Avaliação do Tópico:
  • 0 Voto(s) - 0 em Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Não existe mulher enganada por cafajestes - The Truth
#1
Não existe mulher enganada por cafajestes! Todas transam com eles por razões emocionais! 


Todo romantismo feminino só serve para justificar os erros femininos.


Penso que os homens bons foram totalmente manipulados pela ditadura romântica. É por isso que as mulheres estão rindo do marido beta delas! Elas não possuem respeito pelos homens, pois sabem que eles aceitam as falsas desculpas românticas delas! As mulheres odeiam os bonzinhos, pois eles são funções de segurança para a mulher. As mulheres só querem casar com os certinhos quando estão sem credibilidade ou envelhecidas! O romantismo feminino prioriza o que é imoral e coloca o certo em último lugar. Somente entendemos a imoralidade do romantismo feminino, quando finalmente percebemos que os cafajestes têm prioridade nesse romantismo!


Se a mulher quiser viver uma vida liberal e transar com vários homens, então que ela assuma isso sem justificar isso com historinhas românticas! Se o homem aceitar a mulher nessas condições, então ele foi burro o suficiente para isso. Mas o homem que não é estúpido jamais casará com mulheres que se envolvem com cafajestes, promíscuos, bombados e famosos. As mulheres que se envolvem com homens vulgares possuem sérios problemas de caráter, ou são extremamente burras. Em ambos os casos, o
resultado é o mesmo: a mulher é imprestável para compromisso sério!
Responda-o
#2
The Truth tinha um pensamento autista que o levava ao ponto de criar uma teoria que dizia que as mulheres possuem algum tipo de bola de cristal biológica... Mas creio que esse autismo intelectual nada mais era que um mecanismo derivado de algo ainda mais forte nele: fetiche por cafajestes
Responda-o
#3
(24-06-2015, 12:31 AM)lawlyet leonardo Escreveu: The Truth tinha um pensamento autista que o levava ao ponto de criar uma teoria que dizia que as mulheres possuem algum tipo de bola de cristal biológica... Mas creio que esse autismo intelectual nada mais era que um mecanismo derivado de algo ainda mais forte nele: fetiche por cafajestes

Uma coisa que me incomoda muito no the truth é esse tom super trágico que ele usa em todos os seus textos pra falar como a vida do - homem mediano comum - é um castigo, acho um porre essas coisas, não é atoa que ele pegou fama de chorão e no fim das contas é justamente o que ele é, não passa de um chorão, é até irônico um cara que escreve tão bem com uma visão tão limitada das coisas ...
Foi a guerra quem em mim despertou um animal 

Ask mais badass da rede Big Grin : ask.fm/warMR 
Responda-o
#4
Que a escrita do The Truth é vitimista não dá pra negar, mas também não dá pra negar que a maioria das mulheres modernas (ou seja, estou generalizando, não totalizando) reconhecem facilmente um cafajeste quando o encontram, e de fato, adoram as emoções de tentar domá-lo.
Responda-o
#5
A única coisa que eu concordo é com o fato de que mulher raramente, BEM RARAMENTE MESMO pode ser enganada por um cafinha, já dizia o doutrina, não existe virgem iludida
Foi a guerra quem em mim despertou um animal 

Ask mais badass da rede Big Grin : ask.fm/warMR 
Responda-o
#6
A principal ideia do texto é que as mulheres deixam os bonzinhos em segundo plano.

De fato mulher não tá nem aí se o cara é bonzinho ou não, moralidade não entraria nem no TOP 10 das características que elas mais valorizam no homem.

Mas, o fato de ser correto não é um fator negativo. É simplesmente um fator nulo.
Nenhuma mulher vai transar com um cara só porque ele é certinho.

Pobreza, doença, timidez excessiva, má aparência, má fama, má forma de se portar, emprego ruim. Esses sim são fatores realmente negativos na hora da conquista e manutenção de um relacionamento.
Responda-o
#7
Engraçado que tem algumas se dando conta da mitomania...

1- Crença de que pessoas mudam com um esforço da mulher

A velha crença de que a mulher pode dar um jeito em tudo induz muitas a pensarem que basta uma meia dúzia de ações mágicas e muito amor no coração para engajar um homem a se converter num “bom homem”. Ninguém muda um comportamento pelo esforço de outra, a não ser pelo próprio e se isso faz sentido para ela.

Aquele sonho de que a dedicação à alguém pode realmente transformar a personalidade de outra pessoa é fictícia, dentro ou for a do casamento.
Responda-o
#8
3- Não pode haver incompatibilidade

O cara simplesmente não gostou de você, e daí? E daí que mulher nenhuma está acostumada a ver a si mesma como alguém que mereça ser rejeitada. Muitas acham um ultraje serem recusadas depois de terem cedido tanto tempo, esforço e sexo. Se ela transou, deu presentinhos e disse que amava porque ele foi embora? Porque quis, oras, você não foi nada de especial para ele, paciência. Conforme-se, você não é a última maravilha do mundo. Ou já se esqueceu da infinita quantidade de homens que você já deixou de lado porque “não fazia seu tipo”.

Se você cai na conversa do cafajeste é porque ainda vive no mundo perfeito onde todos os seus sonhos podem se realizar.

http://www.sobreavida.com.br/2012/05/15/...cafajeste/
Responda-o
#9
Muito fácil agora, depois de praticamente 9 anos desde que a Real apareceu no orkut, chamar o cara de "chorão", "autista", e etc.

Depois que os textos do The Truth ajudaram a abrir os olhos de muitos homens, que leram não só nos textos dele coisas que nunca tinham visto antes, incluindo muitos veteranos aqui hoje neste novo fórum.

Vocês esquecem que ele (e outros) começaram a escrever numa época em que não havia nada parecido em outro lugar? As coisas que ele expunha chocavam os matrixianos, e precisavam mesmo ter um tom meio "trágico", e repetitivo, para ser assimilado?

Pra quem já tá "rodado" na Real, o estilo de escrita dele pode parecer ultrapassado e desnecessário, mas não deixa de ser importante, especialmente para os novatos. E aí o cara acaba de chegar no fórum e lê que o The Truth é "chorão"?

Daqui a pouco Nessahan vai ser chamado de "misógino", SK de "frustrado pega ninguém", e, em alguns anos, Doutrina será chamado de "reclamão rabugento".
Responda-o
#10
Eu até entendi o que você quis dizer Punisher, o The truth tem uns textos muito bons, porém outros que na minha concepção são verdadeiras bombas, mas é aquilo, numa época que ninguém escrevia nada sobre, isso já era sair da zona e conforto, porém muitos dos nossos haters e misóginozinhos de bosta do facebook afora já foram leitores assíduis do the truth, ele também tem sua parcela de culpa por eles existirem, mas pelo menos ele soube a hora de sair fora e não terminou sendo um pobreta da vida que todo mundo sabe quem é reluta em aceitar, no mais, os textos dele são um convite a revolta para os mais despreparados, é que nem ler Esther villar e achar que tudo oq ela fala é verdadeiro por que é uma mulher falando de mulher, tem que saber filtrar, por isso sempre recomendo Doutrina e N.A ambos conseguem com maestria explicar tudo com um bom equilíbrio.
Foi a guerra quem em mim despertou um animal 

Ask mais badass da rede Big Grin : ask.fm/warMR 
Responda-o
#11
(24-06-2015, 01:21 AM)War Escreveu:
(24-06-2015, 12:31 AM)lawlyet leonardo Escreveu: The Truth tinha um pensamento autista que o levava ao ponto de criar uma teoria que dizia que as mulheres possuem algum tipo de bola de cristal biológica... Mas creio que esse autismo intelectual nada mais era que um mecanismo derivado de algo ainda mais forte nele: fetiche por cafajestes

Uma coisa que me incomoda muito no the truth é esse tom super trágico que ele usa em todos os seus textos pra falar como a vida do - homem mediano comum - é um castigo, acho um porre essas coisas, não é atoa que ele pegou fama de chorão e no fim das contas é justamente o que ele é, não passa de um chorão, é até irônico um cara que escreve tão bem com uma visão tão limitada das coisas ...

Entendo o que o War disse sobre alguns desses textos serem uma bomba.

Pra retardados sem iniciativa e vontade pŕopria isso será uma bomba que os destruirá e os estagnará para sempre. Como pensam muito mais nas mulheres e na visão que as mulheres tem deles, fazem de tudo para agradá-las ou serem notados, esquecendo de si próprios.

Quanto mais o cara se considerar um lixo sem futuro e pobreta, pior. Mais estagnado e com menos energia, disciplina e vontade ficará.

O que muitos tem que aprender é manter o foco, o ritmo, a vontade, coragem, iniciativa por melhoria em todos os sentidos possíveis, pra si e só pra si mesmos e parar de pensar no que o mundo acha ou deixa de achar dele. Não digo que isso é matar o ego, é matar as tuas fraquezas, teu inconformismo, tua preocupação com o que os outros acham de você, com o mundo à tua volta. É o fortalecimento do ego e das características positivas presentes no ego.

Esquecer disso tudo e focar no que você quer e traçar passos, com planos e metas realizáveis e não utopicas. Não deixar de lado nada, diversões, relacionamentos, família, amigos, etc; Mas saber dosar sempre tudo: gastos, festas, estudos, exercicios e é algo que muda pra cada um e só o próprio cara vai saber, com o tempo e com experiência melhorar tudo isso.

Tudo em excesso é ruim: o choro, a raiva, o isolamento social, a avareza. Tentem levar uma vida mais normal e menos focada na aparência de honra, de sucesso, de mudança, etc; O que interessa é teu interno, tuas emoções, teu equilíbrio estarem bem organizados, isso sim refletirá muito mais que quaisquer mudanças externas.

Se você não está internamente equilibrado, nada sairá 100% bem, e viverá de aparências e do que os outros falam pra você ou como o tratam. Toque o foda-se e pense antes de tudo no que é melhor pra você, em que dosagem e por quanto tempo. Isso sim é tocar o foda-se e não o agir impulsivo e desordenado.
Responda-o


Possíveis Tópicos Relacionados...
Tópico Autor Respostas Visualizações Última Postagem
  [The Truth] A mulher não valoriza o corpo do homem Hombre de hielo 8 1,606 07-07-2019, 12:50 AM
Última Postagem: Carasumido
  Relacionamento com mulher depressiva - The Truth vindiesel 8 3,274 23-06-2015, 06:14 PM
Última Postagem: Shy_Guy

Pular fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitante(s)