Fórum da Real - Legado Realista

Versão completa: Fase da revolta
Você está visualizando uma versão simplificada de nosso conteúdo. Ver versão completa com a formatação apropriada.
Fase da Revolta
(Por Ice)

[Image: nLa5rgD.png?1]

Pergunta: Essa fase da revolta demora muito a passar? Terminei um relacionamento há cerca de 2 meses... cortei contato completo, nunca a mais a vi, nem na rua, etc. Estou saindo com amigos, indo na academia, fazendo as festas, conhecendo novas garotas, praticando jiu-jitsu, enfim fazendo de tudo, para ocupar a mente e não viciar nela.

Hoje está melhor que ontem...

Mas mesmo assim, final de semana é bebedeira total. As recaídas acontecem mas não sei mais o que está acontecendo comigo. Não sou mais o mesmo...
Demora a passar essa fase de revoltado e depressivo?

Resposta: Depende de quanto tempo você demora para aceitar o ocorrido. 
Você fica com raiva de um leão que tenta te comer? Não, você fica aliviado porque ele não conseguiu. E por que não fica com raiva? Porque sabe que ele apenas seguiu sua natureza, é da natureza dele te comer se estiver com fome.

A partir do momento que você aceitar que as canalhices femininas são parte da natureza delas, dá o primeiro passo para se livrar da raiva. Se livrando da raiva, você sai dessa fase revoltada e dá a volta por cima. De quebra ainda fica mais preparado para enfrentar o futuro.

Aceite que isso é o que mulher é, que o lado obscuro é parte dela, não é algo sequer que ela escolhe, simplesmente nasce com ela, a diferença é que em umas é mais acentuado e em outras menos, mas todas possuem um lado obscuro, simples assim.

A sua revolta na verdade não é contra o lado obscuro das mulheres, mas sim contra o fato de que foi enganado a vida inteira, aceite que é natural e a revolta desaparece.

Depois de um tempo, tu consegue identificar tudo direitinho e passa até a achar graça das tentativas delas.


Esse tópico faz parte do projeto Segunda das Relíquias perdidas.
Por mais esclarecido e racional que o homem seja, nunca ficará imune a essa fase. O fim de um relacionamento para o homem comum é melancolia e tristeza. Já para os realistas isso é potencializado, pois conhecemos artimanhas femininas e nos permitimos cair em dezenas delas.
Citação:A sua revolta na verdade não é contra o lado obscuro das mulheres, mas sim contra o fato de que foi enganado a vida inteira, aceite que é natural e a revolta desaparece.

Lapidar. Os que não conseguem desprender da revolta  e se tornam misóginos, misantropos e afins são aqueles que só enxergam a falha nos outros. Não compreendem que antes de nascerem o mundo já era o mundo com sua injustiça e as mulheres já eram mulheres com o seu lado obscuro e que sua frustração é consequência também de sua inocência.
Gostei disso : " Aceite que isso é o que mulher é, que o lado obscuro é parte dela, não é algo sequer que ela escolhe, simplesmente nasce com ela, a diferença é que em umas é mais acentuado e em outras menos, mas todas possuem um lado obscuro, simples assim."

Assim como no Éden o pecado original surgiu com a mulher ( que foi seduzida e se entregou à Satanás ) assim é a vida de muitas , elas realmente possuem esse lado obscuro ; desde o princípio!
A fase da revolta não deixa de ser um rito de passagem. É a pele nova, mais dura e resistente, sendo gerada na base do sofrimento e reflexão sobre a verdade já vivida.

Alguns passam pelo rito e renascem como um novo homem, melhorados e mais preparados para a vida como ela é, já os mais fracos sucumbem durante o processo e voltam a negar a realidade, vivendo novamente em alguma ilusão, as vezes ainda pior do que a Matrix.
(26-04-2021, 09:46 AM)Trglodita Escreveu: [ -> ]A fase da revolta não deixa de ser um rito de passagem. É a pele nova, mais dura e resistente, sendo gerada na base do sofrimento e reflexão sobre a verdade já vivida.

Alguns passam pelo rito e renascem como um novo homem, melhorados e mais preparados para a vida como ela é, já os mais fracos sucumbem durante o processo e voltam a negar a realidade, vivendo novamente em alguma ilusão, as vezes ainda pior do que a Matrix.

Eu ainda vou colocar +1 aqui no confra por que geralmente o que antecede a fase de revolta não é o fato isolado de que uma mulher jogou sujo no jogo amoroso. Na verdade raramente é isso a causa completa, mas apenas o estopim, a gota que transborda o copo, a não ser que o cara seja um doente possessivo.

Acontece de quebrar todo um sistema de crenças na cabeça do sujeito. E assim como um vidro temperado, uma rachadura se propaga e termina por estilhaçar tudo em pedacinhos, num efeito em cadeia. Sabe quando dizem que uma mentira precisa de 10 para se sustentar...? É por aí. Cai uma, começa a cascata caindo todas as outras.

É um momento de epifania, de alta clareza, mas que logo é tomado por uma tempestade de emoções negativas; se o cara não tiver controle emocional pode acabar invertendo o sinal e transformando nessas aberrações de mgtow e afins, que nada mais é do que a Matrix Inversa.

O cara fica furioso por que ele percebeu ou lhe venderam uma Matrix, uma realidade toda falsa. Se sente enganado no seu âmago, por que as pistas estavam todas aí mas ele não conseguiu montar o quebra-cabeça. Ele fica desapontado e não tem onde ou como canalizar essa raiva.

Não seria errado dizer que em muitos casos a culpa foi da inocência e doutrinação do próprio sujeito e que a mulher vira injustamente o bode expiatório. Longe de mulheres serem santas, que fique bem claro, mas o que acontece com o cara é de total responsabilidade dele próprio.

Por isso essa analogia da matrix é tão perfeita, pois o cara que sai dela literalmente consegue enxergar uma realidade acima da única realidade que ele conhecia até então. E assim como no filme, uns se adaptam e tentam sobreviver. Outros não conseguem.

Se o sistema descobre que ele "sabe demais", será perseguido, assim como os homens assertivos hoje são chamados de machistas, opressores e são "cancelados". Da mesma forma nem todo mundo se dá e aparece um Cypher, o cara que rejeita a pílula vermelha e prefere voltar a viver no mundo das ilusões.

Nesse ensejo aparece um terceiro tipo, que nega a Matrix, e nega a própria realidade. Incrédulo, vira um maluco quer que tudo se exploda. Esse é o revoltado. Nem todos conseguem reverter desse estado, não duvido nada que alguns se matem, outros virem misóginos, uns amantes de travecos, ou algum outro dano permanente na psique. Felizmente boa parte com o tempo volta a si.