Fórum da Real - Legado Realista

Versão completa: Seção Nelson Rubens - Notícias Diversas
Você está visualizando uma versão simplificada de nosso conteúdo. Ver versão completa com a formatação apropriada.
Tecnico opressor, esse é dos meus!!! trollface



Mulheres que alegam defender direitos das mulheres tirando o emprego de outras mulheres na F1. O politicamente correto defendido por feministas prejudicando as próprias mulheres. Segue o link da reportagem.
https://globoesporte.globo.com/motor/for...la-1.ghtml
(02-02-2018, 07:58 AM)Gângster Escreveu: [ -> ]Tecnico opressor, esse é dos meus!!! trollface




"Se não tiver com pau duro não vem jogar bola". KKKKKKKKKK

tá certo que é uma peladinha mas não é pra tanto!
Todo castigo para os manginas é pouco. Alimentem mais o ginocentrismo, cabaços. Tem mais é que se fuder, cabou. 

Só antigamente o cara podia ir para o Carnaval pensar "vou para o Carnaval pegar mulher". Hoje em dia, com milhões de alternativas, o cara se ENDIVIDA todo para ir para o Carnaval pegar mulher.

Vai levar um belo B.O na cara, paspalhão, porque abordagem quem faz é sempre o HOMEM e não mulher.

Ou então vista uma saia, passe batom, use uma peruca, aborde ela, e diga que é Sapatão, que se ela recusar tua cantadas diga a ela - "Vc é homofóbica por acaso, femmimimiminista?" ...huheuaheuhauehauhau Yaoming



https://g1.globo.com/pe/pernambuco/carna...buco.ghtml
(11-02-2018, 02:49 AM)Marcílio Escreveu: [ -> ]Todo castigo para os manginas é pouco. Alimentem mais o ginocentrismo, cabaços. Tem mais é que se fuder, cabou. 

Só antigamente o cara podia ir para o Carnaval pensar "vou para o Carnaval pegar mulher". Hoje em dia, com milhões de alternativas, o cara se ENDIVIDA todo para ir para o Carnaval pegar mulher.

Vai levar um belo B.O na cara, paspalhão, porque abordagem quem faz é sempre o HOMEM e não mulher.

Ou então vista uma saia, passe batom, use uma peruca, aborde ela, e diga que é Sapatão, que se ela recusar tua cantadas diga a ela - "Vc é homofóbica por acaso, femmimimiminista?" ...huheuaheuhauehauhau Yaoming



https://g1.globo.com/pe/pernambuco/carna...buco.ghtml
Beijo forçado em uma boca que acabou de chupar a jeba de algum cara e que de brinde vem com resto de sêmen. [Image: yaoming.png]
A palavra "beijo forçado" não combina com um realista.





 trollface trollface trollface
O marido da moradora de Várzea Paulista (SP) que sumiu e depois foi localizada em Jundiaí sem a barriga de grávida ou o bebê procura explicações sobre o que pode ter acontecido. O caso é investigado pela Polícia Civil

https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai...vida.ghtml
Homem incendeia carro ao saber que mulher teve filho com o vizinho

https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/no...ideo.ghtml
(11-02-2018, 04:26 PM)Sagitario Escreveu: [ -> ]A palavra "beijo forçado" não combina com um realista.

Qual seria a palavra que combinaria então?  que:
Acho que o que o @Sagitario quis dizer é que um realista não forçaria nada.
(17-02-2018, 05:12 PM)Roland Escreveu: [ -> ]Acho que o que o @Sagitario quis dizer é que um realista não forçaria nada.

É por aí confrade. Hoje em dia com a sociedade, a mídia e as leis pró mulher e anti homem, é melhor evitar qualquer coisa que remeta à agressão. Nesse tempo em que vivemos, até um ato singelo de "roubar um beijo" pode ser entendido como tentativa de estupro. É paranoíco? Com certeza!
A natureza está querendo mandar um recado para alguém.

Manga nasce com "chifres" e traços que lembram olhos, boca e nariz:
https://g1.globo.com/pe/petrolina-regiao...buco.ghtml
(17-02-2018, 02:36 PM)Haggar Escreveu: [ -> ]
(11-02-2018, 04:26 PM)Sagitario Escreveu: [ -> ]A palavra "beijo forçado" não combina com um realista.

Qual seria a palavra que combinaria então?  que:

"beijo opressor"
"beijo honrado"
"beijo viril"

todas essas combinam com um realista
Vai vendo, vai vendo:

Justiça manda soltar homem que foi condenado injustamente por abusar sexualmente dos filhos

Após quase um ano preso injustamente, o vendedor Atercino Ferreira de Lima Filho, de 51 anos, será solto nesta sexta-feira (2). Ele foi condenado a 27 anos de prisão por abusar sexualmente dos filhos quando eles tinham 8 e 6 anos.

A condenação foi fundamentada nos depoimentos dos filhos, que contaram ser obrigadas a mentir sobre os abusos para prejudicar o pai, que estava separado da mãe. Atercino está preso na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Atercino e a mulher se separaram em 2002 e os filhos Andrey e Aline ficaram sob a guarda da mãe, que foi morar na casa de uma amiga. Lá, os irmãos contam que sofriam maus tratos e fugiram de casa. Eles moraram em orfanato e quando saíram procuraram pelo pai e começaram uma batalha para provar a inocência dele.

Em 2012, Andrey registrou em cartório uma escritura de declaração em que afirmava que nunca havia sofrido abusos por parte do pai. “Eu, quando criança, era ameaçado e agredido para mentir sobre abusos sexuais.”

Um projeto que começou nos Estados Unidos, Innocence Project, que tem a missão de tirar da cadeia pessoas que foram presas injustamente, ajudou a família. As advogadas pediram a revisão do processo e, nesta quinta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu por unanimidade que o vendedor é inocente.

Dora Cavalcati, diretora do Innocence Project, explica que os laudos da época da denúncia foram negativos para violência sexual. “Uma psicóloga forense atestou, depois de conversar longamente tanto com o Andrey quanto com a Aline, que eles não tinham nenhuma sequela de violência paterna por condutas de abuso sexual. [Atestou] que, ao contrário, eles foram crianças que cresceram em meio aos maus tratos infringidos pela mãe e pela companheira da mãe.”

“Saber que muita gente apoia a nossa causa e que muita gente também passa por esse tipo de situação é o que nos motivou a continuar”, disse Aline.

Atercino já foi avisado sobre a absolvição e que sua soltura acontece nesta sexta-feira e os filhos estão ansiosos. “Vai ser uma felicidade inenarrável. A gente está esperando há tanto tempo e finalmente dar um abraço no nosso pai”, comemora Andrey.

Fonte: G1
(26-02-2018, 10:01 PM)Melâncton Escreveu: [ -> ]
(17-02-2018, 02:36 PM)Haggar Escreveu: [ -> ]Qual seria a palavra que combinaria então?  que:

"beijo opressor"
"beijo honrado"
"beijo viril"

todas essas combinam com um realista

Ta rolando um novo ai, beijo grego.


Spoiler Revelar
para maiores informações mandar mp pro Hercules do olimpo. Yaoming


Prossigam com o tópico. Gargalhada
Mas pegou essa do beijo grego. Yaoming

Deviam prender essa vagabunda que acusou o homem injustamente. Baita ação indenizatória agora.
Spoiler Revelar
(02-03-2018, 01:45 PM)Academo Escreveu: [ -> ]Vai vendo, vai vendo:

Justiça manda soltar homem que foi condenado injustamente por abusar sexualmente dos filhos

Após quase um ano preso injustamente, o vendedor Atercino Ferreira de Lima Filho, de 51 anos, será solto nesta sexta-feira (2). Ele foi condenado a 27 anos de prisão por abusar sexualmente dos filhos quando eles tinham 8 e 6 anos.

A condenação foi fundamentada nos depoimentos dos filhos, que contaram ser obrigadas a mentir sobre os abusos para prejudicar o pai, que estava separado da mãe. Atercino está preso na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Atercino e a mulher se separaram em 2002 e os filhos Andrey e Aline ficaram sob a guarda da mãe, que foi morar na casa de uma amiga. Lá, os irmãos contam que sofriam maus tratos e fugiram de casa. Eles moraram em orfanato e quando saíram procuraram pelo pai e começaram uma batalha para provar a inocência dele.

Em 2012, Andrey registrou em cartório uma escritura de declaração em que afirmava que nunca havia sofrido abusos por parte do pai. “Eu, quando criança, era ameaçado e agredido para mentir sobre abusos sexuais.”

Um projeto que começou nos Estados Unidos, Innocence Project, que tem a missão de tirar da cadeia pessoas que foram presas injustamente, ajudou a família. As advogadas pediram a revisão do processo e, nesta quinta-feira (1º), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu por unanimidade que o vendedor é inocente.

Dora Cavalcati, diretora do Innocence Project, explica que os laudos da época da denúncia foram negativos para violência sexual. “Uma psicóloga forense atestou, depois de conversar longamente tanto com o Andrey quanto com a Aline, que eles não tinham nenhuma sequela de violência paterna por condutas de abuso sexual. [Atestou] que, ao contrário, eles foram crianças que cresceram em meio aos maus tratos infringidos pela mãe e pela companheira da mãe.”

“Saber que muita gente apoia a nossa causa e que muita gente também passa por esse tipo de situação é o que nos motivou a continuar”, disse Aline.

Atercino já foi avisado sobre a absolvição e que sua soltura acontece nesta sexta-feira e os filhos estão ansiosos. “Vai ser uma felicidade inenarrável. A gente está esperando há tanto tempo e finalmente dar um abraço no nosso pai”, comemora Andrey.

Fonte: G1

Cara... eu poderia ter caído numa dessa. Essas notícias me entristecem muito. Não sei se foi invenção da minha ex ou da minha filha (que era muito pequena), mas eu iria me fuder, provavelmente não estaria vivo e escrevendo isso agora...
Yaoming  Essa merda de artigo está tendo bastante relevância no FACEBOSTA, vi em algumas páginas e perfis, mas o que chamou mais a atenção foram as repostas das bralzacas e merdianas se afirmando, declaram que tal conduta é válida, direitos iguais etc, cada mulher acabada caindo aos pedaços falando merda e justificando o a promiscuidade hipergâmica que adoram praticar. Joinha   Br tá foda... E sempre há feministos e manginas com camisas cor sim e cornão apoiando.




https://extra.globo.com/noticias/saude-e...mpartilhar


Metade das mulheres mantém um homem na reserva caso a relação atual acabe

Essa noticia é mentirosa,as brasileiras tem um time de reserva. As moças de APP que são quase a totalidade na praça quando querem dar publicidade a um relacionamento o que fazem? Colocam a foto dela e do cuckold feliz no whatsapp abraçadinhos de rostinho colado, sem apagar os contatos obviamente; ela comunica que no momento está ocupada mas que em breve voltará a dançar no baile de picas, basta trocar a foto onde somente ela aparece, é assim que funciona.
Nem metade Mineirim é a grande maioria.Tenho amigos com receio de achar outras mulheres atraentes achando que estão desrespeitando as companheiras imagina elas olhando fotos de famosos,falando do vizinho ao lado.Namoram /casam mas sempre de olho nos que estão a sua volta.
Estou me referindo a grande parte,,antes que digam que estou totalizando.Ate dentro da igreja as comprometidas fazem isso.