Fórum da Real - Legado Realista

Versão completa: Namoro a distancia e crise de identidade
Você está visualizando uma versão simplificada de nosso conteúdo. Ver versão completa com a formatação apropriada.
Páginas: 1 2 3 4 5
Olá confrades, sou novo no fórum e algo vem me pertubando a algum tempo, a questão é a seguinte, moro em uma cidade muito pequena, logo, preciso ir para uma cidade maior para fazer faculdade, nesta faculdade conheci minha atual namorada, e sinceramente ela parece ter muitas qualidades que é dificil achar em uma mulher hoje, ela não é do tipo mulherão, apesar de bonita, o que é ótimo porque passa desapercebida na rua, alem de se vestir de uma forma modesta na maioria do tempo, e como aqui na nossa região é frio, nunca vi ela sequer usar shorts, quando esta calor coloca uma saia até o joelho
Ela realmente parece que veio pronta em questão de carater, sempre demonstrou ser sincera, e apesar de um pouco ciumenta nunca me encheu muito o saco com nada, alem de sempre ser forgoça e carinhosa comigo.

O problema é que estou desesperançoso em relação ao meu curso, já não sei se vale a pena fazer faculdade nos dias de hoje, é como se fosse algo que já não garanta mais tanto assim o futuro, eu mesmo estou no meu quarto ano e nem um estágio ainda conseguir, essas coisas te fazem pensar, de qualquer maneira eu curso TI, e desde o ano passado eu venho percebendo que as coisas que eles passam na faculdade, pelo menos uma grande parcela, poderia ser aprendida em casa, com mais calma e facilidade, e o mais importante, DE GRAÇA, isso faz eu me sentir muito culpado, pois eu nem sequer pago o meu curso, e fico com a sensação de estar jogando dinheiro de minha mãe no lixo com está merda, que nem emprego eu vejo que vai me garantir.

Dito tudo isto faz um tempo que eu estou pensando em largar a faculdade, mas fico pensando se não seria melhor terminar só para ter o superior, já que estou quase no final do curso, muito embora eu acho que vou demorar mais uns dois anos por causa das materias que reprovei, ou se eu largo e uso o tempo para trabalhar em algo simples porem que dê algum dinheiro e vá estudando para concursos enquanto isso.

Eu vendia doces na faculdade, e ganhava bastante dinheiro com isso, mais que um salário, ano passado, parei de vender quando fui atropelado, e só agora vou poder voltar com esse negócio de vendas, talvez eu continue na faculdade até para ter mais lugares para vende-los, de fato, não sei.

E ai fica a questão, essa garota apesar de boa como eu falei acima, é muito dependente dos pais, ela não pode vim para minha cidade porque os pais não deixam, e eu tenho que ir para a cidade dela de ônibus e andar por lá a pé, e agora, ela nem sair de casa quer mais, ela me faz ir na sua cidade, e ainda ir a pé até sua casa, para ficar lá com cara de bunda olhando para toda a família dela, que consiste em cinco irmãos.

Eu sei que é importante conviver com a família da pessoa, mas eu não gosto de tornar isso rotina, no começo ela saia mais da casa dela, apesar de não vir me ver quase nunca, pelo menos passeávamos, hoje, ela nem isso quer fazer, diz que os pais não deixam, ou que ficam incomodando, mas como no começo era tranquilo?

Realmente os pais dela tiveram uma criação mais tradicional, só que eu não sei mais o quanto vale a pena lutar por essa relação em que tudo fica em minhas costas por ela não poder por causa dos papais.

Sem contar que em quase dois anos de relacionamento tivemos no máximo umas onze fodas por causa dessas dificuldades, e fico pensando se não estaria mais feliz sozinho. E se eu resolver desistir da faculdade? Como continuar com essa menina, se ela parece que não pode fazer nada sem os pais encherem o saco? O problema nem é tanto a distancia, mas é essa passividade dela, pois nem moramos em cidades tão distantes assim, da no máximo uma hora e meia de viajem.

Enfim está meu pedido de ajuda, e de certa forma, desabafo.
Se vc já chegou até esse ponto do curso, que custa ir até o final? Se largar agora, pode jogar fora o esforço que sua mãe empregou até então, e não parece que seja justo. Mesmo considerando que um diploma não garante trabalho, é melhor do que nada.

Sobre a garota, relacionamento exige esforços mútuos; então, se ela não se puxa pra ficar com vc, talvez não valha tanto a pena. E outra, uma relação é pra fazer bem; se faz mal, não há por que insistir.
Esse é o relato do vendedor de doce que não aguenta cú doce. 

Ti é certificação vá estudar as bíblias e faça as provas, diploma br é papel higiênico necessário no país de faz de conta.


Namorado que não fode se fode.

Sem contar que em quase dois anos de relacionamento tivemos no máximo umas onze fodas por causa dessas dificuldades,

O jovi não meteu nem 13 vezes para dizer que é azar.... Big Grin

O problema nem é tanto a distancia, mas é essa passividade dela, pois nem moramos em cidades tão distantes assim, da no máximo uma hora e meia de viajem.

Quando o namoro é a distância eu costumo dar meus parabéns para os 4, nesse caso deixo um parabéns para os 3.

O cara está na chamada zona empata foda Sleepy , tente  mudar isso, conduza-a, viajar e ficar com as bolas empedradas é muita sacanagem, é de doer as bolas literalmente.


Música para o Jovi....Doce Melda.



Porque caralhos todo mundo por aqui é de TI? HUAEHAEUHAE
(16-04-2018, 07:33 PM)Awaken Escreveu: [ -> ]Porque caralhos todo mundo por aqui é de TI? HUAEHAEUHAE

Eu acho que boa parte da galera da Real é de TI.
Não sei se existe um "censo", mas apostaria em uns 60%.

Convenhamos, TI é um ambiente onde a maioria dos caras é introvertido, não costuma cuidar da saúde e, consequentemente, inseguros demais para encarar a vida real que exige que você ou aprenda a se desenvolver e a lidar com mulheres. Daí, depois de quebrar muito a cara, o sujeito vai ao Google e acaba chegando a Real. Eu vejo como um caminho natural.

Respondendo ao @Navalha

Cara, por experiência própria, eu te sugiro que termine o quanto antes esse curso. Sim, só pelo diploma que apesar de não valer nem um rolo de papel higiênico, a grande maioria dos empregos na área pedem o diploma do Ensino Superior. Em tempo, não te garante nada de concreto, mas sem ele você as vezes sequer consegue concorrer a vagas em empresas grandes como Stefanini, IBM, etc.

Hoje em dia, o sujeito tem que ser um "resolvedor de problemas" para ser requisitado no mercado de TI.
Por exemplo, uma das certificações Nanodegree da Udacity tem muito mais valor prático que 4, 5 anos de qualquer faculdade.

Quanto ao seu namoro... rapaz, nunca vi relacionamento a distância dar certo. Pelo contrario, conheço diversas histórias bizarras que envolvem não só traição (o que é bem óbvio, como já disseram aqui) como grandes arrependimentos por desperdiçar tempo e dinheiro para sustentar um relacionamento sem futuro. Não conheço tua mina, mas se ela não se esforçar pra também ficar na sua presença (por exemplo, viajar para a sua cidade), não vejo pq diabos vc sustentar isso sozinho.

No seu lugar, eu concentraria meu foco no desenvolvimento profissional.
Esse namoro aí, por enquanto, só serve pra vc esvaziar o saco de vez em quando.
(16-04-2018, 07:05 PM)Navalha Escreveu: [ -> ]Sem contar que em quase dois anos de relacionamento tivemos no máximo umas onze fodas por causa dessas dificuldades

Que é isso cara?  Uma média de duas furada a cada 4 meses.. .Isso é um namoro ou é um casamento ? Só quem fode pouco assim é os casados Yaoming 

Confrade, a mulher quando quer o cara, quando ela quer de verdade, ela pula a janela de madrugada, toma cassete do pai no meio da rua, fica com ele escorada nos muros da escola, nas paradas de ônibus, quando a mulher quer não tem choro nem vela, nem fita amarela que à segure. 

Aí você tem que podenrar, relacionamento é uma via de mão dupla, se vc não vê esforço algum da parte dela, não tem porque se esforçar também.

Com relação a sua faculdade, escute esse velho aqui, não jogue essa oportunidade pela janela, já que nem é você que esta pagando, termine sua faculdade, você já está quase no fim.  
Quem dera eu, ter tido essa oportunidade quando tinha a tua idade, não jogue o esforço e suor da tua velha no ralo, siga em frente e se comporte como homem, se você se propôs a começar... Termine.
Uma a cada dois meses na verdade A orelha de boi está forte. Yaoming
São duas questões no tópico que pelo título parece ser uma só. Vou começar pela que acho mais importante:

- A Faculdade.

Termine o que começou. Se você for ficar nessa de olhar mercado isso, mercado aquilo, nunca vai fazer nada na vida, vai tudo parecer ser difícil. Conheço 2 caras que fizeram curso técnico em telecomunicações, mesma  instituição, mesma turma. Um nunca arrumou emprego na área e o outro arrumou e ficou bem de vida antes dos 25 anos. Na Real vitimismo não tem vez, não terminar o curso por desculpa de mercado é uma coisa que não cola aqui. Só mostra que você não sabe dar valor ao investimento que sua mãe está fazendo em você já faz 4 anos.


- O Namoro.

Namoro a distância é uma coisa que realista está cansado de saber que não dá certo. Se imagina ficando quantos anos nessa situação? O sentimento de escassez e baixa autoestima parece estar tomando conta de você, imagino que a veja como uma mulher super especial do tipo que você não encontraria na cidade onde você mora, aí ao invés de se envolver com uma que você poderia tranquilamente ver pelo menos 2x na semana, se sujeita a um relacionamento a distância frio, sem graça.


Tirando a parte do acidente, vejo que você tem problemas relativamente simples, uma vez que só depende de você querer resolvê-los.
Obrigado pelo conselho de todos, de fato seria jogar o esforço de minha mãe no lixo se larga-se sem perspectiva alguma, o certo é continuar mesmo, mesmo que meio que a contra gosto, eu estou nessa relação porque estava com plano de me mudar para lá quando desse, mas a porra da patricinha acha que isso acontece fácil assim, antes era mais de boa, mas de uns tempos para cá ela anda ficando mais chata com isso, diz que eu não faço nada, sendo que antes do acidente eu trabalhava, se não em algum estágio fora da área, como vendedor autônomo de doces, mas não, pra ela não é o suficiente, o foda é que eu já falei para ela tentar vir de tarde em um dia de semana, e dizer que iria na casa de uma amiga, e mesmo assim ela diz que não pode sair de casa, que não sei o que, que os pais são rígidos, ela tem 22 anos e faz faculdade também, o que mais fode é que não da pra saber se eles realmente são tão neuróticos assim, ou é ma vontade dela, porque ela poderia inventar alguma desculpa, eu sei porque ela ja inventou algumas vezes para vim, mas sempre fez isso pouquíssimas vezes, essa vaca não tem proatividade alguma.

Esses dias ela quis se fazer de difícil e terminou comigo, pois eu esperei ela vim me chamar de volta, sabia que viria, e voltamos, mas nem sei se fiz certo em voltar, estou em uma situação que acho que se descobrisse que ela me trai o que ela quisesse terminar de novo sentiria é alivio, como senti na ultima vez que ela tentou me avacalhar, sei la, meu primo mais velho diz que já era para eu ter largado ela, minha família toda avisa que isso não ta certo, sinceramente to começando a achar que eles tem razão, ela de fato é muito sincera, ela esqueceu o celular comigo e eu vi todas as conversas dela, de fato ela não demonstrou ter feito nada de errado. Nas conversas com suas amigas ela falava que sentia minha falta(sim li as conversas dela, ela já fez isso com as minhas conversas várias vezes, remorso zero) mas falou que sou anti social para as amigas, que a mãe dela acha eu pouco para ela, por não trabalhar, sendo que sempre trabalhei apesar de ganhar pouco e fiquei parado porque fui atropelado. 

Ela chegou a contar de um cara que deu em cima dela nesse tempo que a gente tinha terminado, disse que cortou ele quando viu que ele era casado, e de fato eu vi ela contando isso para as amigas no celular dela, e foi só esse cara, creio que a maioria nem ia contar.

Porem, lembrando aqui, teve um erro, um único deslize que eu percebi que foi quando ela disse que iria numa festa sem eu saber para uma amiga dela, porem, mais tarde nesse mesmo dia, tinha terminado comigo, e acabou não indo na festa por sentir cólica, sei que é verdade porque ela falou isso para a amiga no whats, que ela nem imaginava que eu ia ter acesso, tive por acidente, já que ela esqueceu o celular comigo, a questão é que ela é muito virtuosa em alguns pontos, mas um monte em outros, sabe que é difícil para a gente ficar junto, mas ao invés de ser esperta, dizer que vai na casa de uma amiga, ou na faculdade fazer algum trabalho, não faz porra nenhuma e ainda enche o saco de eu não querer fazer sala para os pais dela.

Mas mesmo assim não consigo terminar com essa desgraça, não sei se é manginismo, se ainda tenho esperança de me mudar para lá e tudo ficar lindo, medo de ficar sozinho, mas é uma situação foda, o pior é que ela parece gostar realmente de mim, mas chega na hora de ver essas atitudes de nunca tentar fazer um esquema pra vim me ver, que eu fico em uma duvida desgraçada.

Desculpem pela bíblia, é que nesses momentos confusos da vida, acabamos tagarelando mais do que o necessário.
Um conselho, termine o curso, já que tá no meio do caminho, melhor terminar e justificar o investimento.

E pode ser que o tal diploma, mesmo hoje não tendo tanto valor quanto no passado, possa render bons resultados, uma vez diplomado, sempre diplomado.

Bem, com relação a namorada, esse desabafo deveria ser feito com a própria, pois talvez pra ela essa situação de "ser a rapunzel no alto da torre" seja bem normal, tome uma atitude e a esclareça que no mundo real não existem príncipes e nem princesas, somente interesses e que ela deve correr atrás do que deseja [se é que ela deseja o mesmo] conquistar também.
Citação:Sem contar que em quase dois anos de relacionamento tivemos no máximo umas onze fodas por causa dessas dificuldades,(...)

Divide o valor total que tu gastou em passagens (ida e volta) pra vê-la por essas 11 transas e verá que não vale a pena!

Ela deve ficar com outros! É melhor tu cair fora pro bem de ambos!
@Navalha me fala com sinceridade. Vc já está de saco cheio dessa namorada e do fato dela não se esforçar pela relação, mas não termina porque ela não te deu um bom motivo pra vc fazer isso, não é mesmo?
Cara você ta precisando tirar uns dias pra curtir sozinho e pensar na vida.Vamos lá :
-Termine a faculdade , vc parar agora só vai jogar no ralo tudo o que pagou ( eu me formei em engenharia de produção somente por ter bolsa , o curso não era nada do que eu esperava)
-Cara tem um monte de mulher pro mundo ai, sozinho vc não fica ( apesar que a solidão é uma ótima forma de autoconhecimento).
-Tudo esse tempo de namoro e só isso de transas? tu ta namorando pra que ? pra ficar agarradinho de conchinha ? Cuidado que deve ter coelho nessa moita ai...
-É notável que você está extremamente apegado , confuso , parece bêbado kkkk, vá ler NA e outros materiais da REAL e tome a decisão logo e para de ficar sofrendo feito uma moça indecisa.

Pra finalizar , pare com esse medo de tomar uma atitude na sua vida, a vida odeia os medrosos!
Sinceramente, coitadismo demais.

Tu tem um sonho? Vai lá e faz, tá em dúvida? Acha que vai levar chifre? Vai lá e termina.

Cara, tem que tomar atitude, ficar nessa de "aahh, eu vou ou não vou?" é até normal do raciocínio, mas a não ação é a mãe das hipocrisias. Seu namoro é "a distância"? Tem algumas coisas que você deve observar, principalmente no que diz respeito ao comportamento dela, se você quer assumir, seja homem pra botar o peito e segurar tudo o que vier.
E se vier merda, não esqueça, não foi por falta de aviso ou análise sua, foi questão de escolha.

Como diz nosso excelentíssimo Fausto Silva: "Quem sabe faz ao vivo".

Ou tu segue com teu plano ou não, eu por exemplo escolhi cair fora do meu relacionamento porque eu vi que já não se sustentava mais e que eu não tinha como segurar, era isso ou eu ia tomar um chifre mais cedo ou mais tarde por alguma futura suposta desculpa de "fraqueza", ou "carência". Não se limite ao pensamento de um ou outro, analise sua situação e tome atitude firme, seja ela qual for, mate no peito as consequência, assuma as responsabilidades, lide com os imprevistos e vida à dentro, filhão.
Não tranque a faculdade, eu por exemplo, fui bastante influenciado pela cultura do apego ao curso superior, tanto que quando sai do Ensino Médio com 17 anos, entrei na primeira faculdade que me apareceu sem ao menos pensar nas consequências ou benefícios, não fiz sequer alguma eventual pesquisa, tinha alguma habilidades e portanto todos a minha volta inclusive meus pais me recomendavam o mesmo curso, ou seja, fui influenciado por terceiros e não por minha própria linha de pensamento, aliado a isso minha ideia era terminar o curso o quanto antes e ganhar dinheiro o mais rápido possível, recebi muito apoio dos meus pais e não é pra tanto, eles não possuem nível superior e queriam muito que eu o tivesse, o resumo dessa história foi que cheguei ao 5° Semestre me perguntando "Mas que droga é essa?", ensino superior no BR é uma merda, ter diploma é apenas um passe livre para servir café em alguma terceirizada ou servir de escravo pra algum "senhor empresarial" com baixa escolaridade. Eu não vou trancar a faculdade apesar das dificuldades, a burrice de escolher cursá-la foi minha, atualmente estou conciliando a vida acadêmica com estudos pra concursos (lhe recomendo essa alternativa) além disso ainda moro só e me mantenho por aqui, aliás, a faculdade me proporcionou a regalia de ir embora da minha cidade natal que não me oferecia nenhuma perspectiva de vida... a responsabilidade do meu futuro é somente minha, além disso não vou voltar pra casa e dizer pra minha família "olha só, tranquei a faculdade porque não tive culhões de arcar com as adversidades"... te recomendo ir até o final e ligar o foda-se pro mercado de trabalho da sua área, esqueça isso, pense diferente, pare de pensar em escassez, pense em soluções, viver no Brasil é a mesma coisa que viver em uma selva, é cada um por si e ninguém por todos.

Não tenha esse pensamento de "Estou perdendo tempo" eu tenho um curso técnico no currículo e não atuo na área, nem por isso reclamei do tempo perdido, você precisa entender que o diploma universitário serve apenas de portal para novas oportunidades, além disso já não é mais que uma obrigação nos dias atuais... não dê o desprazer de trancar o curso a seus pais, seja firme, também passo por dificuldades, muita gente passa, você não é exclusividade, acredite, trancar não é a solução... arque com suas escolhas e vá até o fim, vá atrás de um estágio, faça iniciação científica, publique artigos, tenha participação dentro do campus e se diferencie da massa escrota que só reclama mas não faz nada pra mudar a realidade, vá atrás das oportunidades, quem cursa ensino superior tem um leque de oportunidades a disposição, é só querer, enquanto corre atrás disso, tente descolar um plano B, passar em um concurso por exemplo...

Com relação ao namoro, é a mesma ladainha de sempre, abre o olho, a garota desapegou e tá se cansando de sua escassa presença, vá cuidar da sua vida, coloque-se em primeiro lugar, você parece mais preocupado com ela do que com a própria vida, é nessas que o sujeito se fode... chega até a ser chato ler sobre isso, principalmente para nós que já passamos por isso, se eu pudesse voltar no tempo teria continuado orgulhoso e egoísta, não teria aberto os braços pra vadia disfarçada de namorada (não estou me referindo ao seu caso), mas as vezes ligar o foda-se e mandar tudo a merda é recompensador. Com relação aos galanteios, toda mulher ama isso, elas adoram falar pro namorado que outros homens a perseguem, principalmente se forem casados, mais um motivo para ligar os alertas, desliga o celular por uma semana ou bloqueie o número dela e vá cuidar da sua vida, depois veja se ela corre atrás... o que se suceder disso é a verdade...
"esqueceu o celular" esse papo não engana ninguém

Uma verdade universal: Se você não come tem alguém comendo.

Vai fazer o que se largar a faculdade ?
Vixi o Navalha cega respondeu...

essa vaca não tem proatividade alguma...

Pare de ser boi e não fique xingando o amor da sua vida. O jovi já leu Nessahan Alita hoje?

"esqueceu o celular" esse papo não engana ninguém  (2)  Heart

Navaia c tem certeza que não ta tomando galha?

Música para o Navaia carente....em breve ela se declarará para você igual na música abaixo, pode esperar... Angel




"A mãe dela acha eu pouco para ela, por não trabalhar, sendo que sempre trabalhei apesar de ganhar pouco e fiquei parado porque fui atropelado."

Papo reto: termine esse relacionamento pra ONTEM.

Há muitos anos atrás (bem antes de conhecer a Real), eu estive em um relacionamento de 3 anos em que descobri que era exatamente esse o pensamento da mãe da menina da qual eu era noivo. Meses depois, terminamos em mais uma briga e eu comecei a descobrir várias coisas. A mais grave: a mãe e o pai encobriram a traição da filha que já estava trepando com outro há pelo menos uns 6 meses antes da gente terminar. Como tudo pode piorar, o talarico vagabundo era amigo do PAI dela.

Tudo o que vc pode imaginar que um sujeito apegado, carente e "dedicado" faria pela namorada e também pela família dela eu fiz. Eu tive varios sinais pra pular fora, mas cego pelo chá de buceta, eu sempre contornava e seguia adiante. Minha recompensa foi ter feito papel de otário por meses, não só para ela, mas para TODA A FAMÍLIA que sabia e INCENTIVAVAM a traição.

Não era namoro a distância. Inclusive, eu cheguei a me mudar para perto da fulana pois ela reclamava de sair da Baixada Fluminense para passar os finais de semana na Zona Sul do Rio de Janeiro, pois "era muito longe pra pegar dois ônibus e eu não tinha carro pra buscá-la". Quem conhece a cidade, sabe do que estou falando. Se "presencial" rolou isso, calcule a distância.

Livre-se dessa bomba enquanto não estoura na sua cara, rapaz.
Esqueceu o celular com vc? Gargalhada Gargalhada
@Navalha ... termine sua faculdade, até porque sua mãe paga seus estudos, aproveite a oportunidade.

Ela realmente parece que veio pronta em questão de carater, sempre demonstrou ser sincera, e apesar de um pouco ciumenta nunca me encheu muito o saco com nada, alem de sempre ser forgoça e carinhosa comigo.

Procure os relatos do fórum, todos aqueles que colocaram suas donzelas como mulheres de caráter, honradas, de caráter, sempre se deram mal, evite a idealização da mulher-exceção.

... no começo ela saia mais da casa dela, apesar de não vir me ver quase nunca, pelo menos passeávamos, hoje, ela nem isso quer fazer, diz que os pais não deixam, ou que ficam incomodando, mas como no começo era tranquilo?
Com certeza. Tem algo estranho nisso aí.


Namoro a distancia mais a passividade dela, são os ingredientes para dar merda e pela sua segunda resposta sua vontade é de terminar, ou está esperando um vacilo dela para fazer ??? ... Você já sabe o que fazer, termine!
Páginas: 1 2 3 4 5