Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Controle de Comportamento - Psicologia Comportamental
#1
Olá confrades, andei pesquisando pelo fórum eu não achei nada que falasse de comportamento pela visão da psicologia comportamental. Como sou ex estudante de psicologia (2 anos) eu aprendi coisas relevantes que me ajudaram amadurecer e quero passar para vocês. (Não sei se o tópico está na área correta).

Vou dividir o assunto nos seguintes tópicos:

  1. O que é a psicologia comportamental?
  2. Comportamento operante.
  3. Os tipos de reforços e punições.
  4. Reforço contínuo e intermitente.
  5. A possibilidade de controle das emoções e das atitudes.


1. O QUE É A PSICOLOGIA COMPORTAMENTAL?

A psicologia comportamental é um modelo teórico que se iniciou com a psicologia de laboratório na cidade de Leipzig na Alemanha. Wilhelm Wundt é considerado o pai da psicologia. (Não confundir com Freud, pai da psicanálise).

A psicologia comportamental estuda os comportamentos observáveis, inclusive eu queria deixar anotado aqui que é justamente deste modelo teórico que se adestra animais, vocês irão entender a seguir.

Dentro desse modelo existem várias variações, a primeira delas foi o behaviorismo clássico, iniciado por J.B. Watson que tem como precursor os experimentos de Ivan Pavlov (recomendo que pesquisem sobre o experimento pavloviano, foi a base da psicologia comportamental). Para Watson, os comportamentos eram definidos por S-R (estímulo - Resposta), todo comportamento tem um estímulo. Atualmente essa ideia é atribuída a comportamentos reflexos como por exemplo salivar ao sentir o cheio de uma comida ou mesmo tirar a mão ao encostar em uma panela quente, são comportamentos que o ser humano não controla, simplesmente acontece porque o mesmo é controlado pelo sistema nervoso autônomo.

A outra variação, inclusive a considerada mais importante dentro do behaviorismo, é o behaviorismo radical. O behaviorismo radical foi iniciado por B.F Skinner, famoso Skinner dos ratinhos (recomendo uma pesquisa sobre Skinner também, os experimentos dele é a base do behaviorismo radical).

Skinner nos trouxe a ideia de Sd-R-Sr (estímulo discriminativo - resposta - estímulo respondente), e é baseado nessa teoria que eu escrevo este artigo.

Uma outra informação muito importante pra vocês meus caros, todo tipo de atitude é comportamento, isso vcs já sabem, porém são comportamentos externalizados. TODOS os sentimentos, SÃO comportamentos internalizados, ou seja emoção também é uma forma de se comportar, e para a graça da raça humana e principalmente para a graça da nossa legião, comportamentos são modificáveis, com maior ou menor esforço, mas são.

É por isso que aquela história de macho alfa e macho beta é deixada de escanteio. Você até pode falar de alfa ou beta, mas a verdade é que todos os alfas podem vir a ser betas e todos os betas podem vir a ser alfas, isso não é um sistema de castas.



2. COMPORTAMENTO OPERANTE.

Diferente do comportamento respondente (S-R, de Pavlov) o comportamento operante (também chamado de condicionamento operante) é basicamente o comportamento humano como um todo. Aqui entra as siglas Sd - R - Sr e eu vou explicar o que significa.

Sd - Estímulo discriminativo, é todo comportamento que te estimula a emitir uma resposta. Por exemplo, você foi grosso e a vadia chora tentando amolecer você e você mangina chora junto e pede desculpa, pronto a vadia te condicionou. a sua grosseria é o Sd.

R - resposta, essa é a resposta que ela emite, no exemplo acima ela chorou.

Sr - estímulo respondente, Aqui é a consequência da resposta, você pediu desculpa, você automaticamente está dando um estímulo para ela continuar com esse comportamento.

Percebe como é um ciclo ? você é grosso (Sd) ela chora (R ) você se desculpa (Sr ) e ao mesmo tempo você estimulou ela a chorar sempre nessa situação.

O comportamento operante pode ser modificado, basta você soltar um estímulo diferente ou emitir uma resposta diferente, depende da situação, e você conseguirá dar um curso diferente para a situação.

Adendo: O estímulo discriminativo tem esse nome justamente porque ele é discriminado, é por isso que se você mangina levar uma caixa de bombom pra vadia não vai ter o mesmo efeito que teria se o destacado levasse, entende ? O destacado já condicionou o comportamento dela, você não. Por essas e outras é total burrice bancar o apaixonado logo de cara, não funciona.



3. OS TIPOS DE REFORÇOS E PUNIÇÕES.

Essa parte geralmente causa confusão, então presta atenção.

Reforço é tudo aquilo que, obviamente, reforça um comportamento, e punição é tudo aquilo que enfraquece um comportamento.

Até aqui tudo certo, a confusão começa agora. Existem reforços positivos e negativos e punições positivas e negativas, vamos lá.

Reforço positivo, essa é a melhor maneira de condicionar um comportamento, esse é aquele reforço onde você acrescenta algo agradável, apetitivo, ao ambiente, é a famosa recompensa.

Reforço negativo, é quando você tira algo aversivo do ambiente, digamos que a vadia faz algo para você e em troca você conserta algo pra ela. Prestem atenção, é quando você faz alguma coisa que retira uma preocupação dela.

Punição positiva, é quando você acrescenta algo aversivo ao ambiente, a vadia fez algo errado e você repreendeu ela.

Punição negativa, é quando você retira algo apetitivo do ambiente, nesse caso a vadia fez merda e você simplesmente sumiu (você nesse caso é apetitivo para ela, algo bom que foi retirado dela como punição).

Percebem ? tudo que é positivo você acrescenta algo, se for reforço, algo apetitivo e se for punição, algo aversivo. Assim como tudo que é negativo você retira algo, se for reforço, algo aversivo e se for punição, algo apetitivo.



4. REFORÇO CONTÍNUO E INTERMITENTE.

Esse é bem mais fácil e também muito esclarecedor do porque não polarizar.

O reforço contínuo é o que o próprio nome diz, você sempre vai reforçar o comportamento, ele é bom pra instalar comportamentos que antes não existiam, quer criar laços com alguém ? Seja contínuo esteja sempre lá, isso é a amizade dos manginas, vocês começam reforçando a mina a falar com vocês e serem amigas de vocês, mas não sai disso, sabe porque ? Porque você já está dando tudo pra ela, ela não precisa se esforçar e isso perde a graça, é por isso que ela não te dá bola, ou melhor, é por isso que ela não te dá o belo pote de ouro.

Já o reforço intermitente é o que tanto os confrades falam aqui, seja carinho às vezes, seja o cara legal só às vezes, aquilo que a gente tem pouco vale mais, reforce ela de forma aleatória e só às vezes, é por isso que máquina de bingo dava dinheiro pra caralho, você só era reforçado as vezes.

Quando você age de forma intermitente, a vadia se prende mais e mais em você, porque ela quer algo que você só dá as vezes, isso gera angústia, ansiedade e conflito no sujeito fazendo ele agir mais intensamente com determinado comportamento,  E PELO AMOR DE DEUS, TOMEM CUIDADO COM ISSO, na minha universidade uma professora já relatou um caso que a mulher ficou neurótica por causa de uma relação doentia de reforço intermitente, usem o conhecimento para o bem. Vocês podem destruir vidas.
Responda-o
#2
5. A POSSIBILIDADE DE CONTROLE DAS EMOÇÕES E DAS ATITUDES.

Essa parte ta mais pra uma parte conclusiva de tudo que eu disse até aqui, as pessoas nascem com suas cargas genéticas mas isso não define seus comportamentos, o que define é o ambiente, a interação com o ambiente, somos seres moldados pelas sociedades em que vivemos mas podemos mudar isso, é por isso que eu trouxe esse conhecimento em psicologia para os confrades aqui presente.

A morte do ego nada mais é do que aprender a controlar seus comportamentos mudando seu sistema de crenças, como eu disse antes, ninguém nasce A ou B, o destacado é destacado porque a vida toda ele deve ter sido estimulado a ser assim. Vejo muitos confrades aqui, inclusive com bastante tempo de casa se dizendo beta, não só aqui mas principalmente no Fórum do Búfalo, isso não existe, o destacado não nasceu assim, ele se tornou assim, e você também não nasceu assim, você se tornou assim, todos podem mudar, todos podem ser melhores sim, inclusive você mangina, se for dedicado pode ser mais destacado que o destacado. Isso se chama, não simular comportamento, mas sim adquirir o comportamento. Traga para o seu repertório comportamental os melhores comportamentos que um ser humano pode ter.

Já li algo sobre os 3Q’s mas não li completamente, de qualquer forma vou falar pela minha visão e experiência, viva para você, todos querem ter uma vida boa, então tenha uma vida boa.

Cuide da sua saúde física e você terá uma vida sem problemas de saúde, de quebra se diverte com algum esporte e ainda ganha um belo corpo pra chamar atenção das vadias.

Cuide da sua saúde mental, fazer psicoterapia nunca é demais, recomendo até pra quem é bem resolvido na vida, uma psicoterapia bem feita tem um efeito incrível na vida das pessoas e você vai ter controle emocional das coisas e de brinde vai ter uma personalidade atraente para as mulheres.

Cuide do seu sucesso profissional, descubra suas habilidades e o que de melhor você pode oferecer ao mundo, use isso, cresça e prospere, tenha sucesso naquilo que você faz, terá dinheiro, status e adivinha o que? Isso, mulheres!

Cuide dessas três coisas e você terá uma vida boa regada a felicidade, mulheres e tudo que um grande GdR tem direito!

É isso meus confrades, espero ter ajudado vocês, é meu primeiro artigo, me corrijam com os erros de português se verem algum, confesso que escrita não é minha melhor habilidade.
Responda-o
#3
excelente texto, essas informações ira me ajudar e muito!!!
Responda-o
#4
O lado obscuro das pessoas de grande caráter e autocontrole

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noti...ntrole.htm
Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)