Avaliação do Tópico:
  • 2 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Como aproveitar oportunidades que surgem durante crises
#21
"Durante tempos difíceis, e estamos em tempos difíceis, vence aquele que pensa racionalmente e se livra dos pensamentos estúpidos que ocupam tempo precioso. Fazendo isso, no meio dessa sujeira toda, você começa a enxergar oportunidades."

Concordo com isso plenamente, venho fazendo isso na minha realidade. E estou colhendo frutos!
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#22
Interessante ler esse tópico e confrontar com o que aconteceu com a Pandemia do vírus Chinês.
NINGUÉM previu uma merda dessas ou estava preparado para isso.
Negócios interessantíssimos em 2019 viraram um cemitério de clientes agora.
Negócios "normais e sem graça", sem nada demais de inovação... estão bombando.
Qualquer coisa ligada a eventos, turismo e entretenimento presencial (baladas, cinema, teatro, etc) estão FUDIDOS. E sei lá quando vão voltar.
Já os ligados com área hospitalar, alimentos e comunicação estão NO CÉU.
Eu estou ligado com área hospitalar e alimentos, então aqui estamos batendo recorde de vendas. Funcionando 24/7.
Evito de comentar com os amigos e conhecidos de como estou indo, pra não parecer arrogante e nem atrair muita atenção.
Mas o que me irrita profundamente é o festival de hipocrisias. A frase que mais odeio de TODAS é "as pessoas tem que se reinventar". Normalmente que fala isso é quem não precisa trabalhar pra viver, finge que trabalha (ou nem isso) mas vive nas costas de alguém. Funcionários públicos com emprego e salário garantidos tb falam muito isso.
Vejo a coisa muito mais como um xadrez. Quem jogou um pouquinho esse jogo sabe que o "cheque mate" não sai em UMA jogada. Vc tem que preparar isso com várias e várias jogadas de antecedência. Pra eu estar onde estou, estou "jogando esse xadrez" há pelo menos 20 anos.
Nessa pandemia estou vendo gente FUDIDA, mas o que os caras poderiam fazer? Tenho um amigo que tem uma empresa de eventos e estava todo agendado até 2021. Tinha acabado de reformar a empresa dele e investido em equipamentos. Mal começaram as notícias de quarentena, já cancelaram TUDO. COMO o coitado vai se "reinventar", caraio??? Conversei muito com ele e o cara resolveu mexer com peças plásticas, uma oportunidade que apareceu. Só que vai começar a dar frutos, na melhor das hipóteses, daqui uns 2 anos.
Meu ponto é: não adianta se desesperar e pensar em saídas instantâneas e mirabolantes. Tem que parar, respirar e pensar em longo prazo, se vc quiser resultados consistentes. Tem que se conformar com a perda e tentar aprender com ela para um OUTRO jogo.
A lição que ficou pra mim dessa pandemia foi uma gigantesca confirmação do que eu faço desde 2002: TER LINHAS DIFERENTES DE ATUAÇÃO. Se uma ou outra ou mesmo metade vai mal, tem o restante pra me manter.
Outra coisa: TENHA UMA RESERVA.
Responda-o
#23
(01-07-2020, 10:43 AM)Berzerk Escreveu: Interessante ler esse tópico e confrontar com o que aconteceu com a Pandemia do vírus Chinês.
NINGUÉM previu uma merda dessas ou estava preparado para isso.
Negócios interessantíssimos em 2019 viraram um cemitério de clientes agora.
Negócios "normais e sem graça", sem nada demais de inovação... estão bombando.
Qualquer coisa ligada a eventos, turismo e entretenimento presencial (baladas, cinema, teatro, etc) estão FUDIDOS. E sei lá quando vão voltar.
Já os ligados com área hospitalar, alimentos e comunicação estão NO CÉU.
Eu estou ligado com área hospitalar e alimentos, então aqui estamos batendo recorde de vendas. Funcionando 24/7.
Evito de comentar com os amigos e conhecidos de como estou indo, pra não parecer arrogante e nem atrair muita atenção.
Mas o que me irrita profundamente é o festival de hipocrisias. A frase que mais odeio de TODAS é "as pessoas tem que se reinventar". Normalmente que fala isso é quem não precisa trabalhar pra viver, finge que trabalha (ou nem isso) mas vive nas costas de alguém. Funcionários públicos com emprego e salário garantidos tb falam muito isso.
Vejo a coisa muito mais como um xadrez. Quem jogou um pouquinho esse jogo sabe que o "cheque mate" não sai em UMA jogada. Vc tem que preparar isso com várias e várias jogadas de antecedência. Pra eu estar onde estou, estou "jogando esse xadrez" há pelo menos 20 anos.
Nessa pandemia estou vendo gente FUDIDA, mas o que os caras poderiam fazer? Tenho um amigo que tem uma empresa de eventos e estava todo agendado até 2021. Tinha acabado de reformar a empresa dele e investido em equipamentos. Mal começaram as notícias de quarentena, já cancelaram TUDO. COMO o coitado vai se "reinventar", caraio??? Conversei muito com ele e o cara resolveu mexer com peças plásticas, uma oportunidade que apareceu. Só que vai começar a dar frutos, na melhor das hipóteses, daqui uns 2 anos.
Meu ponto é: não adianta se desesperar e pensar em saídas instantâneas e mirabolantes. Tem que parar, respirar e pensar em longo prazo, se vc quiser resultados consistentes. Tem que se conformar com a perda e tentar aprender com ela para um OUTRO jogo.
A lição que ficou pra mim dessa pandemia foi uma gigantesca confirmação do que eu faço desde 2002: TER LINHAS DIFERENTES DE ATUAÇÃO. Se uma ou outra ou mesmo metade vai mal, tem o restante pra me manter.
Outra coisa: TENHA UMA RESERVA.

Você falou um fato muito interessante que concordo plenamente.

Inclusive, vai de encontro com um tópico que fiz recentemente sobre " Novo normal é meu piru"

O tópico aborda as empresas que estão todas se "reinventando" e partindo para o Delivery.

Fiquei puto, porque não vejo essa como sendo uma tendência de longo prazo, acredito que quando tudo voltar ao normal, os deliverys vão ser como sempre foram antes.

No demais, uma vez ouvi um grande empresário brasileiro, George Niemeyer, falar o seguinte:

" Você tem que começar pequeno e pensar grande! Comece com uma empresa pequena, lanchonete, eventos que seja, mas pense sempre em ter algo maior como um supermercado, posto de gasolina e outros tipos de empresas que são pouco afetadas com a crise por serem essenciais" 

Então eu acredito que o caminho é por aí, acho válido o cara começar com uma empresa de evento por exemplo, mas sempre almejar partir para um ramo onde estão os peixes graúdos.

Enfim, também tem aquele caso, da pessoa que está "esperando a crise passar" e assistindo TV o dia todo em caso.

Essa pessoa com certeza, sairá muito mais fudida do que aquela que "Fez alguma coisa" durante a crise.

Então, acredito que tudo seja equilibrio.

Não tem muitas coisas mirabolantes a se fazer, ao mesmo tempo que "dá" para fazer algo para não ficar totalmente parado.

Pelo menos estudar e se aperfeiçoar deveria ser obrigação de quem está com seu negócio paralisado.
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o
#24
Confrade @gRILO , se for pensar em algo pra fazer no pós pandemia, tem que ser algo "contra a maré" do óbvio.
Delivery está em alta (altíssima na realidade) agora, mas TODO MUNDO está investindo nisso.
Eu acho que quem investir em experiência presencial na pós pandemia, quando chegar a vacina, é que vai se dar bem.
Tô achando que as pessoas estão FARTAS de ficarem isoladas uma das outras por causa disso (a pandemia), e assim que chegar a vacina e falar em Covid19 seja a mesma coisa que falar em Influenza ou H1N1, as pessoas vão CAGAR para comer em casa. Vai sair todo mundo na rua assim que possível e se aglomerar ao máximo em tudo que é lugar. Sabe aquela coisa REPRESADA?
Ai quem se voltou todo pra entrega de comida (por exemplo) vai ficar com poucos pedidos, enquanto restaurantes com experiências REAIS vão bombar.
Já estou pensando nisso seriamente aqui.
Responda-o
#25
(01-07-2020, 05:03 PM)Berzerk Escreveu: Confrade @gRILO , se for pensar em algo pra fazer no pós pandemia, tem que ser algo "contra a maré" do óbvio.
Delivery está em alta (altíssima na realidade) agora, mas TODO MUNDO está investindo nisso.
Eu acho que quem investir em experiência presencial na pós pandemia, quando chegar a vacina, é que vai se dar bem.
Tô achando que as pessoas estão FARTAS de ficarem isoladas uma das outras por causa disso (a pandemia), e assim que chegar a vacina e falar em Covid19 seja a mesma coisa que falar em Influenza ou H1N1, as pessoas vão CAGAR para comer em casa. Vai sair todo mundo na rua assim que possível e se aglomerar ao máximo em tudo que é lugar. Sabe aquela coisa REPRESADA?
Ai quem se voltou todo pra entrega de comida (por exemplo) vai ficar com poucos pedidos, enquanto restaurantes com experiências REAIS vão bombar.
Já estou pensando nisso seriamente aqui.

Concordo totalmente, plenamente! Pensa igual a mim
Além disso, ore para que a vontade de Deus seja feita! Não a sua.
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)