Fórum da Real - Legado Realista

Versão completa: O ato da racionalidade ante a fala.
Você está visualizando uma versão simplificada de nosso conteúdo. Ver versão completa com a formatação apropriada.
Umas das coisas que venho mais notando ultimamente é que as pessoas não pensam minimamente antes de falar, apenas jogam palavras no ar, sem nem pensar como elas podem soar, podemos ver diversos casos de cancelamento (o cancelamento é literalmente isso) a falta de racionalidade ante a fala ainda vai ferrar muita gente, e aqui nesse tópico quero basicamente colocar esse ponto em destaque na cabeça de cada um que está lendo.

O ato de pensar ante a fala vai te ajudar muito em TODOS os quesitos da sua vida, até nos relacionamento em si, pois no ato de parar, pensar e depois sim reproduzir pode te tornar um cara mais intelectual e pensativo, e isso em partes atrai bastante gente. (tem outros diversos beneficios, quem quiser pode citar nos comentarios!)

Muitas pessoas estão "programadas" no que falam, por exemplo, se já foi feita uma pergunta para você em determinado dia, provavelmente você recicla aquela resposta em sua mente para responder em outro determinado tempo, e oque quero instigar em vocês que pensem, pensem em tudo que forem falar, faço isso, claro, as vezes durmo, esqueço, não é um ato facil de se fazer, pensar numa era em que somos instantaneos e "sem tempo" porém me ajudou demais, e me colocou em patamares muito melhores.
(05-05-2022, 09:08 AM)Benaiah Escreveu: [ -> ]Umas das coisas que venho mais notando ultimamente é que as pessoas não pensam minimamente antes de falar, apenas jogam palavras no ar, sem nem pensar como elas podem soar, podemos ver diversos casos de cancelamento (o cancelamento é literalmente isso) a falta de racionalidade ante a fala ainda vai ferrar muita gente, e aqui nesse tópico quero basicamente colocar esse ponto em destaque na cabeça de cada um que está lendo.

O ato de pensar ante a fala vai te ajudar muito em TODOS os quesitos da sua vida, até nos relacionamento em si, pois no ato de parar, pensar e depois sim reproduzir pode te tornar um cara mais intelectual e pensativo, e isso em partes atrai bastante gente. (tem outros diversos beneficios, quem quiser pode citar nos comentarios!)

Muitas pessoas estão "programadas" no que falam, por exemplo, se já foi feita uma pergunta para você em determinado dia, provavelmente você recicla aquela resposta em sua mente para responder em outro determinado tempo, e oque quero instigar em vocês que pensem, pensem em tudo que forem falar, faço isso, claro, as vezes durmo, esqueço, não é um ato facil de se fazer, pensar numa era em que somos instantaneos e "sem tempo" porém me ajudou demais, e me colocou em patamares muito melhores.
Hoje em dia tá foda, cancelamentos e fake News é o que mais tem por aí, as pessoas não gostam de pesquisar e se aprofundar em assuntos. Muitos deles só esperem a oportunidade de alguém falhar em algo para já vim salivando pra atacar essa pessoa. O que é pura hipocrisia porque todos nós erramos, somos seres humanos essas mesmas pessoas que hj em dia cancelam as outras, deve fazer coisas piores em off.

Vejo muitos casos por aí que nem teve um julgamento ainda, mas as pessoas já tomam partido e escolhem uma pessoa para atacar, se caso ela errar simplesmente pede desculpas depois.

Mas o que vc disse é verdade, primeiramente ouvir, raciocinar e aí talvez debater sobre o assunto ou simplesmente ignorar, não somos todos juízes de nada nem super intelectuais e seres perfeitos.
Acredito que hoje em dias as pessoas são muito mais impulsivas e imediatistas, não sei certamente o motivo mas é oq percebo.

Muitas vezes ao conversar com amigos, ou até mesmo pessoas aleatórias do dia a dia, vejo que já tenho falas e estruturas de conversas prontas, acaba que sempre tenho os mesmos assuntos e falo as mesmas coisas com todos.

Identificado o problema, buscamos a solução; busco deixar a outra pessoa falar mais e quando ela terminar tomo alguns segundos pra assimilar a informação e dar uma resposta, creio que dessa forma podemos ficar mais presentes no momento e conseguir ter diálogos mais profundos e menos "mecanizados".

Outro problema que vejo muito por aí são pessoas muito expressivas e com opiniões fortes. Não acho que o problema reside em ser dessa forma, mas sim a ocasião, como por exemplo falar de convicções política ou futebol com uma mina que vc acaba de conhecer.
(14-05-2022, 09:28 PM)candango Escreveu: [ -> ]Acredito que hoje em dias as pessoas são muito mais impulsivas e imediatistas, não sei certamente o motivo mas é oq percebo.

Muitas vezes ao conversar com amigos, ou até mesmo pessoas aleatórias do dia a dia, vejo que já tenho falas e estruturas de conversas prontas, acaba que sempre tenho os mesmos assuntos e falo as mesmas coisas com todos.

Identificado o problema, buscamos a solução; busco deixar a outra pessoa falar mais e quando ela terminar tomo alguns segundos pra assimilar a informação e dar uma resposta, creio que dessa forma podemos ficar mais presentes no momento e conseguir ter diálogos mais profundos e menos "mecanizados".

Outro problema que vejo muito por aí são pessoas muito expressivas e com opiniões fortes. Não acho que o problema reside em ser dessa forma, mas sim a ocasião, como por exemplo falar de convicções política ou futebol com uma mina que vc acaba de conhecer.

Concordo, o melhor é ouvir e depois ter falas mais pontuais e também evitar e passar longe dessas briguinhas que não leva nada, por exemplo como você mesmo citou, evitar essas briga de direita e esquerda, sobre time de futebol, religião e outras coisas. Na real essas briguinhas nunca tem vencedor, porque cada um vai sair como se tivesse vencido e vai sair puto com o outro, o melhor é ficar em silêncio e falar os seus pontos com cautela, assim evita dor de cabeça atoa, infelizmente as vezes é melhor deixar uma pessoa na matrix e sendo lunática, do que tentar abrir a mente dela e ela tentar ferrar seu psicológico para ficar destruído igual o dela.
(14-05-2022, 09:28 PM)candango Escreveu: [ -> ]Muitas vezes ao conversar com amigos, ou até mesmo pessoas aleatórias do dia a dia, vejo que já tenho falas e estruturas de conversas prontas, acaba que sempre tenho os mesmos assuntos e falo as mesmas coisas com todos 
Pessoas robotizadas, vivemos em uma matrix..
Não só na internet. Na realidade, quem se preocupa em criar polêmica virtual, está jogando seu tempo fora, em vez de buscar utilizar a internet para algo útil ou até mesmo para um lazer mais saudável, prefere ficar debatendo assuntos fúteis com pessoas indesejáveis. Outro ponto: quem sofre retaliação em redes sociais, é porque de alguma forma deu legalidade para que aquele tipo de discurso seboso, entrasse em sua vida. "Canceladores" só vem de um lugar só: esquerda pós-moderna progressista. Eu não tenho vínculo algum com esse tipo de gente, à não ser em ambiente de trabalho, mas aí já é outra questão. Em meu cotidiano eu não dou legalidade para sequer ver um post à respeito deste tipo de esterco ideológico, que por ironia está muito ligado à cultura pop; eu não consumo cultura pop, portanto estou "blindado". Lógico que minha vida não é apenas desenvolvimento pessoal, eu costumo acessar também redes sociais; não sou radicalista ao ponto de demonizar redes sociais e ser contra este tipo de lazer, porém eu me abstenho de certos conteúdos. As redes sociais utilizam algoritmos que facilitam a gente se isolar dentro dos nosso próprios gostos, e isso é positivo em parte.

Em relação à "falar demais" em redes sociais, é até um assunto meio bobo, não temos grandes transtornos, no máximo um bloqueio temporário. O problema é quando o cara fala demais na vida real, principalmente em ambientes que precisamos ir todos os dias (escola, trabalho, igreja, etc). Cansei de ver caras que perderam o respeito e a moral dentro do ambiente de trabalho ou escolar, porque falavam demais e acabavam expondo suas fraquezas. Se não tomarmos cuidado, a nossa boca nos condena, porque muitas vezes ela revela o que nosso interior esconde, as nossas fraquezas. O ideal é sempre falar quando necessário, num tom firme e bem audível, para que só se fale uma vez, quem fala baixo demonstra insegurança, e consequentemente fraqueza. Pessoas em posição de servidão, falam baixo. Não tem nada à ver com coach e coisas do tipo, é a realidade.

Seja no ambiente virtual ou físico, evite falar demais, para não se lascar.
Verdade, já me fudi muito bostejando palavras sem um pingo de racionalidade
Faz sentido em partes: Isto deve envolver Bom senso e certa prudência. O Bom-senso de emitir opiniões minimamente embasadas e a prudência para não ser pego em armadilhas feitas por canalhas e outros idiotas que não sabem interpretar falas, textos, contextos, etc.

Admitir estes aspectos é um bom começo para o ser humano sair da média ponderada.

Citação:... é que as pessoas não pensam minimamente antes de falar, apenas jogam palavras no ar, sem nem pensar como elas podem soar, podemos ver diversos casos de cancelamento (o cancelamento é literalmente isso) a falta de racionalidade ante a fala ainda vai ferrar muita gente

Não é preciso fazer um tratado sobre o patético "cancelamento": Trata-se de censura e autoritarismo onde gente com certa influência incita turba-mutas de idiotas contra gente que pensa diferente deles. Punem na reputação, nas finanças, na criminalização dos seus seguidores, expondo namoradas, esposas, familiares, gente que não tem nada a ver com a história paga o pato.

A necessidade de responder algo na ponta da língua cria um exército de NPCs especialistas em respostas prontas com argumentos pasteurizados abusando de jargões e chavões adjetivadores, o bingão dos argumentos dos anti-armas quase sempre não falha.
[Image: KWsOTc2.jpg]

No campo das relações pessoais, o resultado dessa impulsividade só vai lhe reputar por um sincerão patético e insuportável para o convívio.