Avaliação do Tópico:
  • 1 Voto(s) - 5 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
[DÚVIDA] Sou muito ansioso, e isso tem acabado com minha saúde.
#61
O que acontece Bean, é que falta um apoio ao adolescente nesse período da vida dele, orientação... Um trabalho voltado as emoções que estão mais afloradas e o adolescente não tem inteligencia emocional para decifrá-las e  equilibra-las....

Apoiar o adolescente a lidar com suas emoções e instrui-los sobre a vida, de modo geral.

Pai e mãe não conseguem lidar com isso hj em dia.... precisa de um apoio de profissionais

O periodo mais critico dá vida do homem é a adolescência, pois nesse período as emoções estão acentuadas e tudo se torna extremo e intenso... É um período onde a vida social é escancarada de forma rude... pois os adolescentes não tem travas e jogam na sua cara como eles te veem.

Os adultos já fazem esses julgamentos de forma mais discreta ou calculada.. Adolescente não tem papas na língua e nas atitudes.

É um período onde acontece muitos traumas.
Responda-o
#62
Exatamente Mandrake, mas os pais/responsáveis fogem disso e recebem um aval do médico pois receita "o doente" com ritalina e diagnostica com TDHA... na minha opnião é melhor deixa a piazada a própria sorte do que tomando ritalina.
"Há um amplo fosso de aleatoriedade e incerteza entre a criação de um grande romance – ou joia, ou cookies com pedaços de chocolate – e a presença de grandes pilhas desse romance – ou joia, ou sacos de biscoitos – nas vitrines de milhares de lojas. É por isso que as pessoas bem-sucedidas em todas as áreas quase sempre fazem parte de um certo conjunto – o conjunto das pessoas que não desistem." O andar do bêbado.
Responda-o
#63
É mais facil sair da tangente da educação, alegando laudo medico de TDAH, do que fazer a obrigação de pais.

"o mundo está muito corrido.. " Dodgy
Responda-o
#64
Ao invés de dar remedio pra uma criança hiperativa, lhe proporcione ação. Lhe proporcione esportes, onde exigem força, concentração e disciplina.
Responda-o
#65
(08-01-2017, 07:19 AM)Mandrake Escreveu: Dr. Virchow, vc é a favor de formas alternativas ao tratamento do transtorno de ansiedade (fitoterapicos/tratamento natural), ao invés de encharcar o individuo de medicamentos pesados?!


Mandrake, na realidade a terapia medicamentosa termina sendo um adjuvante no tratamento sem contudo assumir a papel principal. Como mencionei na primeiro texto, o transtorno de ansiedade é de origem multifatorial e o tratamento termina seguindo a mesma linha de raciocínio. Cada caso é um caso e por tanto há pacientes que nao respondem tao bem quanto outros as diversas modalidades terapeuticas. 

Existem muitas formas alternativas de tratamento para a ansiedade tanto na linha fitoterápica quanto na linha psicoterápica. O que acontece é que os transtornos de ordem psicológica sao pouco palpáveis e de certa forma bastante abstratos e isso geralmente leva o paciente a pensar que precisa de algo palpável e o mesmo termina agarrando-se aos medicamentos, acreditando que um simples inibidor da recapatacao da serotonina fará milagres. 

Evidentemente os medicamentos tem seu lugar na terapeutica, mas nem de longe eles constituem o foco principal, devido a que o transtorno ansioso tem sua origem em fenomenos psicológicos, emocionais, mentais, envolvendo pensamentos e zonas traumáticas do córtex cerebral. Seria uma presuncao pensar que um simples medicamento poderia curar um transtorno de origem tao complexa. Infelizmente alguns profissionais tem sido presuncosos nesse sentido e os pacientes também. 
No meu ver a ansiedade pode ser controlada atraves de muitos mecanismos, porem ela está entrelacada ao processo de formacao da personalidade de maneira praticamente intrinseca. 

Outro fator a ser levado em consideracao é justamente os efeitos colaterais das drogas psicoterápicas. Por tanto seu uso se reserva a quadros mais refratários ao tratamento psicológico, alem de ser um uso temporário. 
Na minha opiniao os pilares do tratamento da ansiedade ainda constituem-se principalmente na compreensao da patologia e no autoconhecimento do individuo atraves de psicoterapia e de uma busca ativa pelo conhecimento atraves da leitura, pois acredito que existe muita ignorancia por parte do paciente a respeito de seu proprio problema de saude, e ao descobrir com o que ou quem vc está lutando ja constitui um grande comeco.  

Outro pilar fundamental baseia-se no estilo de vida que a pessoa leva e é impossivel falar em estilo de vida sem mencionar a importancia transcedental do exercicio fisico regular intenso como base para a promocao e prevencao da saude fisica e mental. OU entao o trabalho pesado mesmo causando esgotamento fisico, duvido que um paciente nao durma depois de um dia exaustivo de trabalho transpirante!
A alimentacao e a questao espiritual também jogam um papel chave no processo de controle da ansiedade. Há quem defenda o uso da meditacao também, mas nisso eu nao tenho conhecimento de causa. 

Gostaria de deixar dois links aqui sobre duas modalidades muito interessantes de tratamento de transtornos psicologicos que descobri durante a faculdade. Baseiam-se em principios de neurociencia. Um se chama Brainspotting e o outro EMDR. Se o preco diz alguma coisa sobre a eficacia do tratamento entao o Brainspotting é bom porque custa ao redor de 800 reais a hora de tratamento. 

https://www.youtube.com/watch?v=hBFTbOZCqHA

https://www.youtube.com/watch?v=St0tYu1SHaE

Virchow
Responda-o
#66
Obrigado por responder Dr.

Seja bem vindo ao fórum, sua presença aqui será muito importante. Continue nos brindando de sua ilustre presença.

Qualquer dúvida referente ao forúm, estou disposto a ajudá-lo.

Volte a tela principal do forum, role o mouse pra baixo e acesse nosso Chat, para que ajudemos você a se familiarizar com o forum.

Grande abraço
Responda-o
#67
Infelizmente tive que recorrer no meu caso a medicamentos receitados pelo neurologista ,
porque pelos vistos no meu caso o disturbio de ansiedade provoca cefaleias tensionais .

Só recorri aos medicamentos um mês depois deles me serem receitados e tentei de todas a formas a terapia psicológica,
meditando ,olhando para o meu falso centro e compreender de onde poderá surgir a ansiedade que provocam as cefaleias.

Não que eu me sinta para baixo , mas talvez tenha absorvido demasiada informação no curto espaço de tempo e a minha mente não foi capaz
de soltar o lixo .

Recomendo aos que estão passando pelo mesmo que eu ler esses textos do Dr. Virchow pois estou fazendo o tratamento baseado no que ele escreveu após consulta com o neurologista .
Responda-o
#68
Dr. Virchow, acompanhe o tópico do Arnie, colaborando com seu parecer médico -> http://legadorealista.net/forum/showthread.php?tid=1552
Responda-o
#69
(11-01-2017, 05:24 PM)Mandrake Escreveu: Dr. Virchow, acompanhe o tópico do Arnie, colaborando com seu parecer médico -> http://legadorealista.net/forum/showthread.php?tid=1552

Obrigado Mandrake
Responda-o
#70
(08-01-2017, 04:38 PM)Bean Escreveu: Exatamente STAFF, mas os pais/responsáveis fogem disso e recebem um aval do médico pois receita "o doente" com ritalina e diagnostica com TDHA... na minha opnião é melhor deixa a piazada a própria sorte do que tomando ritalina.

Concordo com vc. Ritalina acaba ferrando bem mais a pessoa do que ajudando
Responda-o
#71
Esse é mais um dos tópicos que todo mundo tá discutindo a meses, menos o dono do tópico.
The absence of virtue is claimed by despair






Responda-o


Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)