Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[DÚVIDA] (Curso de inglês) vale a pena?
#61
Eu usei os livros da série Flash (infantil) e Action (adolescente).

Eu gostava bastante. Eram bem informativos e divertidos. O interessante é que, mesmo sendo focado no Inglês Britânico, os livros da Cultura Inglesa, mostravam (através de uma bandeira da Inglaterra e outra dos EUA) a diferença de certas palavras do inglês brit e americano.

Sobre o grau de importância: olha, eu diria que o mais importante para mim nem eram os livros, mas o ótimo ensino e o meu interesse pelo aprendizado. A minha mãe que decidiu me colocar no curso. Eu entrei em agosto de 2006 (acho que mais ou menos 1 mês após o inicio das aulas) e no começo eu me sentia perdido e nem queria estar lá. Lembro-me que no primeiro dia a professora me deu o livro dela (eu ainda não havia comprado) e fiquei sem saber o que escrever nos exercícios. Com o tempo em que comecei a estudar em casa com a minha mãe e madrinha e frequentando as aulas, eu já estava em um bom nível. Teve uma vez inclusive que a professora pediu para eu fazer uma aula de reforço e no dia após terminá-la o professor disse que eu nem precisava ter ido, pois o meu conhecimento era avançado.

Nesse quesito (livros) eu vejo o curso como uma escola normal, ou seja, você pode ter o melhor material do mundo, mas é você que decide se irá tirar proveito ou não. Tinha um cara que eu fazia dupla na prova oral que não sabia porra nenhuma. E ele tinha o material e entrou no curso logo quando começou.

O bom do curso era o seguinte: poucos alunos na sala e professores muito gente fina. E as professoras (acho que não tive nenhum professor homem) eram muito legais. Uma até perguntou por mim (minha prima estudou lá anos depois) e eu fiquei surpreso por ela se lembrar de mim. Não tinha aquela merda de professores filhos da puta e nem imbecis atrapalhando a aula e fazendo gracinhas. O único momento ruim foi meu último período lá (final de 2008). A turma cresceu (pessoas de outro horário vieram para o meu), eu estava faltando muito e além disso com um aumento significativo de alunos aconteceu o esperado: tive que dividir espaço com imbecis na sala de aula. Eram uns caras que ficavam te encarando e dando risadinhas imbecis. Eu já não me sentia mais a vontade no curso. Eu já não era mais o melhor aluno da classe e inclusive comecei a tirar notas baixas.
Responda-o
#62
Nesse canal existem vários vídeos de diferentes tipos; é só ver as aulas perceber em qual nível está e continuar estudando:

Você Aprende Agora

Aqui já são videos mais completos, mas tem de todos os níveis também, é só selecionar o nível e depois o que quer aprender. Qual a sua desculpa agora?

https://www.engvid.com/english-lessons/
Responda-o
#63
É estranho e eu não recomendo como técnica de aprender inglês. Nunca vi ninguém recomendar isso, muito pelo contrário, mas vou contar aqui a forma inusitada de como eu aprendi inglês. Estudei o dicionário de inglês-português. Não o português-inglês, essa parte eu nem olhava, e sim a parte de inglês-português. Lia as palavras, os significados, as pronúncias (pelo alfabeto fonético internacional). Lia umas seis páginas por dia. Isso me deu com o tempo, um excelente vocabulário. Foi assim que eu comecei a aprender. Passei a ser fluente na leitura, então o passo seguinte foi desenvolver a entendimento auditivo ( ler é uma coisa, falar e ouvir é outra). Hoje em dia está facílimo desenvolver o listening. Temos séries de tv, youtube, aplicativos, etc.
Atualmente compreendo muito bem o inglês falado, mas ainda tenho uma certa dificuldade em entender totalmente o inglês cantado (músicas).
Quanto aos cursos, a minha resposta é: totalmente desnecessário e um gasto de dinheiro inútil por anos e anos para ter um pedaço de papel (diploma) que não representa nada. O que tem de gente que pega diploma no curso x ou y e chega numa entrevista e não consegue manter uma conversa com o entrevistador não tá no gibi.
Spoiler Revelar
A morte é certa, a vida não.      [Image: tumblr_mgk3h53KQS1rqv473o1_1280.jpg]
Responda-o
#64
(30-12-2017, 12:47 PM)Ogro Escreveu: É estranho e eu não recomendo como técnica de aprender inglês. Nunca vi ninguém recomendar isso, muito pelo contrário, mas vou contar aqui a forma inusitada de como eu aprendi inglês. Estudei o dicionário de inglês-português. Não o português-inglês, essa parte eu nem olhava, e sim a parte de inglês-português. Lia as palavras, os significados, as pronúncias (pelo alfabeto fonético internacional). Lia umas seis páginas por dia. Isso me deu com o tempo, um excelente vocabulário. Foi assim que eu comecei a aprender. Passei a ser fluente na leitura, então o passo seguinte foi desenvolver a entendimento auditivo ( ler é uma coisa, falar e ouvir é outra). Hoje em dia está facílimo desenvolver o listening. Temos séries de tv, youtube, aplicativos, etc.
Atualmente compreendo muito bem o inglês falado, mas ainda tenho uma certa dificuldade em entender totalmente o inglês cantado (músicas).
Quanto aos cursos, a minha resposta é: totalmente desnecessário e um gasto de dinheiro inútil por anos e anos para ter um pedaço de papel (diploma) que não representa nada. O que tem de gente que pega diploma no curso x ou y e chega numa entrevista e não consegue manter uma conversa com o entrevistador não tá no gibi.

O listening é fácil, mas e a fala ? Como você faria ?

Porque hoje eu consigo entender muito bem o idioma, mas a conversação ainda é um problema pra mim. Principalmente quando se trata de falar as palavras com a entonação correta.

Uma coisa que eu percebi sobre isso é o seguinte: como o inglês não é nosso idioma nativo, então pelo menos pra mim, quando vou tentar falar inglês numa conversa, na minha cabeça o processo é mais ou menos esse: Ouvir a palavra > traduzir a palavra para poder entender > responder a mesma em inglês.

Não sei se existe uma solução alternativa para pular essa parte ou se isso é inevitável.
Responda-o
#65
Spoiler Revelar
(30-12-2017, 01:18 PM)Samanosuke Escreveu:
(30-12-2017, 12:47 PM)Ogro Escreveu: É estranho e eu não recomendo como técnica de aprender inglês. Nunca vi ninguém recomendar isso, muito pelo contrário, mas vou contar aqui a forma inusitada de como eu aprendi inglês. Estudei o dicionário de inglês-português. Não o português-inglês, essa parte eu nem olhava, e sim a parte de inglês-português. Lia as palavras, os significados, as pronúncias (pelo alfabeto fonético internacional). Lia umas seis páginas por dia. Isso me deu com o tempo, um excelente vocabulário. Foi assim que eu comecei a aprender. Passei a ser fluente na leitura, então o passo seguinte foi desenvolver a entendimento auditivo ( ler é uma coisa, falar e ouvir é outra). Hoje em dia está facílimo desenvolver o listening. Temos séries de tv, youtube, aplicativos, etc.
Atualmente compreendo muito bem o inglês falado, mas ainda tenho uma certa dificuldade em entender totalmente o inglês cantado (músicas).
Quanto aos cursos, a minha resposta é: totalmente desnecessário e um gasto de dinheiro inútil por anos e anos para ter um pedaço de papel (diploma) que não representa nada. O que tem de gente que pega diploma no curso x ou y e chega numa entrevista e não consegue manter uma conversa com o entrevistador não tá no gibi.

O listening é fácil, mas e a fala ? Como você faria ?

Porque hoje eu consigo entender muito bem o idioma, mas a conversação ainda é um problema pra mim. Principalmente quando se trata de falar as palavras com a entonação correta.

Uma coisa que eu percebi sobre isso é o seguinte: como o inglês não é nosso idioma nativo, então pelo menos pra mim, quando vou tentar falar inglês numa conversa, na minha cabeça o processo é mais ou menos esse: Ouvir a palavra > traduzir a palavra para poder entender > responder a mesma em inglês.

Não sei se existe uma solução alternativa para pular essa parte ou se isso é inevitável.

Enquanto eu estive em um emprego onde de vez em quando eu atendia clientes gringos eu falava com eles e eles me entendiam. Eu não conheço bem mas já ouvi falar que existem sites onde se pode conversar com estrangeiros pra praticar qualquer idioma. Dá uma pesquisada nisso aí na internet.
Spoiler Revelar
A morte é certa, a vida não.      [Image: tumblr_mgk3h53KQS1rqv473o1_1280.jpg]
Responda-o
#66
Ah, quanto a traduzir a palavra, acho que todo mundo passa por essa fase, mas o certo é entender a palavra estrangeira naturalmente, sem traduzir. Como a gente faz com a nossa língua materna, a gente escuta e entende automáticamente. Ultimamente eu não tenho tido muita oportunidade de falar em inglês mas quando eu falava, era como se eu tivesse uma chave que eu virava na minha mente, ora pra entrar no modo inglês, ora no modo português. Era só aparecer um cliente gringo e eu ia pro modo inglês.
Spoiler Revelar
A morte é certa, a vida não.      [Image: tumblr_mgk3h53KQS1rqv473o1_1280.jpg]
Responda-o
#67
depende de quem ensina....

de forma autodidata, um rapido relato

1 passo
verbos, lista de compras, nomes de comidas, roupas, coisas habituais como saudacoes, perguntas, etc. Tudo de facil traducao

2 passo
filmes c legenda da lingua orininal
se puder, combine filme infantil + livro que deu origem ao film. Apos assistir, traduza o livro.
ex
im late, im late... voce ve um coelho apressado olhando o relogio
termina o filme
traducao do livro: eu sou tarde, eu sou tarde?
Numa so tacada, estuda-se gramatica, fala, compreensao e as duas coisaas que considero mais importantes: associacao imagem/palavra (feche os olhos e resp o que e um medico? milhares de imagens/inf./palavras por segundo tomaram seu cerebro. Vc respondeu as mais marcante sem se dar conta.)
a segunda coisa: ENCONTRE sentido na traducao
estou atrasaado, estou atrasado.

3
interpals 
volte ao passo 1
aprenda a perguntar coisas
fodas se n entender a resp., aqui e a comunicacao que conta
siga o passo 2, agr traduzindo noticiaas (ter assunto)
a menina gosta de ufc, rock, leia sobre
imite as pronuncias do utube, entrevistas, filmes
ja ta confiante? amigao daas gringa? hr do skype
conversacao, so conversando SEM AUTO POLICIAMENTO 
naturalidade e n ter medo DA PESSOA NAO ME ENTENDEER foi fundamental
Responda-o
#68
pra quem n sabe, interpals eh um tipo dee fb pra quem quer estudar outra lingua
Responda-o
#69
Procurem estudar as diferenças entre o inglês britânico e americano. Muitas palavras diferem entre os dois países (EUA e Inglaterra).

Ex:
Metrô: subway no americano, underground no britânico.
Férias: vacation no americano, holyday(s) no britânico.
Biscoito: cookie no americano, biscuit no britânico.

Apenas alguns exemplos.
Responda-o
#70
Interessante Ogro, vc aprendeu de uma maneira bem estranha. Mas é sempre bom compartilhar.

@Sama

Se vc traduz durante a conversação vc precisa escutar mais, até não precisar mais traduzir. Então pegue qualquer video e vá escutando e escrevendo o que o cara diz, quando fizer isso estará com um bom listening, isso já ajudará na fala; depois é só praticar a conversação no Italk por exemplo, vc paga uns 12-16 reais a hora e fala com um professor, é melhor; assim ele vai te ensinando e também não fura.
Responda-o
#71
Eu estou aprendendo ainda:

1 - Fechei a árvore de inglês do duolingo (básico português - inglês);
2 - Assisti alguns videos com assuntos que tinha dúvida no canal do engvid no youtube, tudo legendado em inglês, e fiz alguns exercicios do site;
3- Aprendi e vou voltar a aprender algumas collocations essenciais pro dia a dia;
4 - As palavras que não conheço, traduzo do inglês para o inglês;
5 - Meu celular e computador estão em inglês;
6 - Procuro ler e assistir conteúdo que tenho interesse em inglês.

Assim tenho aprendido de forma tranquila e sem esquecimento do conteúdo.
Responda-o
#72
Esqueci de duas dicas, a primeira é óbvia, o objetivo em mente. A ação/consequência. Se quer algo, mantenha o foco e faça o preciso. Parece frase de discurso motivacional, mas a raiz lógica é explicita, do que adianta a gordinha dizer: "não emagreço" se a dieta é 3 dias e um convite pra tomar sorvete e comer hambúrguer. 



A segunda, você não está "travado" na aprendizagem. Quando comecei a aprender, desisti (como muitos), por pensar assim. Posteriormente, passei por experiências que me mostravam o contrário.
Responda-o
#73
jornal que traduz em vários idiomas
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [DEBATE] Vale a pena se esforçar para passar no enem? LostBoy 20 1,512 12-01-2020, 02:26 PM
Última Postagem: SapoCaco
  metodo kumon para passar em concurso publico vale a pena?? sobrevivente 5 913 17-08-2019, 02:34 AM
Última Postagem: Bilidequidi
  Vale a pena ser policial civil? é uma profissão muito arriscado? electro 48 17,048 28-03-2018, 03:47 PM
Última Postagem: apollocreed
  Carreira numa PMC(private military company), vale a pena? Thanatos 5 1,594 09-04-2016, 06:49 PM
Última Postagem: Daniel Melo

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)