Fórum da Real - Legado Realista

Versão completa: É o seguinte, manés. Sobre NA
Você está visualizando uma versão simplificada de nosso conteúdo. Ver versão completa com a formatação apropriada.
É o seguinte, manés. Sobre NA
(Por Doutrinador)

As obras de Nessahan foram muito importantes.

O que deu nos nervos foi a tentativa dele de transformar a comunidade num antro de bebedores de chá amazônico. Quando ele entrava em transe era uma merda, ninguém aguentava os papos dele sobre levitação durante o sono, vidas passadas e regressar no passado para ver se foi corno. Não tinha nada a ver com a comunidade. 

Além disso, ele se assustou com a ofensiva feminazi e mudou o discurso, querendo se desligar do assunto, excluindo seu perfil e alterando suas obras para evitar que fossem associadas ao radicalismo de nós machistas. Fez complô para que os radicais fossem expulsos, e fez complô para que a OLODM fosse blindada e fechada, para que ninguém o pudesse denunciar. O pau na lomba do Administrador, que gostava de tomar sopa de cenoura na casa das alunas, resolveu ficar do lado do Nessahan e expulsou os radicais.

Por isso muitos se sentiram traídos: Nessahan fez com complô contra os próprios homens temendo que a associação dele aos radicais trouxesse problemas com as feminazis. Por isso os radicais o mandaram tomar no CU, não por suas obras, mas pela atitude de falar contra os metedores de reais e tentar transformar a OLODM num convento.

Acredito que Nessahan tenha recebido a visita de Bertha Lutz durante um transe pós chá e ela o tenha ameaçado de morte, por isso ficou paranóico.

Depois isso ele fundou a Desenvolvimento Masculino, sem os radicais e só com os intelectualóides, incluindo mulheres que falavam merda e debates mais soníferos do que assistir São Bernardo x Jabaquara pela quarta divisão. 

Nem preciso dizer que foi um fracasso total e a MGDHB continua firme e forte.

Este texto faz parte do projeto: Segunda das Relíquias Perdidas.