável : 60 mil, dois andares, quadro cômodos, soa confortável.

Já vi cada tipo de aluguel em cidade grande : tinha uma casona de 3 andares, três quartos, cozinha, sala por apenas 450 reais mensais ( claro que longe do centro) e um enfurnamento de 10 residências mais ou menos, ligadas por várias escadas, construídas no morro, irregulares, o dono rouba água e luz dos moradores, saindo por $650 reais e tem gente que aluga!! Nem ventilação tem. 

Um conhecido meu já deu uns 35 mil reais na mão do dono chupa cabra cuckold, ou seja, a esposa coordena os vários aluguéis que ele tem e rolou vários boatos  de traição por parte dela. Ele simplesmente arrumou uma baiana e correu pro aluguel, pagando 600 reais num verdadeiro muquifo, tu encontra imóveis para alugar muito melhores por preços muito menores. O que o desespero não faz!
Responda-o
#30
Ao meu ver, entre possuir um imóvel ou alugar é relativo. Existem várias variáveis a serem analisadas.

- Idade;
- Localização;
- Renda;
- Período;
.
.
.

Tudo deve ser calculado para verificar o melhor CxB, e cada caso é exclusivo.

Eu, particularmente, não gostaria de um imóvel grande, pois me traria muitos custos e trabalho para manter organizado e limpo. Neste caso, low profile, menos é mais. Quero apenas uma garagem grande ou um integrado neste estilo.

Mas é apenas MEU gosto, se você tem um sonho de morar em um palácio e tem condições para tal, corra atrás do seu.

Eu não compraria uma motocicleta de 50k pelo CxB, mas porque eu gosto, e estou vivendo pra quê se não para fazer o que gosto quando posso? Se fosse apenas CxB andaria em uma baixa cc. Essa é a ideia.
[...]
Responda-o
#31
Agora exige uma entrada maior para financiar um imóvel, Leia: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/c...-hoje/amp/

Vamos observar o impacto que essa medida irá causar no mercado imobiliário.
Responda-o
#32
(17-08-2017, 08:35 AM)CR7 Escreveu: Agora exige uma entrada maior para financiar um imóvel, Leia: http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/c...-hoje/amp/

Vamos observar o impacto que essa medida irá causar no mercado imobiliário.
Isso não muda em nada, porque 90% dos imoveis financiados é pela tabela price.
Quem financia pela SAC precisa dar uma entrada bem maior. A única diferença é que na SAC as parcelas são decrescentes e os juros são bem mais baixos, enquanto que na price são fixas. Na price o cliente precisa dar uma entrada bem menor em relação a SAC. É notório de fato que na price os juros são maiores, porem com o tempo as parcelas defasam.

Responda-o
#33
Como faço parte dos excluído socialmente, comprei um terreno que na época estava barato na zona oeste do RJ, construir minha casa da forma que eu queria, acertei com um colega que é engenheiro civil e acertou as papeladas, no mais estou fazendo investimento para futuramente viver de alugueis.

Existe a tática do oceano azul, é investir em locais afastado e mais barato. No Rj com o excesso de violência, as casas andam ficando baixa nos preços, dependendo a localidade, vale apena comprar agora e aguardar um pouco se estabilizar a cidade, pois sempre existe ganham algo nos momentos críticos.
Responda-o
#34
Eu ainda acho que comprar uma casa não é uma boa, pelo menos não se você tem menos de 30 anos, é solteiro, e ainda não sabe direito o que quer fazer da vida, aluguel pode até ser um dinheiro "jogado fora" mas te dá liberdade para se mudar para a caralholandia caso você passe em um concurso para lá, sem muito apego.

Pensar em casa, pra mim, já compensa se for pra pensar em uma casa bem afastada da cidade, quase sítio, ou um sítio mesmo, porque dai vale a pena, ainda mais se comprar um terreno vazio e construir a casa do jeito que você deseja.

De qualquer forma, se tivesse 300 mil em mãos, enfiaria meta em bitcoin e metade e etherum, e depois que esses ativos se valorizassem 10x ou 15x eu via onde iria construir minha mansão  Yaoming mas como esse não é meu caso, por hora aluguel é a única opção que parece viável e te dá uma certa liberdade.

O foda dos alugueis, é que hoje parece que está tudo ficando mais caro, sinceramente acho que compensaria mesmo era comprar uma van, compensaria muito sendo jovem e solteiro, compra a van, faz dela uma mini casa e tá feito, é algo que é seu, mas você tem liberdade pra levar pra onde quiser, e quando resolver comprar uma casa de verdade, mais pra frente, com mais dinheiro, a van ainda vai estar lá, e o dinheiro que você usou pra comprar ela não vai ser jogado fora como no caso do aluguel, pode parecer uma ideia de gerico, mas faz sentido pra mim, hehe.
Responda-o
#35
Eu já morei de aluguel e estou no meu terceiro apê.
Quando vendi o segundo, fiquei 2 anos e meio em aluguel com a grana aplicada (peguei aquela época que sem esforço nenhum vc tirava 1% livre ao mês da aplicação). Nessa época a grana da aplicação pagava o aluguel e sobrava.
Tipo, o apartamento que eu morava de aluguel "valia" 500k. Eu poderia comprar a vista, mas apliquei a grana (que rendia mais de 5K ao mês) e pagava 1,5K de aluguel...
Aproveitei essa época pra juntar MUITA grana. Peguei a baixa dos anos 2015-2017 no valor dos imóveis e comprei um a vista no final de 2017. Esse que estou, pelo menos no papel, quase dobrou de valor. Se eu deixasse pra comprar agora, tava fudido...
"Mas Berzerk, se vc estava tão bem no aluguel, por que se comprou um imóvel????"
Eu sou VELHO e vi muita coisa nessa porra de BR. Aqui IMPERA a insegurança jurídica e mudança repentina de rumo dos Governos.
O que parecia ser uma boa coisa ONTEM, AMANHÃ vira mico.
A única coisa que é MAIS OU MENOS garantida é o imóvel no seu nome. Então há muitos anos atrás eu tomei a decisão de o imóvel onde eu moro ser MEU.
Não compro pra alugar em hipótese nenhuma.
E acho que quem compra imóvel na praia pra passar fds um completo IDIOTA, por exemplo. Só perde dinheiro e passa nervoso...
Na época que eu era solteiro e comprei um apê, teve uma outra vantagem pra mim. Se eu não tivesse que pagar as prestações daquele apê, ia gastar muita grana em rolês aleatórios, já que eu era novo e não tinha a disciplina mental que eu tenho hoje. Aliás, além do imóvel eu sempre pagava um consórcio de carro popular (mesmo tendo um carro bom quitado), como uma poupança forçada. Depois dos 38 anos mais ou menos eu parei com isso, pois já tinha cabeça pra separar muito bem as contas e poupar, fugindo dos gastos desnecessários...
Responda-o
#36
Video 




https://scantsa.blogspot.com/search/label/Im%C3%B3veis
Responda-o
#37
Meu pai construiu a casa onde cresci com meus irmãos e minha mãe, porém, na separação ela ficou com a casa e meu saiu fora. Minha mãe vendeu a casa e foi morar em outro bairro. 

Moramos 10 anos de aluguel. No último ano, após minha mãe fazer uma reforma básica na casa, o dono pediu a casa. Sorte que na época fomos morar com a minha vó e minha tia. 

Aí alguns meses depois minha mãe comprou um barraco e moramos por 5 anos. Na época, uma das "amigas" dela emprestou o dinheiro pra comprar o barraco a vista, era 3 cômodos. Assim que vendeu o barraco, voltamos pro aluguel. 

A conclusão que eu tiro falando por min, aluguel você tem mais essa liberdade e não fica preso a um só lugar. Pelo menos por enquanto. Uma das minhas metas é ter um apartamento no meu nome. E aí sim, acabar com essa "peculiaridade" familiar de viver pagando aluguel.


Responda-o
#38
Pagar aluguel é a realidade pra maioria das famílias, infelizmente. O brasileiro só consegue adquirir uma casa por financiamento, pagando até o triplo do valor, sob o risco de perder o imóvel caso fique desempregado.

O caso mais esdrúxulo que vi foi a família do meu colega de infância: moraram por mais de 40 anos numa casa pagando um valor extremamente baixo em relação ao mercado. 

Nunca se preocuparam em adquirir esse imóvel, sendo que a proprietária do imóvel fez uma proposta extremamente baixa de venda só pra ajudá-los devido a situação financeira delicada deles: 100 mil reais numa casa que valia mais de 250 mil em 2010. Recusaram a oportunidade.

Os prédios começaram a chegar, o bairro foi se valorizando. Moral da história: a dona do imóvel solicitou o reajuste do aluguel em 2011: de 600 pra quase 1.500 reais, um valor ainda abaixo da média na época, que era uns 2.000. A família foi obrigada a sair e morar na periferia da zona oeste. A dona da casa vendou o imóvel em 2017 por 450 mil reais, juntos com uns vizinhos. Hoje tem um prédio no local com duas torres.

Sempre que encontro esse meu colega, ela me fala da burrada que fez em não ter feito o esforço pra comprar o imóvel da advogada. Típico caso de gentrificação.
"Escola? E o aprendizado com os próprios erros? A experiência te faz professor de si próprio".
Responda-o
#39
@Bilidequidi algumas pessoas só percebem que a oportunidade passou quando perdem mesmo, isso me lembra o meu pai, que recebeu uns 200 mil de herança lá por 97, o que deveria equivaler a mais de um milhão hoje, e colocou tudo no lixo com maus investimentos e luxos desnecessários, ele poderia ter umas 5 casas, segundo minha mãe, resolveu seguir a dica do meu vô em um investimento de telefone e perde quase todo, o resto foi embora em uma lojinha de cosméticos(????) e torrando em comidas caras.
Responda-o
#40
"Muitos se cansam de tantos impostos, inclusive a dificuldade que o homem tem em ter a sua casa, a sua moradia. Alguns tem poder aquisitivo e preferem morar em favelas ( comunidades), talvez por ódio e insatisfação com a atual conjectura brasileira, com infindáveis impostos e roubalheira política."

Eu entendo este ponto de vista.

Se analisarmos a atual conjectura do mercado imobiliario paulistano, você percebe que para morar minimamente decente em um condomínio, muitos deles com plantas ridiculas de 40, 50 m², vc precisa ter uns 300 ~400 mil reais. Ou seja, se você nao tiver uma entrada generosa, vc fica pagando por 20 anos um apartamento minusculo, que sequer da pra passar o natal em familia de tao pequeno (sem contar os juros dos bancos e as despezas de iptu e condominio, que podem ser 500 reais/ mes pelo resto da vida - e também o custo de vida maior por se morar no centro ou em bairros do quadrante sudoeste (rio pinheiros)).

Com este valor, eu faço na periferia de são paulo, com terreno incluso, 2 ou tres sobrados (3 com materiais populares ou 2 com caixilhos sob medida, granito, porcelanato etc.) de 400 ~ 475 mil (terreo social primeiro andar quartos). Dependendo do caso, até 500 mil (olhem os sites de imoveis, fazem cada bosta e vendem por 600 mil). E o melhor : SEM PAGAR IMPOSTOS (IPTU NO MAXIMO 100 REAIS)
é longe dos teatros, de eventos academicos e eventos internacionais? sim, mas como meu custo de vida mais baixo, por morar numa regiao que não é tão intensa a atividade do mercado imobiliario, eu posso comprar um carro bacana para me locomover para esses eventos (que, convenhamos, 1 vez por mes é muito!)

Vivemos em uma era da comunicação, nao precisamos morar no centro necessariamente para termos qualidade de vida aceitável. Sobre a questão de segurança, existem estudos (pesquisem, to com preguiça) que mostram que justamente essas medidas de "segurança" (como muros, arame farpado, guaritas e etc) geram espaços urbanos ociosos (ruas muradas sem nada), e justamente isso que aumenta a criminalidade. Morar na periferia, pelo menos em sp, é a solução para quem quer ter uma moradia decente com quintal por um preço justo (ate uns 400 mil). Inclusive, acho mais seguro morar na periferia do que no centro porque na periferia o trafico domina, entao assaltantes e ladroes sao rechaçados pelos proprios traficantes (infelizmente onde o estado nao se faz presente, aparecem outras forças). O lugar q eu to, por exemplo, e um bairro meio distante do centro (1 hora de onibus + metro ou 30~40 min carro), outra coisa interessante é que mais de 90% dos moradores sao assalariados e trabalham fora do bairro (bairro dormitorio), mas vem sofrendo obras de infra estrutura (novas estaçoes, ampliação malha de onibus, pavimentação, regularização fundiaria das favelas e saneamento). Em outras palavras, o centro se tornou local de pessoas que ja eram de la na minha opiniao, e cada vez mais o centro ta se enchendo de noia, e diferente dos noias de quebrada, os noia do centro não tem um codigo moral a seguir (porque o centro e terra sem lei na criminalidade).
O sobradinho na periferia (ZEIS no plano direitor), se tiver uma garagem boa, um quintal para vc plantar coisas e aberturas decentes de sol, espaço para ter seu proprio escritorio, academia, biblioteca ou o que quiser, churrasqueira e ate piscina dependendo da audacia do guerreiro kkkk (afinal, vc esta na periferia, vc pode construir mais pelo mesmo valor).

Pensando nessas coisas que eu falei, eu decidi investir aqui no meu bairro. Eu tinha desejo de morar no centro, nos bairros dos bacanas, para frequentar os lugares q eles frequentam. Mas a pandemia me fez ver que tudo isso é uma puta ilusão. Viver em condomínio não é vida para mim, eu nem me identifico com o povo do centro, sou de ascendencia nordestina e negra. O centro é mais da galera europeia e tal, minhas amizades de verdade foram meus amigos daqui da periferia, la do centro sao relações profissionais apenas. Não estou discriminando, o que eu to dizendo é que da ter uma vida muito digna e ganhar muito dinheiro com o mercado imobiliario da periferia (hoje em dia qualquer pessoa ganha 2~3 mil por mes, entao podem pagar 1 ou 2k de aluguel dependendo do caso).

Em suma, so queria expor um pouco do que eu penso do assunto e desculpem-me aos que moram e gostam de condomínios, mas eu fui criado de uma maneira que eu nao consigo me imaginar passando o resto da vida sentando em um apartamento com a boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)